IRS 2018 – Manual de instruções passo-a-passo

Guarde este manual

A Autoridade Tributária acaba de lançar o Manual de Instruções para o preenchimento do IRS de 2017 (a entregar agora em 2018). Este manual é importante porque o aspecto da aplicação deste ano é totalmente novo. Os Anexos, quadros e linhas são os mesmos (com pequenas alterações) mas o design é novo (mais bonito, digo eu).

É todo mais azulinho e com uma fonte de letra mais agradável. Parece-me bem, até porque acabam aqueles problemas informáticos de só poderem entregar o IRS com determinados browsers. Espero que isso esteja resolvido permanentemente.

As instruções

A AT fez um PDF com todos os passos que deve fazer para entregar o seu IRS, seja em separado, seja em conjunto (casados e unidos de facto).

Tem o documento integral AQUI:

IRS_Entrega_Mod3_Nova_aplicacao_2018

Boas leituras, se tiver insónias. Mesmo que não leia agora, vai ser muito útil quando estiver a preencher o IRS.

Não simule e entregue antes de tempo

Faço este aviso todos os anos e já sei que ninguém me vai ligar. Tudo bem. Faço na mesma.

NÃO ENTREGUE O IRS NOS PRIMEIROS DIAS. Sim, eu sei que está confiante de que sabe tudo e que está tudo bem e que assim vai receber primeiro que os outros, etc e tal.

Pela minha experiência (e pela experiência de milhares de contabilistas) nos primeiros dias o simulador das Finanças ainda tem alguns bugs e erros que só são corrigidos com a utilização e alertas dos contribuintes que dão por eles. Alguns desses erros podem afetar as suas escolhas. Por exemplo em 2016, alguns contribuintes escolheram entregar em separado por causa do resultado e afinal estava tudo errado. Quem não deu por ela e entregou nova declaração perdeu dinheiro sem saber.

Outro alerta: há vários simuladores online que até já estão disponíveis. Alguns leitores garantem-me que um ou outro são de confiança. Não digo o contrário. Eu só confio no das Finanças. E esse só estará disponível a 1 de Abril (talvez um dia antes já esteja operacional, como tem acontecido) mas sempre com esse alerta que pode ter ainda erros.

Não tenha pressa

Tem 2 meses para simular e entregar o IRS. Eu sei que quer receber o reembolso o mais depressa possível, mas entre receber mais depressa 800 euros ou receber 15 dias mais tarde 1.200 pode fazer a diferença para alguns. E mesmo que o resultado seja igual, tem a certeza de que fez tudo bem. É só numa de ser “desmancha prazeres”. Já me habituei :).

Acompanhe-nos AQUI

Já imprimiu os 8 PDF para o ajudar a poupar entre 400 e 1.300 euros em 2018? É só clicar AQUI. É GRÁTIS!

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

Se quiser um resumo muito claro e prático das dicas que demos nestes anos todos, pode adquirir o livro “Contas-poupança”. Escrevi-o com esse propósito.

É só clicar AQUI abaixo.

 

27 comentários em “IRS 2018 – Manual de instruções passo-a-passo

  1. Neusa Teixeira Reply

    Boa noite Pedro Anderson
    Sabe ajudar me como preencher o anexo g?
    Comprei uma casa em 2009 e vendi em 2017 e pelo mesmo valor.
    Obrigada pela ajuda
    Cumprimentos
    Neusa Teixeira

  2. Graciete Ponte Reply

    Boa noite, muitas vezes recorro ao seu blog para poder tirar algumas dúvidas, mas esta semana não encontrei a resposta que procuro. A minha questão é a seguinte, existe obrigatoriedade de indicar o IBAN quando se faz a entrega da declaração online? Até o ano passado eu fazia a entrega da declaração do meu pai sem indicar o NIB, uma vez que ele não tem direiro a reembolso. Este ano dá-me erro e não me deixa prosseguir sem o preenchimento desse campo.
    Obrigada pelo esclarecimento.

  3. Júlio Gomes Reply

    Boa tarde Sr. Pedro
    No IRS de 2017 tive menos valias da venda de acções e no IRS de 2018 tenho mais valias.
    Agradeço que me informe se posso incluir as menos valias de 2017 no anexo G de 2018.
    Obrigado e uma boa tarde

  4. Sónia Costa Reply

    Boa noite,
    Ao enviar a minha declaração de irs confirmei o nib mas não verifiquei que não estava correto.
    Sendo que há 4 anos já não sou titular da conta em questão e foi para lá o meu reembolso de irs. O que posso fazer?

  5. Sónia Costa Reply

    Boa noite,
    Ao enviar a declaração de irs confirmei o nib mas não o verifiquei sendo que há 4 anos não faço parte dessa conta e agora foi para a mesma o meu reembolso.O banco diz nada pode fazer pois só teem de confirmar o nib as finanças manda ir ao bano .
    O que posso fazer?

    • Isabel Maria Reply

      Bom dia Sónia.
      Conseguiu resolver o seu problema?
      Estive hospitalizada e só agora me apercebi de que me aconteceu o mesmo.

  6. Elisabeth Reply

    Obrigada pelas explicações,

    preciso declarar uma pequena poupança no anexo J. Pode me dizer qual quadro e qual o codigo porfavor?

  7. Jorge Reply

    A declaração da minha tia deu com anomalias.
    Por favor. Alguém sabe explicar o que significa este erro e em que anexo é?
    IDENTIFICAÇÃO MATRICIAL DOS PRÉDIOS INVÁLIDA(B73)

    Obrigado

  8. Isabel Rodrigues Reply

    Bom dia no meu IRS automático na rubrica “Importâncias suportadas com manutenção e reparação de veículos automóveis aparece o valor de 351€ quando o valor foi superior e as faturas foram validadas nesta rubrica. O que terá acontecido?

  9. Francico St.Aubyn Reply

    Boa tarde!
    Optei pela declaração pré-preenchida e no final, quando tento validar a declaração, aparece-me um erro: “A declaração não é válida se não tiver pelo menos um anexo. (001R)”. Ora, sendo declaração pré-preenchida, deveria conter já o Anexo correspondente. Não consigo perceber qual é e a ajuda não esclarece. Se puder dar-me uma ajuda, agradecia

  10. ana santos Reply

    boa tarde na declaração pré preenchida não aparece as despesas com a renda de casa , como faço para as colocar ?

  11. Carolina Reply

    Boa noite.

    Quando se opta pela tributação pelas regras da categoria A, esta opção deve ser escolhida durante 3 anos, certo?

    Obrigada

  12. Fátima Vaz Reply

    Boa noite:
    Eu e o meu marido compramos um terreno em 1983 pelo valor de 120.000 escudos. O meu marido faleceu em 2005 e os únicos herdeiros sou eu e o nosso filho. Em 2017 vendemos o referido terreno pelo valor de 20.000 euros. Como devo declarar as mais valias?
    Agradeço a sua ajuda, pois já andei a procurar mas não consegui ficar esclarecida.

  13. Maria Carvalho Reply

    Boa tarde,

    Como não me é possível usar o IRS Automatico usei a opção de “entregar declaração” e optei por escolher a opção de “declaração pre-preenchida”. Acontece que nos anexos não aparecem nenhuns valores, está tudo a zero…O que posso fazer?

  14. Fernando Costa Reply

    No ano de 2017 havia 5 escalões com os respectivos abatimentos, este ano 2018 há efectivamente 7 escalões mas não qual vejo os respectivos abatimentos.
    Eu era taxado a 37% pela nova tabela passo aos 35% mas não vejo qual o abatimento que é efectuado.

    Obrigado

  15. Aníbal Fernando Silva Rodrigues Reply

    Parabéns pelas suas explicações e pelos seus artigos sobre IRS…Obrigado Têm sido esclarecedores. Gostaria de saber se me pode ajudar, ou informar onde devo procurar, o seguinte… Trabalho por conta de outrem . Abri o Inicio de Atividade de ALOJAMENTO LOCAL em apartamento . Ao entregar o IRS sei que tenho que entregar o anexo A B e SS. Onde posso consultar estes dois anexos? E o que tenho que preencher?… Como ainda não ganhei nada tenho que preencher tudo a zeros???Fico-lhe muito grato pela sua ajuda

  16. Alexandra Ribeiro Reply

    Bom dia. Eu tenho uma dúvida o meu parceiro só mudou a morada fiscal à pouco tempo, mas já vivemos juntos algum tempo. Podemos fazer irs juntos este ano ou temos que ter 2 anos com a mesma morada para podermos fazer?

  17. Pingback: Como navegar pelo Portal das Finanças e Entregar o IRS 2018 - Economia e Finanças

  18. armando teixeira Reply

    Boa Tarde, Pedro. Acha que este ano poderei entregar a declaração de IRS através do Google Chrome? Cumprimentos. O ” Contas-Poupança” tem sido de enorme utilidade , para mim. Obrigado pelo seu contributo e ajuda prestada aos cidadãos.

  19. Andreia Reply

    Bom dia, relativamente à entrega do IRS logo nos primeiros dias, puder resultar em valores de reembolsos diferentes.. penso que foi num dos seus artigos que li, que nas simulações pode resultar valores diferentes, mas na altura da liquidação da parte da AT que está sempre o resultado correcto. É verdade ou não? Obrigada pelo esclarecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *