ELETRICIDADE | Qual é a empresa mais barata neste momento? (Março 2024)

Escrito por Pedro Andersson

06.03.24

}
5 min de leitura

Publicidade

O mais barato está novamente no indexado

Como expliquei neste artigo (disponível aqui em baixo), o preço dos tarifários indexados de eletricidade estão baratíssimos novamente. Se é daquelas pessoas que não se importam de andar sempre em cima do melhor preço, é de aproveitar. Como verá no gráfico que acabei de fazer, está 3 vezes mais barato do que nas maiores empresas de eletricidade em Portugal. Na primeira semana de março, está abaixo dos 7 cêntimos por kWh (atenção que deve ver também o preço da potência contratada).

ELETRICIDADE | O indexado em Fevereiro vai baixar bastante – Vale a pena mudar?

Se já recebeu a fatura de fevereiro, verificará que – se não fez nada – a conta continua muito alta. Neste episódio do podcast expliquei como pode fazer para travar imediatamente esses aumentos que aconteceram em TODAS as empresas. Não se iluda: há preços muto diferentes entre empresas. Só está na mais cara se quiser.

PODCAST | #211 Atenção aos preços da eletricidade: poupe na sua fatura!

Compare os preços na sua fatura com os preços da concorrência que apresentarei neste artigo. E mude se confirmar que vai pagar menos pelo kWh (e já agora, também pela potência contratada).

Fixo ou indexado?

Para quem não sabe, há dois tipos de tarifário: fixo (em que sabe o preço do kWh e que é igual o ano inteiro) e o indexado (em que o preço varia todos os meses para cima ou para baixo, conforme o preço da eletricidade no mercado ibérico). Este mês pode ser óptimo, e no mês seguinte não. Tem de saber sair quando já não compensar. Neste momento, compensa e não é pouco.

Devo avisar que o tarifário indexado não é para qualquer pessoa. É só para aqueles que estão sempre atentos ao que se passa no mercado da eletricidade. E que estão disponíveis para mudar de empresa outra vez, assim que encontrarem mais barato.

Se não sabe o que é um tarifário indexado de eletricidade, leia este artigo.

VÍDEO | Poupança de 50% na eletricidade com os tarifários indexados

A média de Março (até dia 7), está nos 14 euros o Megawatt hora (1,4 cêntimos/kWh). Com este valor, o preço final do indexado (já com as tarifas de acesso às redes e as outras taxas) está nos 6,6 cêntimos o kWh (usando a fórmula da Luzboa, que é a única que conheço em detalhe).

Seja qual for a sua situação, tente renegociar os preços primeiro junto da sua própria empresa. Quase todas as empresas fazem isso, se ameaçar mudar de empresa e mostrar que há preços mais baixos na concorrência.

Ligou para o apoio ao cliente… baixou o preço da eletricidade 16% (Um caso prático)

Como pode ver a seguir, com os dados do simulador da ERSE no início de março, há muitas empresas mais baratas do que a SU Eletricidade, a Galp e a EDP (as indexadas, Goldenergy, Iberdrola e a Endesa, etc). A EDP – que é a que tem mais clientes – é atualmente das mais caras. Avalie se não consegue encontrar um preço mais barato. Atenção que os valores do simulador da ERSE podem não corresponder aos preços que tem na sua fatura ou que lhe possam fazer quando ligar para o apoio ao cliente.

NOTA: Nesta minha pesquisa retirei todos os critérios de ofertas para novos clientes e ofertas condicionadas. Por exemplo, a Coopérnico e outras têm bons preços, mas obriga a ser associado ou a aderir a produtos ou serviços. Faça a sua própria simulação na ERSE.

Não se esqueça de que – quando comparar empresas – deve levar em conta também o preço da potência contratada. Pode alterar estas contas, sobretudo para quem tem consumos muito baixos. Mas continuo a insistir que, na minha opinião, deve levar em conta sobretudo o preço do kWh como critério principal, porque é o que mais pesa na fatura.

Se estão no indexado, mudem só quando tiverem um kWh mais barato noutra empresa. Se não quiser andar a fazer contas, tem pelo menos 4 opções para escolher (Plenitude, Goldenergy/ACP, Repsol e outras). Aí deve entrar em consideração o preço da Potência contratada e outros descontos que lhe interessem. Este comparativo não tem todas as empresas: há mais algumas empresas pequenas e pouco conhecidas com preços abaixo do mercado regulado (SU Eletricidade). Use o simulador da ERSE e veja todas. São mais de 20.

Para encontrar as empresas que têm tarifários mais baratos use o simulador da ERSE ou pesquise no Google “tarifários eletricidade”, contacte as empresas e compare o preço do kWh que está a pagar na sua fatura com os preços que lhe oferecerem. São elas que tratam da passagem da sua empresa atual para a nova. Não tem de fazer nada. Não tenho ligação a nenhuma empresa. Você escolhe a que quiser. Neste vídeo explico como se faz.

Se quiser poupar, tem de estar atento e ser uma pessoa informada. E agir com rapidez assim que encontrar mais barato. Pode poupar muitas dezenas ou até centenas de euros por ano, conforme os seus consumos. Não se esqueça que a eletricidade não tem marca. É toda igual. 


Um livro com 5 passos simples que vão mudar a sua vida

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário.

   

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PODCAST | #233 – Quanto é que vou poupar com os novos escalões do IRS?

Conheça a nova tabela dos escalões do IRS O Conselho de Ministros da passada sexta-feira decidiu reduzir as taxas de todos os escalões de rendimento até ao 8.º escalão. Só o 9.º escalão (quem ganha mais de 81 mil euros por ano) fica de fora. Quanto é que isso vai...

Acrescente uma linha no IRS e receba mais 10% de dedução em educação (Interior e ilhas)

SABIA QUE se vive no interior do país (ou ilhas) tem mais 10% de dedução nas suas despesas de Educação? Isto é muito importante para TODAS as famílias com filhos na escola, nos distritos do interior e nos Açores e na Madeira. Eu não sabia disto. Quando menos...

PodTEXT Vamos a contas | Fiz retenção na fonte, mas tenho de pagar IRS. Porquê?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

O Governo vai baixar o IRS – O que muda no meu salário?

O meu salário vai subir quanto? O Governo aprovou hoje o famoso “alívio fiscal” de que tanto se tem falado nas últimas semanas. Vou tentar traduzir para “dinheirês” o que acaba de ser decidido. Conheça a nova tabela dos escalões do IRS O Conselho de Ministros desta...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses e sobem a seis e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (22 a 28 de abril)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Se quiser investir é melhor um PPR ou um ETF? (Mês #31- Março 24)

PPR vs. ETF: Qual é melhor para investir a longo prazo? Nos últimos anos, com o aumento da literacia financeira (e aqui no Contas-poupança orgulhamo-nos de fazer paret desse percurso), milhares de portugueses descobriram que os PPR podiam servir para ganhar dinheiro e...

PodTEXT| Como vai usar de forma (mais) inteligente o seu reembolso do IRS?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

VÍDEO | Como funciona o IRS Jovem e quem tem direito?

Aproveita o IRS Jovem Os jovens que acabaram os estudos e começaram a trabalhar desde 2020, têm direito a descontos muito grandes no IRS. Na reportagem esta semana do Contas-poupança explicámos-lhe quem tem direito ao IRS Jovem e como funciona. Quem tem direito Se...

Publicidade

Artigos relacionados

42 Comentários

  1. Pedro Sousa

    Sr. Pedro, sabe quando é que o Vale de eficiência 2ª fase começa a ser atribuído? Não corresponde ao tema, mas obrigado.

    Responder
    • Maria Filomena Rogaciano

      Penso que em relação à Goldenergy, há aí um engano. Em dezembro do ano passado, mudei para a Goldenergy e no mês de janeiro e fevereiro, paguei nos dois meses, mais do triplo do que estava a pagar por mês na EDP. Agora mudei de novo mas para a Endesa. Vamos ver no que dá.

      Responder
      • Nuno

        É preciso ver o preço do kWh e do valor diário de potência. Só assim se pode comparar. Olhar apenas para o preço do que se paga, é estar a ignorar o mais importante que é o consumo e o aumento brutal que houve nas TAR para todos os operadores.

        Responder
  2. Óscar

    Apesar de ser agora uma ótima altura para aderir a um tarifário indexado, chamo só à atenção de que o preço da primeira semana de março foi muito baixo e dificilmente sustentável. Para uma ideia do preço OMIE com que se pode contar nos próximos tempos sugiro a consulta do gráfico e tabela que pode ser encontrado aqui:
    https://twitter.com/ofelgueiras2/status/1765350652870295787

    Responder
    • Manuel

      Olá Pedro,

      Poderia, por favor, esclarecer-nos porque insiste em manter o preço da EDP o mais elevado dessa tabela, quando se pode fazer novo contrato com 20% de desconto? Já lhe enviei prints a comprovar isto, e já o mencionei aqui várias vezes.

      Qualquer pessoa pode fazer isso, até clientes atuais, nem que para isso tenha de mudar o titular ou até mudar de comercializadora e regressar logo a seguir (ou não, ficando onde é sem dúvida mais barato).

      Deixo aqui novamente o Excel onde se pode simular com os valores de indexado mais recentes:

      https://docs.google.com/spreadsheets/d/1PhbpG35wn4aF4XA-FQHKgowr3iCvEprp/edit

      Cumprimentos,

      Manuel

      Responder
  3. Valasca

    Com o indexado estou a ter desde Outubro de 23 as facturas mais baixas que tenho memória de ter pago desde 1999. Trocar de fornecedor é como escolher em que bomba de gasolina abastecer. Não há motivos para continuar sustentar os lucros da EDP. Que aconteça o mesmo com as telecomunicações com o próximo advento da Digi Portugal.

    Responder
    • Diamantino Correia

      Como posso mudar para o indexado? O que devo fazer?

      Responder
      • Alexandre

        Diamantino, é só escolher a empresa que quer, contacta-los por telefone ou fazer a adesão pelo site da empresa que escolheu e ter uma fatura da atual empresa para o fornecimento dos dados.

        Responder
    • Maria Filomena Rogaciano

      Penso que em relação à Goldenergy, há aí um engano. Em dezembro do ano passado, mudei para a Goldenergy e no mês de janeiro e fevereiro, paguei nos dois meses, mais do triplo do que estava a pagar por mês na EDP. Agora mudei de novo mas para a Endesa. Vamos ver no que dá.

      Responder
  4. Monteiro

    Pedro, diz que o preço do kwh no indexado está nos 6,6 (já somado o acesso às redes) mas eu recebi a minha fatura da luzboa (indexado) com o período de facturação desde meados Janeiro até 21 Fevereiro, e foi-me cobrado o preço de 0,087 de kwh + 0,036 de acesso às redes, ou seja, o total vai para os 0,12..

    Estou a ser prejudicado, devo mudar para a ibelectra por exemplo, também no indexado, ou na próxima factura já apanharei esse preço que referiu ?

    Continuação de bom trabalho em prol de todos nós.

    Responder
    • Eu por aqui

      Eu diria que talvez não. O valor do indexado varia diariamente, e o valor facturado é de acordo com a media da data da factura. Não sei qual o primeiro dia da facturação, mas se foi 22 de Janeiro então o valor medio do indexado entre 22/1 e 21/2 é de 59,57€.

      Veja aqui
      https://www.omie.es/pt/spot-hoy
      escolha as datas que pretende analisar em “datos para” e obtenha a media mensal para Portugal.

      Depois é usar a formula que está aqui no site:
      OMIE kWh 0,0596 €
      Desvios + Custos 0,0065 €
      Perdas 1,1581
      Fator Adequação 1,0200
      Margem 0,0050 €

      (OMIE kWh + Desvios) * perdas * fator de adequação * Margem
      E finalmente juntar o Acesso às redes

      Para este período dá 0,08305 € + 0,0365 € = 0,11955 €

      É uma questão de fazer os cálculos.

      Os preços na Ibelectra são idênticos talvez 0.003 € mais barato pelas minha contas.
      Mas estou à espera da minha factura para ver se a minha formula de calculo está correcta

      Responder
      • Carlos Guerra

        Só um reparo.
        A margem da luzboa já não é de 0.005 mas sim de 0.0065

        Responder
        • Pedro Andersson

          Obrigado por esse alerta. Vou confirmar. Não me tinha apercebido dessa alteração.

          Responder
  5. António Alves

    Caros Óscar Felgueiras / Manuel Nascimento,

    No V/ Excel, à data de hoje, é indicado para a Ibelectra, no tarifário Simples, o preço por kWh, de 0,0717 €.
    No entanto, no site da empresa consta o valor de 0,0941 €.
    Será que o Excel está desatualizado?
    Obrigado.

    Responder
    • Valasca

      A Ibelectra tem 4 tarifarios:

      – TARIFÁRIO SOLUÇÃO FAMÍLIA – 0,0941 €/kWh*
      – TARIFÁRIO SOLUÇÃO AMIGO – 0,0961 €/kWh*
      – TARIFÁRIO SOLUÇÃO CASA – 0,0981 €/kWh*
      – TARIFÁRIO SOLUÇÃO SIMPLES – 0,1006 €/kWh*

      (*) – Tarifa Simples sem bi-horario ou tri-horario

      A ibelectra publica no inicio do mês e no seu site os tarifarios em vigor no link:https://ibelectra.com/downloads/ibelectra-tarifarios.pdf

      No mês de Março ser-lhe-á cobrada a média do preço do mensal OMIE do mês anterior Fevereiro

      Responder
      • António Alves

        Sim, é isso.
        O que questionei é se o Excel estará correto. Penso que até foi atualizado há um ou dois dias, mas continua na mesma, com os 0,0717 €.

        Ora, isso engana quem consulta esse simulador, pois ainda são 0,0224 € de diferença, ou seja quase 25% porkWh, a mais.

        Responder
  6. Hugo Barata

    Caro Pedro.
    Verifico que no seu gráfico não consta, por exemplo, a Meo Energia com uma tarifa fixa de 0,1599. Qual o motivo?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá, nada me move contra a MEO Energia. Há mais de 20 empresas no mercado, o meu gráfico com todas seria ilegível. Escolhi as que me parecer ser mais conhecidas e que têm preços mais competitivos. Esse preço não é competitivo. Escolho o critério de colocar os mais baratos e os mais caros, para as pessoas perceberem a diferença. Sei que pode não concordar com o meu critério, mas fo o que me pareceu (e parece) melhor para o meu objetivo de alertar para a literacia financeira.

      Responder
  7. António Domingos Oliveira da Silva

    Caro Pedro Andersen.
    Recebi a 1 de Março um mail da LUZBOA onde me informavam do aumento de preço do Kwh a partir de 1 de Abril e, pior que isso e pelaa leiura que fiz, com efeitos rectroactvos a Janeiro. Sem querer tornar-me fastidioso, ao fim de un(s) dia(s) lá consegui falar com alguém que me confirmou o que referi, aduiantando que este novo aumento é para todas as empresas e acresce ao actual valor de acesso às redes (0,0365) imposto pela ERSE desde o inicio do ano.
    Desde que mudei para a LUZBOA tenho tido beneficios consideraveis nos custos mensais e gostaria de por lá continuar mas achei esta informação pouco credível tanto mais que não ouvi este mesmo assunto comentado em mais local nenhum.
    Não sei se vou conseguir transcrever o mail recebido para se tal acontecer tentarei “cortar” as partes que possa parecer menos importantes.
    Gostava de ouvir a ua opiniaõ acerca do assunto.
    Assim, o mail “reza”:

    Estimado(a) Cliente,

    Com Decreto-Lei n.º 104/2023, de 17 de novembro, e a declaração de Retificação n.º 33/2023, foram introduzidas mudanças no financiamento da tarifa social de energia. A nova regulamentação determina que dois terços dos custos associados serão agora passados aos Comercializadores de Energia. Esta alteração legislativa, com efeitos retroactivos e definida depois de fixados os preços para 2024, tem impacto nas nossas tarifas de energia em vigor.
    Durante a Consulta Pública, a Luzboa expressou oposição a este modelo, defendendo que as políticas sociais devem ser sustentadas pelo Orçamento de Estado e não pelos participantes do Sistema Elétrico Nacional e seus consumidores. Apesar das nossas considerações, e não tendo sido recebidas quaisqueres indicações em contrário, o custo adicional definido pela ERSE a ser aplicado em 2024 deverá ser 0,002217€/kWh.

    Consequentemente, informamos que a partir do dia 1 de abril de 2024, a Luzboa atualizará as Tarifas de Energia para todos os clientes, discriminando nas faturas uma linha específica para este sobrecusto.

    Estamos comprometidos em manter a qualidade e a competitividade dos nossos serviços e permanecemos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas que possam surgir em relação a esta nova medida.

    Lamento a extensão do texto mas não consegui salientar (em BOLD) as partes que me parecem importantes.
    Em resumo e sem mais demoras, agradeço o que possa ser dito/informado /confirmado acerca desta alteração que segundo a assintente da LUZBOA teve o cuidado de dizer que desde Janeiro que esta alteração se verificará com os tais efeitos rectroactivos mesmo sendo só a partir de de 1 de Abril, o que me parece uma contradição.

    As minhas desculpas pelo tempo que lhe tomei e os antecipados agradecimentos aos esclarecimentos possiveis.

    Com os meus cumprimentos
    António Silva

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá António.
      Posso dizer duas coisas:
      deve reclamar junto da ERSE
      Pondere sair para outra empresa com a qual se sinta confortável, se não gostou desta atitude.
      Veja se não está fidelizado.

      Responder
      • António Domingos Oliveira da Silva

        Obrigado pelas “dicas”.
        Vou aguardar pela próxima factura pois o indexado parece ainda ser vantajoso.
        Entretanto vou tentar apurar a veracidade deste aumento junto da ERSE-
        Caso se verifique o tal aumento e porque não estou fidelizado, vou então ponderar a saída para outro fornecedor.
        Imensamente grato pela resposa e possiveis soluções.
        Cumprimentos
        António Silva

        Responder
  8. António Alves

    Agora, no Excel, já está o tarifário Simples da Ibelectra, a 0,0661 €.

    No site deles, continua a 0,0941 €. Sinceramente, não percebo. Alguém pode explicar? Talvez o Pedro…
    Obrigado.

    Responder
    • Óscar

      O preço que a Ibelectra divulga é baseado no que se observou em fevereiro. Indo ao Excel e selecionando o mês de fevereiro, encontra o valor de 0,0943€/kWh para a Ibelectra, que é essencialmente esse valor de 0,0941€/kWh que eles apresentam. Esse valor é obtido em função do preço OMIE que foi de 39,76€/MWh em fevereiro.
      O valor de 0,0661€/kWh da Ibelectra no Excel é já para março e é uma estimativa, com base nos preços já verificados no início deste mês e as cotações dos futuros para o que resta do mês. Essa estimativa é o valor mais próximo que se consegue obter ao dia de hoje para tentar saber qual o valor real para março, o qual é de momento desconhecido. A estimativa atual para março é de 15,50€/MWh para o preço OMIE.
      No mercado indexado nunca se sabe com certeza o que acontecerá no futuro. Mas o mercado de futuros é um ótimo indicador. O Excel apresenta valores mês a mês para os próximos meses. Quanto mais distantes os meses, mas especulativos os valores.
      O simulador da ERSE também faz algo semelhante, mas usa apenas a cotação dos futuros para os próximos 12 meses, não distinguindo dessa forma a variabilidade mês a mês.
      Para uma noção um pouco mais detalhada, isto pode ser útil:
      https://twitter.com/ofelgueiras2/status/1766202062990123105

      Responder
      • António Alves

        Percebido. Faltava o pormenor de selecionar o mês, no Excel.
        É que venho da Goldenergy ACP, é a estreia no indexado.
        Obrigado.

        Responder
  9. Nelson

    Boa noite
    Além do valor OMIE que já sei, onde posso pesquisar e ir atualizando os outros valores que fazem parte da fórmula para o valor à tarifa indexada?
    Obrigado

    Responder
  10. Ruben

    Boa tarde! Desde já obrigado pelo conteúdo.
    Estou a pensar mudar para o mercado indexado, mas queria perceber como calcular o preço do kwh na goldenergy, mas não estou a conseguir encontrar todos os valores para a formula.
    Eu consumo 200kw por mês
    Sera que podem me ajudar na formula?

    Responder
      • Ruben

        Eu mandei um email, mas até hoje não me responderam, ja passaram 3 dias. Perguntei se me podiam explicar a formula e como calcular, precisava dos valores e onde ir obter essa informaçao

        Responder
    • Eu por aqui

      Uma das maneiras é ir ao simulador da Erse fazer um calculo. Depois em ver mais aparece uma opção de detalhes..
      Logo de seguida abre um PDF com as informações entre elas a formula de calculo. E nos primeiros paragrafos aparece o valor do OMIE que a ERSE usou para calculo da formula.
      No caso da Gold energy aparece o seguinte.

      Revisão de preço
      Atualização dos preços em função das alterações nas tarifas de acesso às redes aprovadas pela ERSE. O preço do
      Termo de Energia é calculado segundo a formula abaixo indicada. O valor resultante da aplicação da formula será
      multiplicado pelo consumo. Preço de Energia (Eletricidade) = Pomie* (1 + Perdas) + Qtarifa + CG ;
      Qtarifa=0,01679€/kWh; CG=0,03€/kWh; .

      O preço do OMIE(0,0576 €/kWh).
      Se o valor das perdas for 1,1581 (como usado aqui no site)
      Mais o acesso às redes de 0,0365€
      Então

      0,0576 * 1,1581 + 0,01679 + 0,03 + 0,0365€ = 0,1499€ – Valor igual ao que está na simulação.

      Pessoalmente acho caro.
      A formula que tenho da Ibelectra dá 0,1145€ (na simulação da ERSE 0,1152€)

      Responder
  11. Paulo Cardoso

    Estou a tentar fazer contracto com a Ibelectra, fiz a adesão pelo site, tentei contatalos por email e por telefone , ninguem responde , por telefone está sempre ocupado, do contrato que fiz, 1 semana atras, apenas recebi no dia um contrato, em anexo, e a promessa que iria ser contatado nos proximos dias.
    Alguém está na mesma situação? Devo tentar noutra companhia? Desde ja agradeço pela ajuda.

    Responder
    • JCunha

      Aderia ontem e só recebi esse mesmo email, mais ou menos instantâneo, mas espero que não demore assim tanto tento a efectivar a adesão.
      Se entretanto eu tiver alguma evolução aviso aqui.

      Responder
      • António Alves

        Ibelectra:

        “O processo é simples e transparente, mas para que possamos conferir os seus dados necessitamos de alguns dias para o fazer.

        Por favor, aguarde o nosso email de confirmação e assinatura digital de contrato.

        Até já”

        Recebi isto, por e-mail, no dia 4 de março.
        Até hoje, 10 dias depois, mais nada!

        Responder
      • JCunha

        Pois, também vi no “Portal da Queixa” que há vários casos desses.
        Eu não vou esperar muito, se até à próxima quarta-feira não tiver resposta faço a adesão a outra fornecedora, tipo Luzboa ou Repsol… o indexado compensa agora, por isso não vou andar a esperar muito.

        Responder
    • Paulo Cardoso

      Apos 1 1 dias , la recebi o contrato da IBELECTRA, como fiz adesão na LUZBOA que demorou 3 dias, não fidelizei o contrato com eles. Fica a Historia, Obrigado a todos.

      Responder
  12. Joao

    Olá, à data de hoje o preço médio do megawatt está a 56,94€, e tendo em conta que a formula se mantém mais ou menos constante nos próximos tempos, a partir de que valor é que deixa de compensar estar no mercado indexado?

    Tendo em conta atualmente pago cerca de 16 cêntimos + IVA por kWh (que é absurdo, quando comprado por exemplo com a plenitude que faz cerca de 12 cêntimos).

    Responder
    • Vika

      Tendo em conta quem, tal como eu, aderiu à campanha de -25%, com valor de €0.1179/kwh, o valor do OMIE tem que estar abaixo dos €60/mWh para compensar estar no mercado indexado

      E também se em Julho as TAR sobem ou descem, apesar de isso afetar os mercados mercados livre e indexado

      Responder
      • João Cunha

        Atenção que isso não é completamente linear, realmente a fórmula Ibelectra (DD+FE) iguala o valor do kWh da Plenitude (com o desconto de 25%) para um valor do OMIE de 60€/MWh, mas depois há a questão da potência, em que a Plenitude tem dos valores mais altos.
        No meu caso de potência e consumo, a igualdade para o valor total da factura entre as duas fornecedoras acontece para um OMIE de 68€/MWh. Por isso, cada um deverá analisar o seu caso concreto…

        Responder
  13. Sérgio

    Eu mudei de casa este ano e por isso corri o mercado liberalizado para ver a melhor oferta. Curiosamente, a Endesa continuava a ter a melhor oferta para o meu caso. Se quiser aderir também fica o meu código plano amigo: 310137829

    Responder
    • Marco Filipe

      Boa noite!

      Uma pequena ajuda… Acabei de fazer uma simulação no simulador da Erse para o mercado indexado.
      O valor do simulador do €/kwh é de 0,1117 na luizigaz. Este valor não devia de ser mais baixo? O valor a 30 de Março no omie era 19, 26 €/Mw ou 0.01926 €/Kwh.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.