Qual a diferença entre PLUS ou MAX? Nenhuma, mas paga mais 4 €


Entre PLUS ou MAX qual escolhia?

No Domingo fui às compras a um hipermercado. Encontrei pastilhas de detergente para a loiça da mesma marca cujos pacotes à primeira vista me pareceram iguais. Mas um era mais caro do que o outro 4 euros apenas porque estavam duas embalagens juntas num saco de plástico a dizer “Pack Especial”. Achei curioso e partilhei aqui. Como sabem, divirto-me muito enquanto consumidor em encontrar estas pérolas, como expliquei neste artigo AQUI.

Mas, às vezes também me engano. E fui logo alertado por vários leitores que havia uma palavra diferente nas embalagens. Logo, estava a comparar produtos diferentes e isso não pode ser. Obviamente, concordo. E corrigi e atualizei o artigo que podem ler no link acima. Mas…

Afinal o que querem dizer os nomes plus e max e premium e blá, blá, blá?

Neste caso específico fiquei mesmo curioso com a minha ignorância. Na internet não encontrei resposta à comparação entre o tal plus e o max. Uns leitores encontraram estes mapas comparativos e que podem vir a ser úteis se estas diferenças foram importantes no processo de decisão.

Como podem perceber, os dois não aparecem simultaneamente no mesmo mapa.

Portanto fui à página da Finish no Facebook e coloquei a questão.

Passados alguns minutos (Parabéns!) recebi a resposta:

Liguei para o número mencionado e um funcionário da representação da Marca respondeu a todas as minhas dúvidas.

Primeiro achou estranho que estivesse a fazer esta pergunta porque AS DUAS DESIGNAÇÕES SÃO EXATAMENTE DO MESMO PRODUTO. Só que a MAX é vendida em Espanha e a PLUS apenas em Portugal. É só e APENAS uma questão de marketing.

Ninguém tem autorização para vender a designação MAX em Portugal. Portanto o Jumbo não estará a cumprir com as regras da empresa que vende o Finish. Isso é lá com eles. Têm de se entender. Max é em Espanha, Plus é em Portugal.

O importante aqui é:

O consumidor é facilmente enganado pelas designações plus, max premiun, top, super top e afins.

Imaginem a quantidade de pessoas dispostas a pagar mais 4 euros por umas pastilhas PLUS quando a MAX na prateleira de baixo é EXATAMENTE o mesmo produto! Quando digo exatamente é MESMO exatamente de acordo com a própria marca.

Não costumo dizer isto muitas vezes, mas desta vez valeu a pena ter-me “enganado” :). São, de facto diferentes, mas afinal são iguais. Quantos exemplos não andarão por aí que ainda não sabemos?

O único critério que funciona é: comprar o que nos apetecer ao preço que estamos dispostos a pagar. Se o produto é bom até pode valer a pena pagar mais um pouco e sermos bem servidos. Se não presta, seja caro seja barato, nunca mais compro. Às vezes esquecemo-nos que enquanto consumidores NÓS é que temos o poder de decisão. Não vá atrás das publicidades. Preço por dose, e depois a qualidade dita se continuamos a comprar ou não. Simples.

Portanto, já sabe, No caso da Finish Plus ou Max é a mesma coisa, quimicamente. O resto são escolhas suas.


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

 



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.


9 comentários em “Qual a diferença entre PLUS ou MAX? Nenhuma, mas paga mais 4 €

  1. Avatar
    Afonso Santos Pereira Reply

    Boa tarde,

    Peço desculpa mas a notícia não está correcta. A diferença de valor é baseada na diferença de número de pastilhas e não no tipo de produto em si.
    Aliás, fazendo as contas ao preço unitário sem desconto, reparará que o saco de 90 pastilhas seria mais barato que o saco de 72 pastilhas.

    Cumprimentos,
    Afonso Pereira

    • Pedro Andersson
      Pedro Andersson Post authorReply

      Olá. Obrigado. Independentemente disso são exatamente o mesmo produto por isso um ser mais barato do que o outro é sempre um pormenor muito interessante. Todos estes artigos nasceram de um equívoco meu que considerei os dois produtos iguais quando supostamente eram diferentes. Mas depois afinal não eram. É normal que encontre falhas nas contas por isso. O interessante para mim foi a conclusão final. Portanto, mantive o artigo original com o meu erro.

  2. Avatar
    Joana Reply

    Conheço uma pessoa que trabalha numa determinada marca e que diz que o queijo é exatamente o mesmo, cortado nas mesmas máquinas, mas chega à parte do embalamento, um vai ser embalado com embalagem “continente” e o outro queijo fica com a embalagem da marca da referida fábrica. Exatamente o mesmo queijo, preços diferentes.

  3. Avatar
    Vitor Reply

    Como as embalagens versão MAX vieram de Espanha (não conseguirem enganar os Espanhóis) os valor extra é para cobrar as custas de portes…

    Outros reparos: tenho visto cada vez mais, que as “marcas ditas de confiança” ou que ganharam estatuto, perderam muito em qualidade dos seus produtos pois agarram-se “à confiança” cega que conseguiram conquistar em outros tempos… Há marcas novas, que possuem productos com melhor qualidade e mais sérios e correctos (muitas vezes basta deixar de acreditar na publicidade cada vez mais engandora e começar a ler os rótulos, e pesquisar aqueles nomes mais estranhos..”gorduras hidrogenadas”=veneno!!). Simplesmente deixei de confiar em certas marcas que até então pensava que os seus productos eram sinónimo de qualidade e grande consideração ao consumidor (marcas como, danone, nestle, knorr, renova…são algumas delas).
    Já alguém se apercebeu que aqueles papeis dos preços (refiro-me em exclusivo aos do continente do norte), muitas vezes as impressões são truncadas de modo a apagar ou não se ver a parte dos valor do produto por unidade… pensei que fosse erros de impressão que acontecia uma outra vez, e que por preguiça ou lapso, o funcionário deixou passar, mas a dada altura, já eram em quase todos os productos…bastante conveniente truncar mesmo em cima do preços mais importante dos produtos, pois é o preço que o consumidor mais atento, olha mais..

  4. Avatar
    José Reply

    Eu acho essa separação do Plus e Max um pouco estranha e desnecessária. Não sei onde está a vantagem de fazer isso. E outra coisa.. se o Max é só vendido em Espanha, porque a embalagem também está traduzida em português? Ambas as embalagens estão traduzidas em português e espanhol. Muita incoerência por parte da marca… ou estará o Jumbo a falsificar as embalagens? Duvido. Seja como for… nós os consumidores temos que estar sempre atentos. Obrigado mais uma vez pelo seu trabalho investigativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *