ELETRICIDADE | Como prevenir os aumentos em janeiro?

Escrito por Pedro Andersson

16.12.23

}
6 min de leitura

Publicidade

A eletricidade vai aumentar mais do que o previsto em janeiro

Já temos a informação que precisávamos para nos prepararmos para os aumentos na eletricidade em Janeiro de 2024. A ERSE acaba de divulgar os preços “finais” para quem está no mercado regulado (na empresa SU Eletricidade) e as tarifas de Acesso às Redes, que são iguais para todos. Os aumentos para o regulado são superiores ao que a própria ERSE tinha anunciado em Outubro. Não são boas notícias. Já lhe explico o que, na minha opinião, pode e/ou deve fazer.

3,7% de aumento para quem está no mercado regulado

Quase um milhão de portugueses (936 mil clientes) está claramente a pagar a mais DESNECESSARIAMENTE por continuar no mercado regulado (SU Eletricidade). A menos que tenham um forte sentimento de lealdade, amizade, cumplicidade e até amor ao mercado regulado da eletricidade, não percebo este “casamento” com uma das empresas mais caras do mercado em Portugal, quando há tantas alternativas mais baratas disponíveis à distância de um click no computador ou de um telefonema de 5 ou 10 minutos. Suponho que sejam ricos ou que gostem de desperdiçar dinheiro. Mas não tenho nada contra. Cada um usa o seu dinheiro como bem entender.   

E vai aumentar ainda mais em Janeiro. O aumento vai ser de 3,7% de Dezembro para janeiro. Mais uma razão para sair o quanto antes. 

Para ilustrar o impacto do aumento médio de 3,7% no mercado regulado, entre dezembro de 2023 e janeiro de 2024, a ERSE fez as contas e apresenta o efeito no total da fatura de eletricidade (incluindo taxas e impostos) para as tipologias mais representativas de clientes residenciais. Exemplos para o mercado regulado:  

Nota: Valores para Portugal continental, incluem taxas e impostos (exceto taxa DGEG).  

Estas contas são com base em simulações, mas eu gosto mais de falar de preços do que de percentagens. Pelo que entendi do documento da ERSE, o novo preço do kWh no mercado regulado a partir de 1 de janeiro é 16,25 cêntimos. Acho que é o preço mais alto de que me lembro nos últimos tempos. 

E os aumentos no mercado livre?

No mercado liberalizado, cada empresa faz o preço que quer. Ainda vai demorar algumas semanas até conhecermos os preços em cada uma das cerca de 20 empresas de eletricidade em Portugal. Deve estar atento e usar regularmente o simulador da ERSE para a eletricidade (e já agora do gás também). Tem aqui um vídeo que o ensina a fazer isso.

Como já sabe, cada empresa pode fazer o preço que quiser. O que paga na sua fatura é a soma de duas parcelas: o preço do kWh (“x” cêntimos x cada 1000 W que consome em sua casa) + Potência contratada (“x” cêntimos por dia x 30 dias). Para mim, a parcela mais relevante é o preço do kWh a partir dos 200 kWh por mês (tem o valor dos seus consumos na sua fatura). Abaixo de 200 kWh deve fazer as contas também ao valor que paga por dia de potência contratada porque pode alterar as contas. Fora esta situação, escolho a “minha” empresa de eletricidade simplesmente pelo valor que praticam do kWh.

O que vai acontecer em janeiro é que cada empresa vai manter ou alterar os seus tarifários, mas todas terão de pagar mais pelas Tarifas de acesso às redes. A enormíssima maioria das empresas vão imputar esse aumento aos consumidores, uma vez que não foram elas, mas sim a ERSE a fazer esse aumento obrigatório para todas as empresas.

Vou dar um exemplo. Imagine que uma empresa está a praticar 15 cêntimos o kWh (A) e outra (B) pratica 11 cêntimos. Mesmo que as duas decidam manter os preços em janeiro sem alteração, ambas vão ter de aumentar cerca de 4 cêntimos (3,65 cêntimos).

Portanto, mesmo que nenhuma aumente os preços, a empresa A vai começar a cobrar 18,6 cêntimos e a empresa A vai ter de subir para 14,6 cêntimos o kWh. Feitas as contas, mesmo que continue na empresa mais barata, vai passar a pagar quase o mesmo dos que estão agora numa das mais caras. Mas é mesmo assim. É estranho, mas vai estar a poupar, mesmo pagando mais do que em dezembro de 2023.

Daí a importância de procurar sempre a empresa mais barata. Se continuar na mais cara, não só vai continuar a desperdiçar dinheiro, como vai desperdiçar ainda mais. É isso que quer? O dinheiro é seu.

E o mercado indexado?

Novembro foi um mês extraordinariamente baixo para quem está no mercado indexado de eletricidade (há muitas empresas com estes tarifários como, por exemplo, a Plenitude, Luzboa, Coopérnico, Luzigás, Alpha, etc). Os preços sobem e descem todos os meses. Mas quem aderiu em Janeiro de 2023 de certeza que não está arrependido. Compensou imenso. Há pessoas a poupar centenas de euros. 

E tem como ver o preço a que está todos os dias, portanto é só sair quando perceber que já não compensa. Tem aqui uma reportagem que explica o que é e como funciona. 

ELETRICIDADE | Qual é a empresa mais barata neste momento? (Dezembro 23)

 

Se os preços de janeiro continuarem iguais aos de novembro e dezembro (até dia 15) os preços vão subir de 7,5 cêntimos/kWh para 11 cêntimos. 

Mais uma vez, vai pagar mais, mas muito menos do que em qualquer das outras opções.

O que faço?

Em resumo, agora já tem todos os dados para perceber duas coisas:

  • A eletricidade vai subir substancialmente em janeiro em TODAS as empresas
  • Tem mais uma razão para mudar de empresa (para uma mais barata do que a que tem atualmente, como é óbvio).

NOTA: Muitas pessoas perguntam-me porque continuo a ser cliente da Endesa se há várias empresas mais baratas, pelos balanços que faço mensalmente. Por duas razões: os simuladores são bons, mas não são perfeitos. Faço parte de um conjunto de clientes que mantém um preço de 9 cêntimos por kWh (que é excelente). Já perguntei qual é a razão, mas não me responderam, embora saiba que não é um “favor especial”. Ou se é, é para muitos outros clientes a quem a Endesa está a fazer o mesmo. Aliás, sempre que uma pessoa reclama e ameaça sair, normalmente as empresas baixam o valor. Tente!

A outra razão é que a Endesa tem uma coisa chamada “código amigo”, que dá 1 euro de desconto por cada pessoa que adere à empresa usando o seu código (os dois beneficiam desse desconto). Como tenho 50 amigos, tenho 50 euros de desconto todos os meses na fatura de eletricidade. E como tenho 5 painéis fotovoltaicos e não compro eletricidade entre as 8 da manhã e as 6 da tarde, tenho eletricidade totalmente de graça há cerca de 1 ano e meio. Só pago a taxa audiovisual.


5 passos simples para GANHAR DINHEIRO

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário. Pode comprar aqui o livro que vai mudar a sua vida financeira. Já está na 7ª edição, em apenas 2 meses. Já é um dos livros mais vendidos do ano em Portugal.

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 6 e 12 meses e sobem a 3

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (17 a 23 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Este mês paguei 0,75 € de eletricidade – Como é possível?

É possível pagar 0,75 € de eletricidade por mês? Já sei que vou ser criticado por escrever este artigo, mas tudo bem. O importante é que perceba que é possível pagar muito pouco de eletricidade. Ninguém está condenado a pagar valores gigantescos, a menos que prefira...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #249 – O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O FIRE é possível em Portugal? O FIRE é uma espécie de Liga dos Campeões das Finanças pessoais. É a sigla para Financial Independence, Retire Early (Independência Financeira, Reforma Antecipada) e é para uma pequeníssima minoria de pessoas que têm por objetivo...

PodTEXT Vamos a Contas | Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Isenção de IMT e Imposto de Selo para jovens oficialmente aprovada

Medida para ajudar jovens a comprar casa vai avançar Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (17 a 23 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | Como perder o medo de investir e começar a ganhar dinheiro?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Publicidade

Artigos relacionados

49 Comentários

  1. Vítor Barbosa

    Boa noite.
    Mas afinal quando é que a ERSE, anuncia o aumento da TAR( que por enquanto está a -0,0121€)?

    Responder
  2. Paulo Silva

    Boa noite.
    Anunciou no dia 15 de Dezembro. Passou para 0,0365€. Um aumento de 0,0486€.

    Responder
  3. Tiago

    @Pedro Andersson, as TAR na opção horária simples passam de -0,0121 €/kWh para 0,0365 €/kWh, o que corresponde a um aumento de 0,0486 €/kWh.
    Desta forma, o aumento na sequência da alteração das TAR será de 0,0486 €/kWh.
    No caso de bi-horário, em Fora Vazio o aumento será de 0,0507 €/kWh e em Vazio o aumento será de 0,0441 €/kWh.

    No caso das TAR na potência contratada, iremos ter um aumento de 43%

    Responder
  4. José Eduardo chaves Marques

    Queria saber no caso de haver uma avaria elétrica se as outras empresas mais baratas têm piquete de avarias???

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Nenhuma empresa tem. Todas chamam a e-redes.

      Responder
    • Tiago

      @José Eduardo chaves Marques, a responsabilidade pela gestão das redes e pelas suas avarias é com o ORD, na generalidade do país é a E-Redes (antiga EDP Distribuição), pelo que qualquer problema, é resolvido com a E-Redes e não com os comercializadores.

      Responder
  5. Tiago

    No artigo refere que o aumento devido às novas TAR será de 0,0365 €/kWh…

    Responder
    • Tiago

      @Carla Oliveira, se receber abono de família, tiver contrato em seu nome e a potência contratada até 6.9 kVA, deverá ter direito à Tarifa Social, que representará um desconto de 0,0473 €/kWh e também um desconto no custo da potência contratada.

      Responder
      • Dina Monteiro

        Sempre estive na EDP, mudei há um mês e a fatura foi quase o dobro. Já liguei para a empresa e não entendi nada, é uma casa fechada desde setembro não teve gastos , como pode ser ?

        Responder
        • José Figueiredo

          Dina Monteiro, eu tive o mesmo problema e o problema foi o facto de tomarem em consideração estimativas de consumo, em lugar de ler os consumos. No meu caso, a estimativa feita foi obsoleta, exagerada e por isso telefonei e reclamei, dando a leitura real do contador. Fizeram uma nota de crédito e retificaram na fatura seguinte. A partir daí, dou sempre as leituras e tudo corre sobre rodas…
          Boas Festas.

          Responder
  6. AJ

    E qual será a Tarifas de acesso às redes? Em 2023 é 0.0897 € para 3.45 kva, e para 2024?

    Responder
    • L Matias

      As TAR aumentam muito (percentualmente 43%).
      No seu caso de 3.45kVA a tarifa passa de 0,0897€ para 0,1283€ – aumento de 0,0386€/kWh, que corresponde a 43%

      Responder
  7. Marco Filipe

    Boa tarde,
    Não tive uma boa experiência na tentativa de renegociar o preço do kwh com a EDP, talvez também pela meu pouco conhecimento nesta área, mas senti q estava a ser enrolado. Falei do preço q está na fatura 0.192€ kwh e perguntei se dava para baixar o preço, tendo em conta que há empresas com preços mais baixos e também que no simulador da Erse a própria EDP apresentava um valor mais baixo. O senhor disse q a EDP já ia baixar o preço em Janeiro e que além disso esses 0,192€ já tinham o incluído valor de acesso à rede… Fiquei baralhado e sem perceber. Sempre pensei que o valor apresentado na fatura indicava apenas o valor do kwh sem ter adicionado o valor de acesso à rede… Ainda assim o senhor enrolou com os 15% de desconto da EDP a partir de Janeiro e desconto que é bom nada… Algo me está a escapar queria sair da EDP ou ver o q eles me faziam e não estou a perceber bem como fazer mesmo depois de ter visto os vídeos.

    Responder
  8. Carlos A P Vaz

    Boa tarde, pelo que tenho percebido o valor que as operadoras “alternativas” fazem de desconto é completamente irrisório, não valendo a pena proceder à alteração.

    Responder
  9. Dean

    Ola,

    Há algum site que tenta preve os preços do mercado spot de eletricidade?
    Ou mesmo algum expecialista ou algum metodo para se ter uma ideia dos preços futuros.

    Responder
    • Tiago

      @Dean, pode consultar os valores dos futuros em:
      https://www.omip.pt/pt
      (selecione FPB-Portugal)

      Responder
      • Dean Carlo Zimmermann

        Ola Tiago, obrigado pela resposta.
        Nao encontrei no site onde o local exacto para consulta dos futuros, poderia incicar o link?

        Responder
        • Tiago

          @Dean, depois de selecionar FPB-Portugal, aparecem os contratos, por exemplo Wk52-23 (semana 52 do ano 2023), Jan-24, Q1-24 (1° Trimestre 2024), YR-24 (ano 2024).
          Tem ainda os dos próximos anos.

          Responder
          • Rui

            Caro Tiago, que mercado é “Power Portugal Base Load – PTEL BASE” ?

  10. José Costa

    Bom dia, ontem passei da EDP para a Endesa.
    Pedi explicitamente para aderir ao Mercado Indexado mas a informação foi que iria ficar no Regulado nos primeiros 12 meses e só depois poderia mudar. Isso é correto, ou posso reclamar?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá isso não faz sentido. Creio que percebeu mal alguma coisa no meio do processo.

      Responder
  11. Paula Oliveira

    Bom dia. Mais uma vez, muito obrigada pelos seus esclarecimentos sempre detalhados.
    Eu gosto muito de o ouvir e ler as suas publicações pois embora eu ache que até estou esclarecida e ciente de muitas coisas que fala, muitas vezes há pormenores que nos escapam e pode estar aí a diferença.
    E a prova é esta publicação que fez com o vídeo da simulação da ERSE, que estou farta de fazer, mas ao ver os valores que colocou no vídeo, saltou-me à vista uma coisa: POTENCIA CONTRATADA.
    No vídeo diz que o mais normal é colocarem 3,45 kVA mas que no seu caso tem 4,60kVA. Ora eu tenho 6,9 kVA!!! É uma diferença bastante grande! Como posso verificar/testar se é muito e poderei baixar?

    Obrigada,
    Paula Oliveira

    Responder
  12. Jose Costa

    Bom dia caro Pedro.
    Ontem mudei o meu contrato da EDP (eletricidade) para a Endesa pedindo explicitamente que me colocassem em Mercado Indexado apenas a eletricidade (o gás mantive na EDP).
    Quem fez a alteração no atendimento disse que só após os primeiros 12 meses podia ser Indexado e que seria automática a passagem uma vez que tinha pedido expressamente o Indexado.
    Pareceu-me algo estranho mas avancei face aos preços mesmo assim melhores no Regulado.
    Alguém tem informação contrária para o caso de querer contestar e alterar imediatamente para o Indexado ?
    Desde já agradeço a possível resposta.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Mas está a pagar o triplo do preço no gás. Quer mesmo isso?

      Responder
  13. Antonio Almeida

    Bom dia,
    Recebi a fatura de eletricidade da Repsol Indexado com o valor de 13 centimos o kWh, leitura real para os meses de agosto, setembro e outubro.
    É normal aparecer para 3 meses um valor fixo?
    Vem assim na fatura: Energia a Preço Indexado Real 14/07 a 11/10 2042 kWh x 0,133586 €/kWh 272,78

    Já lhes pedi esclarecimentos mas até agora nada.

    Obrigado
    António A.

    Responder
    • Tiago

      @Antonio Almeida, aparece um único valor por kWh, que resultam de uma média ponderada entre o consumo (kWh) e o preço horário (€/kWh), isso é normal.
      No entanto, deve aparecer na fatura, uma outra linha com o valor da TAR de -0,0121 €/kWh, com a mesma quantidade de energia (2042 kWh)
      Assim, o valor real cobrado por kWh foi de 0,133586+(-0,0121)= 0,121486 €/kWh

      Responder
  14. Jose Costa

    Boa noite, é possível mudarmos de fornecedor e entrar diretamente para o mercado indexado ou primeiro temos que aderir ao regulado?

    Responder
      • Jose Costa

        Boa noite Pedro, vou avançar com o pedido para passar à tarifa indexada e vou anexar o gás também pelo indexado embora o meu consumo seja diminuto).

        Responder
    • Tiago

      @Jose Costa, não há mercado indexado… há tarifas indexadas.

      Há “Mercado Regulado” e “Mercado Livre”.

      Mercado regulado
      Temos a tarifa regulada (fixa) que corresponde ao preço da energia que é definido pela ERSE.

      Mercado livre
      Temos tarifas fixas e temos tarifas indexadas.

      Dito isto, não precisa de passar pelo regulado para nada.

      Responder
      • Jose Costa

        Boa noite @Tiago.
        Obrigado pelo reparo, estava realmente a confundir mercados com tarifas.
        Vou esperar pela fatura com a tarifa regulada no primeiro mês e passarei muito possivelmente para o tarifário indexado.

        Responder
  15. vitor barbosa

    Bom dia.

    ALERTA!
    O meu fornecedor é a IBELECTRA, e acaba de enviar-me um email, com os preços a praticar a partir do dia 01 de fevereiro de 2024.
    Fazendo as contas, o valor final da factura para um consumo mensal de 257 kWh ( o meu último), aumenta 57% em relação a este ultimo mês de dezembro!!!

    Responder
    • Pedro Rodrigues

      Bom dia. Não deve fazer nada até essa altura. Uma semana antes volta a fazer simulação no site da erse e se houver mais barato, muda. É raro haver fidelização nos contratos de electricidade.
      Muitos dos novos operadores têm por base a mesma estratégia: preços mais baixos para atrair clientes. Pode ser no preço da potência contratada, no kwh ou, no caso dos indexados, na margem de lucro. Depois de terem uma boa base de clientes aumentam um (ou mais desses) componentes para subir o lucro.
      O mercado é livre, é perfeitamente legítimo. O consumidor é que deve reclamar com a carteira. Se este ficou caro, é comparar com o mercado e se houver um concorrente a fazer mais barato, é mudar. Se depois não se gostar do funcionamento da empresa, é mudar novamente.

      Não se esqueçam é que a electricidade é mais ou menos como outro produto qualquer de revenda. É comprada a um valor e vendida a outra. Não tenham grande pena de quem compra a 3 e 4 cêntimos (como em alguns dias de Novembro) para vender a 19 ou mais (olá edp). Porque na hora em que o preço de compra subir, eles não vão pensar duas vezes em quando é que podem aumentar

      Responder
  16. Antonio Jose Morais Pereira

    Antonio Jose Morais Pereira Domiciliado na Av. D.Joao II,n.15,6D
    Engenheiro Civil.
    ASSUNTOÇ CONTADOR ELECTRICIDADE. Ao dia 16Nov23 Enviaram TEC. DA CME o qual desmontou e levou parte de CONTADOR ATE HOJE 31 DEZ23 JAMAIS DEU FEEDBACK.JA PASSARAM 46 DIAS.E TUDO IGUAL.
    JA PREENCHI INUMEROS FORMULARIOS.ATE HOJE TENHO SIDO IGNORADO. SERA A E-EREDES UMA ORGANIZAÇAO DEONTOLOGICA.

    Responder
  17. Antonio Jose Morais Pereira

    PARTICIPEI vs PREENCHI INUMEROS FORMULARIOS:SEM RESPOSTA FORMUL.
    QUESTIONO SERA E.REDES ORGANIZAÇOAO DEONTOLOGICA.

    Responder
  18. Carlos Santos

    As Taxas de potência em TODOS os Operadores de Eletricidade, vão aumentar significativamente, em todos os contratos.

    Estejam todos muito atentos aos valores do simulador da ERSE, pois alguns valores ainda não estão atualizados em alguns operadores nas simulações que realizam.

    Atentem igualmente aos valores que vos são apresentados, se têm iva adicionado no resultado, ou não!

    Pelo que verifico, são aumentos exponenciais na sua maioria.

    Se agregarem estes novos valores ao aumento da TAR ( Tarifa de Acesso ás Redes ), e a novos valores de Kwh a partir deste mês…..irão verificar que os aumentos são efetivamente MUITO grandes.

    É preciso começar a fazer já as contas, a simular com os valores já definidos e atualizados pelos operadores para Janeiro de 2024, e tentar fugir a aumentos vertiginosos.

    Temtem negociar, e caso não consigam nada, é procurar mesmo outros operadores mais em conta.A fim de minimizar alguns euros mensais, logo anuais!

    Não se deixem dormir e comecem a fazer o trabalho de casa já.

    Responder
  19. Gonçalo Daniel

    Á data de hoje o irónico e no não indexado quem lidera é a EDP, a parceria goldenergy/acp já não é rentável pelo menos para já.

    Responder
  20. Custodio Nunes

    Gostaria de colocar algumas questões para ser informado por quem souber responder , desde já agradeço.
    Quem define o preço da potencia do contador uma vez que cada comercializador leva uma preço diferente? É livre ?
    Salvo erro , o acesso ás redes era uma componente fixa que era cobrada conjuntamente com a potencia,mas agora passou a ser variavel e aumenta o preço da energia.estou certo ou errado.
    Ou será que passou haver 2 impostos de acesso ás redes ?
    desde já obrigado

    Responder
  21. L Matias

    Bom dia
    Alguém já sabe os novos factores das fórmulas de cálculo para 2024 das empresas Ibelectra e Luzboa?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.