VÍDEO – O portal do Estado que o ajuda a poupar na luz e no gás

Como é que eu poupo na luz e no gás?

Fazendo 6 coisas (pela minha experiência):

  1. Mudar as luzes para LED
  2. Desligar todos os equipamentos e luzes quando não os usar
  3. Se tem um frigorífico/caldeira (muito) velhos compre uns novos de classe energética eficiente
  4. Mudar para tarifa simples ou para bi-horário (conforme os seus comportamentos)
  5. Baixar a sua potência contratada
  6. Mude para um fornecedor de eletricidade e gás que lhe faça preços mais baratos

A reportagem desta semana do Contas-poupança é sobre este último ponto: Como saber quem me faz o melhor preço (com o tarifário mais barato)?

É um quebra-cabeças e tenho medo de mudar

Sim, tenho de reconhecer que é complicado tentar perceber uma fatura da luz. Tive de queimar muitas pestanas até olhar para aquilo e perceber o que me estão a fazer ao dinheiro. Percebendo, é simples.

Enquanto não percebe, há várias ajudas. Há simuladores de tarifários na internet que o ajudam a escolher a empresa e tarifários mais baratos para si. Já falei de vários no passado: tem o da DECO e da ERSE e há mais um que não testei ainda.

Mas hoje só falei do Portal Poupa Energia por duas razões. Primeiro porque é do Estado. Tem a obrigação de funcionar bem, com isenção e rigor. Não tem publicidade associada e se tiver um erro podemos pedir contas porque é pago em última instância pelo nosso dinheiro. Segundo, facilita a nossa vida porque foi criado por um Decreto-Lei que obriga a que seja possível transferir imediatamente o meu contrato para a nova empresa que eu escolher (não tem de ser a primeira nem a segunda da lista).

Assim que clica em “Aderir”, a empresa que escolheu tem 48 horas para o contactar e tratar da mudança. Devem ser equipas específicas para tratar disso e é bom que a transição seja bem feita.

Em suma, testei com os meus dados e o portal chegou à mesma conclusão que eu cheguei fazendo as contas de merceeiro com papel e caneta. Isso para mim é importante.

E pareceu-me simples para quem não percebe nada disto e tem medo de mudar e tem uma outra opção de simulação para quem sabe disto como ninguém e pode colocar todos os seus dados com todos os detalhes.

Pode poupar 100 euros por ano ou mais

Pode poupar mais de 100 euros por ano com um simples clique. Veja ou reveja nesta reportagem o que tem de fazer.

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/contaspoupanca/2018-03-28-Como-pagar-menos-eletricidade-e-gas

O melhor simulador é saber os preços de cabeça

Em resumo, se já experimentou outros simuladores teste agora este. Não tem de seguir as indicações que der. A melhor forma é sempre comparar o preço do kWh e da potência contratada que está na sua fatura atual, com os preços da empresa que o está a tentar convencer a mudar. Essa “simulação” nunca falha.

Para quem não sabe fazer isso, estes simuladores são muito úteis.

Deve passar pelo simulador de 6 em 6 meses.

Já sabe, se encontrar mais barato é clicar em “Aderir” e muda. Porquê pagar mais pelo mesmo serviço?

E se não estiver satisfeito volta ao Portal Poupa Energia e clica noutra empresa e já está.

Não tenha medo de mudar!

Acompanhe-nos AQUI

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

YouTube 

Facebook do Contas-poupança

 Pergunte no Grupo “Contas-poupança – As suas dúvidas”

Instagram

Twitter  

Se quiser mais dicas, pode adquirir o livro “Contas-poupança”, com as principais dicas dos primeiros 5 anos do programa. É só clicar AQUI abaixo. Pode oferecer, se quiser dar uma prenda útil a alguém :).


2 comentários em “VÍDEO – O portal do Estado que o ajuda a poupar na luz e no gás

  1. Susana Almeida Reply

    No meu caso o melhor desconto que consegui foi o da tarifa social no entanto desde Dezembro de 2018 até aos dias de hoje deixei de o ter (quando a minha situação financeira continua a mesma) e inclusive dirigi-me à Autoridade Tributária para saber a razão ao qual me disseram que a Direção Geral da Energia e Geologia é que tinha o controlo e o poder de mandar os dados relativos à minha elegibilidade para ter a tarifa para as Finanças e Segurança Social. Já mandei enumeros pedidos de esclarecimento e reclamações na página da DGEG e liguei para o número evidenciado na página da mesma ao qual me disseram que consistiam somente no linha de esclarecimento da tarifa social e que não tinha poder para alterar nada tanto que me aconselharam a continuar a mandar os tais emails. Conclusão da história: de nada adiante ter portais do Estado que nos ajudam a poupar na eletricidade e no gás quando o próprio não consegue cumprir com as suas obrigações eu eu como não consigo receber o que tenho direito…

  2. Francisco Gouveia Reply

    Boa noite Pedro tenho uma dúvida que ainda não consegui ver esclarecida até agora, tenho a certeza que o Pedro tera muito mais facilidade que eu em conseguir obter essa informação…
    No caso do arquipélago da Madeira (não sei se nos Açores existira o mesmo problema…) Como é que a LEGISLACAO do MERCADO LIVRE DA ELETRICIDADE se aplica nas ilhas conforme as diretivas Europeias assim deliberaram? É porque só existe uma única empresa de eletricidade e eles próprios não sabem como responder aos clientes…
    Obrigado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *