Ligou para o apoio ao cliente… baixou o preço da eletricidade 16% (Um caso prático)

Escrito por Pedro Andersson

04.09.23

}
4 min de leitura

Publicidade

Sabe que pode baixar o seu preço da eletricidade, não sabe?

Nem quero imaginar as centenas de milhares de idosos que estão a pagar preços altíssimos pela eletricidade simplesmente porque não sabem o que fazer e dizer para baixar a fatura da luz.

Esta tarde fui visitar um casal de idosos meus amigos. Ele tem 88 anos e ela 82. Praticamente não saem de casa por razões de saúde. Para além do que vou lá fazer, costumo sempre perguntar aos idosos que visito quanto estão a pagar de luz, gás e telecomunicações, só para perceber se estão a desperdiçar parte da reforma ou se está tudo bem. Eu diria que, em 95% dos casos, estão a pagar coisas e preços absurdos, sem necessidade nenhuma.

Mas desengane-se se pensa que são só os idosos que deitam dinheiro para a rua. Muitos adultos e jovens pagam o que aparece e nunca negoceiam, nem olham para a fatura, nem percebem os preços do que estão a pagar. Vamos por partes.

Um seguro desnecessário

Um terço da fatura que pagaram este mês é de um seguro que os meus amigos não fazem ideia do que seja. Eles são clientes da Iberdrola, mas todas as empresas têm seguros semelhantes. Não tenho nada contra esta empresa em particular. É apenas um exemplo. O que eventualmente estão a poupar na luz, estão a pagar-lhes tendo um destes seguros em que vai lá um senhor a casa se um eletrodoméstico avariar. Não estou a dizer que o seguro é mau, só estou a dizer que eles não faziam ideia de que tinham este seguro. Os idosos dizem que sim a tudo quando lhes telefonam. É quase criminoso quando os vendedores se aproveitam da ignorância das pessoas.

Estamos a falar de mais de 84 euros por ano que estão a pagar há vários anos.

Liguei à frente deles para o apoio ao cliente e disse à senhora do call center que o senhor queria acabar imediatamente com aquele seguro. Para minha surpresa, o cancelamento do seguro, na Iberdrola, não pode ser feito pelo telefone. O contrato, sim, mas o cancelamento não!

Tenho de enviar um e-mail, carta registada ou ir pessoalmente a uma loja da Iberdrola. Atenção que a maioria das empresas faz igual.

Acontece que o senhor não tem e-mail – nem o saberia usar – e quase não sai de casa, só para ir ao médico. Estaria, portanto, “condenado” a pagar os tais 7 euros por mês até ao fim da vida. Tratarei do assunto pessoalmente. Terei de fazer isto por eles. Vejam se conseguem ajudar os vossos pais, avós, amigos, vizinhos, a verificar as faturas deles. Vejam se têm “Serviços adicionais”. Se eles quiserem ter os tais seguros, mantenham, mas se não querem, ajudem-nos a cancelá-los. Não é tarefa fácil.

Aproveite para negociar o preço

Olhando para a fatura, reparei que o preço do kWh não era exagerado. Estava a pagar 0,1388 €. O preço normal que aconselho neste momento é 13 cêntimos no máximo. Mas aproveitei para fazer o que sempre faço quando ligo para um apoio ao cliente: “Olhe, eu estou a dizer a estes senhores que têm empresas mais baratas, mas se vocês baixarem o preço, era uma boa ajuda para eles… ”

– “Só um momento… ” (Música)

(Mais música)

(E mais uma música…)

Lá voltou a senhora com um desconto de 16%.

Ora, 0,1388 € com um desconto vitalício (disse a senhora) de 16%, dá 0,1170 kWh. É um excelente preço (nesta fase). Só porque telefonámos para o apoio ao cliente. E mudaram logo nas duas casas (na da cidade e na da “terra”).

Em resumo, só por ter olhado para a fatura, ter visto que estavam com produtos desnecessários, ter ligado para o apoio ao cliente a pedir para baixarem o preço, estes dois idosos vão ficar com dinheiro no bolso para pagar 3 meses de farmácia. Dinheiro que iria – se ninguém fizer nada – para engordar os lucros das grandes empresas à custa da falta de literacia financeira dos mais idosos (e de muitos adultos).

Veja se não é o seu caso ou o de alguém que conhece. Fique com este número na orelha, a Iberdrola está a fazer 0,1170 € o kWh, se os clientes reclamarem ou pedirem.


5 passos simples para GANHAR DINHEIRO

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário, e não com o salário dos outros ou com o que gostava de ter. Pode comprar aqui o livro que vai mudar a sua vida financeira (Já na 3ª Edição):

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #231 – Como vai usar de forma (mais) inteligente o seu reembolso do IRS?

Como posso rentabilizar o reembolso do IRS Milhares de famílias contam com o reembolso do IRS como fonte de rendimento extra todos os anos. Quase como se fosse um décimo quinto mês. Mas, como é um dinheiro que aparentemente não nos sai do esforço diário, é visto quase...

PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Março de 2024)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #41) Em Março atingi o máximo de valorização histórica com o conjunto dos meus 10 PPR.  A minha "história" com Planos Poupança Reforma como forma de investimento tem cerca de 3 anos. Comecei em finais de 2020, e durante...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde invisto 100€ todos os meses para os meus filhos?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (15 a 21 de abril)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | 5 sinais de alerta de que as suas finanças não estão bem

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Quer fazer um Workshop gratuito de finanças pessoais? (Inscrições abertas)

Aprenda finanças pessoais gratuitamente Estão abertas as inscrições para a próxima edição do Finanças para Todos, da universidade NOVA SBE. O curso tanto pode online, como presencial (em Carcavelos) ou na área metropolitana do Porto. O curso terá lugar entre Outubro...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses, mas sobem a seis e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

VÍDEO | Como está a educação financeira nas escolas em Portugal? (Um bom exemplo)

Um bom exemplo de educação financeira nas escolas em Portugal Portugal está nos últimos lugares da Europa em literacia financeira. Isso quer dizer que, para além de ganharmos pouco, ainda por cima temos muita dificuldade em gerir bem o pouco dinheiro que temos. A...

Publicidade

Artigos relacionados

28 Comentários

  1. João Carlos Bandeirinha Vieira

    Bom dia, queria a sua opinião sobre a minha situação. Nós sempre tivemos conta certa EDP COMERCIAL e pagavamos cerca de 80 € o ano passado com eletricidade e gás, depois veio a guerra e mudei o gás para o regulado. A EDP COMERCIAL entretanto fez as contas e desde o início do período setembro do ano passado foi alterando o valor de 22€ no início para 48€ e ultimamente já dizia que deveríamos aumentar para 68€ para não pagar de acerto x. No final deste período setembro deste ano vou pagar de acerto cerca de 540€ aproximadamente pelos mesmos consumos do ano passado 3.300 kW. Acho um absurdo já que eliminamos o gás. Contudo diz-me sócio do ACP para mudar para a gold energy, acha que é a melhor solução? Temos 6,9 de potência. Obrigado

    Responder
    • Filipe

      Bom dia,
      na Goldenergy + ACP os mesmos 3300 KW com potência a 6,90kva ficava-lhe por 467.22€ (incluindo o preço associado ACP). Na Ibelectra 430.98€ (indexado hora a hora com media nos 0,10 kw/h haverá meses que poderá ser mais baixo outras vezes mais alto e tendo em conta que o termo de potência é muito mais baixo do que na Goldenergy

      Responder
    • Pedro Sousa

      Sr. João, pelo que entendi o sr. paga todos o meses 48€ e em setembro vai pagar mais 540€ de acerto, ou seja, no total do ano paga cerca de 1000€ por 3300Kw. Este valor é absurdo. Fazendo uma simulação rápida no simulador da erse pelos mesmos 3300 Kw na goldenergy acp pagaria 600€ incluindo a anualidade, plenitude 630€, endesa 700€… valores anuais, cerca de 50€ a 60€/mês. No mercado indexado estes valores variam mas provavelmente seriam ainda mais baixos. Portanto mude já.

      Responder
  2. Porreiro pá

    Relato de um caso real. FUJAM DA IBERDROLA.
    Fui contactado pela iberdrola no dia 8/8 e até ontem 4/9, não me foi feito o contrato. No primeiro contacto, 8/8 prometeram mundos e fundos, lá aceitei para ver se pagava menos, mas depois de 5 contactos depois, desenvolvidos por mim, fui informado que teria de iniciar um novo processo de contrato e que poderia ir de 5 dias úteis a 3 semanas. Gentalha, não há mais nada a acrescentar.

    Off Topic, caríssimo Pedro Handerson, deixe se de adsense no seu, tão procurado e útil website. Garantidamente que conseguirá muito mais se contactar com as empresas e lhes mostrar o tráfego gerado pelo seu website. Pense bem, ganha mais, beneficia os seus leitores e não polui nem incomoda quem procura os seus conselhos.
    Fica a dica

    Responder
  3. Rui

    “Não estou a dizer que o seguro é mau, só estou a dizer que eles não faziam ideia de que tinham este seguro. Os idosos dizem que sim a tudo quando lhes telefonam. É quase criminoso quando os vendedores se aproveitam da ignorância das pessoas.” Senhor Pedro sou seguidor fiel das suas publicações e acho que presta um magnífico serviço público, no entanto como “trabalhador” de telemarketing parece me um pouco “forte” generalizar nesta publicação com palavras de caráter semi-ofensivas para todo um conjunto de profissionais dizer em primeiro lugar que os idosos aceitam tudo o que lhe dizem ao telefone (algo que carece de factos, pois não é a realidade, principalmente os EDP Forever) e principalmente indicar que é quase criminoso de uma forma a roçar a generalização a prática das vendas de telemarketing. Não me revejo de todo nesta Análise e preso pela integridade e honestidade em todos os contactos que presto, inclusive prestando sempre serviço pós venda, e indicando mesmo que quando o potencial cliente em questão têm um valor inferior ao que proponho, que mantenha que efetivamente está com um preço melhor de mercado. Por este motivo agradecia como seguidor fiel do seu blog e programa televisivo, que tenha um especial cuidado por toda uma cadeia de comerciais telefónicos que como em todas as profissões existem os bons e os mais, prezam pela honestidade, integridade e profissionalismo. Porque nem todos são burlões, gananciosos, continue o excelente serviço público e permanecerei sem dúvida um seguidor atento. Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola Rui. Não era minha intenção generalizar. Mas passei essa mensagem sim. Lamento se ofendi os bons profissionais. Esses merecem e têm todo o meu respeito.

      Responder
      • Marcelo

        Deixe lá Rui! Tropeço sempre nestes gajos que nada têm para dizer de jeito mas gostam de fazer como os cães: mijam para marcar território!? É só isso!?

        Responder
    • Rosa

      Caro Rui, defacto, não são todos os profissionais tal como o Pedro descreve, mas lamento desiludi-lo, com mais de 50 anos, alguma experiência de vida. A maioria dos seus colegas tentam levar a água ao seu moinho “intresse, obejectivo”, seja omitindo ou enganando o cliente. Tem razão não são todos iguais, mas tem de ser a classe a tentar acabar com este tipo de situações e como sabe não deve ser fácil pois as empresas vivem desse tipo de estratégias. Cumprimentos.

      Responder
  4. Sérgio Santos

    Bom dia Pedro. Uso muito o simulador da Erse para saber os melhores preços. Só não entendo porque há empresas que aparecem e desaparecem da lista. Mais caro ou barato deviam surgir em lugares diferentes, como seria lógico. Na minha opinião isso causa alguma desconfiança. Tem alguma explicação para este facto?

    Responder
    • Filipe

      Bom dia,
      Algumas ofertas de mercado de empresas de electricidade deixam de ser visíveis no simulador de preços da ERSE, porque uma das razões é por vezes os pedidos de adesão por parte de clientes é enorme e supera a capacidade de gestão dessas mesmas adesões (n° clientes e contratos a transitar) e para não afetar os prazos a cumprir e para uma melhor gestão dessa área são suspensas temporariamente essas ofertas.

      Responder
  5. Armando Vitor

    Boa tarde Pedro Andersson

    Tenho uma duvida gostaria que me ajuda-se, minha mãe tem uma reforma de 300 e poucos euros mas tem a chamada sobrevivencia de meu pai de 700
    terá ou não direito ao desconto na eléctrecidade ?..
    Agradecimentos

    Responder
      • Armando Vitor

        Ok muito obrigado.

        Responder
  6. Pedro Lago

    Na minha opinião este tipo de artigo promove uma prática de deveria ser banida. Refiro-me aos preços variáveis para o mesmo tipo de serviço dependendo da capacidade de persuasão ( ou falta dela) do comprador do serviço. Gostaria de ver o Pedro a elogiar e promover quem estabelece de forma transparente os preços que pratica, sendo indiferente se o comprador é um socialite com presença nas redes sociais, alguém com poder de persuasão ou um idoso que não tem email.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Quando liguei foi como anónimo, apenas um amigo da pessoa “x”…

      Responder
    • Pedro Andersson

      … mas entao deixava de haver concorrência… Preferia so ter uma empresa em Portugal? É uma opção.

      Responder
      • Pedro Lago

        Não Pedro. A concorrência faz-se através da divulgação transparente dos preços. Pode ser num simulador de custos (ERSE ou outro), nas páginas web, por telefone ou na comunicação social. O ponto que defendo é que uma empresa seventeens preços transparentes e iguais para todos os clientes. O que nada impede que haja concorrência entre empresas.

        Responder
        • Rosa

          Boa tarde, Trabalho da ERSE. Cumprimentos

          Responder
  7. Manuel Santos

    Há uns tempos atrás, tentei uma “negociação” deste género com a empresa que me vendia eletricidade, pois havia concorrentes que praticavam preços mais vantajosos.
    A resposta que obtive foi “Os preços praticados pela empresa constam no Preçário publicado. Escolha o que melhor se adequa às suas necessidades”.
    Desde aí deixei de falar com as empresas. De 3 em 3 meses faço a simulação na ERSE e escolho a empresa que apresenta melhores preços ….. e mudo.

