Painel solar – Saiba como correu o primeiro mês

O primeiro mês

Quem acompanha o blogue sabe que comprei em novembro um painel solar para “experimentar” e comprovar se realmente são uma poupança importante na eletricidade ou não.

Comprei-o convencido de que sim, mas parto para esta “aventura” com a intenção de fazer as contas o mais realisticamente possível sem ideias (demasiado) preconcebidas. Vamos ao balanço do primeiro mês de funcionamento.

Se só chegaram agora, podem ler todos os artigos e ver todos os vídeos sobre o assunto pesquisando no blogue “painel”. Assim:

 

Os números

Primeira conclusão, um painel fotovoltaico de 250 W (sem baterias) produz para autoconsumo imediato cerca de 1 kWh por dia.  Como podem ver no gráfico abaixo, com dados do medidor de eletricidade que tenho ligado ao painel solar, produziu o máximo possível (com o sol de inverno) sem nuvens no céu durante 17 dias de dezembro. Nos restantes dias produziu metade disso (500 W/dia ) ou menos.

Uma pequena decepção

Segunda conclusão: Durante todo o mês de dezembro (com vários de dias de chuva ou muito nublados) o painel teve uma produção total de 24 kWh (gráfico abaixo). A 0,1634 €/kWh + IVA (0,20 €) quer dizer que me poupou (em teoria) à EDP  4,82 € no final do mês.

Se esta for a média de todos os meses, daria uma poupança anual de 57,88 €.  Estou a verificar também que o painel de 250 W de inverno com o sol a pique só produz no máximo dos máximos 180 W. Estava à espera de mais. Mas estou a contar que assim que chegar a primavera, o painel produza 220 ou 230 W na hora do calor e no verão que atinja quase o máximo previsto. Pelo menos é essa a minha expectativa. Vamos ver se se confirma.

Produzo mais do que consumo

Por outro lado, se estão curiosos para saber como isto funciona, não tendo baterias, tudo o que eu não consumir estou a oferecer à EDP (REN). Portanto, esta produção total acaba por não ser real, porque quando não está ninguém em casa não tenho gastos suficientes para absorver toda a energia que o painel produz (comprei só um painel já a contar com isso). Mas estou a verificar que há mais dias do que julgava em que há pessoas em casa durante a semana e durante as horas de sol. Ou seja, se tivesse 2 painéis se calhar não seria uma má opção. Vou deixar essa conta para daqui a um ano.

Para já, a minha conta é um pouco decepcionante: como gastei exatamente 620 € com a instalação e cabos e calhas (opção minha) a dividir por 57,88 €, terei o investimento pago em 10,7 anos (e não estou a contar com o que ofereci à EDP). Para ser absolutamente rigoroso seria ainda mais, mas para já vou fazer as contas assim para arredondar (não tenho maneira de saber quanto dei sem gastar). Mas com os dias com mais sol essa data de retorno vai descer.

O preço da eletricidade também conta

E a eletricidade vai subir agora outra vez este mês. Por outras palavras, cada vez que a eletricidade subir ao longo dos próximos anos, o meu investimento torna-se melhor e antecipa o retorno. Também preciso de ter isso em conta.

Abaixo está um gráfico com a produção (hora a hora) do painel solar durante um dia ÓPTIMO de inverno.

E este é um dia péssimo sem sol ou com muitas nuvens. Cada vez que o gráfico desce é uma nuvem a tapar o sol.

Um problema nos “barramentos”

Mais uma nota importante. Na primeira semana com o painel instalado, o quadro estava sempre a ir abaixo de uma forma estranha. O meu amigo eletricista que me ajudou a instalar o painel veio cá e verificou que o quadro estava instalado (de origem) com um “problema” nos barramentos (não faço ideia do que isso seja). Ou seja, não sei se foi “mal montado” durante a construção do prédio, mas pelo menos não foi montado a prever a situação de um painel solar. Ele teve de fazer umas adaptações e agora tudo funciona 5 estrelas. Pode ser um dado importante caso montem um painel solar. Devem sempre fazer isto com a ajuda de um eletricista qualificado. Não é tão fácil como parece.

 



13 comentários em “Painel solar – Saiba como correu o primeiro mês

  1. Vitor Reply

    Boa tarde.
    Eu instalei dois painéis solares, sendo que a capacidade máxima de produção seria supostamente de 500w. Engano até ao momento em pleno pico os mesmos apenas chegaram ao 410w, isto pode-se contar pelos dedos das mãos durante quase dois anos.
    Apenas deixo o meu testemunho para tentar elucidar as pessoas que nem sempre a potência máxima é atingida, como algumas pessoas fazem crer.

