Painel solar fotovoltaico – Balanço Julho de 2022 (mês #68)

Escrito por Pedro Andersson

13.08.22

}
5 min de leitura

Publicidade

Balanço de Julho de 2022

Primeiro a grande notícia, que me permitirá recuperar o investimento feito até agora em cinco anos, em vez de 8: já recebi o reembolso do Fundo Ambiental de 85% dos 4 painéis (1.224 €) que instalei em Novembro do ano passado. Tem AQUI o artigo em que expliquei todos os detalhes do processo. Demorou 9 meses.
Independentemente do reembolso ou não, os 5 painéis solares que tenho instalados no telhado do meu prédio (moro no meio do edifício) continuam a produzir muito bem. Julho foi o melhor mês de sempre. Produziram o equivalente a quase 47 euros de eletricidade.
Continuo a ter um desperdício de cerca de 50%. É muito e assim que tiver tempo iniciarei o processo de venda do excedente. Mas só quando tiver a certeza de que vai funcionar e que não vai estragar o que já tenho implementado.
Como lhe digo desde o princípio, comprar painéis a mais face aos seus consumos é um desperdício.
Avancemos para o balanço de Julho de 2022.

Leia também: Como faço para vender o excedente que não consigo consumir

Leia também: Quanto custa um painel solar?

NOTA PERMANENTE: Como já sei que muitas pessoas vão perguntar, comprar baterias (com 6 painéis para ser suficiente para carregar as baterias) custar-me-ia vários milhares de euros. Tenho recebido mensagens de alguns leitores que dizem que já encontram baterias a preços muito razoáveis. Para já não me interessa porque demoraria décadas a recuperar o investimento. Assim, o “acordo” que fiz com a E-Redes (como se chama agora a EDP Distribuição) é consumir em tempo real o que o painel fotovoltaico produz e o que não consumir é oferecido para a E-Redes vender aos outros consumidores.

Os números de julho de 2022

Em Julho, os 5 painéis produziram o total de 243 kWh. Tive um desperdício de 53%.
A sua casa, por uma lei da física, consome sempre primeiro a energia dos painéis (porque são a fonte de energia mais próxima). Portanto, se eles produzirem o suficiente para o que a minha casa estiver a gastar naquele segundo específico (ou conjuntos de 15 minutos se tiver net metering), não vou buscar nada à “EDP” (no meu caso Endesa). É eletricidade de “graça”. Só tem de levar em conta o investimento.

As contas

Os meus 5 painéis fotovoltaicos têm um potencial de produção imediata de 1.370 W no pico do sol.
O que produziram em Julho representaria cerca de 47 € de poupança na minha fatura da luz, se tivesse consumido tudo o que o painel produziu no mês passado. Metade dessa poupança potencial foi oferecida à rede. O meu aparelho (www.eot.pt, porque estão sempre a perguntar-me) mede tudo minuto a minuto por isso consigo saber ao detalhe. Assim, sei que poupei exatamente 22,21 € na minha fatura da luz (valores reais com IVA incluído).

Leia também: Como os vendedores podem tentar fazer com que compre mais painéis do que aqueles que precisa

Entre 2016 e Novembro de 2021, tive apenas um painel instalado com o qual poupei 376 € em eletricidade. O retorno do investimento (ROI – Return of Investment) estava nos 8 anos.
Portanto, a partir de Novembro de 2021, com a instalação de mais 4 painéis, “zerei” o meu investimento e estou a apresentar-vos mensalmente as minhas contas em relação ao que investi a mais e ao que estou a poupar desde esse momento (subtraindo o que já tinha amortizado do primeiro painel).
Nestes 8 meses já produzi 300 euros de eletricidade mas só aproveitei na realidade 145,51 euros, ou seja uma média de 16,17 euros de desconto “verdadeiro” na fatura. Agora, com o reembolso do fundo Ambiental efetuado, as minhas contas ficam nos 5 anos, que é menos 3 anos do que o que calculei desde o início, em 2016.

Esta é a minha situação atual, que atualizarei todos os meses.

No gráfico abaixo tem a produção total dos painéis em kWh. Não é influenciado pelo preço que pago pela eletricidade.

Este gráfico é importante porque a poupança em dinheiro é uma coisa, mas a eletricidade que ele produz é outra. Eu posso produzir mais eletricidade, mas se o preço da eletricidade baixar, a minha poupança vai ser igual ou inferior. Por outro lado, se o preço da eletricidade aumentar, a minha poupança vai ser maior. Assim consigo comparar as duas coisas e – ao mesmo tempo – avalio a eficiência do painel para saber se devo acionar a garantia ou não. Se a eficiência baixar para os 80% antes de 20 anos, posso reclamar.

Não gasto 1 cêntimo em manutenção. Vou ao telhado duas ou 3 vezes por ano passar um pano para tirar a poeira.

Compensa comprar um painel solar?

É por estas contas – que acabou de ver – que deve avaliar bem se precisa mesmo mais do que um painel solar. Um, pode e deve ter de certeza, diria. Dois ou mais, só os deve instalar se tiver a certeza de que tem gente ou equipamentos elétricos suficientes para gastarem a energia que vai estar a produzir em tempo real (nas horas de mais sol), ou então se os conseguir verdadeiramente a preço de saldo. Também tem a hipótese de vender o excedente, mas o preço tem de compensar e a e-redes tem de comunicar atempadamente e de forma rigorosa os valores à empresa que lhe está a comprar a energia.


Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PPR | Mês #24 e #25 – Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Outubro e Novembro 2022)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? Neste momento, as perdas já estão mais reduzidas. Estive a "perder" 560 euros em Setembro, mas passados estes dois meses, os meus PPR já recuperaram cerca de metade. Ainda tenho a soma dos meus PPR com valores negativos, mas...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Outubro de 2022 (Mês #71)

Balanço de Outubro de 2022 Estou a tentar recuperar os meus balanços perdidos. Segue agora o balanço de produção dos meus painéis solares em Outubro e dentro de 15 dias faço o de Novembro. E depois - espero - volto a entrar no ritmo mensal normal. Para os que chegaram...

PODCAST | #142 – Conheça a lei que obriga os bancos a renegociar o crédito à habitação

Conheça os seus direitos se precisar renegociar o seu crédito à habitação A lei que tantos esperavam já está em vigor. Foi publicada em Diário da República e agora os bancos têm até meados de Janeiro de 2023 para fazer a lista dos clientes que preenchem os requisitos...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (5 a 11 de dezembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

EURIBOR | Prestação da casa sobe entre 108 e 251 euros em Dezembro

Prestação da casa pode subir 250 euros em dezembro A prestação da casa paga pelos clientes bancários no crédito à habitação vai subir acentuadamente este mês nos contratos indexados à Euribor a 3, 6 e 12 meses, face às últimas revisões, segundo a simulação da...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #8 a #11 – Agosto a Novembro 2022)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço #8 a #11 (Agosto a Novembro de 2022) Fui ver há quanto tempo não fazia este balanço de quanto estou a ganhar ou a perder com o meu "investimento" em criptomoedas e apercebi-me que já não fazia este balanço mensal desde...

REFORMAS | Quem se reformar antecipadamente em 2023 vai ter uma corte de “apenas” 13,8%

Corte nas pensões pelo fator de sustentabilidade recua para 13,8% em 2023 O corte das pensões por via do fator de sustentabilidade, aplicado a algumas reformas antecipadas, vai ser de 13,8% em 2023, recuando face aos 14,06% deste ano, segundo cálculos com base em...

EURIBOR | Lei da renegociação do crédito à habitação já está em vigor – Como funciona?

Conheça as regras para a renegociação dos créditos à habitação A lei acaba de ser publicada (na sexta-feira) e entrou em vigor no sábado passado (dia 26 de Novembro). É a famosa lei que vai “obrigar” os bancos a renegociar os créditos à habitação sempre que a taxa de...

EURIBOR | Taxas sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos (2009)

Taxas Euribor sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos As taxas Euribor subiram hoje para novos máximos desde o início de 2009 a três, seis e 12 meses. A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação avançou hoje para 2,436%,...

PODCAST | #141 – Se baixar o spread, o banco pode subir a minha prestação da casa? (A pergunta do Bruno)

O BANCO PODE AUMENTAR A MINHA PRESTAÇÃO SE EU PEDIR PARA BAIXAR O SPREAD? Esta foi a pergunta do Bruno, à qual respondo neste episódio do podcast. A esta pergunta juntam-se muitas outras, porque os bancos estão a receber uma verdadeira enxurrada de pedidos de...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

33 Comentários

  1. Ricardo Pereira

    Ola Pedro!

    Como é que morando num prédio conseguiu instalar os paineis?
    Sendo que o telhado de um predio pertence a todos os condóminos, como sabe qual é a parte do predio que lhe pertence?
    No meu condomínio tentamos fazer isso e não me deixaram, alegando as razões que mencionei atrás.

    Obrigado

    Cmpts

    Ricardo Pereira

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Pedi para instalar exatamente por cima da minha arrecadação. Ninguém se opôs. Mas consulte a legislação mais atual.

      Responder
  2. alf

    Como a EDP D ou e-redes não é parva instalou o dobro do necessário para poder obter 50% de electricidade de borla para revender a bom preço….

    Responder
  3. Joaquim Boto

    Se por acaso tiver termoacumidador ou uma resistência (como um aquecedor) pode fazer um gestor de excedente e assim ter aproveitamento dessa energia toda que está a “deitar fora”.
    Além disso deve fazer todas as lavagens de roupa e loiça durante o período em que está a produzir. Pode utilizar electrodomésticos inteligentes ou torná-los mais inteligentes.
    De um salto ao YouTube e veja os vídeos do Roberto Jorge. Neste momento estou a consumir mais de 90% da minha produção com 4 painéis. (Também benificiei do plano ambiental). Já ando a pensar é em mais painéis por causa do inverno.
    Boa sorte

    Responder
    • Pedro Andersson

      Obrigado Joaquim. Sei tudo isso. Mas há mais pessoas cá em casa… 😉

      Responder
      • Filipe S.

        Eu tenho 4 painéis, estou a vender o excedente e em 4 meses ( março a junho) rendeu- me cerca de 75 euros. Nada mau.

        Responder
        • Nuno Gerim

          Não lhe vai compensar o excedente, pelo que me informei a EDP apenas compra a 5 cêntimos o kWh e o custo de aquisição do aparelho que lhe permite a venda é demasiado elevado para o cliente residencial.

          Cumprimentos

          Responder
          • Tiago

            Nuno Gerim, está mal informado.
            1° Não é necessário nenhum aparelho extra para conseguir vender o excedente
            2° A EDP Comercial não compra o excedente
            3° O preço de venda pode ser fixo (ronda os 6 cêntimos/kWh) ou indexado (ronda os 14 cêntimos/ kWh de momento)

          • Filipe S.

            Não gastei 1 cêntimo, já tinha o contador necessário para o fazer. É tudo lucro.

        • Helder Reis

          Olá Filipe podes me dizer a quem vê des pois ainda não consegui quem compra se o excedente obrigado

          Responder
          • Tiago

            Hélder Reis:
            – SU Eletricidade; Energia Simples; Luzboa; Luzigas.

            Peça propostas a todas essas empresas.

          • Filipe S.

            Olá Helder. Vendo à simples energia, foi-me sugerido pelo instalador dos paineis.

  4. Cecílio

    Olá, então a E Redes, não faz o acerto a cada 15 minutos entre o consumo e o injetado. Depois deduzindo no enviado para as comercializadoras?

    Responder
  5. Marisa

    Olá Pedro,

    Gosto muito do seu website, muito informativo e já me orientou em vários assuntos financeiros. Obrigada.

    Pela sua experiência você acha que poderíamos utilizar essa solução para amenizar os custos de energia de elevadores em um edifício? Você poderia me indicar uma empresa para iniciarmos com esse estudo e orçamentos?

    Grata,

    Marisa

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá Marisa. No caso de condomínios o retorno é mais complicado. Os elevadores consomem muito mas durante poucos segundos…

      Responder
      • Pedro Lago

        Os elevadores são um caso tipico em que vale a pena instalar painéis fotovoltaivos. Consomem muito durante o funcionamento. Mas porque o funcionamento é esporádico e em períodos muito curtos, o consumo fica amplamente compensado pelo acerto que é feito nos períodos de 15 minutos.

        Responder
    • Pedro Andersson

      O ideal é montarem uma unidade de produção e dividirem por todos os condóminos. Pesquise empresas na sua área de residência.

      Responder
  6. ELC

    Bom dia,
    Onde adquiriu os painéis? Os da EDP a meu ver estão muito caros…

    Responder
  7. Rui Ribeiro

    Boa tarde Pedro!
    O aparelho eot que adquiriu, foi você que o colocou? É só ligar e está feito? Consegue ter toda a informação no telemóvel através do mesmo?
    Cumprimentos.

    Responder
      • Rui Ribeiro

        Obrigado Pedro! Mas penso que no corredor do apartamento onde vivo, e onde está colocado o contador, não chega lá o Wi-Fi de Internet…
        Cumprimentos

        Responder
    • Marco Neto

      Boa.noite,Pedro
      Liguei para saber se os concursos para este ano ainda estavam abertos para concorrer e disseram me que não, mas possivelmente todos os anos até 2026, irá haver concursos para aquisição dos mesmo, e visto que com o valor da comparticipação do estado ficaria muito mais em em conta, gostaria de saber se tem algum conhecimento sobre isto???
      Obrigado e desculpe.

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. Tenho indicação de que havera mais fases do, mas não me disseram datas…

        Responder
  8. Rui Ribeiro

    Obrigado Pedro! Mas penso que no corredor do apartamento onde vivo, e onde está colocado o contador, não chega lá o Wi-Fi de Internet…
    Cumprimentos

    Responder
  9. antonio silva

    olá alguém me sabe explicar a diferença do autoconsumo em regime de monofásico ou trifásico? qual o melhor? Já li que é melhor ser monofásico pois assim todo o gasto e a produção estão na mesma fase.

    No entanto, li isto num comentário da proteste e não entendo bem como se faz isto do settlement de consumo vs produção!
    “””No caso de possuir uma instalação trifásica e a sua Unidade e Produção em Autoconsumo (UPAC) apenas estiver ligada a uma das fases, é feito esse acerto, mas apenas em certas condições, ou seja, se por exemplo estiver a injetar 500W numa fase e a consumir 500W noutra fase, o seu consumo é de zero KWh.”””

    https://www.deco.proteste.pt/comunidades/energias-renovaveis/produzir-eletricidade/conversation/8517/producao-solar—sistema-settlement

    obrigado

    Responder
    • antonio silva

      alguém ajuda ou sabe a melhor solução ??

      obrigado

      Responder
      • Tiago

        antonio silva,

        Se tem instalação trifásica e não tem aparelhos trifásicos, mais vale trocar para monofásica, pois pagará menos de taxa de potência.
        Em relação ao autoconsumo em trifásico, é preferível colocar um inversor trifásico que faça o balanceamento da injeção conforme as necessidades da casa, mas são bastantes mais caros que os “normais” monofásicos, e dificilmente se justificam com o Saldo Quarto horário (conhecido como “netmetering”). Em termos de cobrança de energia, efetivamente, se tiver a injeção em apenas uma fase, é feito o acerto como é referido na frase que citou.

        Responder
        • antonio silva

          obrigado pela ajuda.

          vou pedir mudança para monofásico pois já vi que não tenho aparelhos trifásico em casa, apenas tenho de alterar a instalação da placa de indução que puxa pela potência e obriga a uma alteração nas ligações,

          e sim em monofásico o netmetering é direto sem confusões.

          quanto a taxa de potência, que eu saiba não há diferença no preço…é a mesma em trifásico e monofásico.

          só não entendi porque na minha urbanização todas as casas estão em trifásico…pelos vistos os contrutores pedem assim para evitar chatices quando os clientes querem instalar aparelhos mais potentes como motores e outros.

          mas sim já vi que posso mudar para monofásico e já fiz o pedido de mudança

          obrigado mais uma vez !

          Responder
  10. JP

    Estou a analisar a hipotese de instalar paineis solares. Ia ler o artigo que descreve o processo mas não consigo clicar em … Tem AQUI o artigo em que expliquei todos os detalhes do processo.
    Obrigado.

    Responder
  11. António da Silva Santos

    Sr. Pedro Andersson
    Creio que a fase II da PAE+S terminou em Maio. Haverá alguma fase presentemente em vigor? Por outro lado, pode, p favor, informar onde posso consultar os critérios de elegibilidade?
    Obgdo.
    António Santos

    Responder
  12. Orlando Lopes

    Nao sei se é o mais indicado mas aqui fica um acontecimento que muitos nao devem saber depois de muitas reclamaçoes deram me hoje 14-09-2022 algo de concreto numa resposta a minha indignaçao.
    Caro Cliente,

    Compreendemos a sua insatisfação mas mantemos a informação que já lhe prestámos
    Confirmamos o teor da nossa comunicação anterior, dado não existirem factos novos que recomendem revisão da mesma.

    De facto:

    – O pedido de Auto consumo junto da DGEG a 12-05-2020, e finalizou a 29-11-2020, com ativação do Saldo Quarto Horário;
    – Desta forma de 01-07-2020 até 28-11-2020, os registos relativos ao auto-consumo , não têm de ser contemplados.
    – No entanto, iremos rever a aplicação do Saldo Quarto Horário, para os meses seguintes;
    – Esta informação será transmitida ao seu comercializador de energia, oportunamente.

    A E-REDES mais perto de si
    Se pretender mais esclarecimentos, pode fazê-lo através do formulário online, disponível na área Contacte-nos, em e-redes.pt.

    Com os melhores cumprimentos,

    Esta resposta da me agora o que ha muito eu sabia todas as contagens de gastos e produçao(meus paineis começaram a produzir 01-07-2020) mesmo o que produzi entre 01-07-2020 ate 28-11-20 foi todo pago por mim pois o contador contou como se eu tivesse gasto sera isto possivel. Quanto mais tarde a finalizaçao mais eles ganham.
    Pode me dizer onde diz na lei essa esta situaçao pois como aconteceu comigo claro que aconteceu com milhares de pessoas que colocaram autoconsumo ultimamente? Que eles nao contemplam essas contagens mas fazem subir o que temos de pagar.

    Responder
  13. Augusto Josefa

    Pedro excelente todo o trabalho realizado por si no “CONTAS POUPANÇA”. Gostava de uma ajuda. Pago em média 80€/mês de energia á EDP. Qual a melhor solução de autoconsumo que aconselha? Obrigado

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.