Números 707 – Provedora de Justiça quer acabar com eles


Provedora de Justiça saúda redução do tarifário das chamadas para números 707 e 708

Sabia que sempre que liga para um número de telefone começado por 707 por telemóvel está a pagar mais de 18 euros por hora?

A provedora de Justiça, numa nota colocada no site, congratulou-se com o anúncio pela Anacom de reduzir o tarifário das chamadas para números começados por 707 e 708. Mas a Provedora vai mais além. Ela defende o fim destes números no contato com a Administração Pública. De facto, hoje em dia já não se justificam estes números caríssimos para os cidadãos.

Como podem ler neste artigo, em Junho a Autoridade Nacional de Telecomunicações (Anacom) anunciou uma descida de 48% no preço máximo das chamadas de telemóvel para números começados por 707 e 708, e de 10% para telefone fixo.

Maria Lúcia Amaral diz nessa nota que vai continuar a acompanhar a situação com vista à eliminação total destas linhas telefónicas, quando utilizadas no âmbito de relações jurídicas de consumo, e também para melhorar a Lei do Consumidor.

“A provedora de Justiça congratula-se com a deliberação da ANACOM de reduzir o tarifário das chamadas telefónicas para os números de telefone começados por 707 e 708 e de recomendar a sua não utilização pelos fornecedores de bens e serviços no âmbito de relações jurídicas de consumo”.

De acordo com a provedora, “não é legalmente permitida a utilização de números de telefone de custos acrescidos no âmbito de relações jurídicas de consumo, designadamente nas linhas de apoio e de assistência técnica pós-venda aos clientes, disponibilizadas por operadores económicos privados e pelo setor empresarial do Estado”. Reclamem no Livro de Reclamações Eletrónico sempre que sentirem que estão a ser prejudicados e usem estas declarações da Provedora como justificação, se o entenderem.

No entendimento de Maria Lúcia Amaral o “custo destas chamadas telefónicas é elevado e onera sobremaneira os consumidores, podendo estes serem demovidos de exercer os seus direitos, nomeadamente de reclamação, de assistência pós-venda e de informação”.

No caso do Estado é ainda mais grave

A provedora de Justiça recorda também que a utilização de números de telefone começados por 707 e 708 tem abrangido diversas empresas do setor empresarial do Estado, nomeadamente a CP e a Infraestruturas de Portugal, assim como várias empresas privadas, nomeadamente os CTT, do setor da aviação, do ramo segurador, de inspeção automóvel e de venda a retalho.

Maria Lúcia Amaral adianta que a CP e os CTT informaram-na de que estão a estudar alternativas possíveis para substituir as linhas telefónicas com custos acrescidos para os clientes. Já em 2018, a provedora tinha chamado a atenção para a existência de vários serviços públicos e empresas detidas pelo Estado que continuavam a utilizar linhas telefónicas de custo acrescentado para contacto com utentes, desrespeitando a legislação.

A importância de reclamar sempre

A chamada de atenção surgiu após a provedora, Maria Lúcia Amaral, ter recebido várias queixas sobre os custos acrescidos associados à utilização destas linhas. No comunicado publicado na página da provedoria de Justiça, Maria Lúcia Amaral destaca que na sequência da chamada de atenção vários serviços públicos como a Autoridade Tributária e Aduaneira, a ADSE, a Direção-Geral do Consumidor, o Instituto da Segurança Social, a “Linha de Atendimento Sexualidade em Linha”, a “Linha da Juventude” e as Lojas do Cidadão terminaram a utilização destas linhas telefónicas começadas por 707.

Neste artigo tem a reportagem em vídeo com as novas regras e uma alternativa que pode ser útil para encontrar os números “grátis” por trás dos 707.


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.


7 comentários em “Números 707 – Provedora de Justiça quer acabar com eles

  1. Avatar
    Pedro Silva Reply

    Esperamos que brevemente os 707 sejam coisa do passado . Ate lá , como consumidores , está na nossa mao , escolher as empresas que nao tenham 707 , sempre que haja empresas por onde escolher !
    A mesma ideia se aplica ao 808 . Por exemplo no setor da electricidade , a empresa com mais clientes em Portugal , usa o 808 e só atende de 2ª a 6ª feira . Mas existe uma empresa da concorrencia , que até tem preços bastante interessantes , que usa um 800 ( gratuito ) e atende aos sábados , domingos e feriados ! Na minha opiniao se muitos clientes mudassem para essa empresa , nem que fosse só por uns 3 meses e depois retornassem à empresar lider , obrigavam a empresa líder a mudar o 808 por um 800 e atender tambem aos sabados , domingos e feriados . Sei que é polémico trabalhar aos domingos e feriados . Mas na minha opiniao isso é apenas polémico , quando sao todos os domingos e todos os feriados . Acho que ninguem se importa , de trabalhar a um domingo de 3 em 3 meses , se tiver a possibilidade de trocar com um colega se nao lhe der jeito e se for devidamente bem pago !

    • Avatar
      Marco Lopes Reply

      Se está a falar da EDP, olhe que eu sou cliente EDP, já estive a ENDESA durante 2 meses (um PESADELO!) e voltei para a EDP. Se a EDP não tivesse números de apoio da REDE FIXA (técnicamente, sem custos hoje em dia) talvez não tivesse voltado!!!

      21 158 5350 • EDP Comercial
      21 001 6383 • EDP Universal
      21 001 6336 • EDP Distribuição
      21 001 6393 • EDP Gás

      • Avatar
        Pedro Silva Reply

        Estive a verificar o site da Edp Comercial , e o unico numero de apoio tecnico que está lá é um 808 , e existe um 21 mas apenas para quem liga do estrangeiro . Se consegue ligar de Portugal para um 21 e obter o apoio que necessita , isso é muito bom . De qualquer forma , se esse 21 existe , deveria ser bem anunciado e nao escondido ! Quanto a comparar Edp Comercial com Endesa , note que estamos a falar unicamente de numeros de telefone , quanto a tudo o resto , aqui nao é o local mais indicado , pois estariamos a fugir ao tema deste artigo .

        • Avatar
          Marco Lopes Reply

          Procuro sempre números da REDE FIXA ou telemóvel.
          Se não funcionarem, são os OPERADORES de telecomunicações quer estão a BLOQUEAR (ilegalmente, quanto a mim!)
          Já tenho queixas no portal da queixa e no livro de reclamações no que toca a estes “bloqueios” (pelo menos pela parte da NOS!). E aqui está outro assunto que poderia ser debatido no Contas Poupança!
          https://portaldaqueixa.com/brands/nos/complaints/nos-bloqueio-propositado-de-numeros-de-telefone-de-destino-29348219

          • Avatar
            Pedro Silva

            Muito obrigado por partilhar os seus conhecimentos . Os consumidores necessitam desesperadamente de atos corajosos , como os seus , os do PEDRO ANDERSSON e de tantos outros que nos estao a seguir !

  2. Avatar
    Marco Lopes Reply

    Os números 707 são uma ABERRAÇÃO e nunca deveriam ter sido criados (a culpa é muito do CONSUMIDOR, que aceita serviços de empresas que usam estes números!!! Pessoalmente, não faço contratos nem compro produtos a empresas que usam “apenas” estes números)

    E já agora… os números 808, que não fazem qualquer sentido há muitos anos!!!! Hoje em dia toda a gente tem chamadas NACIONAIS gratuitas ou incluidas num pacote de minutos, não faz qualquer sentido pagar por uma chamada! O 808 fazia “algum” sentido há mais de uma década!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *