IRS – Simulou com englobamento… poupou 1.833 euros

Escrito por Pedro Andersson

13.04.18

}
1 min de leitura

Publicidade

Teste sempre o englobamento

Teste sempre o englobamento quando entrega Anexos no IRS com outros rendimentos para além do seu salário. Estamos a falar de Depósitos a prazo, pensão de alimentos, rendas (se for senhorio) ações e dividendos e rendimentos do estrangeiro.

Veja mais este caso que me chegou à mãos. Trata-se de um senhor idoso que recebe muto pouco de reforma mas tem uma casa arrendada. Por perceber que havia esta opção fez as duas simulações. Numa teria de pagar de IRS 2.465 euros. Com englobamento, vai pagar só 631 euros. Uma diferença de 1.833 euros. É uma diferença abismal, sobretudo para quem tem uma reforma pequena.

Se já entregou, simule outra vez

Não entreguem o IRS sem fazer primeiro esta experiência. Se já entregaram o IRS, podem simular outra vez e entregar nova declaração a corrigir para a alternativa que for melhor para vocês. Ainda estão dentro do prazo.

Simulação sem englobamento:

Simulação com englobamento (das rendas):

É uma diferença gigantesca.

Obviamente no seu caso, após a simulação, até pode verificar que com englobamento fica prejudicado. A simulação serve para isso. Só entrega a opção que for melhor para si.

Fico cada vez mais convencido de que a informação é essencial para fazermos boas escolhas. Não devemos esperar que seja o Estado a fazer as contas por nós. Como estão a ver, uma cruzinha pode fazer a diferença nas nossas Finanças pessoais num ano inteiro.

A reportagem onde explico tudo isto com detalhe está aqui:

VÍDEO – Aumente o reembolso do IRS com o Englobamento

Bom IRS, ou bom reembolso :)!

 

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (15 a 21 de abril)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #231 – Como vai usar de forma (mais) inteligente o seu reembolso do IRS?

Como posso rentabilizar o reembolso do IRS Milhares de famílias contam com o reembolso do IRS como fonte de rendimento extra todos os anos. Quase como se fosse um décimo quinto mês. Mas, como é um dinheiro que aparentemente não nos sai do esforço diário, é visto quase...

PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Março de 2024)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #41) Em Março atingi o máximo de valorização histórica com o conjunto dos meus 10 PPR.  A minha "história" com Planos Poupança Reforma como forma de investimento tem cerca de 3 anos. Comecei em finais de 2020, e durante...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde invisto 100€ todos os meses para os meus filhos?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (15 a 21 de abril)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

PodTEXT | 5 sinais de alerta de que as suas finanças não estão bem

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Quer fazer um Workshop gratuito de finanças pessoais? (Inscrições abertas)

Aprenda finanças pessoais gratuitamente Estão abertas as inscrições para a próxima edição do Finanças para Todos, da universidade NOVA SBE. O curso tanto pode online, como presencial (em Carcavelos) ou na área metropolitana do Porto. O curso terá lugar entre Outubro...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. Bruno Miguel

    Boa tarde Pedro,

    No caso das ações, o pagamento de dividendos e a venda de direitos devem ser declarados? Pergunto pois recebi dividendos e vendi os direitos do BCP e em ambos os casos ficou retido na fonte 28%.

    Cumprimentos
    Bruno

    Responder
  2. Luis

    Os 28% correspondem à taxa liberatória a que esses rendimentos foram retidos. Não é obrigado a declarar esses rendimentos no seu IRS pois esses já foram tributados.

    No entanto, caso a sua taxa de imposto, no IRS, seja mais baixa pode-lhe ser vantajoso englobá-los. No espírito do artigo do Pedro pode dar-se o caso de ser vantajoso englobar esses rendimentos fazendo-os entrar pelo valor bruto e também preencher o que foi retido (o valor correspondente aos 28%). Caso a taxa de 28% seja superior à sua taxa, ao englobar esses rendimentos no IRS, faria com que recebesse uma devolução superior (ou pagasse menos).

    Responder
  3. Francisco Gouveia

    Desde que a 2 anos atrás comecei a fazer o ENGLOBAMENTO DE RENDIMENTO ANUAL DE CAPITAIS que a totalidade dos 28% imposto retido pelo governo sobre o RENDIMENTO DE CAPITAIS volta para o meu bolso, e simular e ver como se portam essas conjugações no simulador AT…

    Responder
  4. Nuno

    A minha mulher é trabalhadora independente faz 14 meses e com um rendimento de 7 mil euros e sem ter feito retenções em 2017 tem de pagar irs na simulação. Julgava que tendo rendimentos deste valor nesta categoria estaria isenta…

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como fazer para corrigir os IRS 4 anos para trás e receber o que devia ter recebido (VÍDEO) - […] exemplo, só com a dica do englobamento Margarida comentou no Facebook do Contas-poupança que ao refazer o IRS recebeu…
  2. Viu o Contas-poupança... recebeu 4.745 € a mais no IRS - […] IRS – Simulou o englobamento e poupou 1.833 euros […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.