ELETRICIDADE | Devo continuar no indexado ou é altura de sair?

Escrito por Pedro Andersson

30.09.23

}
5 min de leitura

Publicidade

Tarifários indexados subiram – É altura de sair?

Tal como se esperava, os preços da eletricidade no mercado indexado subiram durante os meses de verão. Neste momento, pelas minhas contas, estão praticamente a atingir os mesmos valores das maiores empresas de eletricidade do mercado como a Endesa, Goldenergy e Iberdrola. Mesmo assim, está muito abaixo da EDP, da SU Eletricidade e da GALP, no que diz respeito ao preço do kWh. Se fizer as contas também à potência contratada, se tiver consumos muito baixos, as contas podem ser diferentes. Será que chegou a altura de sair do indexado e voltar aos preços fixos?

A melhor opção do mercado continua a ser a parceria ACP/Goldenergy. Os sócios do ACP podem ter um preço fantástico de eletricidade. Estamos a falar de 250 mil portugueses que só pagam mais de luz se quiserem.

Neste momento em que escrevo, pelos valores do simulador da ERSE, os indexados estão no momento que vos avisei que chegaria, em que terá de decidir se continua ou se sai.

Se não sabe o que é um tarifário indexado de eletricidade, leia este artigo.

VÍDEO | Poupança de 50% na eletricidade com os tarifários indexados

O indexado continua a ser o mais barato, mas já só por uma unha negra

A média de setembro, já com o mês completo, ficou nos 104 euros o MegaWatt hora. Com esta subida (que eu esperava que fosse maior) o preço final do indexado fica quase nos 13 cêntimos o kWh. Ou seja, já muito perto dos tarifários “normais”.

A previsão, de acordo com a página do OMIE, é que os preços continuem a subir. Em outubro espera-se que a média suba para 105 euros. E no primeiro trimestre de 2024, para 114 euros. Se isso acontecer, deixará de compensar estar no indexado.

Seja qual for a sua situação, tente renegociar os preços junto da sua própria empresa. Por exemplo, a Iberdrola está a baixar os preços a alguns clientes que pedem. Pode ler aqui o exemplo que tive com eles recentemente. Quase todas as empresas fazem isso, se ameaçar mudar de empresa e mostrar que há preços mais baixos na concorrência.

Ligou para o apoio ao cliente… baixou o preço da eletricidade 16% (Um caso prático)

Como pode ver a seguir, com os dados do simulador da ERSE em Setembro, há várias empresas mais baratas do que a SU Eletricidade (todas as indexadas, a Goldenergy, Iberdrola e a Endesa).

A EDP decidiu baixar umas décimas para ficar abaixo do mercado regulado, mas continua cara face à concorrência. A GALP é das mais caras, tendo em conta apenas o preço do kWh. Mas não se esqueça de que deve levar em conta também o preço da potência contratada. Pode alterar estas contas, sobretudo para quem tem consumos muito baixos. No caso da Galp, fui informado por eles que há situações em que o preço é concorrencial. Mas continuo a insistir que, na minha opinião, deve levar em conta sobretudo o preço do kWh como critério principal, porque é o que mais pesa na fatura.

Se estão no indexado, mudem só quando tiverem um kWh mais barato noutra empresa. Até lá, por muito que estejam a pagar, é menos do que pagariam noutro lado. Faça as suas contas. Se não quiser andar a fazer contas, tem pelo menos 3 opções para escolher (Goldenergy, Endesa e Iberdrola). Aí deve entrar em consideração o preço da Potência contratada e outros descontos que lhe interessem. Este comparativo não tem todas as empresas. Use o simulador da ERSE e veja todas. São mais de 20.

Para encontrar as empresas que têm tarifários mais baratos use o simulador da ERSE ou pesquise no Google “tarifários eletricidade”, contacte as empresas e compare o preço do kWh que está a pagar na sua fatura com os preços que lhe oferecerem. São elas que tratam da passagem da sua empresa atual para a nova. Não tem de fazer nada. Não tenho ligação a nenhuma empresa. Você escolhe a que quiser. Neste vídeo explico como se faz.