    Responder
  8. Ana Paula

    Pelo que conheci, depende do atendedor da empresa e da forma como expomos o problema: uns colocam vários entraves, outros registam o pedido de cancelamento do seguro e posteriormente é cancelado. Por outro lado, existe sim muita iliteracia no âmbito do direito do consumidor, pelo que reforço a dica do Pedro, no sentido de ajudarmos os nossos amigos, familiares e amigos, que desconhecem os seus direitos. Obrigada.

    Responder
  9. Ilídio

    Boa noite Pedro
    Desde a liberalização do mercado fui cliente da EDP Comercial pagando contas mensais entre os 60/80€ de Abril a Setembro/Outubro e 120/150€ durante os meses de inverno. Em 2022 quando o Pedro alertou para o aumento dos preços a partir de Janeiro de 2023 mudei para a SU Eletricidade e a conta baixou para os patamares de 70/80€ até Abril e para os 40/50€ de Maio a Julho. Em Julho depois de ter seguido os seus conselhos mudei para o mercado indexado (Luz Boa) e qual não foi o meu espanto ao receber uma conta de 27€ em Agosto!
    Fui dos consumidores “distraídos” que por falta de tempo fui deixando andar, agora que me reformei passei a andar mais em cima daqueles que com a maior “serenidade” nos vão ao bolso todos os meses. Graças a si Pedro!
    Ah, esqueci-me de dizer que só uso eletricidade e o consumo anda entre os 300 e os 500 KW.
    Fico-lhe grato pelas dicas e pelo seu empenho em ajudar os outros!

    Responder
  10. Oscar Gouveia

    Ao menos a Iberdrola ainda negoceia como os clientes… Esta semana liguei para o apoio ao cliente da EDP para ver dava para negociar o preço da electricidade, após verificar que havia ofertas mais baratas no simulador da ERSE, a resposta curta e grossa da assistente: “não negociamos preços”, perguntei se havia alguma hipótese de haver um desconto “não negociamos descontos, temos uma parceria com a NOS onde pode ter um desconto de 1% na fatura”. Posto isto, fui ver a concorrência e acabei por mudar para GALP. No meu caso particular, mudei para o plano que têm com o Continente (sem quaisquer seguros e planos adicionais). Isto para explicar que atualmente mudar de fornedor de electricidade é a coisa mais fácil do mundo, basta ligar para o novo fornecedor e solicitar a mudança. Não à cá ir a lojas, papeis e avisos para trás e para frente. O trabalho mesmo é ir ver quem faz mais barato e, mesmo assim, está facilitado com o simulador da ERSE. Regra geral não nos devemos deixar dormir no que toca ao nosso dinheiro e atualmente ainda mais despertos devemos estar.

    Responder
  11. Tiago

    Resta saber se os 16% serão aplicados sobre a tarifa que estava contratada ou se mudaram o tarifário e depois aplicam os 16% de desconto.

    Responder
    • Rui Barbo

      Mudar o tarifário obriga a um pré-aviso.

      Responder
  12. paula peixoto

    Boa tarde
    Liguei agora para a iberdrola e esse preço de 0,1170 € o kWh, já não existe – foi uma campanha que acabou em Julho 2023.
    Obrigada

    Responder
  13. João Paulo

    Tenho um carro eléctrico e inicialmente, contratei Gold Energy e ao fim de 2 meses tive que cancelar o contrato por não serem correctos na facturação e ainda, como é norma nas empresas e no apoio ao cliente, o cliente nunca tem razão. Já lá vai o tempo…
    Em boa hora o fiz, pois mudei para a Iberdrola e estou a pagar metade da factura.

    Responder
  14. Maria Gabriela Fernandes

    Caro Sr. Pedro
    Li atentamente a referência acima, em que se refere ao casal de idosos e àquele , pagamento “inútil do seguro”. Ora como tenho a Iberdrola fui logo verificar a última factura e, por acaso, não tenho esse seguro, mas se o Sr. não tivesse alertado, eu talvez pagasse, por desconhecimento ou descuido meu. Embora eu seja atenta a esses pormenores, mas nada na vida é certo.
    Quanto ao livro que menciona, por acaso não o tenho. Tenho outros dois seus. “Como Superar a Inflação” e “Vença a Crise com inteligência”.
    Obrigado pelo seu trabalho. Não perco nenhum dos programas na SIC, onde o Sr. é anunciado.
    Feliz Natal e muita saúde
    Maria Gabriela Fernandes

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.