ELETRICIDADE | Como preparar-se para o aumento da sua fatura da luz

Escrito por Pedro Andersson

06.07.21

}
3 min de leitura

Publicidade

A eletricidade está ao preço mais alto dos últimos 19 anos

Calma. Ainda não vai sentir esses aumentos nos próximos meses, mas vão chegar à sua fatura.  A eletricidade na “origem”, ou seja, no OMIE (Mercado ibérico de eletricidade), está com o valor mais alto dos últimos quase 20 anos.

Se tem um tarifário indexado de eletricidade, o valor é de fugir este mês. Recordo-lhe que os tarifários SPOT são preços que variam todos os meses conforme o preço a que as empresas compram a eletricidade na fonte e depois acrescentam o lucro delas (normalmente meio cêntimo por kWh) e é esse o valor que paga no mês seguinte. Simples e claro.

Nesta reportagem do Contas-poupança expliquei-lhe com detalhe como funciona este tarifário que lhe pode trazer poupanças excelentes se estiver disponível para arriscar um pouco.

Durante anos, estes tarifários representaram uma poupança muito significativa, mas nos últimos meses o preço da energia no mercado retalhista tem vindo a subir devido ao preço das licenças de emissão de dióxido de carbono e à ultilização de centrais a gás natural e a carvão.

Os aumentos não vão ser imediatos

A sua fatura de eletricidade só vai aumentar este mês se tiver um tarifário SPOT. Caso contrário, só na próxima anuidade é que há a possibilidade (real) de ver o preço do kWh aumentar. E, como é de esperar, a sua empresa vai dizer-lhe que a culpa é do preço da energia nos mercados internacionais. O que lhe quero dizer é que em grande parte terão razão. Os preços estão mesmo absurdos.

Só para ter uma ideia, no ano passado os preços rondavam os 3,5 cêntimos por kWh na origem, e agora está em quase 10 cêntimos. Triplicaram.

Este é um mês MAU para aderir ao tarifário indexado

O preço atual pdo SPOT para julho é de 0,1869 €/kWh (exemplo Luzboa). Para ter um termo de comparação, no mercado regulado em Julho – já com o aumento de 0,3% – é de 0,1536 €/kWh. Sempre mais IVA.

Como lhe disse, os preços no mercado regulado vão aumentar 3% este mês de julho justamente por causa dos preços terem disparado nos primeiros meses do ano no OMIE. Tem AQUI essa informação.

As maiores empresas de fornecimento de energia elétrica em Portugal já disseram publicamente que não vão aumentar excecionalmente os tarifários. Vão manter os preços atuais até à aprovação dos novos tarifários para o ano seguinte. Seja como for, deve começar a preparar-se para aumentos, caso estes preços se mantenham nos próximos meses.

O que pode fazer para se proteger

Enquanto os tarifários não aumentam deve procurar no mercado liberalizado empresas que têm preços mais baixos do que os que tem atualmente e garanta que esse contrato será no mínimo de 12 meses. Assim consegue proteger-se de grandes aumentos durante pelo menos 6 meses. E depois logo se vê se os preços no OMIE baixam ou se continuam nestes patamares.

A outra opção é tentar gastar ainda menos eletricidade mudando os seus comportamentos, caso ainda não o tenha feito. Lembre-se que sempre que não gastar 2.000 W por dia (desligando as luzes onde não está, usando o forno para fazer vários cozinhados, tendo só luzes LED, desligando os standby, etc.), são 12 euros ao fim do mês que não gasta. Ao fim do ano são 144 euros que ficam no seu bolso.


Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Fundo Ambiental já começou a reembolsar beneficiários

Pagamentos deviam ter começado em janeiro Os beneficiários do programa Edifícios mais Sustentáveis de 2023 do Fundo Ambiental vão finalmente ser reembolsados, segundo anunciou o Ministério do Ambiente e Energia numa nota de impresa enviada à Agência Lusa. Os...

Taxa de juro na habitação voltou a baixar em junho

Trata-se da quinta descida consecutiva da taxa de juro A taxa de juro implícita no crédito à habitação tem vindo a cair lentamente depois de ter atingido um pico em janeiro de 2024, atingindo uma média de 4,657%. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #259 – O que já fez para melhorar a sua vida financeira?

Estamos a meio do ano - O que já fez até agora? Chegámos a meio do ano. Normalmente, em dezembro ou janeiro decidimos uma série de coisas e traçamos objetivos que depois desaparecem como que por "magia" à espera do ano seguinte. Porquê, se hoje é um bom dia para...

Se quiser investir é melhor um PPR ou um ETF? (Mês #34 – Junho 24)

PPR vs. ETF: Qual é melhor para investir a longo prazo? Nos últimos anos, com o aumento da literacia financeira (e aqui no Contas-poupança orgulhamo-nos de fazer paret desse percurso), milhares de portugueses descobriram que os PPR podiam servir para ganhar dinheiro e...

FRAUDE | Fisco alerta para e-mails falsos com imagem da AT

Fisco alerta para e-mails fraudulentos com recurso à imagem da Autoridade Tributária A Autoridade Tributária e Aduaneira emitiu um alerta de segurança sobre mensagens de correio eletrónico fraudulentas, pedindo que sejam ignoradas. "A Autoridade Tributária e Aduaneira...

PodTEXT | Quantas vezes posso trocar de Crédito à habitação e de seguro de vida?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a 3 e 6 meses e descem a 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (22 a 28 de julho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Quais as regiões mais caras e mais baratas para comprar casa?

Grande Lisboa e Algarve dominam entre regiões mais caras Esta semana, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou dados relativos ao primeiro trimestre de 2024 que revelam que o preço mediano de habitação em Portugal subiu 5%, colocando o valor mediano por...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. Valter Pires Dias

    Muito bom desde já um muito obrigado por todos os vídeos e dicas.
    Tem feito um excelente trabalho na divulgação de matérias que muita gente desconhece auxiliando muitas famílias a obter o conhecimento nessesario e sobre tudo a poupar.
    Obrigado e continuação de bom um excelente trabalho.
    Abraço

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.