Pensões e apoios sociais sobem a 1 de janeiro de 2024

Escrito por Pedro Andersson

11.12.23

}
4 min de leitura

Publicidade

Publicada portaria para subida das pensões entre 5% e 6% em 2024

A portaria que procede à atualização das pensões em 2024, com subidas entre 5% e 6%, foi hoje publicada em Diário da República e entra em vigor a 1 de janeiro.

A portaria que “procede à atualização anual das pensões para o ano de 2024” estabelece aumentos de 6%, para as pensões de montante igual ou inferior a 1.018,52 €, 5,65% para as pensões de montante superior a 1.018,52 € e igual ou inferior a 3055,56 € e 5% para as pensões de montante superior a 3.055,56 €. Já as pensões de montante superior a 6.111,12 euros não são objeto de atualização.

Também a parcela das pensões de invalidez, velhice e sobrevivência do sistema de segurança social e das pensões de aposentação, reforma, invalidez e sobrevivência do regime de proteção social convergente é atualizada pela aplicação da percentagem de 6%.

O Governo confirmou, em comunicado enviado em 30 de novembro, que as pensões iam aumentar entre 5% e 6% e que o Indexante de Apoios Sociais (IAS) sobe 28,83 euros no próximo ano, para 509,26 euros.

Após a divulgação da estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatística de que a inflação média dos últimos 12 meses, sem habitação, referente a novembro foi de 5%, o Ministério tutelado por Ana Mendes Godinho indicou ainda que o IAS irá aumentar 6%, a partir de janeiro do próximo ano, face aos 489,43 euros deste ano.

Segundo o Governo, a partir de 1 de janeiro o valor de referência do Complemento Solidário para Idosos (CSI) e do Complemento da Prestação Social para a Inclusão (PSI) passa de 5.858,63 para 6.608,00 euros por ano e o do Rendimento Social de Inserção (RSI) de 209,11 para 237,25 euros por mês.

Por sua vez, o abono de família é aumentado em 22 euros face a 2023 e “em, pelo menos, 33 euros nas famílias monoparentais, nas quais passa a ser majorado em 50% em todos os escalões”.

É também publicada hoje em Diário da República a portaria que atualiza os montantes do abono de família para crianças e jovens, do abono de família pré-natal, do subsídio de funeral, da bonificação por deficiência do abono de família, do subsídio por assistência de terceira pessoa e reforça as majorações do abono de família nas situações de monoparentalidade.

Acrescenta que “no âmbito do Plano de Ação da Garantia para a Infância será concluído o compromisso, iniciado em 2022, de assegurar a todas as crianças e jovens com menos de 18 anos, em risco de pobreza extrema, um montante anual global de 1.464 euros (122 euros mensais)”.

Relativamente aos valores mensais do abono de família, as atualizações abrangem até ao 4.º escalão de rendimentos, sendo que em relação ao 1.º escalão, de rendimentos mais baixos e aos quais é atribuído o valor mais elevado, o montante pago passa a ser de 183,03 euros para crianças com idade igual ou inferior a três anos e de 72 euros para crianças e jovens com mais de três anos. Esta atualização tem também impacto na devida majoração do abono para crianças e jovens de famílias numerosas.

Incluída nas prestações por encargos familiares, o montante do subsídio de funeral, fica em 254,63 euros, equivalente a 50% do indexante dos apoios sociais (IAS).

Já o montante mensal da majoração do abono de família para crianças e jovens nas situações de monoparentalidade corresponde à aplicação de 50% sobre os valores da prestação, “bem como sobre os valores das majorações e da bonificação por deficiência que lhe acresçam”, enquanto o montante mensal da majoração do abono de família pré-natal nas situações de monoparentalidade corresponde à aplicação de 35% sobre os valores do abono.

Relativamente às prestações por deficiência e dependência, os valores em vigor de bonificação por deficiência, a partir de 1 de janeiro de 2024, passam a ser de 71,10 euros para titulares até aos 14 anos, 103,56 euros para titulares dos 14 aos 18 anos e de 138,61 euros para titulares dos 18 aos 24 anos.

Já o subsídio por assistência de terceira pessoa ficará em 122,90 euros.

Assim, com estes valores, já pode começar a orçamentar os seus rendimentos em 2024. Pode não resolver os seus problemas, mas só pode gerir o que conhece. O objetivo é ter a sua vida financeira com a maior previsibilidade possível.


GANHAR DINHEIRO – O livro que ensina tudo o que a escola não ensina

Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário.

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal


OS (outros) 4 LIVROS QUE O ENSINAM A POUPAR

Contas-poupança – Como superar a inflação e ganhar com a crise

Contas-poupança – Vença a crise com inteligência

Contas-poupança – Poupe ainda mais, Invista melhor

Contas-poupança – Viva melhor com o mesmo dinheiro

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

ÚLTIMO AVISO | Já só tem 1 dia para validar as suas faturas para o IRS!

Já validou as faturas pendentes de TODO o seu agregado familiar? Já só tem até amanhã (meia-noite de segunda-feira, dia 26 de fevereiro de 2024), para validar as suas faturas pendentes do portal e-fatura. É muito importante que o faça. Quando fui ver o e-fatura dos...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #26 – Fevereiro 2024)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço de Fevereiro de 2024 Cá estou eu para fazer mais um balanço do meu "investimento" em criptomoedas. Tenho algum dinheiro em Ethereum, que comprei através da plataforma Binance. Quero antes de mais relembrar que está em ampla...

Prémio Salarial | Formulário para fazer pedido já está disponível

Jovens têm até 31 de Maio para fazer o pedido de devolução de propinas, mas tempo de espera é elevado Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes No final do ano passado, o Governo anunciou uma medida que previa a devolução de propinas aos jovens que tivessem entrado...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses, mas sobem a seis e 12 meses

Euribor desce a três meses, mas sobe nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (26 de fevereiro a 03 de março)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três e seis meses, mas sobem a 12

Euribor Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um...

Cheque + Digital | A Lista das entidades que têm cursos de formação digital “grátis” (até 750 €)

A lista das entidades certificadas elegíveis para o apoio dos 750 € Antes que comecem a chover as críticas, relembro que coloquei "grátis" entre aspas porque vai ter de pagar primeiro o curso, ou cursos, do seu próprio bolso, mas depois esse dinheiro é devolvido pelo...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Janeiro de 2024 (Mês #86)

Balanço de Janeiro de 2024 Janeiro foi um mês anormalmente baixo. No que diz respeito à produção de eletricidade, os primeiros meses do ano já são de recuperação e de aumento progressivo até atingir novamente o pico no Verão. Enfim, houve apenas uma maior sucessão de...

PODCAST | #216 – Vamos a contas | Quase não fiz descontos para a Segurança Social, qual vai ser a minha reforma?

Esta ouvinte do podcast (que quer ficar anónima) tem apenas 29 anos de descontos para a Segurança Social. Trabalha muito e recebe o seu salário, mas os "patrões" recusam-se a fazer descontos para a Segurança Social. Ela tem 64 anos e está muito preocupada com a...

Arrendamento | Rendas acessíveis alargadas a quem tem rendimentos mais altos

Limite de rendimentos máximos anuais para aceder a apoios ao arrendamento foi alargado para abranger mais cidadãos O valor máximo de rendimento anual para aceder ao Programa de Apoio ao Arrendamento foi aumentado, de acordo com uma portaria publicada em Diário da...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Carla Tiago

    Só tenho a agradecer a sua dedicação nos esclarecimentos prestados.
    Atentamente.

    Responder
  2. Américo Azevedo

    Boa noite,
    domingo, dia 7 de janeiro de 2024, fui surpreendido com a informação prestada pelo dr. Luís Marques Mendes na SIC Notícias, no Jornal da Noite, às 21:28, que existe uma lei que determina que o aumento das pensões em 2024, não será aplicado aos pensionistas que entraram para a reforma em 2023 e que apenas em 2025 terá direito ao aumento da pensão.
    Agradeço o favor que me confirme se a noticia é mesmo verdadeira e já agora se me informa, qual a Lei que estabelece que apenas tem direito ao aumento da pensão, quem iniciou a reforma há mais de um ano.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.