PODCAST | #172 – A eletricidade vai aumentar a 1 de Julho – Está preparado?

Escrito por Pedro Andersson

19.06.23

}
3 min de leitura

Publicidade

A eletricidade vai aumentar a 1 de Julho – O que pode fazer?

Se tem um tarifário indexado de eletricidade, aproveitou 6 meses absolutamente fantásticos de poupança. Houve pessoas que pouparam nestes meses 600 euros ou mais sem ter feito rigorosamente nada a não ser mudar de empresa de eletricidade. E agora, é altura de sair? NÃO!!!!! Calma.

A eletricidade vai subir para TODOS. Portanto, como já vos avisei muitas vezes, era expectável que a ERSE reduzisse o desconto das TAR negativas (que também era para todos). Estava a -9,5 cêntimos por kWh e a ERSE acaba de anunciar que a partir de 1 de Julho passa a ser de “apenas” -1,21 cêntimos/kWh. Ou seja, a eletricidade vai ficar mais cara 8,37 cêntimos para TODOS, incluindo quem está nos tarifários indexados.

Isso significa que – com os valores atuais – quem está no indexado vai deixar de pagar 1,5 cêntimos e passar a pagar cerca de 10 cêntimos o kWh. Mas quem tem tarifários fixos também vai ver aumentar os tais 8 cêntimos na sua fatura, a menos que assumam eles o “prejuízo”. Pode acontecer. Temos de aguardar.

É importante que saiba que no mercado regulado de eletricidade (SU Eletricidade) vai ficar tudo como está. O preço do mercado regulado vai continuar igual, a 0,1567 €/kWh. No mercado liberalizado é que as coisas vão mexer bastante.

Neste episódio, explico-lhe tudo o que muda e a minha previsão do que vbai acontecer nas próximas semanas, para que faça as escolhas mais inteligentes para continuar a poupar. Menos, mas a continuar a poupar…

Aproveite a minha boleia para melhorar a sua vida financeira e partilhe este podcast com os seus amigos.

O que é um podcast?

Aproveite a minha boleia financeira (gravo em áudio uma “conversa” no carro enquanto faço as minhas viagens e faço de conta que você vai ali ao meu lado) e veja como pode aumentar-se a si próprio. São uma espécie de programas de rádio para escutar enquanto faz outras coisas. Subscreva o podcast na plataforma em que estiver a ouvir para ser avisado sempre que houver um episódio novo. Não estranhe ouvir o motor do carro, buzinadelas e o pisca-pisca. Faz parte da viagem.

Aprenda a gerir melhor o seu dinheiro

Tem a seguir os links para o Spotify, Soundcloud e iTunes. Para quem não percebe nada disto, deve ir à loja de aplicações do seu telemóvel e instalar gratuitamente a app “Spotify” ou “iTunes” ou outra que dê para ouvir Podcasts. No caso do SoundCloud basta clicar e começa logo a ouvir.

 

Boa viagem e boas poupanças!

Subscreva o Podcast e partilhe-o com os seus amigos ou familiares que se queixam de ter pouco dinheiro e muitas despesas.


Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PodTEXT Vamos a Contas | Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Isenção de IMT e Imposto de Selo para jovens oficialmente aprovada

Medida para ajudar jovens a comprar casa vai avançar Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (17 a 23 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | Como perder o medo de investir e começar a ganhar dinheiro?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Apanhei um Uber… e o motorista “ganhou” 4.797 euros

Uma viagem que deu lucro... Apresento-vos o José Silva. É condutor de Uber. O meu carro (um GOLF IV que tem 22 anos e está aí para as curvas) foi pintado todo de uma ponta à outra e ficou pronto hoje. Chamei um Uber para o ir buscar à oficina. Assim que entro no Uber,...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #248 – Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? (A pergunta do João Paulo)

Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? O João Paulo este ano quase que pagou IRS em vez de receber reembolso. Ele está preocupado com o ano que vem, porque tem feito muitas horas extraordinárias. Uma das possíveis estratégias dele é amortizar o crédito à...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (10 a 16 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Publicidade

Artigos relacionados

17 Comentários

  1. Ana Santos

    São sempre muito esclarecedores, porque expressos em linguagem entendivel os seus esclarecimentos.
    Pode continuar. Oiço sempre com muita atenção.

    Responder
  2. Luis

    O meu tarifário da Repsol com 0.093€ kW/h + MIBEL, garantiram me que não vai sofrer alterações 🔥

    Responder
    • Ricardo Castelo Branco

      Não muda porque tem garantido o preço por 12 meses, só no fim desse período pode mudar de acordo com as condições do mercado na altura.

      Eu sou cliente Repsol indexado e ando a ver se compensa mudar de volta ao contratualizado.

      Responder
      • JRJordao

        Antes fosse assim tão simples.
        Bastava aderir este mês a um qualquer tarifário fixo com 0,08x€/kWh (há vários) e ficava-se descansado durante 12 meses.
        Infelizmente não é assim. Alterações de TAR, comissões e impostos podem ser aplicadas a qualquer momento sem aviso prévio.

        Responder
  3. Conceição

    Olá Pedro
    Este ano entregar o meu IRS o meu atestado multiusos vitalício de 90 por cento de 1999 foi recusado o qual me foi dito que terei de fazer nova requisição junta médica para ser avaliado novamente sabe PF em que se baseia está lei é que ninguém sabe nada. , Obrigada Conceição pinheiro

    Responder
    • Manuela Cruz

      Há uns anos os atestados mudaram para um registo novo de impresso, torna-se necessário actualizar para o novo modelo, trata disso no centro de saude que encaminhará para o sitio certo e dirá o que tem que ser entregue para nova avaliação. Só esses agora podem ser considerados vitalicios. O que acontece é que as pessoas pensam que tal não é necessário, mas é. Quando tiver o novo atestado a que é dado o nome “atestado Multiusos”, tem que fazer o seu registo no sistema da AT.

      Responder
  4. Oscar Tomé

    Boa tarde.

    Espero que alguém me ajude.
    Mudei este mês para a Luz boa (infelizmente só agora).
    Passado uns dias A gold Energy ligou a oferecer mundos e fundos.
    E fiquei com duvidas.
    Oferta: 9 cents o kwh e 0.12 no gás com 15% para sempre em tudo. ou seja ficaria a eletricidade a 0.0765 e o gas a 0.102
    onde eu tenho a duvida é que no ART+ potencia contratada ficaria a pagar 0.49 dia e no gás (com 15%) o que daria 0.4165

    compensa ficar ainda na luz boa. faço a Gold energy me contactar mais pra frente? ou assino já novo contrato?
    Obrigado

    Responder
    • Óscar

      Aparentemente, o tarifário só da eletricidade é abaixo do que se pratica. No gás a melhor tarifa continua a ser a regulada, cerca de metade do que é aí cobrado. Tem de fazer contas para ver o que compensa em termos de alternativa no mercado.
      Existem neste momento alguns comercializadores de eletricidade a garantirem preços na ordem de 8 cêntimos por kWh mesmo em julho. Oferta que não deverá permanecer para além do fim do mês.
      É uma questão de decidir o que será melhor no seu caso específico.

      Responder
  5. Tiago Silva

    Boa tarde,

    Após leitura do artigo e dos comentários dos leitores permaneço com uma dúvida.

    Estou no mercado indexado (Luzboa) e acabei de receber um telefonema da GALP a informar que, de acordo com a sua campanha, o preço kwh a partir de julho será de 0.098€.
    Questionei como é que a tarifa de acesso às redes irá impactar nos preços e responderam-me que não irá impactar porque as empresas que não são nacionais: Endesa, Goldenergy, Iberdrola, etc são as únicas que pagam essa tarifa. E que a GALP não paga o acesso às redes por ser nacional. Isto faz sentido?

    Contas feitas, com a Luzboa no mercado indexado irei pagar cerca de 0.08 – 0.09 €/kwh; enquanto a GALP oferece 0.098€/kwh. Sendo que na Luzboa assumirei o risco de o preço da eletricidade subir no mercado indexado, bastando uma ligeira subida para não compensar. Correto?

    Muito obrigado pelo esclarecimento,

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Como nao pagam?! Essa é nova. Podem decidir nao cobrar, mas alguém tem de pagar…

      Responder
      • Tiago Silva

        Exato, fiquei em dúvida pois tenho seguido com atenção as suas publicações.
        Não vale tudo para angariar clientes, prefiro pagar mais 0,01 por kWh do que não ter confiança no fornecedor.
        Mas confesso que fiquei também surpreendido pela Galp estar com preços tão competitivos.

        Responder
      • Armando Gonçalves

        Pois eu acredito, que existem dois tarifários no mercado generalizado que serão mais baratos que todos os outros (indexados ou regulado).

        Responder
  6. Samuel Costa

    Boa tarde.

    Tendo em conta os aumentos de 1 de Julho, qual diriam que será a nova média do OMIE (Mercado Ibérico de Eletricidade) em que devemos começar a ficar preocupados?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Vou esperar pelos precos fixos da concorrência. Antes disso é prematuro. O que é certo é que o indexado vai subir 5x. Só preciso saber qunto vão subir os outros para perceber qual é o “novo normal”.

      Responder
    • J Cunha

      Como refere o PA, para o mercado liberalizado com preço fixo temos que aguardar pelo que vão fazer as diversas comercializadoras, contudo, é possível desde já perceber que o indexado deixa de compensar relativamente ao regulado se o valor médio OMIE superar os 133.6 €/MWh (considerando a fórmula da Luzboa). Isto porque se sabe que o regulado se mantém nos 0.1567 €/kWh (+iva).

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.