ÚLTIMA HORA Coimas ViaCTT – Finanças suspendem processos de contraordenação

ViaCTT – Finanças suspendem coimas

Última Hora!

A Autoridade Tributária mandou suspender esta tarde todos os processos de coimas relacionados com a falta de inscrição da caixa postal ViaCTT. A instrução foi enviada hoje para todas os serviços de finanças até que a situação seja reavaliada e haja uma orientação comum para todas as situações.

Fui contactado por fontes do Ministério das Finanças que me explicaram que os contribuintes (pelo sim, pelo não) devem pedir formalmente o afastamento das coimas com base nos argumentos já mencionados em artigos anteriores aqui no blogue e na informação da SIC. Tem a reportagem completa mais logo no Jornal da Noite na SIC.

Perguntei se há esperança para quem já pagou no sentido de devolverem o dinheiro. Não me confirmaram nada. Apenas disseram que vão agora suspender todos os processos até encontrarem uma solução que seja igual para todos, para que qualquer decisão não dependa da discricionaridade de cada Chefe de Repartição de Finanças.

Portanto, devem reclamar e aguardar por uma resposta. Deverá haver desenvolvimentos nos próximos dias.

Se não sabe do que estamos a falar recordo o que se passou até agora no texto abaixo.

Dezenas de milhares de contribuintes estão a receber multas de 88 euros ou até mais (135 euros) porque não ativaram a caixa de notificações no ViaCTT. Como já expliquei hoje neste artigo AQUI, esta obrigação é apenas para quem passa recibos verdes em que cobram IVA e/ou pagam IRC. Para quem está isento de pagamento de IVA, ativar esta caixa de notificações é opcional e não há motivo para qualquer multa. Pode ficar descansado.

Desde 2012 que é obrigatório, mas pelos vistos ninguém sabe ou os que souberam não ligaram. A multa pode chegar aos 250 euros. Só por não se inscreverem. O serviço ViaCTT é uma espécie de caixa postal de e-mail para receber os e-mails da Autoridade Tributária (AT) e de outras entidades e empresas como faturas de eletricidade, gás ou telecomunicações.

Na altura em que foi criada esta nova caixa postal, a ideia era que a AT não podia confiar totalmente em serviços de e-mail privados porque com o ViaCTT podiam garantir que consideravam o contribuinte notificado 5 dias após o envio do e-mail, quer o contribuinte visse ou não a comunicação.

Uma multa inesperada de 88 euros

Milhares de contribuintes que receberam por estes dias a multa de 88 euros (ou mais) estão revoltados porque nunca foram informados desta obrigação de inscrição no ViaCTT, apesar de estar de facto na lei. As pessoas têm mais que fazer do que ler o Diário da República todos os dias desde 2012. Há de facto um e-mail a indicar a existência desta nova caixa postal, mas todos os que li deixam entender que se trata de uma opção e não de uma obrigatoriedade.

Um desses contribuintes reclama que foi notificado pela “falta de comunicação de adesão” e perguntou nas Finanças: “Posso ser multado por não comunicar uma coisa que não fiz?! A resposta foi: É melhor pagar 88 do que pagar os 150 por nunca ter aderido”. Pagou os 88 euros e já fez a adesão ao ViaCTT.

Posso não pagar ou devolvem-me os 88 euros que já paguei?

O Ministério das Finanças acaba de me confirmar oficialmente o envio de dezenas de milhares de multas, sustentadas na entrada em vigor da Lei do Orçamento do Estado para 2012 em que a “caixa postal eletrónica” passou a ser obrigatória para um conjunto de contribuintes (sujeitos passivos de IRC e sujeitos passivos de IVA enquadrados no regime normal, ao abrigo do artigo 19.º da Lei Geral Tributária), estando o serviço público de caixa postal eletrónica concessionado aos CTT.

Diz o Ministério das Finanças que previamente à instauração dos procedimentos contraordenacionais, a Autoridade Tributária remeteu e-mails aos contribuintes, informando sobre a obrigatoriedade de adesão à caixa postal eletrónica. Mas os contribuintes que contactei e que me contactaram desde sexta-feira passada garantem que nunca foram avisados quer da obrigatoriedade da inscrição no ViaCTT, quer da possibilidade de multa.

O que deve fazer?

O Ministério das Finanças garantiu-me que ao abrigo do artigo 32.º do Regime Geral das Infrações Tributárias, caso o contribuinte regularize a falta e esta revele um diminuto grau de culpa poderá solicitar a dispensa de coima, tal como já pediu/sugeriu a Ordem dos Contabilistas. Confirmaram-me que a reclamação tem efeitos suspensivos. Mas obviamente deve aguardar a resposta da AT e se a resposta for negativa terá mesmo de pagar a coima. Porque é o que está na lei.

Portanto, em resumo, se ainda não recebeu a multa e cobra IVA nos seus recibos verdes ou IRC, inscreva-se rapidamente no ViaCTT, concorde ou não com essa obrigatoriedade. Se já recebeu a multa, inscreva-se e reclame junto do responsável pela sua Repartição de Finanças. Um trabalho completamente desnecessário 6 anos depois da lei ter entrado em vigor (porque é que se lembraram agora?), mas que terá de ter se quiser “poupar” 88 euros ou até um limite de 250 euros se deixar as coisas andarem sem fazer nada.

Acompanhe-nos AQUI

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

YouTube 

Facebook do Contas-poupança

 Pergunte no Grupo “Contas-poupança – As suas dúvidas”

Instagram

Twitter  

Se quiser um resumo muito claro e prático das dicas que demos nestes anos todos, pode adquirir o livro “Contas-poupança”. Escrevi-o com esse propósito.

É só clicar AQUI abaixo.

5 comentários em “ÚLTIMA HORA Coimas ViaCTT – Finanças suspendem processos de contraordenação

  1. Paulo Santos Reply

    e porque carga de agua os valores são diferentes? somos uma associação sem fins lucrativos que visa apenas juntar pessoal que gosta de motos, não temos quaisquer rendimentos e para nós a coima minima foi 100€ mais 38 de custas de processo ???

  2. DIAS MARTINS Reply

    Bom dia,

    Tambem recebi a coima de 138€ sem nunca ter recebido informaçao que tinha de aderir. Hoje enviei os varios documentos à CTT e recebi este email….é mesmo preciso ter muito tempo para perder!! Incrivel!!!
    E quem nao entender o que esta aqui explicado…se calhar ira receber mais outra coima!!???

    Exmo. (a) Senhor (a),
    No seguimento do seu contacto, que desde já agradecemos, informamos que face à comunicação efetuada por parte da Autoridade Tributária, estamos com um elevado fluxo de pedidos de adesão, pelo que o seu pedido será tratado com maior brevidade possível.
    Para maior celeridade e comodidade, caso pretenda aderir às Notificações Eletrónicas das Finanças poderá fazê-lo, como toda a facilidade e rapidez, através do Portal das Finanças, executando os seguintes passos:

    Se ainda não fez Login no Portal das Finanças
    1.Aceder ao Portal das Finanças http://www.portaldasfinancas.gov.pt/
    2.Introduzir a expressão “Notificações Eletrónicas” no campo de pesquisa (campo com uma lupa do lado direito)
    3. Encontrar a opção “Documentos > Notificações Eletrónicas > Aderir” e clicar em “Aceder”
    4. Deverá efetuar login no Portal das Finanças com o NIF/NIPC respetiva password do Portal das Finanças. É encaminhado para a página de “Adesão às Notificações Eletrónicas”
    5. Clicar em “Confirmar”
    6. Saltar para o passo 10.
    Se já fez Login no Portal das Finanças
    7. Encontrar a opção “Documentos > Notificações Eletrónicas > Aderir” e clicar em “Aceder”
    8. Clicar em “Confirmar”
    9. Saltar para o passo 10.
    10. Preencher os dados de registo para a Caixa Postal Eletrónica ViaCTT e clicar em “Continuar”
    11. Aceitar os Termos e Condições do serviço ViaCTT e clicar em “Continuar”
    12. A caixa postal eletrónica ficou criada e a entidade AT – Autoridade Tributária foi subscrita, passando, a partir de agora, a receber as comunicações das finanças nesta caixa postal.
    13. Sugere-se que mantenha os seus dados de contacto (email e telemóvel) atualizados (Perfil Geral > Informações Pessoais) para ser avisado da receção de novos documentos (Gestão de Alertas) e essencial para recuperar a sua password em caso de esquecimento

    Para mais informações ou esclarecimentos, não hesite em aceder a
    http://www.viactt.pt .
    Alertamos que os CTT são alheios a qualquer incumprimento por parte dos utilizadores/contribuintes para com a Autoridade Tributária.
    Cumprimentos,

  3. Rzo Reply

    Isso é uma piada!
    Um país a onde mais dá metade da população é idosa e mal sabe usar o computador direito, implementam uma “tecnológia” ultrapassada que podia ser resolvida através de um e-mail ou uma aba no portal das finanças através de autenticação e obrigam a todos os contribuintes a utilizarem, porquê não querem ter o custo de enviar cartas e caso não use serão multados, mas o engraçado é que a carta do ViaCTT chega a casa. Por quê não enviaram a carta para fantástica plataforma ViaCTT? Aqui é o país da burocracia, são os mais habilidosos do mundo em transformar o fácil, no complicado pela arte do inútil! Viva Portugal!

  4. Diogo Reply

    Boa noite recebi essa multa de 88.25€ paguei hoje, e só hoje vi este comunicado. Mas agora como posso rever o meu dinheiro?! eu nem passo recibos verdes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *