Quer inscrever-se no regime do Residente não Habitual? Pode fazê-lo até 2025

Escrito por Pedro Andersson

27.02.24

}
3 min de leitura

Publicidade

Autoridade Tributária informou que os contribuintes elegíveis podem inscrever-se até 31 de março de 2025

Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes

Se está interessado em inscrever-se no regime do Residente não Habitual (RNH), que permite aos seus beneficiários usufruir de um estatuto especial em que só pagam 20% de IRS sobre os seus rendimentos em Portugal durante o período de 10 anos, ainda pode fazê-lo até 31 de março de 2025, de acordo com uma comunicação recente da Autoridade Tributária (AT). Apesar do Governo ter decidido no Orçamento do Estado para 2024 cancelar este regime fiscal, com efeitos a partir do passado mês de janeiro, existe ainda um período de transição.

No entendimento da AT, os contribuintes que cumpram os critérios e queiram inscrever-se podem fazê-lo, sendo que a inscrição produz efeitos ainda durante o ano de 2024 e pode manter-se até dez anos. Este prazo aplica-se a partir da data em que o contribuinte se tornou residente em território nacional e a quem, a 1 de janeiro deste ano, já se encontre inscrito como residente não habitual na AT.

Além disso, aplica-se ainda a todos os que até 31 de dezembro de 2023 reunissem todas as condições para se qualificarem como residentes para efeitos fiscais em Portugal e que se inscrevam no regime, com efeitos ao ano de 2023, no Portal das Finanças até 31 de março de 2024.

Por fim, também abrange todos aqueles que se tornem residentes para efeitos fiscais em Portugal até 31 de dezembro deste ano e apresentem, depois, o seu pedido de inscrição como residente não habitual com efeitos ao ano de 2024, até 31 de março de 2025.

DR.

Quais são as condições para aceder e como se faz o pedido?

Recordando que o estatuto do RNH se trata de um regime especial que permite reduzir a tributação em sede de IRS durante 10 anos, os dois principais critérios a cumprir para aceder a este regime são: ser residente em território nacional, o que se aplica a cidadãos estrangeiros, ou não ter morado em Portugal durante pelo menos cinco anos, o que se pode aplicar aos portugueses que estiveram emigrados.

Para ser considerado residente em Portugal, deverá cumprir pelo menos uma das seguintes condições:

  1. No espaço de um ano, estar em Portugal mais de 183 dias seguidos ou intercalados;
  2. Ter habitação própria ou arrendada em Portugal, com a intenção de a ocupar como morada habitual;
  3. Desempenhar no estrangeiro funções ao serviço do Estado português;
  4. Ser tripulante de navio ou aeronave ao serviço de empresas que tenham residência, sede ou direção em Portugal;

Além disso, é necessário comprovar que se exerce uma profissão considerada de “alto valor acrescentado”. Médicos, professores, especialistas em tecnologias de informação, artistas criativos ou jornalistas, por exemplo, fazem parte da lista de profissões consideradas de “alto valor acrescentado” que pode consultar aqui.

Para fazer o pedido, basta registar-se como residente em Portugal numa repartição de Finanças ou numa Loja do Cidadão, onde depois lhe será atribuído um número de contribuinte português. Assim que tiver o número de contribuinte, pode inscrever-se no RNH através do Portal das Finanças ou presencialmente num serviço de Finanças ou Loja do Cidadão. Pode ainda ser necessário comprovar que exerce uma profissão de “alto valor acrescentado”, caso a AT o solicite.


GANHAR DINHEIRO – O livro que ensina tudo o que a escola não ensina

Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário.

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal


OS OUTROS 4 LIVROS (Já os leu?)

Contas-poupança – Como superar a inflação e ganhar com a crise

Contas-poupança – Vença a crise com inteligência

Contas-poupança – Poupe ainda mais, Invista melhor

Contas-poupança – Viva melhor com o mesmo dinheiro

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Junho de 2024)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #44) Junho voltou a bater o recorde de mais-valias na soma dos meus 10 PPR. Até ao momento tenho uma valorização média de 12%. Naturalmente, cada um dos PPR tem um desemprenho diferente. Tenho dois que ainda estão...

Famílias carenciadas vão receber um cartão com dinheiro em vez de cabaz alimentar

Cabaz Alimentar passa a cartão com dinheiro É uma questão de dignidade, diz o Governo. Até agora, as famílias identificadas pela Segurança Social como carenciadas recebiam um cabaz alimentar físico (com mantimentos para um mês) mas nem sempre esses bens eram o que a...

PodTEXT | Vou ter de pagar 20 mil€ de IRS e não estava à espera. O que faço?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (15 a 21 de julho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

TOP 10 | Qual a marca de COMBUSTÍVEIS mais barata esta semana? (8 a 14 de julho)

Quem subiu e quem desceu os preços esta semana A ERSE definiu para esta semana como preço eficiente (que traduzo livremente por preço "justo") uma subida de 1 cêntimo/l no gasóleo simples e de 1,3 cêntimos na gasolina simples. Abaixo tem os preços que as várias marcas...

160 mil idosos podem receber pelo menos 600 € de reforma – Tem direito? (Vídeo)

Reforma mínima de 600 € e medicamentos grátis Mais de 160 mil idosos com reformas baixas podem passar a receber pelo menos 600 euros por mês e a ter medicamentos grátis na farmácia. Na reportagem desta semana do Contas-poupança, explicamos-lhe como funciona o...

PodTEXT | Uma dica para descobrir onde anda a desperdiçar dinheiro

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Inflação caiu para 2,8% em junho

O Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmou esta quarta-feira que a taxa de inflação homóloga foi de 2,8% no passado mês de junho. Trata-se de um abrandamento face ao mês de maio, altura em que os preços dos hotéis dispararam devido aos dois concertos de...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.