CRÉDITO À HABITAÇÃO | 2024 – Vem aí o alívio nas prestações da casa ao banco?

Escrito por Pedro Andersson

14.12.23

}
4 min de leitura

Publicidade

Analistas acreditam que novo ano pode trazer ligeiro alívio nas prestações da casa ao banco

Há uma pequena luz ao fundo do túnel, mas não é para todos. Vou tentar explicar isto com calma.

Os analistas consultados pela LUSA acreditam que as prestações do crédito à habitação poderão aliviar ligeiramente no próximo ano.
Depois do aperto da política monetária para controlar a inflação, que levou o BCE a subir as taxas de juro e as prestações dos créditos à habitação a taxa variável a dispararem, os analistas esperam que a instituição liderada por Christine Lagarde mantenha para já as taxas de referência, mas ao longo de 2024 avance mesmo com uma descida. Não é garantido, mas é provável face ao cenário atual.

“Se este corte das taxas de juro de referência do BCE se concretizar, as taxas Euribor também deverão começar a aliviar, o que se traduzirá numa redução das prestações a pagar pelo crédito da taxa variável, como por exemplo o das hipotecas para a compra de casa”, refere o diretor executivo da corretora ActivTrades Europe, Ricardo Evangelista, em declarações à Lusa.

Esta é uma possibilidade também admitida pelo analista da corretora XTB Henrique Tomé. Num cenário em que os juros não deverão subir mais e manter-se-ão aos níveis atuais durante alguns meses, “as taxas de juro de referência no crédito à habitação, as Euribor, podem recuar ligeiramente numa primeira fase, tal como se regista atualmente momento”, disse.

No entanto, se o BCE avançar com o corte das taxas de juro esperado pelo mercado, o economista do Banco Carregosa, Paulo Rosa, acredita que “a partir da primavera do próximo ano, à medida que os créditos à habitação indexados à Euribor vão são atualizados a taxas de juro mais baixas, o peso da prestação mensal vai aliviando os orçamentos das famílias”.

O economista aponta como exemplo um crédito à habitação indexado à Euribor a 12 meses que renovou em novembro passado, à volta dos 4%, “terá que esperar por novembro do próximo para beneficiar destas potenciais quedas das taxas de juro”.
“Atualmente, e de acordo com as perspetivas do mercado monetário, esse crédito à habitação pode ter uma queda da taxa de juro indexada para quase 2,5%”, aponta.

A taxa Euribor está atualmente abaixo de 4% nos três prazos.

Ponto da situação

A acontecer esta manutenção e descida da Euribor nos próximos meses, isso significa que quem aderiu às taxas fixas durante dois ou 3 anos poderá agora ter de “aguentar” essas prestações um pouco mais altas durante esses dois anos. Isso não tem nada de mal, uma vez que é uma prestação confortável que aceitou.

O que quero alertar é que agora, com prestação fixa, é muito mais difícil negociar a transferência de crédito para outros bancos. Para o melhor e para o pior, agora vai ter de assumir essa prestação durante 24 meses. Até pode ter sido uma boa opção, nunca sabemos antecipadamente.

A vantagem de termos as nossas finanças pessoais organizadas e um fundo de emergência é que nos permite ter mais opções quando somos obrigados a tomar decisões difíceis. No meu caso, optei por manter o meu crédito à habitação variável a 3 meses, também porque tenho um spread muito baixo e (porque tinha dinheiro disponível) amortizar o máximo que pude o meu crédito à habitação em 2023 e vou prosseguir essa estratégia em 2004.

Assim que as taxas Euribor baixarem, voltarei a investir o dinheiro que tiver disponível para o fazer crescer, com o objetivo de voltar a amortizar quando as taxas Euribor voltarem a subir. Temos de dançar conforme a música.

A boa notícia é que aparentemente atingimos o pico da Euribor (nos 4%) e é provável que nos próximos meses a sua prestação pare de subir e até comece a descer (3, 6 e 12 meses). 

Antes de fixar a sua prestação, tente primeiro renegociar e transferir o seu crédito para outro banco. Só depois disso é que pense nessa hipótese. O “truque” é fixar a sua prestação quando a Euribor está baixa e não quando está alta, como foi o caso. É aqui que entra a literacia financeira como carta de trunfo. Agora que aprendeu a lição, use-a na próxima crise. Estamos sempre a aprender.


5 passos simples para GANHAR DINHEIRO

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário, e não com o salário dos outros ou com o que gostava de ter. Pode comprar aqui o livro que vai mudar a sua vida financeira (Já na 4ª Edição):

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

ÚLTIMO AVISO | Já só tem 1 dia para validar as suas faturas para o IRS!

Já validou as faturas pendentes de TODO o seu agregado familiar? Já só tem até amanhã (meia-noite de segunda-feira, dia 26 de fevereiro de 2024), para validar as suas faturas pendentes do portal e-fatura. É muito importante que o faça. Quando fui ver o e-fatura dos...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #26 – Fevereiro 2024)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço de Fevereiro de 2024 Cá estou eu para fazer mais um balanço do meu "investimento" em criptomoedas. Tenho algum dinheiro em Ethereum, que comprei através da plataforma Binance. Quero antes de mais relembrar que está em ampla...

Prémio Salarial | Formulário para fazer pedido já está disponível

Jovens têm até 31 de Maio para fazer o pedido de devolução de propinas, mas tempo de espera é elevado Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes No final do ano passado, o Governo anunciou uma medida que previa a devolução de propinas aos jovens que tivessem entrado...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses, mas sobem a seis e 12 meses

Euribor desce a três meses, mas sobe nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (26 de fevereiro a 03 de março)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três e seis meses, mas sobem a 12

Euribor Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um...

Cheque + Digital | A Lista das entidades que têm cursos de formação digital “grátis” (até 750 €)

A lista das entidades certificadas elegíveis para o apoio dos 750 € Antes que comecem a chover as críticas, relembro que coloquei "grátis" entre aspas porque vai ter de pagar primeiro o curso, ou cursos, do seu próprio bolso, mas depois esse dinheiro é devolvido pelo...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Janeiro de 2024 (Mês #86)

Balanço de Janeiro de 2024 Janeiro foi um mês anormalmente baixo. No que diz respeito à produção de eletricidade, os primeiros meses do ano já são de recuperação e de aumento progressivo até atingir novamente o pico no Verão. Enfim, houve apenas uma maior sucessão de...

PODCAST | #216 – Vamos a contas | Quase não fiz descontos para a Segurança Social, qual vai ser a minha reforma?

Esta ouvinte do podcast (que quer ficar anónima) tem apenas 29 anos de descontos para a Segurança Social. Trabalha muito e recebe o seu salário, mas os "patrões" recusam-se a fazer descontos para a Segurança Social. Ela tem 64 anos e está muito preocupada com a...

Arrendamento | Rendas acessíveis alargadas a quem tem rendimentos mais altos

Limite de rendimentos máximos anuais para aceder a apoios ao arrendamento foi alargado para abranger mais cidadãos O valor máximo de rendimento anual para aceder ao Programa de Apoio ao Arrendamento foi aumentado, de acordo com uma portaria publicada em Diário da...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

6 Comentários

  1. Pereira Augusto

    Olá da Suíça eu tanho um credito abitação de 105.000 € no banco CÁ agrícola e tou a pagar 660€ por mês e 112€ seguro por mês a 300 meses total será que tá bem?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Qual é o spread que tem? E o seguro de vida é para quantas pessoas e qual é o prazo.

      Responder
    • Joana

      Olá Pedro, quando no artigo escreve que “(…), e de acordo com as perspetivas do mercado monetário, esse crédito à habitação pode ter uma queda da taxa de juro indexada para quase 2,5%”, estes 2,5% ainda terá de ser somada o spread contratado?

      Responder
  2. Karolina Bodrug

    Boa noite, eu pedi uma fixação de credito para 2 anos o meu banco mais fech uma regonizaçao com banco onde me disseram que não vai me prejudicar o meu contacto, baxarao o spred e logo baixo a prestação, sera que fez bem????

    Responder
  3. Olivia Pereira

    Boa noite,
    Gostaria de saber se já fez alguma reportagem sobre as vantagens e as desvantagens da compra de um terreno e de uma casa modular ou pré-fabricada em vez de comprar casa ou apartamento. Tem algum conhecimento de empresas sérias que entregam as casas modulares “chave na mão” e que tratam das licenças na câmara?
    Segundo as minhas pesquisas é muito vantajoso, mas gostaria de conhecer a sua opinião. Agradeço a sua disponibilidade.
    Cordiais cumprimentos
    Olívia

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.