Se quiser poupar, tem de estar atento e ser uma pessoa informada. E agir com rapidez assim que encontrar mais barato. 

Como não lhe posso dizer se o indexado vai baixar ou vai subir, quero apenas deixar registado que chegou a altura de decidir se fica ou sai.

Se fosse eu, enquanto não tivesse uma alternativa mais barata, manter-me-ia no indexado. Mas sei que muitos de vocês não gostam de arriscar uma subida inesperada, por isso decidam pela vossa própria cabeça. Foi bom enquanto durou. A partir de agora estamos a falar de uma diferença de poucos euros ou cêntimos.

Espero que tenham aproveitado bem os vários meses de eletricidade quase de graça! Se voltar a acontecer, cá estarei para avisar.


5 passos simples para GANHAR DINHEIRO

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário, e não com o salário dos outros ou com o que gostava de ter. Pode comprar aqui o livro que vai mudar a sua vida financeira (Já na 4ª Edição):

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Já sabe o que vai fazer sábado à noite? Há atividades gratuitas

Dia Internacional e Noite dos Museus promovem atividades grátis Se ainda não tem planos para sábado à noite, o Contas-poupança dá-lhe uma sugestão gratuita de atividades que pode fazer sozinho, em família ou com amigos, um pouco por todo o país. Amanhã, dia 18 de...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a 3 meses e baixam a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (20 a 26 de maio)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT| Truques para conseguir o melhor crédito à habitação possível ou transferi-lo

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a 3 meses e baixam a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

TOP 10 dos COMBUSTÍVEIS | Qual a marca de combustíveis mais barata esta semana? (13 a 19 de maio)

Quem subiu e quem desceu os preços esta semana A ERSE definiu para esta semana como preço eficiente (que traduzo livremente por preço "justo") uma descida de 1,7 cêntimos/l no gasóleo simples e de 2,1 cêntimos na gasolina simples. Será que as várias marcas seguiram...

Eletricidade | Tarifa de acesso às redes sobe 2,6 cêntimos/kWh a partir de junho (ERSE)

A eletricidade vai subir ou vai descer em Junho? A pergunta é interessante e vai ter de ter alguma paciência para compreender a resposta. É que a resposta depende da empresa em que estiver. E se descobrir que a sua fatura vai aumentar em Junho, pode mudar para uma...

PODCAST | #240 – Vamos a Contas | Devo amortizar o meu crédito à habitação agora ou devo esperar?

Subscreva a nossa Newsletter, para não perder nenhuma dica *Ao subscrever, a informação partilhada será usada de acordo com os nossos Termos e Condições e a nossa Política de...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 e 6 meses e sobem a 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

IRS | Milhares de pessoas com incapacidade estão a ser chamadas pelas Finanças

Sindicato alerta para "caos" no atendimento após milhares de notificações do fisco Subscreva a nossa Newsletter, para não perder nenhuma dica *Ao subscrever, a informação...

Publicidade

Artigos relacionados

38 Comentários

  1. Fernando

    O mais importante, neste momento de indefinição, é não estar preso por nenhuma fidelização. Dá margem de manobra para mudar a qualquer momento

    Responder
    • Antonio Matias

      Sem dúvida uma “mais valia” poder optar pela mudança mensalmente.

      Responder
  2. Tiago Oliveira

    Dentro do indexado houve quem conseguisse negociar um preço teto e preço chão. Eu consegui através dum grupo de Facebook que negociou com a Ezu esse valor, e assim, continuamos no indexado sendo que nunca pagaremos menos de 7cts por Kw mas também nunca pagaremos mais de 13cts por Kw.
    Em função do contexto atual parece ser interessante

    Responder
    • JRJordao

      Segundo as previsões, vai andar acima dos 12cts nos próximos meses.
      Não seria melhor pagar sempre 8,36cts e uma mensalidade de 4,5€?

      Responder
      • Pedro Andersson

        Pois. Agora cada um tem de fazer as suas contas. Fiquei de avisar quando têm de decidir continuar ou sair. Não há uma decisão boa ou má. Estão avisados 🙂

        Responder
  3. Jesus Alves

    Bom dia compensa pagar para ser socio ACP e contratualizar a goldenenergy? O valor a pagar pela cota mais a mensalidade acha que justifica tornar-me sócio ACP? Estou na ED SU

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. A partir de 150 kWh mês compensa. Mas sexesta na SU ate sem ser socio do acp compensa… esta a pagar demais 🙂

      Responder
  4. João

    “Espero que tenham aproveitado bem os vários meses de eletricidade quase de graça! Se voltar a acontecer, cá estarei para avisar.” 🙌

    Responder
    • Ana Paula

      Ola Pedro
      A gold energy e uma farsa.

      Por estar em Famalicão e a a eletricidade ser de uma cooperativa não aceitam a minha mudança. Todos os operadores aceitam a goldenergy não! Ridículo

      Responder
  5. Alexandra Roxo

    Eu estava na LuzBoa e feitas as contas compensava fazer-me sócio da ACP e mudar para a GoldEnergy pois tenho um carro elétrico. Vamos ver a próxima fatura.

    Responder
    • L Matias

      Vai compensar quase de certeza, dependendo do seu consumo…
      Se fizer os carregamentos do VE das 22:00 às 08:00 (período de vazio) deve optar por tarifa Bi-horária, porque aproveita a tarifa mais baixa.
      Foi o que eu fiz há 2 meses atrás e compensou bastante com as seguintes vantagens adicionais:
      – Desconto de 15% no preço da energia da Evio nos carregamentos em postos públicos – deverá pedir aderir ao ACP Electric (ver https://www.acp.pt/eletricos/app-e-cartao-acp-electric/poupanca-no-carregamento/entity/poupanca-no-carregamento), que é uma das tarifas públicas mais baixas.
      – Possibilidade de ter cartão de carregamento em postos de carregamento públicos da Goldenergy (ainda em projecto piloto mas ao qual poderá aderir telefonicamente ainda que o preço não seja muito atractivo – 0,1999€/kWh)
      – Preço fixo garantido até ao fim do ano. Prevê-se que, relativamente a Setembro, o preço OMIE indexado deve aumentar 15% em Novembro e 23% em Dezembro

      Responder
      • L Matias

        Devo salientar que não é meu intuito promover o ACP.
        Não tenho quaisquer ligações com o ACP, para além de ser associado, nem quaisquer vantagens em divulgar os serviços deste clube.

        Responder
      • L Matias

        Faltou-me referir que o novo cartão de carregamento de VE da Goldenergy oferece 7kWh por mês

        Responder
  6. Luís

    E a questão da Galp com o desconto associado ao cartão Continente (desconto no cartão e 14cts/litro em combustível?) Não ficará tão caro assim…
    Pode comparar esse opção?

    Responder
  7. Augusto Josefa

    Boa Tarde Pedro

    Obrigado pelo excelente contributo que dá para a definição de poupar uns trocos mensalmente. Estou na EDP, sou socio ACP e tenho estado a pensar mudar para a Goldenergy. Asminhas facturas mensais de energia rondam os 80€ (+/- 260Kwh). Terei interesse na mudança?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Oh Augusto. O dinheiro que andar a deitar fira todos os meses. Ja devia ter mudado ha meses…

      Responder
    • Fernando Mendes

      Olá Augusto. Como o Pedro diz, ontem era tarde…
      O meu exemplo:
      Estou na LuzBoa (indexado) há 5 faturas (meses). Tenho um consumo, este mês, de 253kWh, ou seja próximo do que refere (260). A fatura LuzBoa deste mês é de 51,66€! Ou seja já muito mais baixa (perto de 30€) que a sua.
      E já estou a pensar em mudar entretanto para GoldEnergy/ACP, que segundo a simulação que fiz andaria nos 45/46€ (mais os 4,5€ para a ACP) já ronda os 50€… MAs se já é sócio da ACP já não é uma despesa extra! Logo, passar de perto de 80 para 45 ou até 50…
      A questão agora é: a GoldEnergy vai subir os preços em 2024!? Em 2023, garante que não. Mas e 2024?
      Provalmente vou esperar por essa indicação – preços para 2024 – da GoldEnergy…

      Responder
  8. Hugo Mendes

    Bom dia.
    Tenho feito algumas simulações e tenho reparado que existem empresas de fornecimento de energia com fidelização, aliás, as que vi, todas tinham… Isto não tinha acabado? Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Todas?! Sao pouquíssimas as que têm fidelização.

      Responder
  9. José Santos

    Mudei há três semanas para a Goldenergy, para não arriscar e penso que foi na horinha certa. Poupei umas centenas de euros nos 7 meses que estive no indexado, obrigado Pedro 😉

    Responder
  10. vitor barbosa

    Pedro Andersson:

    No OE24:

    “A taxa sobre a produção de eletricidade a partir de gás natural está de regresso em 2024, depois de ter sido suspensa em 2023, segundo a proposta de lei do OE 2024.”

    Volta o MIBEL?!

    Responder
  11. L Matias

    Deixo uma questão.
    Há algum prazo mínimo de permanência num contrato ou podemos mudar todos meses?

    Responder
    • Bruno

      se não tem fidelização, tem apenas de respeitar o tempo de aviso para rescisão que em média deve andar nos 30 dias…

      Responder
      • Pedro Costa

        Olá Pedro, indexado está a cair para valores abaixo dos 60 € , estive para mudar para a Goldenergie combo ACP mas vou aguardar, fiquei surpreendido 3 dias a cair e bem

        Responder
        • L Matias

          Acho que não é bem assim.
          Exceptuando os preços de Janeiro e Fevereiro, o preço OMIE em 2023 tem-se mantido/subido um pouco…
          E os preços futuros em https://www.omip.pt/pt reforçam esta tendência (com redução a partir de Abr/2024)

          Responder
    • VITOR BARBOSA

      Obrigado pelo alerta:

      Estou na IBELECTRA há um mês, mas pelos vistos não vou aquecer o lugar…

      Responder
  12. L Matias

    Pois. Já no ano passado as TAR aumentaram 8,37c€ (na tarifa simples de -0,0958 para -0,0121)

    Responder
    • L Matias

      Corrijo o aumento de 8,37c€ ocorreu em Julho/2023 em relação ao início do mesmo ano…

      Responder
  13. Rui

    Desculpem a pergunta off-topic mas mudei à cerca de 2 meses para Goldenergy ACP, estou com tarifa simples e depois de analisar chego à conclusão que seria mais interessante para mim a tarifa Bi-horário. Solicitei mudança mas informaram que a E-Redes apenas permite mudar depois de 12 meses… Alguém sabe se isto é mesmo assim?
    Obrigado

    Responder
  14. Rodrigues

    Alguém tem fornecedor da Repsol em parceria com AGEAS Seguros?
    Fiz simulação na ERSE e o valor desta parceria seria idêntica à parceria Goldenergy/ACP (custo da electricidade+mensalidade 4,50 euros ACP).

    Responder
  15. Isidoro Nunes Ferreira

    Boa noite.
    Nos primeiros comentários sobre esta matéria, fiquei com a ideia que só se deveria sair do tarifário indexado, quando o valor do MWh atingisse os 200 euros, mas agora estou a verificar que aos 105/114 euros já está a ponderar sair para o mercado liberalizado normal. Também li que quando o MWh está a 200 euros, isso correspondia a 0,15 euros o KWh, mas pelo texto actual, refere que o MWh aproximadamente a 100 euros corresponde a 0,13 euros o KWh. Será que percebi mal? O valor da factura final no indexado não estará dependente dos períodos a que consumimos a electricidade? É que há períodos ao longo do dia que estão francamente abaixo dos 100 euros e outros bastante acima, gerir os nossos consumos nos períodos mais baratos, não nos continuará a beneficiar, independentemente do valor médio do MWh? Obrigado pela sua atenção.
    Cumprimentos
    Isidoro Ferreira

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.