EDP Comercial sobe 3% e aplica ajuste MIBEL a partir de Janeiro

Escrito por Pedro Andersson

23.11.22

}
4 min de leitura

Publicidade

EDP Comercial sobe fatura da eletricidade em cerca de 3% a partir de janeiro e aplica o ajuste MIBEL

A EDP Comercial anunciou hoje que vai aumentar em cerca de 3%, em média, o valor da fatura da eletricidade dos clientes residenciais, a partir de 1 de janeiro de 2023. A justificação é a volatilidade do custo de aquisição de energia. Reparem que eles não disseram o aumento dos custos da energia, porque neste momento até estão a baixar.

“A partir de 01 de janeiro de 2023, o valor global da fatura de eletricidade dos clientes residenciais da EDP Comercial irá variar, em média, cerca de 3%”, disse à Lusa fonte oficial da elétrica.

EDP vai aplicar o ajuste MIBEL

A variação, explicou a EDP, “inclui não só uma atualização do tarifário da EDP Comercial, refletindo a volatilidade do custo de aquisição de energia e a descida das Tarifas de Acesso às Redes ainda provisórias, como também a melhor estimativa do que será o custo do Mecanismo de Ajuste do Mercado Ibérico de Eletricidade”.

O custo daquele mecanismo “irá variar mensalmente e estará discriminado na fatura de cada cliente”, apontou.

Em causa está o mecanismo temporário na Península Ibérica para colocar limites ao preço médio do gás na produção de eletricidade, a cerca de 40 euros por Megawatt-hora (MWh), que foi solicitado por Portugal e Espanha devido à crise energética e à guerra da Ucrânia, que está a ser aplicado desde meados de junho.

Recordo-lhe que a GALP, a IBERDROLA e outras empresas mais pequenas já estão a aplicar o mecanismo de ajuste MIBEL fazendo com que as faturas de outubro praticamente duplicassem, assustando muitos clientes.

O que para mim é mai dramático é que o cliente nunca saberá antecipadamente qual é o valor do mecanismo MIBEL. Será sempre uma caixinha de surpresa. Isto para mim é inadmissível, mas é o que está previsto na lei e é perfeitamente legal.

Avisei – como se lembram – que deviam sair para o mercado regulado (SU Eletricidade) ou para as empresas privadas que ainda não aplicam a taxa MIBEL. Na SU Eletricidade é (para já) garantido que esta “taxa” (na prática não é uma taxa, é um mecanismo que representa na verdade uma poupança para os clientes, mas é muito difícil compreender este conceito quando há empresas que não a aplicam por não ser obrigatória).

VÍDEO | A sua fatura de eletricidade pode duplicar por causa do mecanismo de ajuste

Assim, o que vos posso dizer é que o único “porto seguro” neste momento é a empresa do mercado regulado que é igual em todo o país (a SU eletricidade). 

Deixo-vos a sugestão – se são clientes da EDP Comercial – de mudarem rapidamente para o mercado regulado até que a EDP deixe de aplicar este mecanismo. Se podem pagar menos pela mesma eletricidade, porque é que vão pagar mais?

Temos, enquanto consumidores, de estar muito atentos a todas estas alterações e anúncios das várias empresas de eletricidade se quisermos pagar o menos possível.

Em resumo, e de acordo com as informações que disponho neste momento, só há ainda 2 empresas que ainda não estão a aplicar o mecanismo MIBEL e que ainda não anunciaram se o vão fazer ou não a partir de 1 de janeiro: a Endesa e a Goldenergy. 

ELETRICIDADE | A lista das 10 empresas mais baratas este mês (Novembro de 2022)

Na SU Eletricidade é de certeza que em janeiro não vão aplicar, a menos que o governo venha dizer o contrário no futuro.

Não tenho nada contra ou a favor de nenhuma empresa. O meu critério é pura e simplesmente financeiro. Da mesma forma que vos disse para “fugirem” da GALP e da Iberdrola, digo-vos agora o mesmo em relação à  EDP Comercial. A menos que queiram pagar mais do que poderiam em Janeiro de 2023. Mas vocês é que sabem…

Para mim, por exemplo, é incompreensível que a população praticamente toda não mude o gás natural para o regulado quando podem pagar um terço do que estão a pagar. A única exceção que compreendo é das pessoas que têm descontos tão bons que (ainda) não compensa mudar. É uma minoria. 

Não percebo como é que as pessoas se queixam do aumento da inflação e dos preços, podem pagar menos e insistem em pagar mais. Ficam paradas a ver passar os comboios e não mexem uma palha. A sério que não percebo.

PODCAST | #134 – Cuidado para a sua fatura de eletricidade não duplicar! (O que é o mecanismo de ajuste)


bf-970x250-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Painel solar fotovoltaico – Balanço Outubro de 2022 (Mês #71)

Balanço de Outubro de 2022 Estou a tentar recuperar os meus balanços perdidos. Segue agora o balanço de produção dos meus painéis solares em Outubro e dentro de 15 dias faço o de Novembro. E depois - espero - volto a entrar no ritmo mensal normal. Para os que chegaram...

PODCAST | #142 – Conheça a lei que obriga os bancos a renegociar o crédito à habitação

Conheça os seus direitos se precisar renegociar o seu crédito à habitação A lei que tantos esperavam já está em vigor. Foi publicada em Diário da República e agora os bancos têm até meados de Janeiro de 2023 para fazer a lista dos clientes que preenchem os requisitos...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (5 a 11 de dezembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

EURIBOR | Prestação da casa sobe entre 108 e 251 euros em Dezembro

Prestação da casa pode subir 250 euros em dezembro A prestação da casa paga pelos clientes bancários no crédito à habitação vai subir acentuadamente este mês nos contratos indexados à Euribor a 3, 6 e 12 meses, face às últimas revisões, segundo a simulação da...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #8 a #11 – Agosto a Novembro 2022)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço #8 a #11 (Agosto a Novembro de 2022) Fui ver há quanto tempo não fazia este balanço de quanto estou a ganhar ou a perder com o meu "investimento" em criptomoedas e apercebi-me que já não fazia este balanço mensal desde...

REFORMAS | Quem se reformar antecipadamente em 2023 vai ter uma corte de “apenas” 13,8%

Corte nas pensões pelo fator de sustentabilidade recua para 13,8% em 2023 O corte das pensões por via do fator de sustentabilidade, aplicado a algumas reformas antecipadas, vai ser de 13,8% em 2023, recuando face aos 14,06% deste ano, segundo cálculos com base em...

EURIBOR | Lei da renegociação do crédito à habitação já está em vigor – Como funciona?

Conheça as regras para a renegociação dos créditos à habitação A lei acaba de ser publicada (na sexta-feira) e entrou em vigor no sábado passado (dia 26 de Novembro). É a famosa lei que vai “obrigar” os bancos a renegociar os créditos à habitação sempre que a taxa de...

EURIBOR | Taxas sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos (2009)

Taxas Euribor sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos As taxas Euribor subiram hoje para novos máximos desde o início de 2009 a três, seis e 12 meses. A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação avançou hoje para 2,436%,...

PODCAST | #141 – Se baixar o spread, o banco pode subir a minha prestação da casa? (A pergunta do Bruno)

O BANCO PODE AUMENTAR A MINHA PRESTAÇÃO SE EU PEDIR PARA BAIXAR O SPREAD? Esta foi a pergunta do Bruno, à qual respondo neste episódio do podcast. A esta pergunta juntam-se muitas outras, porque os bancos estão a receber uma verdadeira enxurrada de pedidos de...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (28 de novembro a 4 de Dezembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

66 Comentários

  1. Carlos nicolau

    Boa noite.
    Ja é possivel mudar a electricidade para o mercado regulado online?

    Responder
    • Manuel Fideles

      Bom dia

      As micro e PME tb podem voltar à SU eletricidade ou essa possibilidade está limitada a particulares?

      Responder
    • Jose

      Assim que recebi essa informação da EDP comercial já todos os meus contratos de Electricidade estão na SuElectricidade
      Huuf

      Responder
    • Luís Moreira

      Que devo fazer e como (online por exemplo), para mudar da EDP Comercial para a EDP mercado regulado? Obrigado.

      Responder
  2. Ângelo

    Boa noite, alguém me poderia tirar a dúvida, posso mudar para a sua eletricidade. Pelo que está na fatura da EDP estou a pagar menos dizem eles, mas também diz que não tem oferta comparada ao mercado regularizado. Logo posso pedia a alteração certo?
    Na factura diz “Diferença entre o preço do seu contrato e a tarifa regulada Se optasse pela tarifa regulada, pagaria pelo mesmo consumo de eletricidade desta fatura -0,26 € (não incluindo taxas e impostos). Oferta em condições de preço regulado Informamos que, de momento, a EDP Comercial não disponibiliza uma oferta comercial equiparada ao regime de tarifa regulada para o seu contrato de energia.”

    Responder
      • Hugo

        Muito boa noite! Tendo eu desconto na EDP comercial 9% eletricidade e 13% gás, compensará ainda assim mudança para mercado regulado por força no mecanismo mibel?

        Muito obrigado pelo excelente trabalho!!!!

        Responder
        • Pedro Andersson

          Olá Hugo. Só você sabe quanto paga por kWh. É fazer a conta :). A percentagem de desconto é irrelevante. Até podia ter 50% de desconto, se o kWh for de 50 cêntimos ia pagar 25 cêntimos…

          Responder
    • João Tiago Ribeiro

      Bom dia, no gás concordo que a melhor solução é o regulado, na eletricidade tenho muitas dúvidas!!!
      Ora a Tarifa de Venda de Energia do CUR e EDP passa os 250 € MWh, que depois é compensada por um Tarifa de acesso redes (TAR) que no próximo ano deverá situar-se próximo dos -140 € MWh…

      Conclusão, qualquer tarifa indexada a partir de Janeiro será muito mais interessante para qualquer consumidor, e existe propostas fixas que os comercializadores refletem as quedas da TAR com preços consideravelmente abaixo destes anúncios…

      Relativamente ao mecanismo de ajustamento, todos os meses há mais consumidores a comparticipar para o mesmo, logo atualmente é um valor residual, e com a queda do preço do gás no minhas, já houve dias com valores negativos…

      Responder
  3. Mário

    Bom dia,

    Esta taxa a aplicar pela EDP Comercial para 2023 será para todos os contratos ou só os que foram atualizados ou novos após abril de 2022?

    Responder
  4. Ricardo Pimenta

    Bom dia,

    Basta solicitar alteração para a SU Electricidade e fica tudo igual em termos contratuaias, no meu caso 3,45kw , ou terei de ter visita dos técnicos por causa do contador? (já é dos novos que envia leitura automática).

    Obrigado

    Responder
  5. Pedro Graça

    Tenho gás e eletricidade junto na edp comercial. Posso mudar apenas o gás? Também tenho edp funciona e este último tem fidelização. Posso mudar e continuar a pagar este serviço até o seu término?

    Responder
    • Marco Lopes

      E porque vai mudar “apenas” o Gás? Se agora sabe que, para além de estar a pagar 3x o preço do GÁS aplicado pela EDP SU, em Janeiro vai pagar provavelmente o DOBRO em energia?? Porque não muda já tudo!?

      Responder
  6. vicenteaugusto alves ausina Ausina

    Bom dia

    Já mudei para o mercado regulado,com respeito ao Gás, no entanto a Electricidade, podemos mudar em qualquer altura?
    Obrigado

    Responder
  7. Fernando Girão

    O engraçado é quando contratamos electricidade “proveniente de fontes 100% renováveis” e depois pagamos ajuste MIBEL, que é para compensar o acréscimo de custo de produção de energia relativo ao factor de produção gás natural, factor de produção esse que não é usado na electricidade proveniente de fontes renováveis…

    Responder
  8. Pedro Paixão

    Boa tarde,

    Alguém sabe se a taxa mibel pode ser aplicada no mercado regulado?

    Obrigado

    Responder
  9. Maria Helena da Cunha Ribeiro Gomes

    Vi hoje o que aconselha, para mudar da EDP comercial para a SU para evitar a taxa MIBEl em Janeiro. Qual o número de telefone da SU para fazer a alteração? Na net já vi números que ligo e começam com conselhos para outras empresas…Sou de Chaves e na loja da EDP comercial dizem-me que me tenho de deslocar a Vila Real para fazer a alteração. No site da SU não consigo
    Anexar tanta coisa que pedem…
    Sei que vou pagar por Kwat um pouco mais, mas deve compensar não pagar em Janeiro a tal taxa, se conseguir mudar. Pode ajudar-me! Obrigada e cumprimentos.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Online é fácil. Anexe um a um o que pedem. Peça ajuda a um amigo :).

      Responder
  10. vitor

    Alguem me consegue ajudar a entender os novos preços? O email que recebi da EDP indica os valores abaixo, no entanto nao sei se o preço final é o que está na 1º linha, ou se tenho de somar as duas linhas
    Ex: preço vazio é 0.0410 €/kWh ou 0.0410 €/kWh+ 0.2076 €/kWh ?
    è que se for o ultimo sao 59% de aumento, nao 3%

    ————

    Eletricidade (Potência 6,9 kVA | Opção Bi-horária)
    Preço sem desconto a aplicar a partir de 01.01.2023

    Energia Vazio 0.0410 €/kWh
    – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2076 €/kWh

    Energia Fora de Vazio 0.1444 €/kWh
    – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2767 €/kWh

    Potência 0.4579 €/dia
    – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2769 €/dia

    Responder
    • André Petinga

      Estou com a mesma dúvida!!
      No meu caso recebi isto:

      Energia 0.1068 €/kWh
      – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2507 €/kWh

      Potência 0.3386 €/dia
      – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.1877 €/dia

      O meu valor atual kWh é de 0,157€, tendo depois um desconto de 8%, ficando a 0,1444€/kWh.
      Neste caso não sei se será então a soma. Se assim for, fica bem mais caro sim. 0,1068 + 0,2507 = 0,3575€/kWh.
      Com desconto vai para 0,3289€/kWh.

      Responder
      • André Ramos

        Recebi um mail muito semelhante (mesmo em valores, calculo que a diferença da potência seja devido à potência contratada), que me confundiu totalmente com a expressão “dos quais”. Não consigo também compreender qual o cálculo que vai ser feito…

        Responder
  11. Marco Lopes

    Obrigado pelo aviso! Já fiz o pedido de contratação em https://sueletricidade.pt
    A EDP Comercial disse-me por telefone que me avisava com 30 dias de antecedência caso aplicasse o MIBEL… Estou a ver que vão deixar mesmo para o dia 1 de Dezembro, para depois ser o mesmo caos que foi com o GÁS

    Responder
    • Luís Certã

      Eu recebi ontem uma carta da EDP a dizer que vão aplicar a taxa MIBEL. Deve estar quase a receber a sua.

      Responder
      • Marco Lopes

        Recebi hoje por email. Entretanto já mudei os contratos todos para a EDP SU (até o condomínio)

        Responder
  12. Sandra Delgadinho

    Por enquanto o Su não cobra a Taxa Mibel, mas quem nos garante que tal como a EDP Comercial, a partir também de Janeiro não vem a aplicar essa taxa?
    Pelo que entendi apenas os clientes com contratos iniciados, ou atualizados depois de 26 de Abril de 2022, vão ver refletido o Imposto Mibel.
    Todos os anteriores será aplicado apenas a partir de Abril de 2023. Mas se a EDP Comercial diz que o pagamento Mibel se vai refletir ate Maio de 2023, isso significa que contratos anteriores a 26 de Abril de 2023 vão ser taxados desse valor nos meses de Abril e Maio de 2023.

    Responder
    • Marco Lopes

      O governo.

      Responder
    • Dominique Alves

      Tenho a mesma dúvida. A taxa Maribel será então aplicada a todos os contratos?

      Responder
  13. Ana Dias

    Mais uma vez grata pelas suas explicações e conselhos.
    Gás natural já sou cliente do mercado regulado.
    Recebi também o aviso da edp comercial quanto às mudanças.
    Pode dizer-me como fazer a mudança para a Su?
    É possível fazer online?
    Obrigada

    Responder
  14. David

    Boa tarde.
    Há custos para efectuar essa alteração?
    E se depois quisermos voltar ao mercado livre, a transferência tem custos associados?

    Obrigado.

    Responder
  15. Luciano

    Gostaria de perceber se este ajuste Mibel também vai ser aplicado nas faturas com NIF de empresas. Ou seja, o ajuste será para todos os consumidores de energia, incluindo empresas, ou só vai estar presente para os particulares?

    Responder
  16. Marco Branco

    O mercado regulado também aplica a tarifa social, neste caso a SU Electricidade?

    Responder
  17. Paulo António de Oliveira Pires

    Boa tarde,
    Sou cliente goldenergy, agora (só) de electricidade pois rescindi o contrato que tinha de gás com a empresa passando para o mercado regulado, e fi-lo logo no inicio assim que foi possível fazê-lo.
    Mantive a electricidade na goldenergy pois tem uma tarifa equiparada ao mercado regulado, a minha pergunta é, a goldenergy pode se quiser começar a cobrar essa tal taxa do ajuste MIBEL, certo?

    Responder
  18. Jorge Cruz

    Tenho contrato de eletricidade na EDP Comercial. Para mudar para o mercado regulado preciso de contactar a EDP, ou basta solicitar um novo contrato em http://www.sueletricidade.pt?

    Responder
  19. Rui Cruz

    Olá @Sandra Delgadinho
    Onde obteve essa informação sobre os contratos e a aplicação do Mibel, vem na comunicação da EDP Comercial? Ainda não recebi… O que significa contrato atualizado depois de abril 2022? O meu contrato foi iniciado em janeiro 2019 com renovação automática de 1 ano, no entanto como é normal os valores são sempre atualizados, a última vez desceu 3% em julho 2022, isso conta como contrato atualizado??
    Caso visse a taxa apenas aplicada em abril e maio 2023, com um valor residual devido a haver muitos contribuintes, iria ponderar antes de mudar já para o regulado. Como você disse, nada garante que não vejamos o mecanismo aplicado nas restantes empresas, EDP SU incluída, e caso depois pretenda regressar vou pagar 0,228€/kWh enquanto neste contrato pago 0,152€… A acontecer dessa forma penso que não me iria compensar nada estar já a precipitar-me, mas preciso confirmar essa situação da data da aplicação do mecanismo no meu contrato. Tem alguma informação sobre isso, ou que pensa desta situação em particular @Pedro Andersson?

    Responder
  20. Rui Cruz

    Já esclareci a dúvida sobre a minha situação em concreto: ”A lei indica que o ajuste pode ser imputado a todos os consumidores de energia elétrica com contratos a preço fixo celebrados ou renovados a partir de 26 de abril de 2022″; uma vez que o meu contrato foi celebrado a 29 janeiro 2019, renovou a 29 janeiro 2022 e será renovado a 29 janeiro de 2023, o que significa que a partir de fevereiro será cobrado o ajuste e não logo em janeiro… Por exemplo quem celebrou ou renovou contrato em março, apenas irá pagar o ajuste na fatura de abril e maio 2023. De qualquer forma parece que o custo é pesado, aproximadamente 10€ por 100kWh…
    Mas como disse, tenho receio que todos os consumidores fujam para o regulado como forma de escapar e não deixem alternativa ao Governo senão aplicar também na Edp SU…

    Responder
  21. Tércio Madeira

    Boa tarde, Pedro
    antes de mais deixe-me parabenizá-lo pelos conselhos, não só neste tema mas em geral. Só não segue e não muda, quem não se preocupa.
    Até então tive o meu contrato na EDP Comercial, Luz+Gás, em termos de descontos compensava por ser DUAL. Com as recentes alterações aos preços da tarifa de gás, mudei para o comercializador de último recurso (CUR), (alteração online que durou mais de um mês a ficar concluída).
    Entretanto, recebi um email com a alteração de preços na eletricidade a partir de 1 de janeiro de 2023, indicando o mecanismo MIBEL. Pelo que entendo, é uma taxa “variável”, independentemente do preço do kw.
    Dado que o desconto já não é assim tão grande porque já mudei o gás para o mercado regulado, estou a tentar transferir o contrato de eletricidade a SU Eletricidade, mas um dos documentos a apresentar é a declaração que indica que a EDP Comercial não dispõe de oferta comercial equiparada ao regime de tarifa regulada.
    Como não tenho tempo de me dirigir a uma loja, nas FAQ a EDP Comercial disponibiliza um link com formulário para pedir essa declaração e que a envia para o e-mail, num prazo até 10 dias úteis, mas ao submeter, o pedido não é concluído. Será propositado ou apenas um bug? Hum, eis a questão…
    Fica o link, para quem quiser tentar fazer o pedido.
    https://www.edp.pt/particulares/apoio-cliente/ajuda/?q=3-6-19-form
    Bem haja, pelo sucesso do programa.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Basta fazer upload da sua fatura da EDP. Tem lá uma linha a dizer que não tem equiparado ao mercado regulado. Serve de declaração:)

      Responder
  22. Rui

    Atenção: a mibel é só para contratos celebrados ou renovados depois de 26 de abril 2022 se tiverem contrato antes não façam outro, porque não sabem se depois a empresa para onde vão, se decidir aplicar e ai será certo o mibel.

    Responder
  23. Marta Fernandes

    Boa tarde, como podemos ter a certeza de ao mudar-mos para o mercado regulado, não vamos ter também esse mecanismo de ajuste MIBEL?

    Responder
  24. Carlos José Piçarra da Silva Martins

    na carta da EDP aparece preço da energia (0.1668 €/kwh) dos quais energia e estrutura comercial ( 0.2507 €/kwh), potencia ( 0.3917€/d) e dos quais energia e estrutura comercial ( 0.2107€/d). Afinal quanto vou pagar por Kwh e de potencia por dia. Obg

    Responder
  25. José

    No caso da Luz estou bem, SU, já em relação ao gás é um problema!

    O apartamento onde moro (alugado) tem gás canalizado Gascan e recentemente foi instalada a rede de gás natural na vila, no entanto não consigo alterar para gás natural e escolher o fornecedor porque teria de ser por maioria e como do meu bloco de 4 apartamentos apenas eu moro lá (os restantes são emigrantes), ninguém quer saber do preço e de alterar e eu tenho de pagar o gás mais caro! É triste mas é o que temos!

    Responder
  26. Rita Martins

    Boa tarde Pedro e todos os que seguem este trabalho,
    ainda hoje liguei para a EDP para esclarecer as alterações no preçário e a aplicação da taxa mibel.
    Confirmei a alteração que está a ser comunicada no meu caso (potência contratada de 5.75kVA, tarifa bihorária) e usando a minha última factura como exemplo, aplicando apenas os valores kWh vazio e fora do vazio, bem como a diária associada à potência, um valor de 42€ passaria a ser 28€.
    De acordo com os simuladores da ERSE, com estes novos valores a minha factura apresenta o 2º preço mais favorável, com uma diferença muito irrisória (10€ anuais). Fico sempre extremamente desconfortável pois, posto isto, e usando os simuladores, não me seria favorável a mudança para outro operador ou para o SU, mas a aplicação da taxa mibel é, efectivamente, uma incógnita, apesar de a operadora me ter informado que se espera um aumento de 1€ na factura com a aplicação da taxa – o que me espanta tendo em conta que não sabemos qual será o valor definido. Enfim, uma confusão.
    Como analisar isto? Esperar ou mudar o quanto antes?
    Obrigada pela orientação que possa dar.

    Cumprimentos,

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Eu aguardaria pelo preço do mercado regulado a 15 de dezembro. Também deve baixar bastante. Depois é mais fácil decidir o risco.

      Responder
  27. Augusto Cordeiro

    Boa Tarde Pedro,

    “Sou” EDP comercial. Ao passar para a SU, estou a mudar tanto eletricidade como gás natural, ou estou errado? Neste momento, estou com 0,152 KWH.

    Obrigado pela atenção

    A

    Responder
  28. João Silva

    Fiz a simulação para o meu caso e a Endesa confirmou-se como o fornecedor mais barato. Obrigado Pedro pelas dicas!
    Aproveito para partilhar o código de desconto amigo endesa de 12eur.

    codigo: 311671349
    ou
    https://planoamigo.pt/?cod=311671349

    Boas poupanças 😉

    Responder
  29. Márcia

    Boa noite,
    Pelo que percebi ao verificar se reunia as condições para aderir à SU ELETRICIDADE. (https://sueletricidade.pt/pt-pt/page/636/fazer-um-novo-contrato) verifico que na 2ª opção está “têm direito ao benefício de tarifa social”, ou seja, quem não tem direito a tarifa social não pode mudar?
    Obrigado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Todos podem. Quem tem tarifa social e quem não tem.

      Responder
  30. José BC

    Caro Pedro Anderson, 

    A EDP Comercial enviou-me email com actualização de preços de electricidade, mais acréscimo Mibel, e aproveitou para passar o contrato a trimestral (ver entrada de Rui Cruz, 26 Nov 2022, 10:38 pm):

    “Adicionalmente, gostaríamos de comunicar que procederemos à alteração da duração do seu contrato que, a partir de 1 de janeiro de 2023, será trimestral e renovável por iguais períodos – poderá consultar abaixo as novas condições contratuais. ”

    ” “2. Duração

     2.1. O Contrato tem a duração de 3 (três) meses, com exceção do primeiro período contratual que durará até ao termo do trimestre civil em curso, desde a data de início de fornecimento, renovando-se automática e sucessivamente por iguais períodos, sem prejuízo da faculdade de denúncia prevista na Cláusula 12.1. das presentes Condições Gerais.”  ”

    Esta alteração da duração do contrato será legal? Não deveria ser válida apenas no termo do contrato em curso?

    Sobre os novos preços são apresentados dois valores para Potência e dois para Energia. Além da incógnita Mibel fico sem saber que custos irão aplicar.

    Grato se me/nos puder esclarecer.

    Melhores cumprimentos, 
    José 

    Responder
  31. Maria João Delgado

    Boa noite, a minha questão está relacionada com a mudança de contrato, tendo painéis solares edp. Estou a pagar os mesmos a Prestações, a minha questão é como é que mudo com os painéis solares? Terei que os pagar por completo? E depois a eletricidade produzida será contabilizada na Su eletricidade? Obrigada!

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Vai ter de perguntar no seu apoio ao cliente. Não sei o que a Maria assinou 🙂

      Responder
  32. João Gonçalves

    Bom dia.

    Recebi o email da EDP com a atualização das tarifas a partir de 1 Janeiro de 2023, que se resumem no seguinte quadro:

    Eletricidade (Potência 6,9 kVA | Opção Simples)

    Preço sem desconto a aplicar a partir de 01.01.2023
    Energia 0.1068 €/kWh
    – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2507 €/kWh

    Potência 0.3917 €/dia
    – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2107 €/dia

    É só a mim que este valores da Energia não fazem sentido ?!
    0,1068 kw/h “dos quais” 0,2507 são referentes à tal Estrutura Comercial.

    Contactei a linha apoio EDP que me confirmou estes valores.
    O valor referente à Estrutura Comercial é meramente informativo e que passarei a pagar o valor da Energia de 0,1068@ por Kw/h, tal como indica na 1a linha.

    Será mesmo assim ?

    Cumprimentos

    Responder
    • L Matias

      O preço da Energia tem 2 parcelas: “Tarifa de Acesso a Redes (TAR)” e “Energia e Estrutura Comercial (EEC)”.
      No seu caso temos:
      TAR: -0.1439€ (0.1068-0.2507)
      EEC: 0.2507€
      somando estas duas temos o valor da Energia 0.1068€/kWh
      A EDP está a pressupor que o estado definirá a TAR com o valor negativo acima indicado, o que poderá não acontecer.
      Neste momento a TAR tem valor negativo de -0.0019€ (o mesmo valor no mercado regulado)

      O mesmo acontece, com valores diferentes e não negativos, na Potência.

      Também recebi um email com informação semelhante e achei estranho referirem que iria ocorrer um aumento médio de 3% e, no meu caso, o preço do kWh até diminuía…?!?!?!
      Como tal seria possível? Por causa da Potência? Fiz cálculos e cheguei à conclusão que também esta não explicava o aumento.

      Tornei a ler o email, desta vez com mais atenção ao conteúdo completo e reparo que lá está, no meio do texto, “Este valor global da fatura [aumento médio de cerca de 3%] inclui o novo preço final da eletricidade contratada à EDP Comercial … assim como a melhor estimativa do custo do mecanismo ibérico que será repassado mensalmente a todos os clientes a partir de 1 de janeiro. “. Este é o malfadado Ajuste Mibel que, como dizem no email, “A variação acima mencionada do valor global da fatura refere-se à variação média estimada para o período atualmente previsto em que vigorará o mecanismo ibérico.” que poderá muito diferente do valor que estimam…

      Resultado é só estimativas: TAR e Mibel

      Prefiro a certeza do Regulado.
      Já mudei para o Regulado no Gás e na Eletricidade, e foi extremamente fácil de fazer. No caso do Gás ficou resolvido numa única chamada telefónica com a Lusitânea Gás e no caso da Electricidade online no SUEletricidade

      Cumprimentos

      Responder
  33. Bruno Pedro

    Olá Pedro, obrigado pelo artigo e pelas excelentes dicas. Recebi hoje o tão aguardado e-mail da EDP Comercial a divulgar as novas tarifas. Contactei telefonicamente a EDP Comercial para obter esclarecimentos. Claro que omitem a taxa MIBEL, reforçam que há uma diminuição no preço por Kwh. Após insistência minha, lá acabaram por referir que a taxa MIBEL será entre 15 a 20 Euros, por cada 100 Kwh. Em resumo, vamos pagar entre 0,25 a 0,30 Euros o Kwh.
    Fui ao site da SU Eletricidade e já remeti o pedido de contratação. Foram 5 min. Ótimo conselho. Bem haja pelas dicas.

    Responder
  34. Alexandra Couto

    Boa tarde. Os valores que a EDP apresenta no email a informar a subida foram:

    Eletricidade (Potência 6,9 kVA | Opção Simples)

    Energia 0.1068 €/kWh
    – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2507 €/kWh
    Potência 0.3917 €/dia
    – Dos quais Energia e Estrutura Comercial 0.2107 €/dia

    Com estes valores faz sentido mudar? Sendo que tenho um desconto mensal de 2% na fatura.

    Obrigada

    Responder
  35. João Gomes

    Boa noite.
    Acabei de receber o email da EDP onde comunicam os novos preços, a aplicação da taxa mibel bem como as alterações da duração do contrato. Também comunicam que “Caso não concorde com as novas condições propostas, poderá proceder à denúncia do seu contrato, mediante comunicação escrita, no prazo de 30 (trinta) dias a contar da receção da presente comunicação, sem qualquer encargo.”
    A minha questão é a seguinte: Se mudar para o Mercado Regulado através do site da SU Electricidade, tenho de informar na mesma a EDP Comercial que pretendo cancelar o contrato ou o processo é automático?
    Se o processo de mudança se arrastar durante bastante tempo o que conta é a data em que foi iniciado, ou deverei tomar providências caso veja o tal prazo de 30 dias a esgotar-se?
    Obrigado pela ajuda

    Responder
  36. Rui Cruz

    Recebi ontem a comunicação da EDP, afinal conseguiram arranjar maneira de aplicar o ajuste Mibel a todos os contratos a partir de janeiro, terminando no final deste ano civil todos os que se encontram em vigor, independente da data de celebração…
    No meu caso vão ser os 0,1015€/kWh e 0,2223€/dia;
    Segundo o simulador da ERSE, o “custo de ajuste do mecanismo ibérico foi 0,0396€/kWh com base no valor médio verificado no mês de outubro”;
    Considerando os valores à data de hoje, não me compensa mudar para a EDP SU, é uma questão de aguardar a publicação dos valores para o mercado regulado, como disse o Sr. Pedro Andersson (embora a previsão para janeiro fosse de subida para 0,162€/kWh).
    Em relação ao simulador da ERSE, verifico que as simulações de todas as empresas me apresentam um valor anual igual (30,72€) para a tarifa de acesso às redes 3,45kva, independentemente do valor de Potência €/dia de cada uma delas…
    Consegue validar isto? Desta forma as comparações não estão totalmente correctas…

    Responder
  37. Luís

    Caros Amigos/Consumidores,

    Caso Vos seja útil, partilho que no dia 30 de Novembro de 2022, recebi da GoldEnergy o seguinte email:

    “Queremos agradecer a sua confiança: a partir de 1 de janeiro de 2023 vamos manter o preço final da sua eletricidade no seu contrato.
    Com a Goldenergy, o aumento do custo da sua energia final vai ser de 0%, mas é importante que façamos todos um consumo responsável …”

    Hoje (dia 02/12) contactei telefónicamente a GoldEnergy e foi-me referido que não está prevista a implementamentação da Taxa MIBEL.

    Para aqueles que tenham interesse em aderir à Gold Energy, partilho que está a decorrer uma campanha de “amigo” em https://amigo.goldenergy.pt/ , e caso pretendam podem usar o meu código: CG1852335, para aderirem.
    De forma bastante clara e transparente, poderão encontrar os diversos tarifários e preços disponíveis na GoldEnergy em: https://goldenergy.pt/precos-de-referencia/

    Obrigado ao Pedro e às suas dicas e sugestões de poupança que tanto nos ajudam !

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.