VÍDEO | Os contadores de eletricidade inteligentes obrigam a aumentar a potência contratada?

Escrito por Pedro Andersson

22.07.21

}
5 min de leitura

Publicidade

Até 2024 todos os contadores de eletricidade vão ser inteligentes

Em Portugal, há 6,2 milhões de clientes em BTN (Baixa Tensão Normal), ou seja, são clientes domésticos como você e eu. Destes todos, 3,5 milhões já têm os novos contadores inteligentes instalados. Mas destes, só 2,6 milhões já estão a dar as contagens automaticamente à e-Redes para que esta a envie para a respectiva empresa de eletricidade. E ainda destes 2,6 milhões, só 60% já dão outro nível de informação mais detalhada que pode vir a ser útil para os consumidores. Este foi o ponto da situação que me foi dado pela e-Redes (antiga EDP Distribuição).

O ponto de partida para a reportagem desta semana do Contas-poupança foi a pergunta que muitos fazem: Os novos contadores inteligentes são bons ou maus para o consumidor? Esta pergunta faz sentido porque há consumidores que têm algumas queixas depois da alteração. Vamos ver se há razões para preocupação e como ainda pode poupar algumas dezenas de euros por ano.

Precisa aumentar a potência contratada?

Fomos entrevistar Paulo Barreto, que fez obras em casa e comprou eletrodomésticos novos. O quadro começou a ir abaixo e decidiu aumentar a potência contratada. Tinha ainda um daqueles contadores de eletricidade antigos com a roda de metal sempre a girar. Quando o técnico veio a casa aproveitou e mudou o contador para um dos chamados “inteligentes”. No princípio parecia ser uma boa ideia, o problema foi depois.

Teve de subir dois escalões, ou seja, ficou a pagar mais todos os meses. Quem tem uma potência contratada de 3.45 kVA paga cerca de 7 euros por mês. Se por causa da mudança de contador tivesse de aumentar para 5.75 como teve de fazer Paulo Barreto, passaria a pagar 10,60 € por mês. Ou seja, quase mais 4 euros por mês, mais 43 euros por ano. Paulo Barreto não foi o único a ter esta má experiência. Aliás, esta é uma das razões para muitos portugueses passarem a ter medo da mudança do contador. Não querem e até dificultam o processo quando podem.

Fomos à e-Redes (é o novo nome da antiga EDP Distribuição) tentar perceber se é verdade ou não que os novos contadores “obrigam” a aumentar a potência contratada. A primeira informação importante é que isso já foi verdade, mas agora a e-redes garante que o problema já está resolvido. Tentarei perceber pelas vossas reações à reportagem se isso corresponde à verdade.

Nos contadores antigos, o sistema que cortava a energia era mecânico. Simplificando muito, havia uma fita de metal que aquecia quando ligava aparelhos a mais e demorava ainda alguns segundos até disparar. Em muitas situações nunca chegava a acontecer. Ao mudar para contadores digitais absolutamente rigorosos, assim que o limite era ultrapassado, o sistema cortava logo a eletricidade.

Tente voltar à potência contratada que tinha antes da mudança de contador

Esta é uma boa notícia para quem teve de aumentar a potência contratada no passado por causa dos novos contadores. Esta alteração recente da tolerância dos novos equipamentos quer dizer que pode experimentar novamente baixar para a potência contratada que tinha com os contadores antigos.

Basta ligar para o seu comercializador e pedir. É grátis e em alguns casos até já pode ser feito à distância. No exemplo de Paulo Barreto, se voltasse aos 3,45 kVa, passaria a poupar 43 euros por ano.

Agora uma dica muito importante. Muitas pessoas queixam-se de que com os novos contadores inteligentes, quando o quadro vai abaixo, são obrigados a ir à rua ou fora de casa para rearmar o contador, carregando no botão verde durante alguns segundos. Isso afinal não é necessário. Basta desligar o quadro dentro de casa durante alguns segundos, voltar a ligar, e a eletricidade regressa. Experimente.

Mas afinal não dão a contagem automaticamente?

Vamos agora à desilusão que muitos sentem em relação aos contadores inteligentes. Uma das promessas dos novos contadores era que as contagens iam ser dadas automaticamente para a empresa fornecedora de energia e que assim acabavam as tristemente famosas estimativas que dão cabo do orçamento de muitas famílias.

Por exemplo, apesar de ter um contador dito inteligente, Paulo Barreto tem de filmar o contador todos os meses para tirar depois os dados para enviar as contagens.

A e-redes explica que apesar de já estarem instalados 3 milhões e meio de contadores inteligentes, há cerca de 1 milhão que ainda estão ligados a estações intermédias que não estão preparadas para receber esses dados. Ou seja, os contadores enviam os dados, mas ainda não está ninguém na central intermédia para os receber. Logo, a sua empresa de eletricidade não recebe as contagens que o contador está a fazer. Perdem-se pelo caminho. Até 2024 deve estar tudo a funcionar. Entretanto tem de continuar a enviar as contagens manualmente para evitar as estimativas.

A e-Redes garante que os novos contadores são de confiança, certificados e gratuitos. Os clientes não têm de pagar nada, a menos que sejam pedidos pelos próprios, por exemplo porque instalaram painéis solares e ainda não estão na lista de substituição gratuita.

Pelas vossas reações no Facebook à reportagem, já percebi que há diferentes situações (e algumas são graves). Há pessoas que estão a ter as contagens automáticas e que o quadro não vai abaixo. Há pessoas a quem as contagens não são feitas e que o quadro continua a ir abaixo mais vezes do que antes e pessoas que até precisam fazer obras muito dispendiosas para poder subir a potência contratada porque têm de alterar as instalações elétricas (antes dos contadores inteligentes não era necessário).

Aos casos mais graves, sugiro que apresentem queixa na Provedoria de Justiça, uma vez que se trata de um bem essencial e num Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo, solicitando que seja a e-Redes a suportar os custos das alterações necessárias. Não terão uma solução rápida, mas pelo menos é uma forma de pressão para que alguma coisa mude.

Tem aqui o link para a reportagem em vídeo na página da SIC Notícias: https://sicnoticias.pt/programas/contaspoupanca/2021-07-21-Deve-ter-cuidado-com-os-contadores-de-eletricidade-inteligentes–53ef78f7


leituras-verao-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a 3 e 6 meses e descem a 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (3 a 9 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PODCAST | #244 -Vale a pena investir em ouro? (A pergunta do Pedro)

Subscreva a nossa Newsletter, para não perder nenhuma dica *Ao subscrever, a informação partilhada será usada de acordo com os nossos Termos e Condições e a nossa Política de...

Jovens vão poder decidir a cada ano que regime de IRS preferem

Opção pelo IRS jovem é anual e poderá ser alterada ou renovada O novo modelo de IRS Jovem aprovado recentemente pelo governo é diferente daquele que ainda vigora atualmente, na medida em que prevê uma redução das taxas do imposto que incidem sobre os escalões de...

Rendas de pessoas deslocadas em trabalho vão poder ser deduzidas

Medida aplica-se a deslocados a mais de 100 quilómetros de casa As pessoas que tenham de ir trabalhar para mais de 100 quilómetros de distância da sua residência habitual e pretendam rentabilizar a sua habitação enquanto estão fora vão poder deduzir a esse rendimento...

Garantia pública extingue-se quando jovens pagarem primeiros 15% do empréstimo

Garantia pública de até 15% aplica-se a casas até 450 mil euros O governo aprovou recentemente uma garantia pública de até 15% para ajudar os jovens até aos 35 anos a conseguir financiamento para comprar casa. Na segunda-feira, ao terminar o Conselho de Ministros...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (27 de maio a 2 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Medicamentos grátis a partir de 1 de junho para quem tem CSI

Publicada em Diário da República comparticipação a 100% em medicamentos para idosos com Complemento Solidário O diploma que estabelece que os idosos que recebem complemento solidário passam a partir de 1 de junho a ter direito a medicamentos comparticipados sujeitos a...

Prazo para pedir devolução de propinas termina esta sexta-feira

Mais de 158 mil pessoas já pediram o prémio salarial O prazo para pedir o Prémio Salarial, que prevê a devolução aos jovens do dinheiro que investiram na sua educação superior, termina esta sexta-feira, dia 31 de maio. Os licenciados e mestres que tenham concluído os...

Publicidade

Artigos relacionados

14 Comentários

  1. Helder Loureiro

    Continuo com a dúvida se com estes novos contadores podemos ou não ligar um daqueles painéis solares, com ligação direta numa tomada elétrica, sem a preocupação, de o comunicar à E-redes, e de a energia injetada na rede ser contabilizada como consumo faturado ao cliente.

    Responder
  2. Elisabete Cecília Nunes mendes

    Olá Sr Pedro, gostaria de dizer lhe que tenho aprendido imenso consigo e tem me ajudado a poupar muito dinheiro espero que continue com outros temas porque ajuda muito.

    Responder
    • Gansa Patola

      Por favor, podem me indicar, qual a Empresa que posso pedir mudança para contador inteligente?? Obrigada

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. Comece por pedir informações à e-redes.

        Responder
      • José Fernandes

        Pede ao seu comercializador

        Responder
  3. Joana Sousa

    Eu tive um problema aquando da mudança de contador. Mudaram em março. Entretanto recebi uma conta de mais de 300€ (costumo pagar cerva de 40€). Analisei a fatura com atenção e vi que os números que lá estão indicados têm de estar mal. É impossível que estejam bem. Reclamei. Disseram que era preciso analisar as fotografias que foram tiradas aquando da mudança. Ao fim de várias semanas recebo a resposta deles dizendo que o contador estava avariado. Então se estava avariado, com que base apresentaram aqueles valores? Estou a aguardar resposta da nova reclamação.

    Responder
  4. Francisco Costa

    Boa Tarde Sr. Pedro .vou expor uma situação que é a seguinte ,Para evitar as Famosas estimativas á muito tempo que sou funcionário da empresa que me fornece a Energia .mas para meu espanto sempre que estou a dar as leituras Vazio ,Ponta e Cheio uma voz responde :a ultima leitura que recebemos ,foi : e não corresponde a nada ,nem as datas nem a leituras que dou ,oque me faz quer que o tal contador inteligente ,informa automaticamente a empresa , Então para que é preciso estar todos os meses a enviar as leituras .Grato .

    Responder
  5. Ana Fernandes

    Bom dia, li o seu post e estou neste momento (dezembro 2022) a passar por esse problema: neste verão mudaram-me o contador e agora a luz está sempre a ir abaixo. Já chamei aqui novamente a E-redes, mas disseram que não podem fazer mais nada, ou aumento a potência (e vou pagar mais) ou chamo um eletricista para ver o que se pode fazer (e nesse caso vou pagar sabe-se lá quanto pelo serviço). Vi no seu vídeo (que já tem mais de um ano) que este problema acontecia apenas no início, com os primeiros contadores inteligentes instalados, mas pelos vistos continua a acontecer. Não acho justo que devido à mudança de contador eu tenha de ter despesas extra… Não sei muito bem se haverá solução para isto por parte da E-Redes… Cumprimentos

    Responder
    • Luis

      Não são obrigados a mudar a potencia, passam a ser obrigados a utilizar apenas a potencia contratada.
      Se tem 3,45 kVa (kilo Volt.Amper = kilo watt = 3450 watt) basta ver os eletrodomésticos que tem a funcionar e utilizar à vez ou caso o conjunto exceda os 3450 watt fazer então o aumento de potencia se os tem que utilizar todos ao mesmo tempo.
      No inverno, com dois aquecedores no mínimo 500w, o secador de cabelo a funcionar 2000w, se liga a fritadeira elétrica (2000w) o disjuntor dispara, está a tentar obter 5000w quando só tem 3450w disponíveis.
      Não julgo ser injusto adequar a tarifa mensal à potencia que efetivamente obtém.
      Se até aqui obtinha mais potencia que a contratada, já poupou muito dinheiro.

      Responder
      • Zé

        Mudei para a goldenergy faz dois meses, o contador e o mesmo( inteligente a gamar guito) e tenho potência contratada de 3,45. Até agora (dois anos na edp com a mesma potência contratada e o mesmo contador) nunca foi abaixo devido ao limitador de potência, agora está sempre a ir abaixo. Como se explica isto ? Obrigado

        Responder
        • Pedro Andersson

          Olá. Os comercializadores nao têm nada a ver com o contador. Muito provavelmente comprou um aparelho que consome mais ou algo avariou. O comercializador é irrekevante. Aoenas recebem a contagem da e-redes…

          Responder
    • luis ramalho

      A situação é mais complexa muito mais complexa inclui falsas informações por parte do comercializador e da própria E-REDES.

      Se for o caso (ligação trifasica) a E-Redes passou de 15A por fase para 5A (1150w). De manhã o jarro de 2000w funciona e às 8 da noite não.
      O contador corta (até colocam uma seta para o botão verde para carregando durante 3s rearmar o “disjuntor invisível”)

      A E-Redes vai-me informar do que se passa (loooool)

      Responder
  6. Augusto Josefa

    Boa Tarde Pedro. Em Março a EDP mandou-me duas facturas para pagar. Uma referente a Fevereiro no valor de 120,79€(Pagamento até 10 Março período de facturação de 11 de Janeiro a 10 de Fevereiro) e outra no valor de 86,39€ com pagamento até 31 de Março. período de facturação de 11 Fevereiro a 10 de Março). O pagamento de energia deixou de ser mensal? Como a vida está, ter de pagar de energia em Março mais de 200€ parece que a EDP não andou bem. Afinal o que terá levado a tal decisão? Obrigado.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Eletricidade bateu hoje novos recordes - Prepare-se para aumentos no fim do ano - […] VÍDEO | Deve ter cuidado com os contadores inteligentes de eletricidade? […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.