  2. Pingback: Painel Solar – Balanço do 3º mês - Contas Poupança

  3. Pingback: Painel solar fotovoltaico - Balanço do segundo mês - Contas Poupança

  4. Pedro Miguel Reply

    Sou a informar que quando se instala paineis PV temos de informar o EDP, fazer o aviso previo.
    Devem ligar para a 800 100 100, seleção autoconsumo e conversar um pouco com operador e pedir de seguida para alterar com contador, pois o que vai produzir a mais vai contar.

    Com baterias ( 2 ) e 4 painéis 1000w e inversor de 2400w ( 4000w), o valor ronda os 2930€, tenho e digo que vale apena, pois quando chego a casa o inversor está a injetar na rede o que acumulou nas baterias.
    dá para iluminação, tv, microondas.
    Aguenta perto de 3 horas, é hora então de entrar no Bi-horario, chegando a casa perto da 19h.
    Conversem com dousolar energias renovaveis.
    Conto em poupar cerca de 400/450 euros ano, pois gastei em 2015 maio/2016 maio 937€
    Mas passarei mais informação.

  5. Helder Silva Reply

    Dou os parabéns pela sua partilha de informação também, sigo os seus programas e conselhos com o maior dos rigores.
    Com 1 painel poupa 56€ ano, com 4 paineis se contabilizarmos 1 ano com as suas oscilações solares poupará não 4x, mas mais, porque a produção de energia permite anular consumo do fornecedor durante várias horas do dia.
    Neste país com 10 meses de sol e juros de depósito baixos é a melhor forma não de poupar, mas ganhar dinheiro. 😉

  6. Helder Silva Reply

    Boa tarde
    Um pequeno testemunho da minha experiência.
    Coloquei 4 paineis de 250w no Verão de 2015 (Agosto) para consumo direto.
    Análise:
    Entre Março e Outubro consigo produções de 800w entre as 12h e as 16h, restantes horas em processo evolutivo e o contrário.
    Pagava cerca de 90€ mês antes da colocação, pela análise que tenho feito, entre mês 4 e mês 10 reduzo para 50€ mês e entre mês 11 e mês 3 consigo estar nos 70€.
    Somos 4 com 4 ACs e várias tvs e computadores, máquinas de lavagem e secagem…..
    Melhores formas de poupar:
    Programar máquinas mais pesadas para aquecimento e arrefecimento, lavagem ou secagem para as horas de melhor produção e nunca em sobreposição, sem dúvida que ter uma ideia sobre o que consume cada máquina é uma forma inteligente para se poupar, tendo a noção que se colocar várias máquinas ao mesm tempo não tem rendimento. Juntar a painéis solares aconselho mudar para tarifa bi-horária.
    Fiz um investimento de 1500€ e tenho uma poupança de 350€/400€ ano, sensivelmente.
    Melhor que qualquer depósito a prazo, a minha conclusão.

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      De facto ter informação e saber utilizá-la é a melhor forma de poupar. Obrigado pela partilha.

  7. Paula Fernandes Reply

    Bom dia Sr. Francisco Romão, como sabe que o contador Sagecom faz a compensação. Eu estou há vários meses que a ED me instale um contador e informaram que só poderia ter acima dos 1500 W.

  8. Bruno Reply

    A não esquecer o desgaste do equipamento. Não dura nem meia dúzia de anos com esse rendimento… O rendimento vai caindo por causa do desgaste natural de um equipamento que está exposto aos elementos.

  9. steven Camara Reply

    boas,
    Sou novo nisto, e queria uma opinião de quem percebe.
    Gostaria de colocar esses tipos de painéis , mas queria saber a melhor maneira para obter um rápido retorno.
    Ouvi falar de uns paineis de fácil isntalação que ronda os 500 euros e o que carrega acumula para os gastos do dia dia.
    Será que podem me ajudar?
    obrigado

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Olá Steven. Estes não carregam. São para consumo imediato. Com baterias passa para milhares de euros.

  10. Francisco Romão Reply

    Boa noite. Efectivamente o que descreve é verdade, pois escolheu o pior mês para fazer o teste de desempenho.
    Eu tenho 2 painéis de 260w e em Dezembro nos dias finais com sol, estou com produção de 2,2kw/dia.
    A EDP trocou—me o contador por um Sagecom que já faz a compensação, logo em vez de dar o excesso, o contador compensa. Por isso é mais eficiente que os sistemas de baterias, para além de ser de borla.

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Olá. Obrigado. Teve de falar com alguém especificamente na EDP?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *