Taxa dos Certificados de Aforro atingiu o máximo e já não pode subir mais

Escrito por Pedro Andersson

07.03.23

}
2 min de leitura

Publicidade

Taxa dos Certificados de Aforro atingiu o máximo e já não pode subir mais

O momento esperado chegou. É agora que deve aproveitar para fazer Certificados de Aforro. Esta onda não ficará asim para sempre e ou aproveita ou não aproveita.  Agora é consigo.
A taxa de juro das novas subscrições de certificados de aforro da Série E atingiu este mês o valor máximo previsto na lei (3,5%), pelo que novas subidas da Euribor a três meses já não terão efeito nesta taxa.
A Euribor a 3 meses é um dos fatores que integra a fórmula de cálculo da taxa de juro dos certificados de aforro da série E (a única que se encontra atualmente em comercialização), com a lei a determinar que desta fórmula “não poderá resultar uma taxa base superior a 3,5%, nem inferior a 0%”.
A subida deste indexante impulsionou a taxa de juro bruta dos certificados de aforro, tendo esta sido fixada em 3,5% em março, para as novas subscrições destes títulos de dívida pública.
“Efetivamente a taxa base dos Certificados de Aforro (CA) está limitada com o teto máximo de 3,5% bruta”, referiu à Lusa António Ribeiro, analista financeiro da Deco Proteste, precisando que esse limite foi atingido este mês.
Desta forma, explicitou, “mesmo que a Euribor continue a subir, os Certificados de Aforro não irão render mais de 3,5% brutos”. António Ribeiro lembra, porém, que os subscritores podem ainda contar com um prémio de permanência que está balizado em 0,5% entre o segundo e o quinto ano e que é de 1% a partir do sexto ano e até ao décimo.

Ainda tem dinheiro parado numa poupança à ordem ou num depósito a prazo?

A subida da taxa de juro dos certificados de aforro tem impulsionado a procura por este produto de poupança que em janeiro registou a entrada de 3.014 milhões de euros, um novo recorde mensal — quase metade do valor total subscrito ao longo de 2022.
De acordo com a informação disponibilizada pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), no final de janeiro, os particulares tinham um total de 22.534 milhões de euros investidos em certificados de aforro.
No final de 2021, a poupança aplicada em certificados de aforro era de 12.469 milhões de euros.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #26 – Fevereiro 2024)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço de Fevereiro de 2024 Cá estou eu para fazer mais um balanço do meu "investimento" em criptomoedas. Tenho algum dinheiro em Ethereum, que comprei através da plataforma Binance. Quero antes de mais relembrar que está em ampla...

Prémio Salarial | Formulário para fazer pedido já está disponível

Jovens têm até 31 de Maio para fazer o pedido de devolução de propinas, mas tempo de espera é elevado Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes No final do ano passado, o Governo anunciou uma medida que previa a devolução de propinas aos jovens que tivessem entrado...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses, mas sobem a seis e 12 meses

Euribor desce a três meses, mas sobe nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (26 de fevereiro a 03 de março)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três e seis meses, mas sobem a 12

Euribor Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um...

Cheque + Digital | A Lista das entidades que têm cursos de formação digital “grátis” (até 750 €)

A lista das entidades certificadas elegíveis para o apoio dos 750 € Antes que comecem a chover as críticas, relembro que coloquei "grátis" entre aspas porque vai ter de pagar primeiro o curso, ou cursos, do seu próprio bolso, mas depois esse dinheiro é devolvido pelo...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Janeiro de 2024 (Mês #86)

Balanço de Janeiro de 2024 Janeiro foi um mês anormalmente baixo. No que diz respeito à produção de eletricidade, os primeiros meses do ano já são de recuperação e de aumento progressivo até atingir novamente o pico no Verão. Enfim, houve apenas uma maior sucessão de...

PODCAST | #216 – Vamos a contas | Quase não fiz descontos para a Segurança Social, qual vai ser a minha reforma?

Esta ouvinte do podcast (que quer ficar anónima) tem apenas 29 anos de descontos para a Segurança Social. Trabalha muito e recebe o seu salário, mas os "patrões" recusam-se a fazer descontos para a Segurança Social. Ela tem 64 anos e está muito preocupada com a...

Arrendamento | Rendas acessíveis alargadas a quem tem rendimentos mais altos

Limite de rendimentos máximos anuais para aceder a apoios ao arrendamento foi alargado para abranger mais cidadãos O valor máximo de rendimento anual para aceder ao Programa de Apoio ao Arrendamento foi aumentado, de acordo com uma portaria publicada em Diário da...

EURIBOR | Taxas sobem a três e 12 meses, mas baixam a seis

Euribor subiram hoje a três e 12 meses, mas recuaram no prazo de seis meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham...

Publicidade

Artigos relacionados

56 Comentários

  1. Carlos Craveira

    Agora vou esperar sentado que os bancos subam acima dos 4%… senão, não me mexo mais 😉 for a while 😁

    Responder
      • Nuno Mendonça

        Mas ponha-se confortável, porque se mantiverem a “velocidade estonteante” com que subiram as taxas até agora é capaz de demorar um bocado…😁😁
        E só subiram agora um bocadinho porque levaram uma sangria brutal no €€€ que havia nos bancos e que migrou para os CAs.
        Se calhar só quando nós, os clientes, acabarmos de esvaziar os cofres dos bancos é que eles colocam as taxas dos DP no valor justo.
        Temos que ajudar os bancos a tomar essa decisão…😉

        Responder
        • António Gonçalves

          Todos os bancos vendem CA? É que tenho algum na CGD e pretendia investi-lo em CA.

          Responder
          • Pedro Andersson

            Ola nenhum banco tem CA. Se tivessem tinham de dizer que os depositos deles sao “miseraveis” 🙂

        • Pedro

          Se receber a prestação social de Inclusão. Posso comprar CA sem perder a prestação? Obrigado.

          Responder
      • Uara Fernandes

        Olá!
        Esse título rende 3.5 ao ano. Ou a cada 3 meses?
        Me explica como funciona pfvr.

        Responder
        • Carlos

          Rende 3.5% brutos ao ano, mas a cada três meses em sua fracção.

          Exemplo numa contabem simples: 3.5% / 12 * 3 = Valor bruto -28% de IRS.

          Responder
          • Carlos

            0.875% a cada 3 meses, menos 28% de IRS = 0.63% líquidos a cada 3 meses.

        • joão carlos

          3.5% ao ano.
          mas o pagamento de juros é a cada tres meses.

          Responder
      • Edi

        BITCOIN

        Responder
      • Maria Louro

        Bom dia.

        Eu já subscrevi CA da serie E em meses passados, a taxa ainda não era 3,5%, agora esta vai atualizar certo? Não há necessidade de retirar e voltar a subscrever para usufruir dessa taxa ?

        Obrigada

        Responder
    • Susana

      Olá, Pedro,
      Antes de tudo, obrigada por todo este serviço público. Vou aprendendo e isso não tem preço. Mil obrigadas.
      Tenho certificados do tesouro da minha filha menor com taxas miseráveis. Será que posso transferir para certificados de aforro?
      Obrigada, mais uma vez.

      Responder
      • Pedro Andersson

        Ola. Basta comparar os juros de um e de outro relativamente ao ano em que estão…a decisão parece-me simples 🙂

        Responder
    • Anabela Teixeira

      Olá Pedro Anderson! Muito obrigada pelo sempre atempado esclarecimento e alertas. Face às notícias de hoje do sucedido ao banco nos EUA.. Fiquei com dúvida de fiz bem ter colocado ultimamente algumas poupanças em certificados de aforro, contado que durante 3 meses não as poderei resgatar 🤔

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. Os certificados nao estao relacionados com nenhum banco:). So com o EstDo português. Pode ficar descansada.

        Responder
  2. Sofia Isidoro

    Adquiri certificados de aforro em 2022 a uma taxa muito inferior, compensa vende-los agora e comprar com a nova taxa?

    Responder
  3. Uara Fernandes

    Olá!
    Esse título rende 3.5 ao ano. Ou a cada 3 meses?
    Me explica como funciona pfvr.

    Responder
      • JotaMag

        recebe e reinveste se entretanto não os levantar…certo?

        Responder
  4. José Peres

    Boa tarde, Pedro.
    Gostaria de saber se a taxa agora aplicada que remunera os CA é garantida e usufruirá ainda das bonificações pela permanência ou se, quando o indexante vier a baixar, a mesma poderá refletir-se nos juros dos CA, baixando também.

    Muito obrigado.

    Responder
    • joão carlos

      ao 3.5 acresce a bonificação por permanência até um máximo de 4.5.
      se a euribor baixar baixam os juros.

      Responder
      • jose

        Se a taxa máxima se mantiver nos 3,5%, o máximo deverá ser 5%…. Os prémios de permanência são 0,5% no inicio do 2º ano e mais 1% no inicio do 6º ano até ao final.

        Responder
        • Pedro Andersson

          Ola José. O 1% substitui o 0,5%. Nao acrescenta. Abraço

          Responder
  5. Ana

    Boa noite. Se durante o tempo que tivermos o dinheiro a render nos CA, tivermos necessidade de cancelar a conta no nosso banco, podemos alterar a conta para receber os juros e levantar o dinheiro? Quem tem CA poderá ter serviços mínimos bancários, uma vez que é um produto e não uma outra conta?

    Responder
  6. José Ramos

    Boa noite Sr. Pedro Andersson!

    Num depósito no valor de 10.000€ qual seria o valor do juro a receber ao ano ou a cada 3 meses?
    Obrigado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Veja a resposta do Carlos nestes comentários 🙂

      Responder
    • Nuno Mendonça

      Bom dia José!
      Tem aqui este simulador que permite fazer todos os cenários que quiser e que considera a taxa que está agora para os 10 anos seguintes:

      https://www.ctt.pt/feapl/app/open/certaforro/certAforro.jspx

      No caso que fala, de 10K €, ganharia 63 € no 1º trimestre e um total de 254,39€ ao fim do 1º ano

      Responder
  7. Isabel Lima

    Tenho certificados do tesouro poupança crescente subscritos em 11/2019 e em 07/2020, e certificados do tesouro poupança valor de 04/2022. Devo manter ou levantar e aplicar em certificados de aforro?
    ( Sendo certo que os de 04/2022 só posso levantar em 04/23 )

    Responder
    • JRJordao

      Segundo as previsões atuais, os certificados de aforro deverão render mais.

      Responder
      • Isabel Lima

        Olá JRjordao
        A minha grande dúvida é que se a taxa euribor descer nos próximos meses, é melhor não mexer…. A longo prazo os certificados do tesouro poderão compensar mais.

        Alguém sabe por quanto tempo estas taxas de 3,5% se vão manter??!!! 🧐
        Há alguma previsão?

        Responder
  8. Cidalia Barbosa

    Boa tarde.
    Por que a taxa de juro 3,5% não constam no documento C A ?
    Hoje, pretendi fazer uma aplicação . O dinheiro que tenho estava no banco CTT á ordem. Não me deixaram transferir o total que tinha disponível. Os CTT impendem a transferência , num valor acima de 10.000,00€ / dia.
    Conclusão : – tenho de ir aos ctt , tantos dias, quantas as tranches de 1o mil €.
    Isto é legal ?

    Responder
    • Digoo

      Se for a um multibanco, pode fazer subscrição com valores superiores a esses. O Millenium nem 15 mil deixava fazer online, tinha de ir a um multibanco.

      Responder
  9. Cidalia Barbosa

    Banco CTT . Impede utilização de € acima de 10 mil € . Este, procedimento é LEGAL?

    Responder
    • M.Morais

      No portal do igcp está escrito que é possivel investir 9999.00€ por dia, eu conseguì investir 10000.00€, não é os ctt que determina o montante.

      Responder
  10. Cidalia Barbosa

    Hoje, pretendi aplicar em C A o valor que tinha á ordem no banco CTT.
    Porém, pq o valor é superior a 10 mil €, não permitiram a transferência .
    Só permitem 1o mil € / dia ! Isto é LEGAL?

    Responder
    • Manuel

      É legal. Mas fale com o seu gestor de conta e diga que quer aumentar o limite do valor de transferência por dia. O banco não pode recusar seu pedido.

      Responder
  11. Paula Carvalho

    Quando subscrevi CÁ tive que abrir conta nos CTT para receber juros. Não tenho movimentos nem outros depósitos para além dos juros. Mas, reparei que fiquei sem valores porque me estão a cobrar valores anuais do cartão multibanco que não utilizo.
    Pode o banco CTT fazer isto? Eu nunca pedi cartão multibanco

    Responder
    • Diogo

      Pode receber os juros na conta bancária que pretender. Tem de escolher uma que não tenha comissões. O ActivoBank, Moey, não têm por exemplo.

      Responder
    • JRJordao

      Os juros dos CA capitalizam, não são pagos numa conta bancária. Não é de forma alguma necessário abrir conta no Banco CTT, basta ter conta em um qualquer banco (para os resgates).

      Responder
  12. Isabel Lima

    Alguém sabe por quanto tempo estas taxas de 3,5% se vão manter??!!! 🧐
    Há alguma previsão? 🙃

    Responder
    • Pedro Andersson

      Este ano é quase de certeza. Em 2024 temos de aguardar…

      Responder
  13. Maria de Lourdes Fernandes Cardoso

    Qual o valor máximo que é possível subscrever em CA?

    Responder
  14. Paulino Santos

    Tenho conta num banco e pretendo fechar a conta. Será que me podem aplicar algumas despesas?

    Responder
  15. Paulino Santos

    Tenho conta num banco pretendo fechar a conta.Será que me vão aplicar despesas?Obrigado.

    Responder
  16. Augusto Josefa

    Boa Tarde Pedro. Desde elogiar o excelente contributo publico que dá a todos os que aqui vêm buscar alguma informação. Comprei uns CA e no acto da compra nos CTT , não coloquei a minha Esposa nos certificados. Como o posso fazer agora? Obrigado

    Responder
  17. José Manuel Ferraz

    Boa tarde, Pedro.
    Antes de mais, permita-me felicitá-lo pelo autêntico serviço público que presta aos cidadãos nas várias plataformas em que intervém e que sigo com muito interesse.
    Gostaria que me pudesse aconselhar no seguinte: tenho Certificados de Aforro da série B (1997) que estão a render 3,86240%, incluindo já o prémio máximo de permanência de 2%.
    A pergunta, é: compensa resgatá-los e subscrever os atuais da série E ? É que embora estes tenham atingido a taxa máxima (3,5%), a partir do 2ª terão mais 0,5% e a partir do 6ª ano, mais 1%, podendo por isso chegar a 4,5% a manterem-se as atuais taxas de referência.
    Dir-me-á que a prazo, as taxas de juro irão descer. Certo, mas irão baixar para menos que 2%, rendendo ainda assim 2,5% ou 3% com os prémios de permanência ? E mesmo que baixem, também baixam para a série B, certo ?
    A minha dúvida prende-se precisamente por não saber como é determinada a taxa de juro dos CA da série B. Posso simplesmente seguir este raciocínio: 3,86240% – 2% (prémio de permanência) = taxa de juro de 1,86240% ?
    Mas como é que a baixa da taxa de juro de referência afetará a taxa base destes CA ? É que nos atuais,, a fórmula é fácil de perceber.
    O que aconselharia ? Manter os CA da série B ou resgatá-los e subscrever a série E ?
    Obrigado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Ligue para o igcp e coloque essa duvida. Posso investigar, mas isso ja é muito antigo 🙂

      Responder
      • José Manuel Ferraz

        Pois, talvez …
        Nos CTT é que ninguém me soube esclarecer. As senhoras andaram para lá a falar umas com as outras, um pouco atrapalhadas e cheguei à conclusão de que sabiam menos que eu …

        Pelo menos, descobri a fórmula para calcular a taxa de juro dos CA da série B: 0,60*TBA, sendo TBA uma taxa média calculada em função das Euribor a 3 e a 12 meses (a que neste caso acrescerá o prémio máximo de permanência de 2%, já garantido).
        Não sei é como se determina com rigor essa média, bem como o impacto de subidas ou descidas das taxas de juro na base de cálculo, a fim de simular alterações, efetuar projeções e perceber o que é realmente mais favorável.

        Obrigado.

        Responder
  18. Óscar

    Viva!
    Pode, por favor, dizer-me se o governo pode alterar a fórmula de cálculo da taxa de juro do certificado de aforro da série E?
    Muito obrigado.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.