Valem a pena os serviços adicionais da fatura da luz e do gás?


Fez as contas antes de subscrever planos de assistência e seguros?

Fui surpreendido na semana passada por uma informação da ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos). Então não é que os contratos com serviços adicionais na luz e gás cresceram 500% nos últimos 4 anos? Isto quer dizer que 1 milhão e 800 mil contratos de luz e gás têm associados serviços do tipo assistência técnica e/ou seguros de saúde ou de proteção de pagamento.

Isto tem alguma coisa de mal? Não! Não, desde que os queira mesmo. Tem mesmo a certeza de que precisa e quer esses serviços? Ou só os tem porque os impingiram e nem deu por isso? Está mesmo a pensar usá-los? Não encontra preços melhores para esses seguros de equipamentos ou de saúde? Não tem já esse seguro no seguro do recheio da casa? Não tem já um seguro de saúde? Precisa de outro sendo que só pode usar um de cada vez? E tem a certeza de que não foi burlado e que esses serviços estão a ser cobrados sem a sua autorização? Estou a receber inúmeros relatos de idosos que têm esses serviços sem fazerem ideia do que contrataram e nunca os vão usar. A minha sogra, por exemplo, esteve a pagar o serviço “Funciona” durante meses e nem fazia ideia do que isso era.

Estes foram os serviços que encontrei nas várias empresas. Nada disto é ilegal. Até podem ser bons preços se quiser mesmo algum destes serviços. Mas veja se compensa mesmo gastar por exemplo 100 euros ou mais por ano para ter um desconto de 4 ou 8% na fatura da luz. Se nunca usar esses serviços vai estar a pagar mais de eletricidade do que em qualquer outra empresa do mercado. É só um alerta.

Veja a fatura mais recente dos seus pais e avós. E já agora a sua.

É que 1,8 milhões de contratos com serviços adicionais, muito sinceramente, parece-me bom demais. Quereria dizer que quase 2 milhões de portugueses fizeram as contas e concluiram que aqueles serviços são exatamente aquilo que precisam e que escolheram aqueles especificamente porque eram os melhores preços do mercado para os produtos e seguros que estão mesmo a precisar este ano. Seria uma notícia extraordinária e quereria dizer que o trabalho do Contas-poupança estaria completo e terminado.

Mas a minha experiência nestes últimos 10 anos diz-me que o mais provável (é apenas intuição) é que 85% destes contratos são só uma despesa acessória completamente desnecessária para as pessoas que os têm e que quando os tentarem utilizar não vai ser exatamente como os venderam e nem sequer leram as letras miudinhas do que contrataram. Digo eu.

Em Portugal, existem cerca de seis milhões de contratos de eletricidade (entre mercado regulado e livre) e 1,2 milhões no gás natural, o que significa que atualmente cerca de um em cada sete clientes tem contratados estes serviços, que abrangem assistência técnica, manutenção de equipamentos e seguros.

Se contratou estes serviços sabendo exatamente o que contratou e fê-lo consciente dos benefícios que vai ter e só aceitou depois de comparar os mesmos serviços fora do contrato da luz e gás, os meus parabéns. Está no caminho certo!



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.


5 comentários em “Valem a pena os serviços adicionais da fatura da luz e do gás?

  1. Avatar
    Jorge de Castro Reply

    Falando de factura de electricidade gostava de colocar a seguinte questão:
    Os contadores digitais que a EDP está a instalar têm um display para apresentar a informação sobre o consumo de electricidade e esse display precisa de ser alimentado para desempenhar essa função, a pergunta que se coloca é quem alimenta esse display é o cliente ou é a EDP? eu sei que o consumo desse display é pequeno mas é 24h sobre 24 h e 365 dia por ano, certamente vai ter algum peso na factura do cliente, e para a EDP será um grande negocio pois por pouco que seja multiplicado por milhões de clientes serão alguns milhões de euros.
    Gostava de saber como funcionam esses contadores e se o display é alimentado pela rede do cliente ou se é alimentado pela EDP ou se tem pilhas para alimentado o display , é que eu vejo tanto interesse da EDP em me instalar esse contador digital que já insistiram por mais de 5 vezes para agendar a instalação, uma das quais eu coloquei a questão do consumo do display quando marcaram a instalação e a pessoa informou-me que o contador tem uma pilha para alimentar o display e quando o técnico veio instalar pedi para me deixar ver o contador antes de instalar e não vi nenhum sitio onde esteja a pilha, só se essa estiver embebida no contador o que não me parece, pelo que como o contador não correspondia à informação que me tinham dado não deixei instalar o contador, apesar disso, já agendaram novamente a instalação do contador digital.

    • Avatar
      Emanuel46 Reply

      Pergunta pertinente !
      Já somos dois a fazer a mesma pergunta.
      A EDP nada esclarece, claro.

  2. Avatar
    Joana Alves Reply

    Infelizmente paguei durante vários meses esses seguros extras porque nem sabia que os tinha solicitado. Porque a verdade é que nunca os solicitei. Colocaram isso no meu contrato, sem me informar, e só me apercebi disso quando comecei a achar que andava a pagar muito por mês em luz e gás. Fui completamente enganada!!! Tentei pedir a devolução do dinheiro mas dizem que como assinei o contrato, aceitei os termos. Mas fui enganada! Se souber uma forma de resolver esta situação, diga-me. Já cancelei todos os extras mas o dinheiro que me tiraram faz muita falta.

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Se assinou sem ler não há nada a fazer. Pode sempre avançar para um centro de arbitragem para ver p que dá. Se conseguisse seria um excelente exemplo para outros na mesma situação.

  3. Avatar
    Nuno 4 Reply

    Viva Pedro. Parece me mais uma maneira das empresas item buscar mais uns milhares quase de forma mascarada…. agora até seguros de saúde algumas destas empresas comercializam como se a factura da electricidade não fosse já estupidamente cara!
    Convenhamos quantas avarias de facto ocorrem que justifique a contratação destes serviços? A maioria de nos em caso de avaria liga e para a marca e pede assistência.

    Já agora uma dica. Para evitarem estimativas nas leituras de electricidade podem pedir gratuitamente a troca do contador por um inteligente que comunica as leituras automaticamente.

    Fica a dica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *