PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Janeiro de 2024)

Escrito por Pedro Andersson

07.02.24

}
13 min de leitura

Publicidade

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #39)

Os ganhos com os meus 10 PPR aumentaram em janeiro.  Ainda não regressei aos máximos que já estive a ganhar, mas já estou a meio do caminho.

Como se recorda, durante um ano os meus PPR estiveram a desvalorizar (com desvalorizações que chegaram aos 20%). Desde dezembro que estou com lucros (valorizações) razoáveis outra vez. Mesmo assim, nada de garantido, como já sabe.

O PPR Save & Grow, da Casa de Investimentos, foi o que teve a recuperação mais surpreendente. Cresceu mais de 20% num ano. Voltou a estar posititvo. Se tivesse reforçado ou subscrito no ano passado, só num ano teria tido uma valorização de cerca de 20%. Não o fiz, porque a minha opção atual é amortizar o crédito à habitação, aproveitando o facto de não haver comissão de amortização.

A outra novidade – de que lhe dei conta no artigo do mês passado – é que entretanto fiz mais dois PPR. Tem aqui um artigo onde explico porque o fiz e quais são e algumas das características deles.

PPR | Fiz mais 2 PPR (PPR ETF e CGD Arrojado) – Como funcionam?

Com mais estes dois, recordo que fiz 10 PPR com 1.000 euros cada um para tentar perceber como se comporta cada um deles ao longo do tempo e se valem a pena como ferramenta de investimento. A minha expectativa é que compensem a longo prazo. Mas como não gosto de argumentos teóricos, estou a testar com dinheiro real (o meu) e partilho mensalmente os resultados convosco.

Vamos ao balanço de Janeiro. Neste momento, apenas 2 dos PPR ainda estão negativos. Todos os outros já estão em terreno positivo e a crescer consideravelmente. Vão continuar a crescer em fevereiro? Não faço a mínima ideia.

Já estive a “perder” quase 600 euros, num investimento de 8 mil euros. Mas também já estive a ganhar 744 euros. Como sabe, só perco dinheiro se resgatar quando estão negativos. Neste momento se regatasse todos os PPR teria lucro.

Também subscrevi 1.000 euros em Cerificados de Aforro (Série E) para ter um termo de comparação entre o mais clássico produto com capital garantido e os melhores PPR do mercado (no sentido de mais rentáveis historicamente). Nos CA estou a ganhar 23 euros (subscritos em Novembro de 2022).

Se isto dos PPR que estão sempre a valorizar e a desvalorizar lhe faz confusão é porque tem um perfil conservador e o melhor que tem a fazer é colocar o seu dinheiro em Certificados de Aforro ou depósitos a prazo. Nós não somos todos iguais e lidamos com o risco e as oscilações do nosso dinheiro de forma diferente. O importante é dormir bem à noite.

Recordo-lhe este episódio do Podcast para perceber melhor do que estou a falar.

PODCAST | #110 – O meu PPR está negativo. É normal?

Vamos ao balanço de Janeiro de 2024. Veja os gráficos com todos os detalhes mais abaixo.

NUNCA SE ESQUEÇA DE QUE NUNCA DEVE INVESTIR DINHEIRO QUE LHE FAÇA FALTA PARA O DIA A DIA. Se pensar a um prazo de 10, 15 ou 20 anos, esta queda relacionada com a guerra e a inflação vai ser – esperamos – apenas um acidente de percurso, como foi a Covid-19. E RENDIMENTOS PASSADOS NÃO GARANTEM RENDIMENTOS FUTUROS. São apenas indicações.

INFORMAÇÃO PERMANENTE: Muitas pessoas, ao longo de décadas, sempre pensaram que os PPR eram apenas para a reforma e que servia para ir buscar entre 300 ou 400 euros ao IRS pela dedução fiscal, ou para baixar o spread do crédito à habitação. Uma enormíssima parte dos PPR que as pessoas têm são “maus” PPR, com rendimentos miseráveis.

Foi só há 3 anos que percebi que não é (só) assim. Desde que eu não coloque este valor no IRS, posso levantá-lo quando quiser (ver as condições do banco ou corretora) sem qualquer penalização.

Decidi, em Novembro de 2020, fazer um PPR para cada um de nós aqui em casa, incluindo para os meus filhos (de 16 e 8 anos, na altura). Mensalmente, faço aqui o balanço de quanto estão a crescer (ou a desvalorizar) para partilhar convosco mais alguma literacia financeira completamente isenta de influência de bancos, marcas, publicidade, etc. É o que é, com valores absolutamente reais (os meus) e depois você tira a suas próprias conclusões.

O facto de ser PPR é importante por causa da fiscalidade mais favorável do que nos restantes tipos de investimento. No final, após 8 anos, faz toda a diferença (paga 8% de mais-valias em vez de 28%).

Subscrevi os PPR em 10 instituições diferentes e com componentes diferentes de ações e obrigações. Uns são mais arriscados do que outros. Fiz de propósito para perceber como cada um deles reage perante os mesmos acontecimentos. Neste artigo expliquei os meus critérios.

Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR?

Fiz estes (podiam ser outros, mas tenho por princípio ser o mais transparente possível convosco, por isso digo os nomes):

  • PPR Alves Ribeiro (Banco Invest)
  • PPR Stoik (SGF – Sociedade Gestora de Fundos)
  • PPR Optimize Agressivo (Optimize – Sociedade Gestora de Fundos)
  • NB PPR (GNB) Pode subscrever em vários bancos (Activobank, Best, Novo Banco)
  • Save & Grow (Casa de Investimentos)
  • Mega TT PPR (Bankinter)
  • Smart Invest PPR Dinâmico (Banco Invest)
  • PPR Doutor Finanças (Golden SGF)
  • Caixa Geral de Depósitos (CGD)
  • PPR ETF (Golden SGF)
Não estou a “vender” nenhum produto ou instituição bancária/corretora. Só quero que perceba como funcionam os Fundos PPR.

Balanço dos meus PPR – Mês #39

PPR STOIK

Depois de alguns meses em valores negativos, o PPR Stoik mantém-se há 15 meses em terreno positivo. Esteve sempre no TOP 3 dos meus PPR mais rentáveis. Em janeiro ficou em segundo lugar.

Como poderá verificar no gráfico no final deste artigo, consegue sempre estar acima da média, mesmo nos momentos piores.

Neste momento, está a crescer 11%. Subscrevi 1.000 euros neste PPR STOIK e neste momento se resgatasse, teria um ganho de 114 euros. Vou manter.

PPR Alves Ribeiro (Banco Invest)

O meu PPR AR está em janeiro em terceiro lugar no ranking. Se o resgatasse hoje, ganharia 112 euros brutos. Está a crescer 11%.

As contas que estou a partilhar convosco ao longo do tempo será sempre em relação aos 1.000 euros originais subscritos no dia 2 de Novembro de 2020, com o valor de subscrição da unidade de participação nessa data específica. Devo sempre relembrar que rendimentos passados não garantem rendimentos futuros. As suas contas começarão no dia específico em que começar a investir.

Smart Invest Dinâmico

Tenho um segundo PPR no Banco Invest que é o Smart Invest Dinâmico. Comecei-o alguns medes depois do Alves Ribeiro. Continua em terreno positivo. Neste momento está a valer 1.054 euros, com um crescimento de 5%.

PPR Optimize Agressivo

O PPR Optimize Agressivo em janeiro recuperou o 1º lugar. Se o resgatasse hoje, teria um lucro de 122 euros, com um crescimento de 11,6%. É o PPR mais “nervoso” que tenho. Quando desce desce muito, mas quando sobe também sobe mais rapidamente. Anda sempre nos primeiros 3 lugares.

Este é um PPR com uma enorme percentagem de ações no cabaz (cerca de 90%). Daí o nome “Agressivo” na descrição. Esta corretora também tem PPR menos arriscados. Depende do seu perfil.

O que vai ganhar no fim disto tudo é o que o seu PPR estiver a valor no dia em que o resgatar. Não interessa se já esteve a ganhar 500%. Se no dia em que que resgatar estiver a ganhar só 1%, é 1% que leva para casa. Daí a importância de ter um objetivo bem definido para saber o que fazer e quando deve resgatar.

NB PPR

O NB PPR continua negativo. Estou a “perder” cerca de 56 euros. Tal como nos outros, resta-me aguardar que a situação no mundo recupere. Está negativo -5%.

Se não estiver satisfeito com o seu PPR, transfira-o para outro que considere melhor, depois de pesquisar a concorrência. Não o mantenha, só porque sim. Não perde os benefícios que ganhou entretanto. Se trocar de um fundo PPR para outro Fundo PPR não paga rigorosamente nada. Se mudar de um seguro PPR para um fundo PPR tem de pagar uma penalização de 0,5%. Muitas corretoras suportam essa despesa por si. Informe-se. Mas não o faça quando estiver a perder dinheiro. Nestas situações deve esperar pelo menos que fique positivo.

O Save & Grow regressou aos valores positivos. Os meus 1.000 euros desvalorizaram cerca de 25% em Dezembro, mes neste momento já está a dar-me “lucro”. Estou a “ganhar” 24 euros (+2,42%).

Este PPR tem quase 100% de ações, e está assente numa estratégia de valor. Ou seja, só tem no cabaz empresas consideradas muito seguras que reforçam quando estão a preço de saldo. Tem uma estratégia muito específica com base na coerência das escolhas das empresas que compõem o fundo PPR.

O PPR da “Casa de Investimentos” (é assim que se chama a Gestora de Fundos) foi subscrito por mim vários meses depois dos outros, por isso tem de levar isso em conta no comparação no gráfico porque quando o subscrevi já os outros levavam um grande avanço. Mas faço assim porque quero que percebam isso mesmo. A data em que subscrevem é importante. Tenho grandes expectativas em relação a este PPR.

Bankinter MEGA TT

O Bankinter “Mega TT” também continua negativo. Se resgatasse hoje, receberia menos 95 euros em relação aos 1.000 € que subscrevi. Já esteve a ganhar quase 7% há um ano e agora está -9% negativo. Tem de estar sempre preparado para suportar com paciência estes momentos que podem demorar semanas, meses ou anos.

PPR Doutor Finanças

Aproveitando o preço de saldos da maior parte dos PPR, subscrevi em Novembro de 2022 um novo PPR: o PPR Doutor Finanças. Este PPR foi promovido como o Plano Poupança Reforma com comissões mais baixas em Portugal. Veremos se isso se vai refletir na rentabilidade.

Subcrevi 1.000 euros no dia 9 de Novembro de 2022 e depois de estar algum tempo negativo regressou aos lucros com um crescimento de 11% em apenas 1 ano. Ganharia 109 € brutos se os resgatasse hoje.

Para comparar com os Certificados de Aforro, subscrevi os dois praticamente no mesmo dia (também exatamente 1.000 €). Nos certificados de Aforro tenho agora 1.023,42 €. Ou seja, este PPR, em 1 ano, está a crescer o quadruplo dos Certificados de Aforro.

PPR ETF (Golden SGF)

Este PPR tem 3 meses. Em apenas 3 meses está a crescer 3,70%. 37 euros em 3 meses, se os regatasse hoje. Repare como isto pode comparar com os depósitos a prazo de 3,5% a 1 ano. O “problema” é que nada disto é garantido. É um investimento a muito longo prazo. Mas como não coloco os meus PPR no IRS, se quisesse resgatar neste momento poderia fazê-lo sem qualquer penalização no IRS. Tem de ver no seu PPR específico se é penalizado pela corretora se resgatar antes de 1 ano. Isso pode acontecer. Mas como o meu objetivo é duplicar o valor de todos os meus PPR, nem sequer é uma hipótese para mim.

Caixa Arrojado PPR

Fiz na mesma data que o PPR ETF, o PPR da Caixa Geral de Depósitos Arrojado. Também em apenas 3 meses, está a valorizar 0,73%. Um “lucro” de 7 euros. Pouco em comparação com o “colega”. Mas vamos dar tempo ao tempo. Não estou à espera que este PPR seja um campeão. É mesmo só para testar e para você ter mais um termo de comparação. Quero que perceba que os PPR não são todos iguais perante os mesmos acontecimentos.

O gráfico

Aqui tem os valores ao cêntimo de todos os meus PPR nos últimos 5 meses, comparando com os Certificados de Aforro (que também subscrevi).

Acredito que visualizar o crescimento dos PPR com estas linhas vai ajudar a perceber como cada um deles se comporta quando os mercados (bolsas) estão em alta e em queda. Em janeiro de 2024, o Optimize está em primeiro, o STOIK está em segundo, e o PPR Alves Ribeiro está em terceiro e “Doutor Finanças” em quarto.

Feitas as contas, com 10.000 € (10 PPR de 1.000 € cada um) após 39 meses (3 anos) estou a ganhar 426 euros (744 € de lucro máximo em novembro de 2021), se os resgatasse em janeiro. Caso fossem 100 mil euros, estaria a ganhar neste momento 4.260 € (brutos) em relação ao que investi.

A ideia dos PPR é investir, reforçar regularmente e não mexer até que precise do dinheiro (muito lá para a frente). Pode duplicar, triplicar ou até quadruplicar o seu dinheiro. Até lá, vai passar por muitas situações destas.

Como pode ver no gráfico abaixo, o total das minhas mais-valias mudou radicalmente desde que a guerra na Ucrânia começou. De bons lucros passei a perdas. Neste momento, já recuperei das minhas desvalorizações.

Já lhe expliquei que não me interessam os Seguros PPR com capital garantido. Quero arriscar ter ganhos maiores em vez de simplesmente garantir o que tenho, com ganhos mínimos. Quando chegar aos 60 anos (ou quando atingir o valor que tenho como objetivo) será altura de transferir para um PPR com capital garantido, ou resgato entretanto para amortizar a minha casa.

Mas respeito muito quem opta por produtos com capital garantido. É uma decisão pessoal. Cada um tem o perfil que tem. Mas ganha historicamente muito menos. A diferença é que não perde nunca nada do que lá tem. Mas também nunca ganhará nada de muito significativo e que faça diferença na sua vida. É a diferença que faz pôr o dinheiro a trabalhar para si.

Enquanto alguns vêem as notícias e veêm nuvens negras, outros vêem oportunidades de investimento. É a diferença entre conhecer e interpretar os acontecimentos ou andarmos à deriva sem rumo.

Se quer testar produtos sem capital garantido, sugiro estes passos:

  1. Fazer um bom Fundo PPR (veja rendimentos e comissões, e defina o seu perfil – defensivo, moderado ou agressivo)
  2. Subscrever ETF
  3. Subscrever Fundos de Investimento
  4. Investir em ações (em plataformas com baixas comissões)
  5. Arriscar em plataformas de crowdfunding
  6. Investir em imobiliário (quando perceber no que se está a meter)
  7. Reinvestir os ganhos em novos investimentos

5 passos simples que vão mudar a sua vida

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário, e não com o que gostava de ter.

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal


OS OUTROS 4 LIVROS (Links para encomendar)

Contas-poupança – Como superar a inflação e ganhar com a crise

Contas-poupança – Vença a crise com inteligência

Contas-poupança – Poupe ainda mais, Invista melhor

Contas-poupança – Viva melhor com o mesmo dinheiro

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Maiores de 35 anos podem aceder a isenção de IMT se comprarem casa com um jovem

Isenção de impostos também beneficia maiores de 35 anos Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

Publicidade

Artigos relacionados

13 Comentários

  1. antonio

    Cada um é livre de fazer o que quiser.
    Mas lembre-se sempre que a maior dívida que você tem é o crédito habitação.
    Por cada 10.000€ que tem investidos quanto vai pagar de juros caso não pegue nesses dinheiro e amortize?
    Neste momento (06/02:2024) com spread + Euribor + TAN a 25 anos, esses “só “ 10.000€ vão pagar mais de +/- 5.000€ de juros!!!!!
    Sem contar com a poupança em seguro de vida!
    O meu conselho, e é só o meu conselho, pague primeiro as dividas.
    Depois pode brincar com investimentos à sua vontade!
    E ter o descanso de não ter dívidas…..qualquer salário mínimo chega para comer e beber (sem dividas).
    E com a liberdade de não estar agarrado a nada, seja um emprego de bosta ou colegas de bosta, pode ser livre e escolher para quem quer trabalhar!

    Responder
  2. Hélder

    Olá Pedro.
    Tenho sempre lido que os dividendos de produtos como os ETF pagam 28% em imposto.
    Na plataforma DEGIRO, nas FAQ sobre impostos, à pergunta “Por que é cobrado um valor de imposto retido na fonte de 35% nas distribuições de lucros de empresas “portuguesas”? é dada uma resposta (https://www.degiro.pt/helpdesk/pt-pt/impostos/retencao-na-fonte/por-que-e-cobrado-um-valor-de-imposto-retido-na-fonte-de-35-nas) que me leva a crer que, de facto, se pagará 35% e não 28%. Será assim?

    Obrigado pelo trabalho em prol da literacia financeira.

    Responder
  3. Monteiro

    Pedro, e que tal o PPR, também do Banco Invest, Tendências Globais ?
    Nunca se interessou por ele, ou pensou em subscreve-lo, por algum motivo em especial ?
    No ultimo ano, penso não estar enganado ao afirmar que foi o PPR que mais cresceu (tem uma componente quase na totalidade de acções, tal como o Save and Grow).

    Abraço e continuação do bom trabalho que faz em prol da nossa literacia financeira.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá! Obrigado. Se eu pudesse fazia todos os PPR que acho interessantes. Mas como estou a fazer isto com dinheiro real (o meu) acho que compreende que falar é mais fácil do que fazer 🙂

      Responder
  4. RS

    Olá, Pedro!
    O que quer dizer com “arriscar em plataformas de crowdfunding”?
    Cumprimentos

    Responder
  5. Carla O.

    Boa tarde,
    considera que os Ppr’s têm comissões que no longo prazo absorvem grande parte da margem?
    Obrigada.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá, Como só tenho fundos PPR e não seguros PPR, esses custos já estão incluídos na rentabilidade (excepto as mais valias para o estado quando resgatar, mas isso é igual em todos)

      Responder
    • David

      Boa tarde, Pedro.
      Tem algum PPR na sua carteira em que tire partido do benefício fiscal? Se não tem, o que o leva a não o ter?
      Obrigado

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá, Não coloco nenhum porque uso-os como ferramenta de investimento para fazer crescer o meu dinheiro com o objetivo de amortizar o meu crédito à habitação totalmente nos próximos anos, e não para a reforma. Deixar de pagar a prestação ao banco será a minha forma de compensar a minha perda de rendimentos com a reforma. Caso não amortize estarei a pagar a minha casa até aos 82 anos. Assim que deixar de pagar o crédito da casa, terei um “aumento salarial” de cerca de 500 ou 600 euros para o resto da minha vida.

        Responder
  6. Sérgio

    Olá Pedro.
    Parabéns pelo excelente trabalho em prol da literacia financeira, neste e noutros artigos que vai escrevendo.
    Tenho uma questão relativamente aos resultados apresentados:
    Os ganhos/perdas (virtuais) dos PPR apresentados já incluem as comissões cobradas? Pergunto isto porque, depois de aplicadas as comissões, um PPR que aparenta ter bons resultados pode, eventualmente, não ter resultados assim tão bons ou vice-versa, ou estou enganado?

    Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Já incluem a comissão de gestão. Os meus não têm comissões de subscrição nem de resgate. Tem de confirmar isso antes de fazer um :).

      Responder
  7. Ricardo Ribeiro

    Boa Tarde Sr. Pedro muito obrigado pelo excelente trabalho nas nossas finanças tenho os seus 5 livros e o ultimo autografado por si a minha pergunta é se podemos esperar um livro este ano? e se será de investimentos

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Este ano haverá um livro para jovens e como começar bem a sua vida financeira. A Contraponto acaba de lançar um livro sobre investimentos. Veja se lhe interessa, por favor.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.