VÍDEO – 3 dicas para aumentar o seu reembolso do IRS

Aumente o seu reembolso do IRS

Faltam cerca de três semanas para o fim da entrega do IRS. Milhares de portugueses contam com o reembolso do IRS para pagar algumas despesas. Esta semana mostramos-lhe algumas dicas para receber mais este ano.

Atenção ao IRS Automático

Por exemplo, deve verificar se o seu IRS Automático não o prejudicou. Há casos em que isso pode ter acontecido. Explico na reportagem como pode ver isso.

Junto ou em separado?

Há também quem tenha entregue em separado e afinal verificou agora que recebia mais algumas centenas de euros se tivesse entregue em conjunto. O que pode fazer?

E os Unidos de facto?

E os Unidos de facto, sem a mesma morada fiscal, afinal podem ou não entregar em conjunto? Sim, podem! Desde que morem na mesma morada há pelo menos dois anos. Basta pedir uma declaração na Junta de Freguesia sob compromisso de honra.

Veja aqui a reportagem desta semana do Contas-poupança

Reembolso do IRS

Depois da reportagem, já comecei a receber mensagens de contribuintes a agradecer porque não sabiam de algumas destas informações e estão a ponderar seriamente entregar uma Declaração de substituição.

Reembolso do IRS

Claro que têm de ter a consciência de que isso vai atrasar o reembolso. Em alguns casos vai gerar uma divergência e vão ser chamados à Repartição de Finanças para entregar a tal Declaração da Junta de Freguesia ou apresentar a documentação que falta. Mas tenho quase a certeza de que vai compensar esse esforço. Conheço um caso em que vai receber mais 2 mil euros por fazer isto. Claro que depende dos rendimentos e despesas de cada um.

E corrija a Declaração do ano passado, se achar que isso o beneficia. Vai demorar a receber mas o dinheiro é seu. Informe-se na sua repartição de Finanças sobre como deve proceder.

Mas nunca se esqueça que se não formos nós a controlar as contas com o Estado, não são eles que vão escolher a melhor opção para si.



10 comentários em “VÍDEO – 3 dicas para aumentar o seu reembolso do IRS

  1. Fátima Morais Reply

    Boa tarde, preciso da sua ajuda sobre a inclusão ou não dos meus sogros no meu agregado familiar. Há dois meses tive que trazer os meus sogros para morarem em minha casa pois devido a problemas de saúde e idade avançada eles estão a viver connosco. E a minha dúvida é se é ou não vantajoso inclui-los no meu agregado familiar.

    Obrigada pela atenção

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Olá. Sugiro que coloque a sua questão no grupo de Facebook Contas-poupança-as suas dúvidas.

  2. Vânia Reply

    Boa tarde, temos de ter uma única declaração da junta de freguesia a dizer que vivemos à mais de dois anos na mesma morada ou podemos ter várias declarações das juntas de freguesia das moradas onde estivemos e que perfazem mais de dois anos?

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Olá Vânia. Tem de fazer essa pergunta as Finanças. É uma situação muito específica. Quando tiver uma resposta partilhe por favor.

  3. José Vieira sousa Reply

    Estou a ser afetado nas contas do IRS por mau preenchimento da respectiva declaração .O ano 2015 contava receber e ainda paguei . Este ano que se refere ao ano 2016 vou pagar cerca de150 euros .Não tenho rendimentos ; só apenas a minha pensão e a minha esposa não tem reforma. O que devo fazer? José Vieira de Sousa nif.126238910.

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Olá. Deve contactar um contabilista e corrigir.

  4. Marcia Reply

    Olá. Eu recebi uma notificação de IRS inválido alegando erro nas declarações automáticas. Gerou uma divergência e escrevi que é a primeira vez que faço isso na vida e não sei Oque fazer. Estou desempregada não tenho como pagar a alguém para fazer isso e na repartição não quiseram me ajudar me mandaram procurar ajuda de um contabilista. Oque se segue agora?

  5. Ana Santos Reply

    Boa tarde,
    Obrigada pelas preciosas ajudas e esclarecimentos.
    Aproveito para perguntar em que moldes é passada a declaração da junta, já que as finanças recusaram a que possuo po não dizer ” mais de dois anos”.
    Com os melhores cumprimentos
    Ana Santos

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Tem de dizer “há mais de 2 anos”. Pesquise na net modelos. Cada junta tem o seu…

  6. Glória Reply

    Quem em 2016 não teve nenhum rendimento e nunca meteu IRS, porque dependia dos pais,
    tem que o fazer este ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *