Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

ELETRICIDADE | A lista das 10 empresas mais baratas este mês (Janeiro de 2022)

Escrito por Pedro Andersson

02.01.22

}
8 min de leitura

A Lista das 10 empresas mais baratas

Como esperava, janeiro trouxe grandes mudanças. O preço do mercado regulado é agora (antes não era) um dos melhores preços do mercado em Portugal.

Nos últimos 6 meses de 2021, a SU Eletricidade (mercado regulado) andava no 6º e 5º lugares no meu TOP 10, e agora em janeiro passou para o segundo lugar do ranking. Neste momento, há apenas 4 empresas que conseguem andar taco a taco com o mercado regulado e eventualmente um poucochinho abaixo. E são as 4 “grandes”. Todas as outras pequenas empresas estão agora a longa distância dos preços do mercado regulado.

Atenção a um detalhe muito importante: esta lista é dos preços mais baixos para NOVOS clientes e não para os clientes atuais (você pode ter feito um contrato com preços fantásticos e mantenha-os, por favor). E são preços sem qualquer desconto em talões, códigos amigo, hipermercados e gasolineiras. Essas contas podem fazer toda a diferença. Mas use estes valores que lhe vou mostrar a seguir para confirmar que está de facto a pagar o melhor preço possível na sua fatura de eletricidade, seja qual for a sua empresa. Se encontrar mais barato, mude!

– “Não percebo nada disto…”

Uma das perguntas que mais vezes me fazem é: “Qual é a empresa de eletricidade mais barata?”. Respondo sempre que a resposta não é fácil porque depende muitos dos seus gastos, potência contratada, tarifa simples ou bi-horária e descontos adicionais que possa ter.

Mas como compreendo que precise de pelo menos um ponto de referência, passei a fazer todos os meses um TOP 10 das empresas mais baratas em Portugal, usando os meus critérios e pelos quais só eu me responsabilizo.

Quero que compreenda que pode poupar bastante todos os anos, se estiver sempre atento e for cliente da empresa que lhe fornecer a eletricidade mais barata a cada momento. Não lhe estou a dizer para mudar de fornecedor todos os meses, mas sempre que descobrir uma empresa onde a poupança pode ser substancial, porque é que há-de pagar mais caro se pode ter o mesmo mais barato? 

Os preços da eletricidade na produção (OMIE) baixaram bastante nas últimas duas semanas, mas continuam altíssimos em relação ao que acontecia há um ano, como podem ver no gráfico abaixo. Se não houvesse em Portugal mercado regulado provavelmente estaríamos a pagar o que está na linha vermelha. E atenção que todos os valores que vou referir são sem IVA.

Pelo menos cinco empresas mais pequenas já tiveram de suspender (ou passaram a ter apenas tarifa indexada) o fornecimento de energia aos clientes porque não aguentaram os preços. Os clientes delas foram transferidos ou sugeriram a transição para a SU Eletricidade (mercado regulado).

Sempre sugeri que usassem os vários simuladores que estão na internet ou então que comparassem diretamente o preço do kWh das ofertas no mercado com o preço que têm na vossa própria fatura. Pelo menos é o que eu faço sempre que quero poupar na eletricidade.

Estes artigos mensais não são um conselho para mudar para nenhuma empresa. É só para saber quais são as 10 mais baratas (com os meus critérios) a cada momento. A informação que lhe estou a dar é COMPLETAMENTE ISENTA E NÃO TEM NENHUMA INTENÇÃO ESCONDIDA.

O Top 10 das empresas de eletricidade mais baratas 

Decidi ajudar os que têm mais dificuldade em interpretar estes dados fazendo uma lista (ranking) mensal dos 10 melhores preços que as várias empresas estão a praticar em cada mês. Esta minha lista baseia-se nos preços que estão no simulador da ERSE, escolhendo a opção “Menor preço”.

Sempre que uma empresa muda um preço é obrigada por lei a avisar a ERSE (porque é o regulador), para ela atualizar o simulador. Portanto, dados mais rigorosos e atualizados não há (a menos que as empresas tenham falhado o compromisso ou a ERSE não tenha atualizado a base de dados no tempo devido). Estes preços que vai ver são para novos contratos e não os que provavelmente tem na sua fatura.

Na lista, por exemplo, pode verificar que a empresa X (que é a sua) tem o primeiro, segundo ou terceiro preço mais barato e pensar que está bem, mas estar a pagar muito mais atualmente (porque você nunca mais se mexeu e negociou) do que o preço que a sua própria empresa está a fazer para novos clientes, ou o contrário.

Assim, a minha lista dos mais baratos será sempre baseada na base de dados pública da ERSE.

Os critérios do meu Top 10

Para fazer as contas, usei a minha potência contratada (4.6 kVA) e tarifa simples. Se quiser saber quais são os preços da tarifa bi-horária ou de outras potências contratadas vai ter de pesquisar por si, seguindo os mesmos passos que eu vou explicar.

Para os gráficos só uso o preço do kWh (não levo em conta o preço da potência contratada) porque considero que embora no fim modifiquem um pouco o preço final da fatura, na maior parte dos casos não representa uma poupança relevante (1 ou 2 euros por mês). A grande poupança está no kWh.

É o meu critério, não tem de concordar com ele. Decidi assim porque se tivesse de acrescentar a potência contratada ia complicar tanto as contas que as minhas análises se tornariam incompreensíveis. E eu quero que percebam o que é mais importante.

Por outro lado, no ranking Top 10, a potência contratada está incluída nas contas da ERSE. Simulo 300 kWh/mês e o simulador da ERSE dá-me estes resultados que vai ver. Farei isto no início de cada mês e o resultado que der é o que partilharei aqui.

Naturalmente, a sua situação será certamente diferente da minha, e um dia depois de publicar estes valores, qualquer empresa pode mudar os seus tarifários ou fazer promoções novas, ou terminar as que tinham. Portanto, deverá sempre confirmar os preços e condições com cada empresa antes de mudar seja para qual for.

O TOP 10 não leva em conta descontos promocionais ou preços condicionados (ser sócio de um clube, aderir a um seguro, etc.). É o preço mais baixo possível de todos os tarifários de cada empresa e ponto final.

As empresas mais baratas em Janeiro

De acordo com os preços apresentados pelas empresas e registadas na base de dados da ERSE – as que têm os preços mais baixos (kWh + potência contratada) – são estas no dia em que fiz a análise (2 de janeiro).

Na prática verá que muitas delas têm o mesmo preço (com uma diferença de centésimas). Isto quer dizer que  por vezes entre os primeiros 3 mais baratos as diferenças são praticamente ridículas. Arredondei os valores à terceira casa decimal. Nesses casos deve ponderar escolher aquela em que confia mais ou acredita que tem o melhor serviço.

No quadro abaixo vai notar que embora 4 empresas ainda tenham o kWh abaixo do mercado regulado, todas elas se “vingaram” no preço da potência contratada. Por exemplo, a Iberdrola tem o preço do kWh mais baixo do mercado, mas a segunda potência contratada mais cara do TOP 10. A “Nossa Energia” cobra 0,65 €/dia !!!!! São 19,50 € por mês só para ter eletricidade (+ IVA). Fora o consumo. Atenção a estas “novidades”.

No gráfico só coloquei algumas empresas, e mesmo assim já se torna um pouco difícil interpretá-lo.  Escolhi as que acho que poderão ser um pouco mais conhecidas do grande público, mas se tiverem alguma crítica ou sugestão, posso avaliar e alterar.

As vossas críticas e sugestões são importantes porque a ideia é que seja útil para quem está desse lado. . Eu acho “piada” a perceber como uns reagem aos preços dos outros. A eixo da esquerda são os cêntimos do preço do kWh.

A RETER: A GALP desistiu de fazer concorrência e decidiu aumentar muito acima do mercado regulado. A Iberdrola, depois de ter aumentado muito nos meses anteriores, arrependeu-se e agora voltou a fazer um bom preço, mas aumentando (muito) a potência contratada.

A EDP Comercial, a Endesa e a Gold Energy (e a Iberdrola) estão agora praticamente com os mesmos preços. Só mudam umas milésimas. São atualmente as únicas 4 opções válidas (financeiramente) no mercado liberalizado da eletricidade em Portugal.

Aqui abaixo ampliei um pouco o gráfico. Todas as outras empresas não mencionadas estão acima destes valores. Tem de estar sempre atento. Veja como eles vão alterando os preços ao longo dos meses sem nós nos apercebermos.

Espero que esta informação seja útil – todos os meses – para que perceba se está a poupar ou a perder dinheiro com a sua fatura da eletricidade. E para perceber quantas vezes mudam os preços ao longo do ano e se é para cima ou para baixo. Depois se muda ou não muda é consigo. Continue atento à sua fatura. Compare sempre o preço do kWh e da potência contratada que tem na sua fatura, com os que mostro aqui neste artigo mensal.


Saldos-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Prazo para pós-pagamento das portagens das ex-SCUT passa para 15 dias

Prazo para pós-pagamento de portagens eletrónicas alargado de 5 para 15 dias O Governo alargou o prazo de pós-pagamento de portagens eletrónicas dos atuais 5 para 15 dias úteis, de forma a facilitar “a realização atempada dos pagamentos pelos utentes”, segundo uma...

Reformas que baixaram com os aumentos vão ser corrigidas com retroativos

As tabelas de retenção na fonte foram corrigidas As tabelas de retenção na fonte do IRS vão ser retificadas para salvaguardar que a atualização das pensões, que começou a ser processada em janeiro, não é absorvida pelo imposto, garantindo um aumento líquido do...

PODCAST | #90 – Como ajudar alguém a gerir melhor o dinheiro? (Pergunta da Paula)

- "Quero ajudar os meus amigos a gerir melhor o dinheiro, mas eles não querem saber..." O que pode fazer se algum amigo ou familiar seu está sempre a queixar-se de que não tem dinheiro, tenta ajudá-lo mas eles não só recusam a sua ajuda como ainda pensam que está a...

A resposta do Banco CTT à minha reclamação sobre a app id.gov.pt

A resposta do Banco CTT à minha reclamação Como expliquei neste artigo (é só clicar AQUI), encerrei a minha conta no banco CTT porque não é do meu interesse (financeiro) pagar comissões de manutenção de conta sem necessidade. Recordo que quem já paga a anuidade do...

PPR | Mês #15 – Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Janeiro 2022)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? Janeiro está a ser um mês péssimo para os meus PPR. Num deles, o que desvalorizou só nas primeiras 3 semanas deste ano, fê-lo regressar aos valores de abril do ano passado.  Apesar disso, ainda mantenho um lucro razoável....

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de janeiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

A minha aventura com o fecho da conta do Banco CTT

Banco CTT - Capítulo encerrado (com pena minha) Como expliquei neste artigo AQUI, o banco CTT decidiu deixar de ser um banco ZERO e vai começar a cobrar comissões de manutenção de conta a partir de março. Há exceções, mas apenas para quem pagar de outra maneira (por...

O que acontece à minha prestação se a Euribor subir 1%? (Simulação)

Muitas famílias vão ficar aflitas se a Euribor subir 1% Eu sei que provavelmente só pensa nisto lá muito ao longe, mas convém estar preparado para a subida da Euribor daqui a algum tempo. Não será para já, mas é importante saber o que o espera porque não é uma questão...

PODCAST | #89 – Como posso combater a inflação em 2022? (Pergunta II do André)

Como posso evitar que a inflação "coma" o meu orçamento mensal e as minhas poupanças? A inflação está a 5% na europa e atingiu os 1,3% em Portugal. É um avanço galopante e que está a gerar uma enorme preocupação. Há várias razões para o crescimento da inflação, mas o...

Banco CTT vai passar a cobrar comissão de manutenção de conta 

Banco CTT vai passar a cobrar comissão de manutenção de conta - O fim do banco ZERO E assim acabou mais uma boa ideia.  Foi bom enquanto durou. Quando o Banco CTT surgiu, foi uma lufada de ar fresco na banca nacional. Prometia ser um banco  ZERO (nenhuma comissão). Um...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

12 Comentários

  1. Inês Romão

    Boa tarde Sr. Pedro.
    Após leitura dos seus artigos e posteior análise do merdado da eletricidade pela ERSE, algo que nunca tinha feito, liguei para a minha empresa de eletricidade, e no meu caso consegui negociar tanto a potência contratada como o valor do kwh.
    O que estava a pagar era: Potência contratada – 0.2474 €/dia (3,45 kVa Tarifa simples) e passou para 0,200€/dia e kWh: 0.1389 €/dia que passou para 0,1380€/dia.
    Portanto, equivale a um desconto de 8% mas continuarem atenta às flutuações do mercado.
    Só lhe tenho a agradecer, tenho 22 anos e só agora despertei para estes problemas de “adultos” graças a si. Continue com o bom trabalho. E estarei sempre atenta para mais conteúdo 🙂 Bom ano.

    Responder
  2. Miguel

    Deixo aqui a seguinte informação, a qual poderá ser útil a alguém.
    Sou cliente GALP com o Plano Galp & Continente (DD+FE) com 10% de desconto no termo e no consumo.
    Com as alterações nas tarifas da eletricidade, deixou de compensar estar na GALP, mas sim regressar ao mercado regulado. Liguei à GALP a solicitar a declaração que atesta que não dispõem de oferta equiparada ao mercado regulado para proceder à mudança para a SU Eletricidade e propuseram aumentar o desconto para 14%, o qual aceitei.

    Responder
    • Filipe

      Boa dica! Também funcionou comigo.
      Obrigado Miguel!
      Obrigado Pedro!

      Responder
      • Rogério Moreira

        Também funcionou por aqui. De 7% de desconto para 14%.

        Responder
  3. Miguel Almeida

    Uma dúvida: contratei o preço do Kwh com a Galp a 0,1547€ há um ano, agora a Galp vai atualizar este preço para 0,18€ ou é só para novos contratos? Atualizam para todos os clientes, certo?

    Responder
  4. Rui Carvalho

    Obrigado Pedro mais uma vez pela partilha de informação útil para todos.

    Responder
  5. Tiago Leite

    Isto é tudo mentira! Eu cá tenho vouchers da Galp e desconto nas pipocas do cinema Lusomundo e pago muito menos no total.

    Responder
    • Sérgio

      Mudei para a Endesa há um mês, depois de muitos anos na EDP Comercial. Tinha feito novo contrato com a EDP em setembro, mas dois meses depois, em dezembro quiseram alterar os preços para valores muito mais altos (quase +3 cêntimos de kwh). Por isso, mudei para a Endesa. Aproveito para deixar o meu código amigo, se alguém quiser usar para ter um desconto de 1€ ao aderir à Endesa: 310137829

      Responder
  6. Francisco Garraio

    Boa tarde, Sr. Pedro

    A Luzboa, que há um ano atrás era a mais barata….desapareceu das listas.

    há mais de um ano mudei para a Luzboa, na verdade os preços praticados por esta empresa agora são muito altos.

    Contudo beneficio do facto de produzir alguma energia excedente ( tenho 5 painéis)….que eles compram.

    torna-se um pouco confuso todas estas alterações de preços…mas vou começar a ver….compensa.

    Obrigado

    Bom ano novo

    Responder
    • Tiago Pereira

      Eu aderi à Luzboa, tarifa spot e para mim, bastou 2 meses para aprender que não compensa de longe, estava a pagar o dobro dos valores que praticam 0,3175 eur no primeiro mês e 0,3687 no segundo mês, o pior de tudo é que eles no site não tem a tabela de valores praticados atualizado desde Fevereiro de 2021.
      Para mim foi o suficiente para mudar e conseguir com outra operadora a 0.1190 eur (pelo menos até abril, depois renegoceio com eles)

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. Certo. Foi uma péssima altura para experimentar um tarifário indexado. Esse tarifário foi o melhor de todos durante os 3 anos anteriores. E no futuro talvez volte a ser. Temos é de dançar conforme a música… 🙂

        Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.