Salário mínimo nacional sobe para 665 euros em 2021

Escrito por Pedro Andersson

23.12.20

}
4 min de leitura

Publicidade

Salário mínimo: Mais 30 euros por mês (brutos)

O Conselho de Ministros aprovou o aumento do salário mínimo nacional (SMN) em 30 euros a partir de janeiro de 2021, passando assim para 665 euros.

Atualmente, o salário mínimo nacional é de 635 euros e o Governo tem como objetivo atingir os 750 euros no final da legislatura

É um aumento de quanto?

Sublinho que este aumento de 30 euros brutos equivale a um aumento de cerca de 5% no salário. Se é muito ou pouco depende da perspectiva de cada um. Já sei, pela experiência do ano passado quando se registou um aumento semelhante, que há sempre alguns comentários jocosos do tipo “Agora é que vou de férias para as Maldivas…” ou então “Isso é só 1 euro por dia…”.

Cada um interpretará este aumento como entender. Na minha perpectiva – que já conhecem – é que 1 euro a mais de rendimento é SEMPRE melhor do que um euro a menos ou do que ficar na mesma.

Não se esqueça que uma parte dos seus aumentos é você que dá a si próprio sempre que consegue renegociar um contrato e fica pagar menos 1, ou 2 ou 3 euros por mês (ou 10, 20 ou 30). Em futuros artigos vou recordar-lh o que deve fazer com este dinheiro que vai receber a mais, se ganha o salário mínimo.

O “segredo” está em não aumentar os seus gastos só porque “pode” e pôr esse dinheiro a trabalhar para si como se fosse seu empregado. Sim, é possível!

E as empresas vão ser compensadas pelo aumento?

Questionado sobre as medidas para compensar as empresas pelo aumento do salário mínimo, o Secretário de Estado Gabriel Bastos disse que “não estão previstas no diploma contrapartidas diretas para este aumento”, mas lembrou que o ministro de Estado, Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, já anunciou um “pacote de compensações” para as empresas, nomeadamente quanto ao pagamento das contribuições.

“Esse apoio específico vai ser criado e a intenção do Governo é que ele possa ser pago de uma só vez durante o primeiro semestre de 2021”, afirmou Gabriel Bastos.

A 9 de dezembro, Siza Vieira anunciou que o Governo vai devolver às empresas, no próximo ano, uma parte da Taxa Social Única (TSU) correspondente ao aumento de encargos pelo crescimento de 30 euros que o salário mínimo nacional. Esta é uma de três medidas que o Governo vai criar para compensar as empresas pelo aumento de encargos inerentes ao aumento do SMN.

Segundo o ministro da Economia, a parcela da TSU a devolver às empresas ainda não está definida, mas será um montante fixo, a fundo perdido, cujo “valor exato e momento exato para a devolução” está a ser trabalhado. Para compensar as empresas pelo aumento do SMN, o Governo vai ainda atualizar os contratos públicos e implementar uma linha de crédito para as empresas exportadoras no valor de 4.000 euros por trabalhador.


natal-billboard


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” – Dezenas  dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2020. Estes 3 livros vão ajudá-lo a vencer qualquer crise financeira na sua vida. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (19 a 25 de fevereiro)

Qual deveria ser o preço "certo"? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

EURIBOR | Taxas Euribor sobem em todos os prazos

Euribor subiram hoje a três, seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua...

Segurança Social | Atribuição do Abono de Família já é automática

Segurança Social passa a atribuir automaticamente o Abono de Família, logo após registo do bebé na maternidade Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Desde a passada sexta-feira, 16 de Fevereiro, o Abono de Família passou a ser atribuído automaticamente pela...

BURLAS | Não atenda telefonemas do “Banco de Portugal”

Banco de Portugal alerta para telefonemas fraudulentos que imitam o seu número telefónico O Banco de Portugal emitiu um alerta sobre chamadas telefónicas feitas por indivíduos que dizem ser seus colaboradores, usando um sistema que imita o número de telefone do BdP,...

Remuneração | Aumento real dos salários em 2023 foi de 2,3%

Salários subiram 6,6% em 2023, mas os ganhos reais para os trabalhadores foram apenas de mais 2,3% Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes O Instituto Nacional de Estatística (INE), revelou recentemente que o valor dos salários em 2023 aumentou 6,6% em termos...

EURIBOR | Taxas Euribor descem a três meses e sobem nos prazos de seis e 12

Euribor desceu hoje a três meses, mas subiram a seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto...

PODCAST | #215 – Como receber 750 € “grátis” para fazer um curso de formação na área digital

Qualquer trabalhador em Portugal pode receber 750 euros para fazer um curso de formação na área do digital. E se fizer a candidatura já, pode repetir mais 750 € no ano que vem. Chama-se Cheque Formação + Digital e no episódio desta semana explico-lhe quem tem direito,...

SENHORIOS | Tribunal decide que caução de rendas não paga IRS

Tribunal decide que caução de rendas deve estar isenta de IRS. Estará aberto um precedente? Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes O Tribunal Arbitral, a propósito de um processo que estava em curso no Centro de Arbitragem Administrativa (CAAD), decidiu, em...

EURIBOR | Taxas Euribor sobem a três meses e descem nos prazos de seis e 12

Euribor subiram hoje a três meses, mas desceram a seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (19 a 25 de fevereiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. Vítor

    O aumento do SMN é uma medida salutar e percentualmente (5%) não é nada mau. É melhor “mais” do que “menos”. Ninguém esquece a conjuntura económica e política em PORTUGAL. Nem os Governos que mantiveram o SMN estagnado durante vários anos.

    Ainda assim, existe um contexto geopolítico. A UE tem intenção de criar o SMN europeu. Apesar dos aumentos dos últimos 6 anos sensivelmente o SMN português é inferior ao SMN médio na zona euro. Pior do que isso, a meu ver, e peço desculpa, é inferior a países que não tem mais capacidade económica do que PORTUGAL. E mesmo que tivessem, onde está o brio de querer levar PORTUGAL para a frente?

    Mais que, o SMN é um indicador relevante de desenvolvimento socioeconómico de determinado país.

    Abraço.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.