IRS | Reembolso médio de 857 euros por agregado familiar




IRS – Reembolso muito lentos este ano

Até ao momento já foram processados 886 mil reembolsos de IRS, num valor global de 760 milhões de euros, mas até ao final da semana o fisco espera que as devoluções aumentem para 870 milhões de euros.

Em resposta à Lusa, o Ministério das Finanças adiantou que, das declarações já liquidadas, e que ascendem a 1.860.362, a maior parte (1.120.305) deu origem a um reembolso no valor global de 1,07 milhões de euros.

Deste total de reembolsos apurados, 886.475 já foram processados (ou seja, já foi dada a ordem de pagamento), resultando numa devolução de 760 milhões de euros aos contribuintes contemplados, ou num reembolso médio na ordem dos 857 euros por agregado.

O ritmo é inferior ao observado há um ano, por comparação com os 1.187.716 reembolsos no valor total de 1,26 mil milhões de euros que foram pagos até 30 de abril do ano passado.

Este ano, contudo, todo o processo de liquidação das declarações de IRS tem sido realizado num contexto diferente, em que a maioria dos funcionários da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) se encontra em regime de teletrabalho, devido à pandemia de covid-19.

10% vão pagar em vez de receber

Este ambiente excecional causado pelo novo coronavírus, fez também com que este ano não tenha sido apontado um prazo médio para a devolução do IRS.

Os dados facultados à Lusa pelo Ministério das Finanças revelam que cerca de 10% das declarações (183.749) são notas de cobrança. Ou seja, quase 200 mil portugueses vão ter de pagar em vez de receber. Vão pagar cerca de 450 euros cada um, em média.

Há ainda um grupo de 556.308 declarações em que nem o Estado nem os contribuintes têm nada a devolver ou a pagar, tendo-se verificado uma total adequação entre o seu nível de rendimentos, o imposto que retiveram na fonte ao longo de 2019 e o nível de deduções a que tiveram direito.

IRS automático ou manual?

Das 3,64 milhões de declarações de IRS entregues desde o dia 01 de abril, 37% correspondem a declarações automáticas e 63% a declarações ‘manuais’.

A declaração anual do IRS relativa aos rendimentos auferidos em 2019 começou a ser entregue em 01 de abril e termina em 30 de junho, tendo o Estado até 31 de agosto como limite para proceder ao pagamento dos reembolsos das pessoas que entregaram a declaração dentro do prazo.

E você já recebeu? Era o que esperava? Mais ou menos? Comente.


wooklet-mrec


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

35 comentários em “IRS | Reembolso médio de 857 euros por agregado familiar

  1. Avatar
    Maria Reply

    Boa noite
    Sempre recebi reembolso do irs. Este ano em que entreguei o 1º IRS como divorciada com a guarda total do meu filho, sem receber pensão de alimentos, vou ter que pagar 1300€. Nunca antes paguei IRS e quando estava casada recebia sempre em média 2000€ de reembolso. Será normal está descrepancia?

  2. Avatar
    Sandra Castro Reply

    Bom Dia, entreguei no dia 2 de Abril, no portal das finanças diz liquidação processada (15/05/2020), mas ainda nao recebi nada.

  3. Avatar
    Paulo Ribeiro Reply

    Faz um mês que procedi à entrega do IRS +/-, e segundo o simulador da AT tenho direito a um reembolso, mas até hoje ainda não recebi nada, aliás no site da AT apenas aparece a minha declaração como certa, o nao anterior foi tudo muito mais rápido.

  4. Avatar
    Mário Dias Reply

    Boa Tarde!
    Antes demais quero felicitar o autor das contas poupança, tem sido uma ajuda para muitos portugueses.
    Relativamente ao meu caso e no que respeita ao irs quero demonstrar o meu total desagrado. Nunca paguei iRS e sempre com os mesmos valores ano após ano recebia menos de irs. Este ano qual não é o meu espanto irei pagar uma quantia referida neste blog em média 450 por agregado. A minha questão é o que é que mudou de um ano para outro para haver esta descrepância.
    Os meus cumprimentos!

  5. Avatar
    Isidro Figueiredo Reply

    Muito boa tarde, cordiai ssaudações.

    Permita-me mais uma vez elogiar o seu trabalho pelo enorme interesse nas materias abordadas. Um verdadeiro serviço d einteresse público!

    Quanto ao tema das devoluções de IRS, gostava de questiona-lo sobre as todas faturas emitidas com o nif. Nós este ano tivemos esse cuidado, mas infelizmente não sentimos qualquer diferença no valor do reembolso.

    Existe alguma operação adicional necessária para ter beneficio por ter solicitado todas as faturas com o nosso NIF?

    Muito agradecidos desde já.

    Melhores cumprimentos, diretamente de São João da Madeira.

  6. Avatar
    António Santos Reply

    Boa tarde aos que (im) pacientemente como é o meu caso continua a aguardar por receber aquilo que lhe pertence. Entreguei a minha declaração que já vinha pré-preenchida, no dia 01.04.2020, dia dada como dentro do prazo, a 29.04.2020, foi dada como certa, até hoje, continua em banho Maria. Tenho um amigo nas mesmas condições que eu, no que diz respeito à data de entrega, só tendo a diferença de que já recebeu daqui a pouco a cerca de um mês. Porque será? Temos a mesma profissão e o mesmo “patrão” que está sempre pronto a injetar milhões aos amigos banqueiros e afins e aos que têm que ser ressarcidos de uns tostões que nos pertencem com justeza, é esta pouca-vergonha! Ai Portugal, Portugal, que andas tão mal …

  7. Avatar
    Rosa Maria Rodrigues Reply

    Boa tarde. Este ano vou receber menos 725 € que o ano passado o que acho estranho porque os rendimentos são os mesmos, as despesas também são praticamente as mesmas, o meu marido teve um aumento de pensão em que subiu de escalão e ainda ficou a receber menos 22 € mensalmente. Eu estou no activo e o meu marido é reformado. Como é feito o desconto na tabela de IRS para os dois? Obrigada.

  8. Avatar
    Joaquim Reply

    Joaquim

    A minha declaração foi dada como certa em 17~04. Estive isento até a entrada deste governo em virtude de estar desempregado e só entrar a reforma da minha mulher. Por informação deste blog, a qual agradeço ao Pedro, este ano em vez de pagar, tenho de receber, pois como tinha pouco dinheiro em certificados de aforro, meti no irs, Já recebi notificação das finanças para pagar a 1ª prestação do imi que do ano 2018 para 2019 aumentaram 2,69euros. Não sei porquê. Para aumentarem o imi, os funcionários das finanças estão em teletrabalho mas, ativos. Para devolução do irs que me retiveram o dinheiro do ano passado estão em teletrabalho mas inativos,

  9. Avatar
    francisco Reply

    pessoal pessoal, trago boas novas , yupi yupi , entreguei dia 1 abril o guito , papel ,cacau ,pilim ,massa ,chapim ,pasta , já cá canta 535 paus , mais ou menos igual ano passado , neste nem lhe toco vou tentar o deixar no banco de quarentena em confinamento, a malta das finanças são uns anjos ,adoro-os ,gente boa nunca se esquecem de nós , melhores que propria familia , nunca esquecem da gente , todos os anos me contactam pelo menos 3 vezes e de varias formas , ou por tlf ,, email ,e carta , gente boa kkkk , sempre a avisar para pagar o IMI, iuc, ss , e as vezes penhoras , gente maravilhosa , e se não respondermos a eles ou liquidar algo voltam a contactar as vezes que for preciso, digam cá se não são uns amores , uns anjos gente espetacular, vrd eu sem eles já não consigo viver e vcs ?

  10. Avatar
    António Barata Lopes Reply

    Fiz a declaração no primeiro dia (1 de Abril) e até hoje nada. O ano passado foram cerca de 20 dias, este ano já lá vão 57 dias e dinheiro estou a vê-lo por um canudo. Para bancos há dinheiro, para devolveram o que têm indevidamente retido, como se costuma dizer, tá de chuva.

  11. Avatar
    Luis Reply

    Pelo que tenho lido sim depois de Reembolso Emitido demora + ou – uns 10 dias para ficar disponível na conta, mas não posso confirmar com toda a certeza, quem já recebeu é que podia fazer o favor de nos informar.

  12. Avatar
    Cátia Rodrigues Reply

    Boa noite, depois de aparecer reembolso emitido ainda temos de esperar mais 10 dias até o dinheiro ficar disponível? Ou o tempo de espera entre a liquidação e o reembolso é que demora 10 dias?
    Obrigada

  13. Avatar
    Luis Reply

    Após o estado de liquidação Processada ainda há o estado de Reembolso Emitido e + ou – 10 dias depois é que entra o NOSSO GUITO que está confinado na nossa conta meus amigos. Temos de aguardar vamos ver se o ministro das finanças não gasta o resto do nosso GUITO no novo banco (já foram 850 milhões) ou na saúde (já foram 300 milhões). É esperar pelas cenas do próximo episódio.

  14. Avatar
    Rui Silva Reply

    Bom dia estou na mesma situação. Nesta altura do campeonato, tudo é possível.

  15. Avatar
    Cátia Rodrigues Reply

    Bom dia, entreguei a minha declaração dia 03-04 uma semana depois ficou certa. Dia 18-05 apareceu liquidação processada e até hoje nada de reembolso. É normal esta demora toda? Ao fim de 8 dias o dinheiro ainda não ter entrado na conta?
    Obrigada

  16. Avatar
    Fernando Gonçalves Reply

    Finanças em Portugal = Ladrões.
    Retêm o nosso dinheiro, milhões de euros, mais de um ano. Devolvem, o que é nosso por direito, quando lhes dá jeito, sem um único cêntimo de juros. Como já li, e eu também tenho o IMI para liquidar até final do mês, se nos atrasarmos 1 dia, estão a cobrar juros.
    O Estado Português nunca foi pessoa de bem
    Desculpem o desabafo.

  17. Avatar
    Vitor Madeira Reply

    Este ano não há volta a dar: O país está prestes a afundar nas contas públicas e é mais do que certo que o Estado protele a devolução do imposto pago a mais…

    Entreguei o IRS no dia 30 de abril mas não conto em receber o reembolso antes do início do verão.

  18. Avatar
    Luis Pimentel Reply

    Boa tarde
    Entreguei a declaração a 2/4/2020 e até hoje não recebi nada.
    Se fosse ao contrário já me tinham penhorado tudo e mais alguma coisa !!!!
    Com a agravante que até ao final do mês temos que pagar o IMI
    Resta-nos esperar que chegue….. á conta
    Um abraço

  19. Avatar
    António César dias Reply

    Meti 03.04.20 e estou a espera como a maior parte das pessoas também tenho o imi para pagar estou em Lay-off é sempre a mesma coisa se fosse eu a dever até ia preso obrigado por reterem o que é meu por natureza

  20. Avatar
    Rui Bastos Reply

    Bom dia,
    Declaração entregue dia 15/04/2020, validada (declaração certa) dia 19/04/2020.
    Hoje, 22/05 mantém a data de situação 19/04, é normal mais de um mês sem alterar nada!?
    Não sou muito deste tipo de comentário mas este tenho de fazer… gostava de ser um banco ou um banqueiro… não esperava tanto tempo para ter os € que me pertencem (o que no exemplo que dei não se confirma).

    • Avatar
      Jorge Reply

      Eu entreguei a 01/04, ficou certa a 09/04 e recebi ontem (21/05). Tenha paciência.

  21. Avatar
    Yvonne Gotz Reply

    Não consigo entregar a declaração automática. Sempre recebi a mensagem Error 500!!! Já pedi ajuda a AT – ainda sem resposta

  22. Avatar
    Ana RAquel Reply

    Bom dia,

    Entreguei IRS automático no dia 02/04 e recebi o reembolso no dia 07/05.
    Em relação ao valor reembolsado é mais ou menos igual aos valores recebidos em anos anteriores.
    Tenho de ter em conta, que desde que a minha filha foi para o 5º ano as despesas de educação diminuíram porque deixei de pagar ATL e o ano passado os livros foram oferecidos pelo estado.
    Obrigada por estar presente e pelas dicas.

  23. Avatar
    Ana jesus Reply

    Eu meti o meu no dia 1abril ao dia 6passou a certa até hoje nada de diferente estou a espera para pagar o imposto da casa o prazo é até ao final do mês de maio e o que eles nos devem temos de esperar mas eles não esperam mesmo triste este governo só nós tiram

    • Avatar
      Maria Reply

      Eu queixo me do mesmo. Também entreguei o meu IRS no dia 1/4,pela incapacidade do meu marido tive que fazer outra declaração de substituição está como certa desde 18/4 e até agora não sei de nada, assim como familiares. Contamos com esse para pagar despesas, há 2 anos que não recebo o que retenho na fonte, ganho o ordenado mínimo e o meu marido tem uma reforma de 200€.Obrigada por nos esclarecer muitas coisas.

  24. Avatar
    Luis Reply

    O que tenho a dizer é só :
    O meu reembolso pelo menos não vai apanhar covid-19 pois já está confinado á 43 dias, eu por outro lado não sei porque estou a trabalhar.

  25. Avatar
    Fernando Caldeira Reply

    Boa tarde

    Ainda não recebi, o IRS, mas estou a pagar um empréstimo, atravez da Segurança Social, será devido a esse empréstimo, que ainda não recebi,
    Um muito Obrigado

  26. Avatar
    José Costa Reply

    Boa tarde. Estou na mesma situação que Joana.
    Já me alertaram para o pagamento do IMI, por email, por mensagem e por carta, mas não tenho hipótese de pagar

  27. Avatar
    Joana Reply

    Coloquei o IRS a 8-04-2020, ficou validada apenas a 21-04-2020 e estamos a 21-05-2020 e nada… tenho imi para pagar em que contava com esta ajuda, porque o ano passado foi bem rápido. E eu tenho que pagar imi até ao final do mês, mas neste caso não a dadas para as finanças.

  28. Avatar
    Rui Silva Reply

    Boa tarde, eu tenho a minha Declaração Certa desde: 2020-04-17. Tive de fazer manualmente, devido ao PPR. Conhecidos meus já receberam faz quase um mês, só porque foi automático…
    Claramente está a haver uma retenção dos reembolsos, e acho que não é devido ao tele-trabalho. Eu em tele-trabalho, trabalho mais que no escritório.
    É certo que há mais anos, recebia-se em Julho e até Agosto, mas na altura em que era tudo mais manual e papel … enfim, resta-nos aguardar!
    Abraço e bem-haja.

    • Avatar
      Fedra Nunes Reply

      Boa tarde. Eu entreguei no 01/04, deram como certa no dia 12/04. Só no dia 16/5 é que deram como liquidação Processada, mas ainda não recebi nada. Eu não compreendo porque é que, quem fez em datas posterior, recebeu primeiro. Que critérios são estes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *