IRS | Está preparado para receber menos de reembolso este ano ou até pagar?

Escrito por Pedro Andersson

25.03.24

}
4 min de leitura

Publicidade

IRS – Prepare-se para receber menos

Este ano vai ser diferente. Ainda mais do que no ano passado. Isto é um aviso muito claro: há a forte possibilidade de este ano (2024) receber muito menos de reembolso de IRS, ou até ter de pagar (em algumas circunstâncias).

Estou a avisá-lo, porque sei que muitos de vocês contam com o reembolso para pagar despesas fixas (como o IMI ou seguros, por exemplo). É uma espécie de 15º mês não oficial. Preparem-se para o fim dessa época. Vai ter de aprender a gerir melhor o seu dinheiro ao longo do ano e não a contar com essa “prenda”.

Porque vou receber menos reembolso?

É simples: porque reteve menos imposto na retenção na fonte do seu salário. Pode não ter dado por isso, mas recebeu mais dinheiro líquido ao longo de 2023. Portanto, o imposto que não pagou a mais em 2023 não vai ser devolvido agora em 2024. Alguns até vão ter de pagar essa diferença. O reembolso NUNCA será superior ao valor que reteve na fonte. Pode ver isso no seu recibo de ordenado de dezembro de 2023.

Tem aqui uma reportagem que explica como pode ver isso:

VÍDEO | Como se calcula o reembolso do IRS? Quanto vai receber?

 

Não conte com um grande reembolso este ano

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, Gonçalo Rodrigues, também já fez esse aviso. Em entrevista à LUSA, sublinhou que o novo regime de retenção na fonte (que entrou em vigor em julho do ano passado e procura aproximar o valor retido do imposto devido), sendo uma medida positiva, pode conter o “risco” de resultar numa redução do reembolso ou implicar que haja imposto a pagar, depois de feitas as contas.

As pessoas “estavam habituadas a ter ali um pé-de-meia” para fazer face e gastos com férias, por exemplo, “e agora, eventualmente, poderá haver surpresas nesse sentido e a pessoa estar à espera de um reembolso e ter um reembolso mais pequeno ou, eventualmente, ter o mesmo imposto a pagar”.

A DECO diz o mesmo. A associação aconselha os contribuintes a verificarem bem as faturas para minimizar este efeito. Em declarações à Lusa numa altura em que o início da entrega da declaração anual do IRS entra em contagem decrescente, Soraia Leite, porta-voz da DECO Proteste, avisa que o facto de as tabelas de retenção na fonte, alteradas em julho de 2023, “terem dado um alívio imediato na carteira dos contribuintes, agora poder-se-á fazer pagar em sede da entrega da declaração de IRS”.

Este contexto, diz, faz com que o processo de verificação e validação das faturas com despesas dedutíveis ao IRS tenha ganhado este ano ainda mais relevância, com a responsável da associação de defesa do consumidor a aconselhar os contribuintes a verificarem se o valor das deduções calculado pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) – que ficou disponível no Portal das Finanças em meados deste mês – engloba a totalidade das faturas com NIF e a recusarem-no ou reclamarem se constatarem que há faturas em falta.

Também já expliquei porque é extremamente importante fazer isso e como o deve fazer. Tem aqui o episódio do podcast em TEXTO e ÁUDIO:

PodTEXT| O que deve fazer nas próximas semanas para aumentar o seu reembolso do IRS?

 

Se encontrar falhas nas despesas com casa, educação, saúde ou lares, “quando o contribuinte estiver a preencher o IRS”, a partir de 1 de abril, “deve apagar o valor pré-preenchido e substituir pelo valor correto”, refere Soraia Leite, assinalando que tudo ajuda a minimizar o imposto a pagar.

Já a ausência de faturas das despesas gerais familiares ou das que permitem deduzir ao IRS parte do IVA suportado em setores como restaurantes, ginásios, oficinas e cabeleireiros deve ser reclamada junto da AT até ao final deste mês. Depois já não poderá fazer nada nessa categoria.

Já no ano passado, expliquei neste episódio do podcast que o caminho da Autoridade Tributária e do Ministério das Finanças é justamente acabar com os reembolsos do IRS. E eu concordo com isso. Prefiro ter o dinheiro do meu lado para o poupar e investir, do que ter o dinheiro parado no bolso do Estado. Mas isso exige uma mudança de mentalidade dos portugueses e – obviamente – mais literacia financeira. Se tiver o dinheiro do seu lado e o gastar sem critério, é claro que ele vai esfumar-se por entre os seus dedos.

PODCAST | #162 – IRS | Porque baixou o meu reembolso do IRS ou vou ter de pagar?

Falta menos de uma semana para o início da entrega do IRS (a 1 de abril).


5 livros que vão mudar a sua vida financeira

Livros que ensinam tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro.

   

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Eletricidade | ERSE vai fixar tarifas em junho devido à “volatilidade de preços”

Decisão do regulador implica aumento das tarifas a partir de junho A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) anunciou em comunicado uma proposta de fixação excecional das tarifas de eletricidade a partir de dia 1 de junho. De acordo com o regulador, a...

Autoridade Tributária volta a alertar para e-mails fraudulentos

Contribuintes recebem e-mails falsos sobre "divergências" no IRS A Autoridade Tributária (AT) voltou a alertar os contribuintes para a circulação de um e-mail falso que indica "divergências" na declaração de IRS. Outras mensagens fraudulentas que parecem ter sido...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #234 – Vamos a contas | Devo investir o meu Fundo de Emergência?

Um ouvinte do podcast começou a pôr as suas contas em ordem e já tem completo o seu fundo de emergência. Mas custa-lhe ver o dinheiro parado sem render nada. A pergunta dele é se não seria inteligente pegar nesse dinheiro e investi-lo. Esta é uma pergunta muito comum....

TOP 10 dos COMBUSTÍVEIS | Quem subiu e quem desceu (semana 22 a 28 abril)

Qual a marca de combustíveis mais barata esta semana? Enquanto consumidor, um dos meus maiores desafios é encontrar uma fórmula eficaz para poupar nos combustíveis. É difícil porque os preços mudam todas as semanas (ou várias vezes por semana), cada posto faz os seus...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (22 a 28 de abril)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

COMBUSTÍVEIS | Qual a marca mais barata esta semana?

Qual a marca de combustíveis mais barata esta semana? Há anos que ando para fazer este comparativo. Hoje foi o dia. Enquanto consumidor, um dos meus maiores desafios é encontrar uma fórmula eficaz para poupar nos combustíveis. É difícil porque os preços mudam todas as...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses e sobem a seis e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #233 – Quanto é que vou poupar com os novos escalões do IRS?

Conheça a nova tabela dos escalões do IRS O Conselho de Ministros da passada sexta-feira decidiu reduzir as taxas de todos os escalões de rendimento até ao 8.º escalão. Só o 9.º escalão (quem ganha mais de 81 mil euros por ano) fica de fora. Quanto é que isso vai...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

7 Comentários

  1. Cátia Alves

    Reparei este ano que todas as faturas de supermercado davam para colocar como restauração (mesmo as de cadeias que não têm esse serviço, como o Lidl por exemplo), o que acontece se classificarmos tudo como restauração invés de despesas gerais?

    Responder
  2. Snaita

    É o xuxalismo, dá com uma mão e tira com as duas!

    Responder
  3. Antonio tavares

    Recebi de juros titulos de tesouro e retiveram me irs.
    Nao sou obrigado a declarar no irs masse quiser preencher o mod E,acho que vou ser beneficiado no reembolso.
    Esclareca me .obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Correto. Veja o contas-poupança esta noite no Jornal da Noite na SIC

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.