Eletricidade | Mercado regulado vai aumentar 1,1% em janeiro de 2023

Escrito por Pedro Andersson

17.10.22

}
2 min de leitura

Publicidade

ERSE propõe aumentos de 1,1% na eletricidade a partir de janeiro

A ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos apresentou hoje uma proposta de aumento no preço da eletricidade para o mercado regulado de 1,1% (2,8% se considerar a média de 2022)  a partir de 1 de janeiro de 2023.

Este valor é importante para começar a fazer contas para saber se vale a penas continuar numa das empresas do mercado livre (que não apliquem o Mecanismo de ajuste MIBEL) ou se muda ou permanece no mercado regulado (a empresa SU Eletricidade).

PODCAST | #134 – Cuidado para a sua fatura de eletricidade não duplicar! (O que é o mecanismo de ajuste)

E o valor do kWh vai ser…

Fazendo as contas ao aumento previsto – se vier a ser confirmado – é de 0,162 € o kWh, ou seja, continua a ser muito razoável e muito abaixo da maioria das propostas comerciais das cerca de 20 empresas que existem no mercado liberalizado.

Com este valor, agora já pode fazer as contas aos descontos e promoções que tem na sua atual empresa para ver se lhe compensa ficar ou mudar para a SU Eletricidade.

No mercado regulado estão neste momento 925 mil clientes e, digo eu, brevemente ultrapassarão os 1 milhão porque é a melhor opção para dezenas de milhares de clientes que vão ver as suas faturas disparar por causa do Mecanismo de ajuste MIBEL.

No mesmo comunicado, o regulador indicou que o impacto de 1,1% face a dezembro deste ano implica que um casal sem filhos (potência 3,45 kVA, consumo 1.900 kWh/ano) irá pagar em média a partir de janeiro mais 0,40 euros (38,63 euros) e um casal com dois filhos mais 1,04 euros (96,01 euros) por mês.

Por sua vez, “os consumidores com tarifa social beneficiarão de um desconto de 33,8% sobre as tarifas de Venda a Clientes Finais, de acordo com o estabelecido por despacho do membro do Governo responsável pela área da energia”.

A ERSE tem de apresentar, até 15 de outubro de cada ano, uma proposta de tarifas e preços para a energia elétrica a vigorar no ano seguinte. Agora seguem-se várias consultas, para o Conselho de Administração da ERSE aprovar depois as tarifas e preços para a energia elétrica que vigorarão a partir de 1 de janeiro de 2023. Mas não andará muito longe deste valor: 0,162 € o kWh. Agora compare com o que tem – ou terá – e mexa-se.

PODCAST | #127 – Eletricidade e gás – Qual é a diferença entre Mercado Liberalizado ou Regulado?


Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Painel solar fotovoltaico – Balanço Outubro de 2022 (Mês #71)

Balanço de Outubro de 2022 Estou a tentar recuperar os meus balanços perdidos. Segue agora o balanço de produção dos meus painéis solares em Outubro e dentro de 15 dias faço o de Novembro. E depois - espero - volto a entrar no ritmo mensal normal. Para os que chegaram...

PODCAST | #142 – Conheça a lei que obriga os bancos a renegociar o crédito à habitação

Conheça os seus direitos se precisar renegociar o seu crédito à habitação A lei que tantos esperavam já está em vigor. Foi publicada em Diário da República e agora os bancos têm até meados de Janeiro de 2023 para fazer a lista dos clientes que preenchem os requisitos...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (5 a 11 de dezembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

EURIBOR | Prestação da casa sobe entre 108 e 251 euros em Dezembro

Prestação da casa pode subir 250 euros em dezembro A prestação da casa paga pelos clientes bancários no crédito à habitação vai subir acentuadamente este mês nos contratos indexados à Euribor a 3, 6 e 12 meses, face às últimas revisões, segundo a simulação da...

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #8 a #11 – Agosto a Novembro 2022)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço #8 a #11 (Agosto a Novembro de 2022) Fui ver há quanto tempo não fazia este balanço de quanto estou a ganhar ou a perder com o meu "investimento" em criptomoedas e apercebi-me que já não fazia este balanço mensal desde...

REFORMAS | Quem se reformar antecipadamente em 2023 vai ter uma corte de “apenas” 13,8%

Corte nas pensões pelo fator de sustentabilidade recua para 13,8% em 2023 O corte das pensões por via do fator de sustentabilidade, aplicado a algumas reformas antecipadas, vai ser de 13,8% em 2023, recuando face aos 14,06% deste ano, segundo cálculos com base em...

EURIBOR | Lei da renegociação do crédito à habitação já está em vigor – Como funciona?

Conheça as regras para a renegociação dos créditos à habitação A lei acaba de ser publicada (na sexta-feira) e entrou em vigor no sábado passado (dia 26 de Novembro). É a famosa lei que vai “obrigar” os bancos a renegociar os créditos à habitação sempre que a taxa de...

EURIBOR | Taxas sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos (2009)

Taxas Euribor sobem a 3, 6 e 12 meses para máximos de 14 anos As taxas Euribor subiram hoje para novos máximos desde o início de 2009 a três, seis e 12 meses. A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação avançou hoje para 2,436%,...

PODCAST | #141 – Se baixar o spread, o banco pode subir a minha prestação da casa? (A pergunta do Bruno)

O BANCO PODE AUMENTAR A MINHA PRESTAÇÃO SE EU PEDIR PARA BAIXAR O SPREAD? Esta foi a pergunta do Bruno, à qual respondo neste episódio do podcast. A esta pergunta juntam-se muitas outras, porque os bancos estão a receber uma verdadeira enxurrada de pedidos de...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (28 de novembro a 4 de Dezembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

14 Comentários

  1. Cláudia Reis

    Bom dia,
    Tentei fazer contrato com a SuEletricidade, porque pensava que o mercado regulado estava aberto a toda a população. Mas neste momento eles apenas estão a fazer novos contratos para quem tenha tarifa social ou um rendimento anual inferior a 5mil€. No meu caso terei de optar por uma empresa do mercado liberalizado? Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Sim. E depois muda logo a seguir para o regulado.

      Responder
    • Sérgio

      Para mim ainda me compensa estar na Endesa. Como sugeriu o Sr. Pedro Anderson no seu podcast, ontem liguei para eles e perguntei sobre o mecanismo de ajuste e garantiram-me que até dezembro não iam aplicar. Por isso, pelo menos para já, vou continuar com eles. Se quiserem poupar ao aderir, aqui fica o meu código amigo: 310137829

      Responder
  2. Rodrigues

    Boa tarde
    todas as empresas do mercado liberalizado vão cobrar a taxa Mibel? O cliente tem que ser informado previamente?
    Obrigado
    Cumprimentos

    Responder
    • Ajdriver

      Parece que não… A Galp já veio a público informar que não são obrigados a comunicar com os tais 30 dias de lei, porque o ajuste é revisto mensalmente, e que o próprio diploma não prevê essa obrigatoriadade. Tudo “legal” 🙁

      Responder
  3. vitor barbosa

    Quando tentei iniciar o processo de mudança de fornecedor de eletricidade da GOLDENERGY para a SU-ELECTRICIDADE, aparece a certa altura do processo de mudança, a seguinte mensagem: “Sempre que um comercializador não disponha de tarifa equiparadas à regulada, o cliente pode contratar na SU ELECTRICIDADE.” Se bem entendo o que isto quer dizer é que se quiser mudar para a tarifa regulada, e o comercializador onde estamos, tiver a tarifa regulada (que é o caso da GOLDNERY…), o cliente NÃO PODE SAIR DO COMERCIALIZADOR ACTUAL DE ELECTRICIDADE, para o comercializador de último recurso. Pode parecer um pormenor, mas a questão ganha relevância atendendo à possibilidade do comercializador aplicar o tal MIBEL! Convém esclarecer que embora não tenhamos mudado para a SU, o facto termos mudado a tarifa regulada proteje-nos do tal “efeito MIBEL”…

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Estou à espera da resposta da Erse a essa pergunta.

      Responder
  4. Paulo António de Oliveira Pires

    Boa tarde, eu estou na goldenergy com uma tarifa equiparada à do mercado regulado. Espero que não apliquem o tal de MIBEL…

    Responder
    • Ajdriver

      De acordo com informação prestada hoje (telefónicamente), é certo que não vão aplicar o “MIBEL”… no próximo ano ainda não sabem, mas que irão tentar não aplicar o tal ajuste.

      Responder
      • José Botelho

        Bom noite foi precisamente o que tentei fazer e agora também estou refém.

        Responder
  5. Joaquim Matias

    Bom dia Sr.Pedro Andersson,
    Desde já obrigado pelo seu magnifico trabalho, e a minha questão é a seguinte; o meu fornecedor atual de eletricidade é a Gold Energy
    porque de facto segundo o simulador da Erse é aquela com melhores condições , mas agora com esta história da MIBEL, contactei-os e
    e dizem que até final do ano não aplicam, mas pelo que sei esta taxa…MIBEL, tem a ver com a eletricidade produzida através do GÁS,mas eles dizem e já confirmei, pois é a grande arma para terem mais clientes, dizem e vem no detalhe do fornecimento que é 100% RENOVÁVEL, então como é ..não entra na produção o GÁS, esta questão da MIBEL na GoldEnrgy nem se havia de põr, certo,agradeço o seu comentário…

    melhores cumprimentos
    Joaquim Matias

    Responder
  6. maria do rosario machado

    Muito bom : Estou na edp comercial em 2 habitaçoes….pergunto k faço para poder mudar para SUenergia regulada? Agradeço a resposta ! o gas k gasto em casa é de garrafa da Galp. a minha potencia eletrica e de 3,45. Grata Maria do Rosario

    Responder
  7. Teresa Maia

    Bom dia Sr Pedro sou da EDP Comercial com tarifa social como faço mudo para Su electricidade ou não não sei o que fazer obrigado

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.