Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

IRS – Porque estou a receber menos do que no ano passado?

Escrito por Pedro Andersson

02.04.18

}
3 min de leitura

IRS – Porque estou a receber menos ou estou a pagar?

Há dezenas de pessoas a queixarem-se aqui no blogue e no Facebook do Contas-poupança que nas simulações estão pela primeira vez a pagar ou a receber menos algumas centenas de euros de reembolso.

PRIMEIRO ALERTA

Se estão a estranhar o valor do reembolso em relação aos anos anteriores PAREM JÁ e nem pensar em entregar o IRS Automático ou manual. Já avisei (nem sei quantas vezes) para não terem pressa de entregar o IRS. Estou a sentir (para já só a sentir) que há qualquer coisa que pode não estar bem. Alguns “erros” já descobri (e não são da AT).

Vejam se este “erro” pode estar a afetar-vos.

Entre outras mensagens, recebi esta de um espectador/leitor do blogue que refere que vai receber menos 300 euros do que o habitual.

Enviei o meu irs automatico…!
Achei estranho porque numa simulação IRS que fiz antes ia receber 1300 euros.
Nesta simulação das finanças era 1002 euros.

Mesmo assim entregou.

Pergunto, mas porque é que entregam uma Declaração de IRS se suspeitam de que alguma coisa está mal? Se forem ao restaurante e vos apresentarem uma conta de 300 euros pelo prato do dia para duas pessoas não acham estranho? E pagam?! Então porque é que aceitam quando a “fatura” vem das Finanças? Ainda têm 2 meses para descobrir porque estão a pagar em vez de receber ou a receber menos do que o habitual ANTES DE ENTREGAR. Depois de entregar é tudo mais complicado.

Bom. Vou acalmar-me.

Já está.

Qual foi o erro deste contribuinte?

Não atualizou o agregado familiar até 15 de Fevereiro, como me fartei de avisar aqui. O senhor não seguia o Contas-poupança na altura. OK. Ou seja, o filho nasceu em 2017, mas o IRS Automático vai buscar os últimos dados que conhece. Ou seja ao IRS de 2016. Portanto o IRS Automático que aceitou não incluía nenhuma das despesas do filho. Daí a diferença dos tais 300 euros.

Ele verificou (só depois) que no comprovativo não estava o filho no agregado. Têm de ver isso ANTES de aceitar o IRS Automático, OK?

Se não atualizou a morada também pode estar a perder dinheiro por isso.

O que posso fazer para corrigir isso?

O espectador não sabia que tinha de ter atualizado o agregado familiar e a morada fiscal até 15 de Fevereiro. Eu percebo. Deve haver milhares de contribuintes a quem isso passou ao lado. Os contribuintes não são obrigados a saber tudo nem a ver os noticiários e ler os jornais todos os dias.

Por isso é que deve fazer “Gosto” na página de facebook do Contas-poupança e assinar a newsletter do Contas-poupança em www.contaspoupanca.pt. Fartei-me de avisar para isso. Ainda vai a tempo.

Tem AQUI as indicações que dei na altura.

IRS – Comunicação do Agregado Familiar (FAQ)

Agora, para não serem prejudicados, têm de entregar uma nova declaração manualmente para substituir essa que já entregou. Se está nesta situação, informe-se nas Finanças sobre como deve fazer. O telefone é o 217 206 707.

Há mais um “erro” que estou a tentar despistar. Ainda não tenho a prova que me falta. Repito, se acham estranho o valor que vos está a dar a simulação NÃO ENTREGUEM JÁ.

Darei novidades do que for descobrindo.

Já imprimiu algum dos 8 PDF GRÁTIS que fiz para si?

Quanto quer poupar em 2018?

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

TABELAS DE RETENÇÃO NA FONTE DE IRS | Saiba quanto pode receber a mais por mês em 2022

Novas tabelas do IRS isentam de imposto salários e pensões até 710 € Esta era a informação que faltava, depois do anúncio do aumento do salário mínimo. Se este ajuste nas retenções na fonte não fosse feito, corríamos o risco das pessoas serem aumentadas e ficarem a...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (6 a 12 de dezembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Salário mínimo sobe para 705 € a partir de janeiro

Salário mínimo nacional sobe 40 euros em 2022 O Governo aprovou hoje a subida do salário mínimo para 705 euros a partir de 1 de janeiro, bem como os apoios às empresas para estes aumentos, adiantou o executivo, no final do Conselho de Ministros. Na conferência de...

ELETRICIDADE | A lista das 10 empresas mais baratas este mês (Dezembro 2021)

A Lista das 10 empresas mais baratas Uma das perguntas que mais vezes me fazem é: "Qual é a empresa de eletricidade mais barata?". Respondo sempre que a resposta não é fácil porque depende muitos dos seus gastos, potência contratada, tarifa simples ou bi-horária e...

CRISE DA ELETRICIDADE | Coopérnico deixa de ter tarifas de eletricidade fixas e passa a ter apenas Indexado

Mais uma empresa não aguentou os preços da eletricidade no mercado grossista É mais uma empresa (a quarta) a abandonar as tarifas fixas de eletricidade, porque não aguentam os preços de compra no mercado grossista. A Coopérnico deixou de ter tarifas fixas de...

Se quiser investir é melhor um PPR ou um ETF? (Mês #5 – Novembro 2021)

PPR vs. ETF: Qual é melhor para investir a longo prazo? (Mês #5) Passou mais um mês e continuo surpreendido com a diferença de desempenho entre os meus 2 ETF (SP500 e World) e o PPR "Save&Grow" da Casa de Investimentos. No dia em que fiz o "retrato" (ontem, dia 30...

REFORMAS | Idade da reforma recua para 66 anos e 4 meses em 2023

Idade da reforma recua para 66 anos e 4 meses em 2023 Há uma pequena boa notícia para quem espera reformar-se em 2023 (mas não é por um bom motivo). A idade da reforma deverá recuar para 66 anos e quatro meses em 2023 e o fator de sustentabilidade aplicado às pensões...

Tarifa social de Internet entra em vigor em janeiro e vai custar 6,15 euros

Tarifa social de Internet vai custar 6,15 € e vai ter 15 GB/mês A tarifa social de Internet, destinada a consumidores com baixos rendimentos, entra em vigor em janeiro e terá um valor de 6,15 euros (IVA incluído), disse à Lusa o secretário de Estado para a Transição...

Reembolso de 85% para fazer obras em casa prolongado até 31 de Março 

Edifícios + sustentáveis | Mais 15 milhões de euros e mais 4 meses para se candidatar Foi publicado esta sexta-feira (26 de novembro) em Diário da República o novo regulamento para a atual 2ª fase do Programa “Edifícios + Sustentáveis”. E são boas notícias para quem...

Validade dos Atestados de incapacidade prolongada (outra vez) por causa da Covid-19

Validade dos Atestados de incapacidade prolongada até 2022 É menos uma preocupação para quem tem Atestados multiuso. Acaba de ser publicado em Diário da República o prolongamento da validade dos Atestados de incapacidade multiuso, até 30 de junho ou 31 de dezembro...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

158 Comentários

  1. Sandro

    Pode ser um problema mais genérico. O meu filho nasceu em 2014 e eu experimentei fazer a simulação pelo processo normal (mesmo podendo submeter o automático) e quando peço a declaração pré-preenchida em conjunto com a minha mulher (como entreguei nos anos anteriores) o NIF do pequenote não está lá preenchido e tem que ser colocado manualmente, estando o mesmo associado no agregado familiar. No meu caso muda de 1400 para 2900 euros a receber.

    Responder
  2. Ana

    Ola
    No meu não aparece o valor das deduções e ainda da erro porque tenho que declarar ….Anexo J de rendimento no estrangeiro Rio ou choro????Cumprimentos
    Z.

    Responder
    • Francisco Mendes

      boa tarde.. este ano pensei que ia receber 1090 euros de irs fiz a simulação nas finanças e tenho a receber 983.45 quase menos 100 euros ainda nao meti porque disseram para não meter até dia 15 de abril porque podia haver enganos quando posso meter e porque receber menos é o primeiro ano que me acontece obrigado

      Responder
  3. Ana Santos

    Boa tarde,
    O ano passado recebi 799€ de reembolso este ano a simulação diz que vou receber 161€, tenho o mesmo agregado à 19 anos a morada está actualizada, temos o mesmo emprego. Aparecem as despesas no simulador. Que se estará a passar?
    Obrigada
    Ana

    Responder
  4. Ana Isabel Santos

    Boa tarde,
    O ano passado recebi 799€ de reembolso este ano a simulação diz que vou receber 161€, tenho o mesmo agregado à 19 anos a morada está actualizada, temos o mesmo emprego. Aparecem as despesas no simulador. Que se estará a passar?
    Obrigada
    Ana

    Responder
  5. Ana

    Boa tarde

    Fiz a simulação e submeti entretanto achei estranho o valor dar menos €200 entao fiz manual novamente porque o anexo H nao estava no automático no entanto verifiquei que o valor que dá é o mesmo, entretanto vi que em 2016 deduzi €400 e em 2017 apenas €200 comparando os 2 irs , pode ser por isso?

    Grata

    Responder
  6. Lurdes Batista

    A minha filha o ano passado recebeu o que descontou, este ano as despesas que tem são mais ou menos as mesmas e não vai receber nada ou seja não paga, mas também não recebe. É estranho…. O agregado é as apenas ela.

    Responder
  7. Sandra Silva

    Boa tarde hoje fui entregar o irs o meu agregado familiar e o mesmo a nove anos e todos os anos costumo receber entre 1000,1500,este ano vou receber 400,foi feito pela contabilista o que poderá estar mal.

    Responder
  8. Ana Santos

    Boa tarde, sou casada e com um filho, tentei fazer a simulação entregando o irs sozinha mas não dá para fazer com o meu marido pois diz que ele não está abrangido pelo irs automático. Não percebo o porquê pois temos as mesmas condições .

    Responder
    • Fernanda

      Porque é que no ano passado(2019) o meu marido recebeu 653€ e este ano (2020)tem que pagar 130€?

      Responder
      • Pedro Andersson

        Olá. Provavelmente fez menos retenções na fonte.

        Responder
  9. Liliana Oliveira

    Sr. Pedro Andersson, no caso de não termos corrigido o agregado familiar o que podemos fazer agora? Na altura tentei fazê-lo e deu me sempre erro e depois acabei por me esquecer.. Obrigado

    Responder
    • marina

      Aconteceu-me o mesmo, tentei várias vezes dentro do prazo e nada, ate pedi senha para o meu filho e nunca ficava agregado. Agora terei de enviar manualmente…

      Responder
  10. Armando Costa

    A página da AT para declarar o IRS está com dificuldades de acesso mas…lá consegui entrar, como tenho rendimentos prediais não deixa fazer o IRS automático, do mal o menos, opto pela declaração pré-preenchida.
    A declaração pré-preenchida trás o rosto e os anexos A e F, verifico que os dados estão correctos, mas…verifico que não consta o anexo H, opto por acrescentar o anexo H , este surge sem qualquer campo preenchido, está correcto? Devo preencher todo este anexo mesmo tendo consultado os dados no e-factura e verificar que estão correctos? Caso concorde com os dados do e-factura não me devo preocupar com a existência ou não do anexo H? O meu agradecimento pelo esclarecimento possível à questão.
    Armando Costa

    Responder
  11. Fernando

    Eu, pouco depois da meia-noite, entreguei o IRS dos meus pais. (Não optei pelo IRS automático; tenho alguma segurança para tratar de tudo.) Aconteceu-me o contrário: até vão receber um pouco mais do que no ano passado (penso que devido ao fim da sobretaxa).
    Quanto ao meu, esse é que não consegui entregar: obtive um erro de comunicação (estranho: eram 2h da manhã) e, desde então, após diversas tentativas a diferentes horas, tem sido sempre a mesma coisa.
    Não sei se será excesso de tráfego (estranho, às 2h da manhã) se se deverá ao facto de o sistema ser totalmente novo (sem Java) e não estar suficientemente testado.

    Responder
  12. JM

    Olá!
    Cá em casa estamos com uma dúvida… como funciona o quociente familiar? Independentemente do número de dependentes que coloquemos, dá sempre 1!
    Obrigada!

    Responder
  13. Ara Jardim Oliveira

    Boa tarde

    Tenho o mesmo problema que o St Armando Santos. Não aparecem os anexos e ao anexar, estes não vêem preenchidos! Será que vou ter de preencher tudo? Obrigada

    Responder
  14. Cristiana

    Boa Tarde.
    Como atualizar os dados da morada agora?
    Os juros das casas compradas em 2017 não entram mesmo para o IRS?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Já não pode. O prazo acabou a 15 de fevereiro. Não não entram após 2011.

      Responder
      • Celso

        Espere… Sr Pedro, mas sempre dá para pôr os juros da compra de uma casa, compra essa feita há 2 ou 3 anos? Todos me dizem que isso acabou para casas compradas a partir de 2011! E procurando na net, não encontro nada que me indique o contrário.

        Responder
        • Joao

          A minha mae recebe pensao de velhice… No ano passado os rendimentos foram cerca de 3900 euros. Posso colocar como ascendente?

          Responder
      • Celso

        Desculpe, mas, eu devia estar a dormir quando li a sua resposta e nao vi a parte final que responde ao que questionei XD
        Obrigado 🙂

        Responder
  15. Rui

    Olá, desculpe mas se incluiu o dependente e recebe o mesmo que recebia quando não o tinha na declaração, então esta a receber menos 300 euro que o ano anterior. Ou não?

    Responder
  16. Marta Sofia Rodrigues Oliveira Gomes

    Boa noite! Tive um bebé ee mudei de casa, ambos em 2017. Na altura tentei várias vezes actualizar a morada e o agregado mas nunca consegui pois dava sempre erro. Após a data questionei a AT que me disse que essa actualização só fazia sentido se optasse pelo IRS automático… O que é que isso significa? Que não devo optar pelo automático pois esses dados não aparecerao e ficarei prejudicada? Como faço para preencher esses campos agora, se é que é possível. Muito obrigada!

    Responder
  17. Luisa Coelho

    Olá, simulei ontem e submeti o irs. Não escolhi o irs automático e escolhi a declaracão pré-preenchida. Mantive mais ou menos os rendimentos/despesas do ano anterior; e vou manter o valor a receber semelhante a 2016. Penso que tudo correu bem.

    Responder
  18. Luisa Coelho

    Dona Liliana Oliveira,
    Se não atualizou o agregado familiar/morada até Fevereiro, nunca opte pela entrega do IRS automático. Peça o irs manual e pode optar a declaracão pré-preenchida. Confirme se estão lá todos os dados incluindo o agregado. Pode sempre acrescentar/alterar manualmente.
    Não esquecer que no anexo H e no que diz respeito aos dados de despesas de saude, formacao e educacao,etc… ( quadro 6C ), .se optar por escolher NAO em alternativa aos valoes comunicafis à AT, os valores não são visíveis no irs, embora estejam a entrar para a declaracao e seus cálculos ( os mesmos que foram validados no e-fatura ). Só serão visiveis os valores se optar por SIM.
    Espero ter ajudado de alguma forma

    Responder
  19. Débora Iria

    Boa noite
    Estive a consultar o Irs automático… E como estranhei os valores..inferiores este ano.. Fui tentar preencher a declaração manualmente. Facto é que tenho uma casa em Setúbal, que não moro lá. Divorciei me e a morada fiscal passou a ser a dos meus pais em Odivelas. No entanto, estou numa casa arrendada com recibos electrónicos em dia… Só que não aparece nada das rendas que já paguei desde Março de 2017. O que faço?

    Responder
  20. Joaquim Santos

    Boa tarde,
    Com descontos de 650 para IRS, 1100 para SS despesas num total de 4800e de 9800 recebidos valor a receber 112€ por ser solteiro?

    Responder
  21. Luisa Coelho

    D. Ana Jardim Oliveira e Sr. Armando Costa:
    Não esquecer que no anexo H e no que diz respeito aos dados de despesas de saude, formacao e educacao,etc… ( quadro 6C ), .se optar por escolher NAO em alternativa aos valoes comunicafis à AT, os valores não são visíveis no irs, embora estejam a entrar para a declaracao e seus cálculos ( os mesmos que foram validados no e-fatura ). Só serão visiveis os valores se optar por SIM. Informo que se fizerem Validar sem trem colocado a cruz no Sim ou Nao, dará mensagem de erro, nao podendo entregar.
    Quanto ao quadro 7 do anexo H ( juros, rendas,etc ), penso que devem inserir manualmente à semelhança dos anos anteriores: eu inseri e tudo funcionou.
    Espero ter ajudado de alguma forma

    Responder
  22. Vanda

    BoA noite!
    O meu pai faleceu em Junho 2017,ontem fiz a simulação do irs dos meus pais e o estranho é que tenho que fazer a declaração pelo NIF do meu pai para aparecerem…os descontos dele,senão só aparece a reforma da minha mãe e o subsídio de sobrevivência que é o que ela recebe da pensão do meu pai….visto ela ser o sujeito B….e o meu pai era o A.
    Confirmei o agregado dela,colocando que era viúva até 15 de Fevereiro…como sugeriu….mas não é estranho ter que ser pelo NIF do meu pai….?Se for pelo dela sozinha tem de pagar 400€, se for em conjunto não tem de pagar !!!!!
    Pode me ajudar?
    Obrigado
    Vanda

    Responder
  23. Alexandre Fernandes

    Boa noite,
    No dia de ontem fiz a simulação do irs dos meus pais, pela 1 vez em muitos anos vao ter de pagar cerca de 310€ de irs. No ano passado receberam cerca de 60€.
    Tal como era solicitado efetuei-lhes a atualização de morada e do agregado ate dia 15/02.
    As receitas aumentaram em cerca de 1000€ por cada um, no entanto ate foi um ano onde a minha mae teve de comprar oculos e teve mais despesas de saude. Sera que pode haver algum erro na simulação?

    Responder
  24. Pedro

    Boa noite, Estou há 3 horas a tentar entrar na página do IRS, mas não passa da primeira página ” Preencher declaração”, não dá mais nenhuma informação. Não sei o que fazer, todos os anos tenho colocado sem qualquer problema. Já actualizei o java, estou a tentar colocar pelo internet explorer 11, e até no chrome já tentei. Será o tal bug que a bastonária da OCC falou. Já mudei de PC 3 vezes mas nada. Selecciono o ano e depois só aparece Preencher declaração e para aí. Alguém me ajuda?

    Responder
  25. Roberta Cabrita

    Boa noite,
    Fiz hoje alguns IRS, da minha mãe, avó, namorado e até o meu. O da minha mãe e namorado optei por fazer o IRS automático porque averiguei os dados antecipdamente, tal como os atualizei e validei fatura até à data devida. Mas ainda assim, no IRS do meu namorado, o total do imposto deu 0€, quando ele tem na declaração de rendimentos e no próprio portal das finanças retenção na fonte no valor de 9€.
    Ignorei por se tratar de um valor irrisório, mas agora que vi a possibilidade de poder questionar, eis que o faço. Será por ser um valor insignificante?
    Obrigada!

    Responder
  26. Miguel

    Bom dia,

    Normalmente recebia cerca de 300 a 400 euros de IRS, correspondendo com a simulação. Este ano tenho 145€ a pagar. O que mudou foi que iniciei trabalho a meio do ano passado para um rendimento maior e que mudei de casa dos meus pais para arrendar uma. O que poderá estar a originar isto?

    Obrigado.

    Responder
    • Celso

      Talvez seja um erro. O Pedro aconselha a fazer o IRS apenas depois do dia 15, devido a vários erros que costuma haver, ficando esses normalmente corrigidos a partir do meio do mês. Vale mais fazer as coisas com calma para ficarem bem feitas. Há varios relatos de pessoas que fizeram várias simulações com apenas dias de diferença, obtiveram valores completamente diferentes.

      Responder
  27. Hugo Sampaio

    Caro Pedro Andersson, boa tarde.
    Sabe por acaso se as finanças irão disponibilizar a tão útil a ferramenta de preenchimento offline?
    Procurei e não encontrei nada na área de downloads.
    Muito obrigado pela sua disponibilidade.
    Os meus cumprimentos,
    Hugo

    Responder
  28. Paula

    Eu fiz automático, mas antes de submeter pedi para validar o estado casada/solteira e depois fiz a simulação dizia que ainda tinha que pagar a volta de 500€, depois reparei na simulação os meus filhos não faziam parte fo agregado, então colo as uei o nif deles e voltei e efetuar a simulação e então em vez de pagar ( não fazia sentido) vou receber.

    Responder
  29. Cátia Vieira

    Boa tarde. Hoje fiz simulação de IRS. Se fizer como o ano passado e pedir declaração pré preenchida a minha filha de 5anos não aparece, no automático aparece mas o k acho estranho é k vou receber menos 300€ que no ano passado, mesmo tendo mais despesas de saúde. Será que há algo errado??? Obrigado

    Responder
  30. Ricardo Alves

    Boa tarde,
    Dando uma leitura por esta página reparo que estamos todos um pouco no mesmo caminho, a mim também me acontece que ao fazer a simulação tenho a receber 300 mas no ano anterior recebi bem mais. Também fiz a atualização da morada como era suposto. A minha questão é se deva aguardar mais uns dias?

    Responder
  31. Liliana

    Boa tarde,

    Tenho mais 1 dependente (nascido em junho 2017) ambos os dependentes registados nas finanças como pertencendo ao agregado, aparecem na Declaração de IRS mas vou receber menos de metade do que recebi o ano passado, tendo as mesmas despesas, mais 1 dependente, é normal?
    Em 2017 trabalhei apenas até Maio.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Pode ser essa a explicação. Se não trabalhou não descontou…

      Responder
  32. Filipe Salgado

    Olá,
    Não validei o agregado familiar no entanto quando tento submeter automatico aparece lá os dois filhos e os valores parecem-me corretos (de acordo com o e facturas).
    O meu espanto é que os rendimentos mantiveram-se iguais as despasas aumentaram e vou receber pelos 1500euros que os anos anteriores.
    Não percebo o que se está a passar, provavelmente um erro? Assim que consiga vou tentar o manual (pre prenchido) a ver o que acontece.
    Se se mantiveram os valores a receebr, gostaria de entender o que afetou este ano, a sobre taxa?
    Obrigado

    Responder
  33. Jorge Alexandre

    Boa noite,
    Fiz a simulação com e sem Anexo H e o valor a receber é exactamente o mesmo. (MENOS 350 euros de reembolso em comparação com ano anterior) Não deveria haver diferença devido às deduções existentes no efatura? Ou será erro no site que não assume o valor das deduções que estão no efatura?

    Responder
    • Jorge Alexandre

      Acabei de fazer simulação da declaração de irs de uns familiares e também deu 270 euros a menos reembolso, em comparação com ano anterior. Penso que o simulador do site das finanças não está a calcular as deduções do efatura.
      Ao colocar o visto de não aceitar os valores do efatura elas aparecem lá todas descriminadas, contudo, penso que não estão a entrar no cálculo.
      E penso que será ai que estará o problema.

      Responder
  34. Dalia

    Boa tarde
    Consultei o meu IRS automático e o valor que apresenta é que vou receber menos 300euros que o ano passado.
    Estranho pois confirmei o meu agregado, em 2017 foi o ano que mais pedi facturas com contribuinte e em nada alterou o meu agregado e situação fiscal.

    Não consigo aceder À declaração manual (dá sempre erro) mas deduzo que o valor seja igual…
    Não deveria receber o mesmo valor que o ano passado? Ou então até mais pois tive sempre o cuidado de por NIF nas minhas faturas?

    Obg

    Responder
  35. Marta Melo

    Eu optei pelo IRS automático e quando fiz a simulação dava uma diferença de cerca de 300€ a menos que o ano passado. Não sei se está correcto porque confirmei o agregado familiar em Fevereiro e estava tudo igual a 2016 inclusive eu e o meu marido mantemos o mesmo emprego e o nosso filho tem 17anos. Não existe qualquer alteração no agregado nem na residência. Como pode ser?

    Responder
  36. Jorge Alexandre

    Acabei de fazer simulação da declaração de irs de uns familiares e também deu 270 EUROS A MENOS DE reembolso, em comparação com ano anterior. Penso que o simulador do site das finanças não está a calcular as deduções do efatura.
    Ao colocar o visto de não aceitar os valores do efatura elas aparecem lá todas descriminadas, contudo, penso que não estão a entrar no cálculo.
    E penso que será ai que estará o problema.

    Responder
  37. Paulo A Macedo

    Pela primeira vez vou entregar uma declaração de IRS com a situação de união de facto. Como tal, preenchi a declaração de IRS no meu login de contribuinte, seleccionando essa opção, introduzindo apenas o contribuinte da minha companheira e efectuei a simulação que deu um resultado em que iria receber cerca de 600 €.
    No entanto, efectuei nova simulação mas desta vez como login dela, acrescentando da mesma forma o meu número fiscal com a situação de união de facto e a simulação deu um valor de a receber cerca de 2000 €.
    Gostaria de tentar perceber como duas declarações dão simulações diferentes e fico na dúvida se tenho de entregar a declaração no meu nome, no dela, ou até mesmo, as duas e ver o que dá.
    Algum conselho, ou estarei a preencher mal alguma coisa ?

    Responder
  38. Catarina Mendes

    Bom dia,
    Tenho dúvidas quanto ao preenchimento do IRS, porque não sei exatamente como fazê-lo. Sou casada com uma filha (nasceu em 2016).
    O meu marido consegue preencher o IRS automático, mas eu não consigo. Aparece a indicação que tenho de preencher manualmente. Não consigo avançar e comprovar os valores referentes ao meu NIF porque simplesmente está inativo. Além disso no NIF dele aparece um dependente e no meu não aparece, tenho de o preencher manualmente.
    Será erro do portal, ou alguma coisa que não terei feito corretamente?
    Obrigada.

    Responder
  39. Tiago Marques

    Bom dia, eu tambem estou a estranhar o IRS este ano…
    Eu tendo a receber a volta de 465€ por ano, este ano o simulador diz que só irei receber 90€…
    O meu salário bruto aumentou em mais 100€ em julho do ano passado , no entanto fiz mais gastos que no ano de 2016… Esperava talves vir a receber menos de IRS, mas nao estava a espera de ser mais de 300€ a menos…
    Fora isso não alterou nada, vivo sozinho e não tenho dependentes…
    Fico a aguardar um aconselhamento….

    Responder
  40. Vania Morrão da Silva Alves

    Boa tarde, estive a fazer varias simulações, individuais, em conjunto, e até agora o mais rentável é em conjunto. O que na realidade me intriga é que o valor apurado é substancialmente inferior a anos anteriores similares. Em relação ao irs de 2016, na altura só o marido trabalhava, e o global é similar, a perda é de menos + ou – 600€.
    Outra duvida que subiste, é a retenção da fonte, em 2017 ficaram retidos + ou – 4700€ e o reembolso é só de 700€, se esse valor foi retido indevidamente ou antecipadamente pelo estado, não é algo que nos pertença??? …pedi faturas de tudo, rendas de casa, validei tudo e agora só devolvem esta quantia???! Não é nada justo! em relação quociente familiar também, na simulação só me aparece 2, validei também o meu dependente… Algo realmente não está bem. Este ano estão a devolver menos.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Assim que perceber porquê partilhe por favor. Há muitas queixas semelhantes.

      Responder
      • Vânia Alves

        Boa tarde Sr. Pedro ANdersson, depois de algumas “voltas” que dei aqui ao “sistema” e experiências , penso que o problema que está ocorrer é tão simples quanto isto, a SIMULAÇÃO do programa não está a ter em conta o ANEXO H (das despesas e deduções), se experimentarmos a simulação sem anexo H os valores são exactamente iguais ao da simulação com o anexo H, quer isto dizer que a simulação NÃO FAZ os CÁLCULOS às despesas do anexo H. Porque até podemos ter uma agradável surpresa a quando da liquidação o valor seja maior, assim acredito, porem, como sempre + coisa, – coisa os valores da simulação eram muito próximos da realidade, ficamos agora sempre na incerteza.
        Caso não se resolva essa situação do simulador irei aos serviços das finanças.

        Responder
        • Jorge Alexandre

          Boa noite,
          Acontece-me exactamente o mesmo. Mesmo valor a receber com ANEXO H ou sem inserir ANEXO H. Será erro do simulador ou este ano já não é necessário inserir o anexo?

          Responder
          • Pedro Andersson

            Olá. Só muda algum valor se mexer em algum valor do anexo H. A AT não precisa do anexo h para fazer as contas porque está a usar os dados que já confirmou até 15 de março.

  41. Manuel Nunes

    A simulação apresenta que vou receber menos 1600 euros do que no ano passado, quando os rendimentos e despesas para este ano são idênticos ao ano passado. A simulação só pode estar errada!

    Responder
    • Pedro Andersson

      Quero muito descobrir esse “erro”. Há muitos a fazer essa pergunta. Compare com a nota de liquidação do ano passado e descubra a linha culpada e depois diga por favor.

      Responder
      • Manuel Nunes

        Foi o que fiz logo depois de conhecer a simulação. E o problema é precisamente esse. Na nota de liquidação referente a 2016 e na simulação para 2017 os valores são todos idênticos. Exceto no valor a receber. Apresenta menos 1600 euros. Como solucionar? Esperar e ir simulando até apresentar um valor superior?

        Responder
        • Pedro Andersson

          Seria abusivo pedir-lhe os dois documentos para eu levar a um contabilista? Tapando os seus nifs?

          Responder
          • Manuel Nunes

            Caro Pedro e demais participantes no fórum,

            Já percebi a razão da diferença no valor a receber… A culpa é da troika… Após verificar com mais cuidado a nota de 2016 e a simulação de 2017, percebi que a diferença tem a ver com a retenção na fonte. É o único parâmetro onde existe uma diferença maior. Deve-se ao alívio na retenção na fonte das taxas impostas pela troika. O que vamos receber a menos deve-se ao facto de termos retido menos. A única coisa boa da troika era quando recebíamos o IRS. Agora já não.

          • Pedro Andersson

            Ok. Isso já me parece uma explicação lógica e coerente. No seu caso é a sobretaxa?

  42. Teresa Lopes

    Boa tarde,
    pela 1ª vez vou ter de preencher o anexo G devido a uma mais valia de venda de um imovel de herança que recebi da minha mãe. Neste caso somos 2 herdeiros, eu e meu irmão. Depois de prencher o quadro 4 do referido anexo, em que a ultima coluna refere a quota parte que me cabe (neste caso 50%) o valor do IRS passa a ser a pagar e não muda de acordo com a % colocada. Neste caso, seja qual for a percentagem introduzida nesta coluna o valor na simulação nunca é alterado. Deveria então ter colocado metade do valor de aquisição + valor de venda + gastos de imobiliaria? É verdade que apenas metade do valor da mais valia é tributavel de IRS?
    Obrigada
    Teresa

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Lamento mas não tenho conhecimentos suficientes para responder a sua questão. Terá de perguntar nas Finanças 217 206 707. Não quero induzir em erro sem querer.

      Responder
  43. Claudia

    Não sei se estou a fazer os cálculos corretos mas seguindo a lógica de cálculo da simulação do IRS no site das finanças até quem recebe ordenado mínimo é taxado no escalão 14,5%. Num rendimento anual de 9000€ fiquei com 5000€ +- de rendimento colectável. Se aplicar a mesma lógica para quem recebe o salário mínimo esses contribuintes ficam com cerca de 3000€ colectáveis… logo se não houver deduções suficientes ou retenção na fonte (o que é o correto) haverá lugar a pagamento de irs e nas pessoas com rendimentos superiores há um rendimento coletável superior

    Responder
    • Pedro Andersson

      Não. Há sempre uma dedução específica de cerca de 4 mil euros para todos antes de calcular a matéria coletável. Por isso nunca pagam.

      Responder
  44. Nuno

    Bom dia, os meus rendimentos anuais subiram em 2017, no entanto no simulador, vou receber menos que no ano anterior? É expectável? Obrigado!

    Cumprimentos.

    Responder
  45. Sónia Silva

    Bom dia,
    Na despesa correspondente à Manutenção e Reparação de Veículos Automóveis aparece-me não o total da despesa mas o total do IVA dessa despesa. O mesmo acontece com os Transportes Públicos. É normal? Isto no IRS Automático e noto um decréscimo brutal no reembolso.
    Obrigada.

    Responder
      • Sónia Silva

        Olá. Não percebo a razão (na verdade nunca percebi), mas a minha grande dúvida estava naqueles valores do IVA e não da despesa, não sabia que era mesmo assim.
        Muito obrigada pela ajuda!

        Responder
  46. Bruno Tavares

    Pedro,eu fiz tudo certinho.Confirmei o agregado familiar,a morada e tudo o que era pedido até 15 de Fevereiro.Em relação a 2016,ganhei mais 300 euros brutos,mas tambem descontei mais 250 sò no IRS.E em 2017 acumulei quase o dobro do valor para dedução no efatura porque pedi muito mais facturas.De resto o meu IRS de 2017 é basicamente igual ao de 2016 (um PPR,crédito habitação,pensão de alimentos paga) tudo com os mesmos valores,mais centimo menos centimo.No entanto o valor a receber é menos 400 euros,ou seja,vou receber um terço do que recebi o ano passado.Como se explica isto? Ainda não entreguei o meu. E ainda descobri outra injustiça: se declarar o valor da pensão de alimentos que pago,perco o direito á dedução de metade das despesas do meu,mesmo essa metade sendo paga por mim (alguém tem que explicar ás Finanças que há pais com acordos de regulação parental amistosos,que pagam pensão e pagam também mais despesas dos filhos) e depois sò têm direito a deduzir ou a pensão ou as despesas do filho. E se eu não declarar a pensão de alimentos,o valor a receber aumenta mais de 100 euros.Qual é a lògica disto??

    Responder
    • Pedro Andersson

      Nenhuma lógica. Já ligou para as Finanças para perceber? 217 206 707 estou a tentar investigar também.

      Responder
  47. Amélia Costa

    Boa noite Sr. Pedro,

    Estou com certa dificuldade em declarar o valor anual das rendas pagas há CM Porto da habitação. Escolho o código 654 do Campo 6C e depois no campo 7 escolho o código 05 da natureza do encargo, prédio urbano, nif do arrendatário e não me deixa validar porque pede o ARTIGO, nos recibos não aparece nada!!
    Peço seu conselho sobre assunto.

    Grata pela atenção, subscrevo-me.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Quase de certeza que está no contrato de arrendamento.

      Responder
  48. Bruno Daniel

    5 horas nas finanças e não conseguem resolver o meu caso.
    Tenho 1 dependente em guarda partilhada, residência alternada.
    Quando validei o agregado não reparei que dizia “Não” no campo residência alternada.
    Agora não me deixa entregar o IRS com “Sim”, porque dá um erro de validação do agregado.
    Nas finanças (Loja cidadão) dizem que não é possível alterar o agregado, que quem fez o sistema informático não previu isso, e já tinham falado que estas situações iam dar problemas.
    Sugestão: entregar com “Não” e depois ir à repartição resolver “Divergências”.
    Acho patética a solução, que não é solução nenhuma, e ainda me pode é resultar em alguma coima.
    Alguma ideia?
    Cpts

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ui. Nem manualmente? Isso é surreal. Manualmente devia ser possível alterar tudo…

      Responder
      • Bruno Daniel

        Pois….
        Conversa entre funcionários da AT:
        – tu lembras-te de falarem disto na formação?
        – epah sim os dados não dão para alterar. Eu disse que isto ia dar porcaria.
        – pois os sistemas informáticos sobrepõem-se às pessoas, nós não conseguimos fazer nada
        – várias pessoas disseram que isso ia dar asneira
        – pois, não sei o que possa fazer

        Mais ridículo é impossível. Quem especificou os requisitos do sistema informático não admite que possa existir um erro que tenha que ser corrigido. Que genial!

        Responder
      • Bruno Daniel

        Update.
        Depois de ligar para a linha da AT e deslocar-me aos serviços da área de residência a solução passa por:
        – entregar a declaração mal com o erro do agregado porque e impossível corrigir agora
        – aguardar liquidação
        – após liquidação fazer uma reclamação graciosa pedindo correção da declaração e da liquidação
        Ou seja, para corrigir um erro, temos que fazer outro erro, para depois solicitar a correção dos dois erros.
        Questão que coloquei?
        E coimas?
        Não sabem.
        Enviei um email ao chefe de serviço das finanças a expor situação, para ficar com o registo que eu tentei corrigir, eles é que não permitem.
        E é isto

        Responder
        • carla rocha

          Agradeço o esclarecimento, uma vez que a minha situação é a mesma, e após ter contactado a linha da AT, fiquei sem nada saber porque estavam sem sistema.

          Responder
  49. Maria Ferreira

    Maria Ferreira
    Boa tarde Pedro, pode ajudar por favor?
    Na simulação do IRS no site das finanças quem recebeu ordenado mínimo ou seja no 1º escalao até 7091€ anual é taxado no escalão 14,5% e isso esta isento, ok. Entao num rendimento anual de 8900€ em que se recebeu em media um ordenado mensal de 639€ e se pagou 5% de irs mensal no seu total anual de 420€ IRS, como é possivel receber apenas 61€ se tem um valor a abater á coleta de despesas de 330€? A meu ver se já pagou ao londo do ano o irs pelo escalao correto do ordenado, então devia receber no minimo os 330 do valor a abater das despesas, certo?
    Ou então algo de muito mau se passa nos escaloes da AT pq um trabalhador solteiro sem dependentes que ganhou por mes 615€x14meses dá cerca de 8600€ e nao paga irs nenhum, já um trabalhador que recebeu 8900€ pagou 420€ de IRS , tem despesas de 330€ a abter e nao recebe praticamente nada…
    muito estranho.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Só recebo no máximo aquilo que descontou. Confirme se é esse o caso.

      Responder
  50. Ruben Silva

    Boa tarde Exmo. Sr.,

    Eu estou com um caso nas mãos que é o seguinte, a minha namorada tem feito o IRS em conjunto com os pais até ao ano passado. Este ano terá que começar a fazer sozinha, mas algo de estranho se está a passar. Porque ela esta com o um rendimento anual de 9000€ +/-. Até ao ano passado ela tem recebido cerca 600€ +/-, só este ano é que a simulação dá 200 e poucos euros, ou seja, é menos de metade e os descontos são praticamente os mesmos. Acha isto normal? Que devo fazer? O problema é que já submeti…

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Não é normal a menos que tenha deixado de ter a sobretaxa no ano passado. Simule novamente daqui a uma semana. Se for diferente entregue nova declaração.

      Responder
  51. Pedro

    Olá Pedro. Obrigado pela ajuda em vários temas. Hoje simulei no portal o meu irs. Qual o meu espanto quando visualizo que vou receber menos mil e cem euros!!! Desde o meu 3º filho que recebo 2900 euros nos últimos anos. As minhas despesas são sensivelmente as mesmas mas este ano curiosamente tenho mais 2500 euros de despesas na educação!!! Qual será o motivo? Até a retenção na fonte aumentou no meu caso. Os nifs dos filhos não aparecem pré-preenchidos. tive de os inserir. Não me recordo se nos anos anteriores aconteceu o mesmo.
    Obrigado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Não entregue até perceber… Compare linha a linha com a nota de liquidação do ano anterior.

      Responder
  52. José António

    De 2016 para 2017, o meu agregado manteve-se.

    De 38k em 2016 ganhei 41k em 2017

    As minhas deduções especificas na simulação para 2017 dão o mesmo valor: 8.208€

    Em 2017 tenho:
    – + rendimento colectável
    – + rendimento para determinação de taxas
    (mesma taxa de 28.5 e mesmo quoc. fami.)

    Coleta total +900€ face a 2017
    Deduções à coleta +400€
    Colecta líquida +500€

    Retenções na fonte +300€ face ao ano passado
    Sobretaxa foram 210€ no ano passado e 0 este ano

    Conclusão… vou receber menos 280 paus que o ano passado, que é o mesmo dizer que nada pq os 280 paus eram basicamente sobretaxa que eu tinha adiantado ao longo do ano! Eu nunca entreguei tanto valor ao governo… para receber o mesmo em deduções e o mesmo em reembolso.

    Responder
    • Luis Machel

      Muito parecido com o meu caso…mas a mim são menos 400. Estado Português = a vergonha de sempre mas agora ainda mais encapotada

      Responder
  53. MTS

    Boa tarde,
    A 05/2017 mudei de trabalho. O total de imposto retido é de 300 € aproximadamente, no 1º emprego, e no emprego actual o imposto retido é cerca de 25€.
    Em 2016 tive 400€ aproximadamente de imposto retido. A diferença do valor que tenho a receber é de 240€ (referente ao ano de 2016) para 22€ (referente ao ano de 2017). O que poderá ter causado essa alteração? Não existe uma diferença substancial entre os valores de imposto retido de um ano para outro.. É que nem pela metade. A minha situação não alterou. Solteiro, 0 dependentes. Facturas também solicitadas com o Nº de contribuinte apesar de ter um diferença reduzida. Mas não creio ser esse o factor. Poderá a entidade patronal do meu emprego anterior não ter submetido os formulários correctamente, visto que não recebi nenhuma informação por parte deles? Obrigado.

    Responder
  54. Vitor Cardoso

    Bom dia,
    Uma vez que não existiu nenhuma alteração no meu agregado familiar, aliás tenho o documento de confirmação da AT com indicação de sujeito passivo com um dependente a meu cargo (filho de 12 anos), gostaria de saber porque é que a simulação com um dependente (linha adicionada no campo especifico) dá um valor de reembolso menor em cerca de 25€ do que se simular sem qualquer dependente?!
    P.s. na simulação da AT no campo de quoeficiente familiar aparece em ambos os casos “1” !
    Obrigado

    Responder
    • Bruno Silva

      Já no IRS de 2017 não existiu o quociente familiar, regressando-se à aplicação do quociente conjugal embora mantenha a designação de quociente familiar . Em contrapartida, foi aumentada a dedução à coleta fixa atribuída por referência a cada dependente, de € 325 para €600.
      Quanto às simulações… é esperar mais uns dias, como o Pedro diz.
      Espero ter ajudado.

      Responder
  55. Paula Oliveira

    Bom dia

    No ano de 2017 recebi fundo de garantia salarial, referente a anos anteriores, no valor de 7065,00€.
    Estou a declarar no Quadro 5, 3 anos (2014, 2015 e 2017) para poder beneficiar do artº 74.
    Na simulação (tanto sozinha como em conjunto), faz corretamente a conta, mas depois está a considerar mais um valor que diz ser “Imposto de rendimento de anos anteriores”, e está a fazer com que tenha IRS a pagar.
    Isto será certamente um erro???!!! Se já está considerado no rendimento coletável, não deveria ter mais imposto nenhum certo?
    O que se poderá estar a passar?
    Obrigada

    Responder
  56. Catarina

    Boa tarde!
    Tenho feito entrega conjunta de IRS e tanto no ano passado como no anterior recebi mais de 2000€ de reembolso do IRS. Este ano recebo metade! Os rendimentos mantêm-se iguais, a diferença é que em 2016 estive 3 meses de licença de maternidade e em 2015, para além de licença, estive uns meses desempregada e simultaneamente com baixa de gravidez de risco. O meu marido teve os rendimentos aproximadamente iguais nestes 2 anos. Este ano (2017) foi normal tanto para mim como para o meu marido, com rendimentos certinhos todos os meses por parte da entidade patronal. . Será que a baixa e a licença de maternidade influenciam positivamente o que recebemos de IRS? A diferença do reembolso também não me parece uma questão de atualização do agregrado familiar porque o meu filho nasceu em 2015 e aparece no IRS automático (no entanto no IRS manual tenho de introduzir o NIF do filho). Será que a simulação do IRS está correta e é suposto recebermos metade dos anos anteriores ou existirá algum erro?
    Obrigada pela atenção!
    Catarina

    Responder
  57. Manuel Parada

    Boa tarde,
    Estou a preencher o IRS manual e verifiquei que na aplicação de IRS de 2018, na parte de reportar rendimentos de 1 ano anterior, não há possibilidade de prencher a quantia de IRS descontado desse ano anterior (ano de 2016) porque simplesmente não existe campo para fazer este registo.
    Peço-lhe que confime este erro na aplicação.

    Responder
  58. Claudia Barreiro

    Boa tarde,
    A minha situação não alterou substancialmente face ao ano passado, e a simulação apresenta quase 200 euros a menos…
    No meu caso em particular, fazendo as contas a:
    . Saúde (importâncias suportadas com prestações de serviços e aquisições de bens, isentas de IVA ou tributadas à taxa reduzida, ou tributadas à taxa normal mas com receita médica associada): 15% do valor suportado por qualquer membro do agregado familiar com o limite global de € 1.000,00
    . Despesas gerais familiares (importâncias suportadas com prestações de serviços e aquisições de bens não enquadradas em saúde, formação ou educação ou imóveis): 35% do valor suportado com o limite global de € 250,00
    . Encargos com imóveis (importâncias suportadas com rendas, tituladas com fatura ou recibo de rendas eletrónico ou comunicadas por declaração de modelo acessória): 15% do valor suportado por qualquer membro do agregado familiar com o limite global de € 502,00.
    . Exigência de fatura: 15% do IVA suportado nas faturas por qualquer membro do agregado familiar, +100% do IVA dos passes, com o limite global de € 250,00
    obtenho efetivamente uma diferença dos tais 200 euros e que penso estar relacionada com a parcela das despesas gerais familiares (que constam do e-fatura) mas não aparecem no anexo H. Será que estão ou não a ser tomadas em conta na simulação?
    Obrigada.

    Responder
      • Claudia Barreiro

        Parece-me que não…o valor é menor (mas não chega a metade). Essa poderá ser uma razão?
        Não deveriam estar as parcelas que aparecem na simulação mais detalhadas,por forma ao contribuinte perceber melhor o que vem de onde?

        Responder
        • Pedro Andersson

          Olá. Estão superdetalhadas na página das deduções. Senão o IRS ainda era mais complicado de preencher…

          Responder
          • Claudia Barreiro

            Obrigada pela atenção. Ficarei atenta a ver se descobrem mais alguma coisa…

  59. Rui Silva

    Boa tarde Pedro,

    Eu já vivo a mais de 2 anos em união de facto, mas temos moradas fiscais diferentes, a minha companheira nunca alterou a dela, já tenho o declaração da Junta de Freguesia da residência que comprava essa situação.
    Quando surgir divergência só tenho que enviar a declaração certo?

    Responder
  60. João Paulo Nunes

    Ao nosso agregado familiar, dá-nos menos quase 500€ a menos a receber do que no ano passado. Fiz mil simulações, aparenta estar tudo certo em relação ao agregado, moradas, desejosas iguais na educação e renda de casa aos anos anteriores, mais desejosas de saúde, e vai daí… Não se entende. Vou ir a repartição local mas sem grande esperança…

    Responder
  61. Miguel Boleo Alves da Silva

    Bom dia: Gostaria que ne esclarece se um assunto
    Eu já meti o IRS, mas foi por automático e separado. Hoje reparei se tivesse metido o irs em conjunto o meu reembolso seria mais. O que devo fazer? Hoje recebi o reembolso.
    Aguardo uma resposta Sr. Pedro
    Obrigada.

    Responder
  62. David José Silva

    Tenho os meus pais reformados com 68 anos cada um. Os valores aproximados da reforma são ela com 398€ e ele com 460€.

    Com estes valores na teoria nem IRS precisavam fazer, no entanto, VÃO TER DE PAGAR 405€ de IRS, o porquê vou explicar.

    A minha mãe reformou-se aos 66 anos e dois meses, em maio de 2016, tendo pedido a reforma com tempo, só que esteve quase 10 meses à espera que começassem a pagar, porque o estado, por culpa de atraso deles, só começou a pagar a reforma a ela em fevereiro de 2017, tendo recebido de uma só vez 9 meses de 2016(7 meses mais os 2 subsídios) mais janeiro e fevereiro de 2017, e a partir daí sempre certo.

    Ora como recebeu os meses de 2016 em atraso só em 2017 foi prejudicada no IRS, isto não é justo, porque ela não recebeu nem mais um cêntimo daquilo que tinha direito, recebeu um valor grande de uma vez mas andou a sofrer quase 10 meses sem nada.

    Total anual do meu pai foi 6223€.
    Total anual da minha mãe foi 8930€, só que à volta de 3400€ são referentes a 2016, só 5500€ é que são de 2017.

    Há algum tipo de requerimento ou exposição que se possa fazer nas finanças a explicar isto e poderá haver forma de recuperar os 405€ ou haver perdão visto a cidadã não ter sido beneficiada com rendimentos extra, apenas recebeu a sua pensão com atraso sem culpa dela?

    É lamentável dois cidadãos com reforma abaixo do salário mínimo e teoricamente livres de fazer IRS, terem de pagar 405€, custa muito porque para eles é bastante dinheiro.

    Tenho a certeza que esta situação já aconteceu a mais pessoas porque sei de muita gente que se queixa que está à espera do pagamento de reforma há meses.

    Boa maneira de o estado ganhar dinheiro, não é verdade? Atrasam o pagamento aos recém reformados, depois pagam no início do ano seguinte os meses todos em atraso e o reformado sobe no escalão de IRS nesse ano e paga mais, quando apenas recebeu o que tinha direito e não obteve rendimento extra nenhum.

    Responder
  63. Luis Sousa

    Não compreendo o que se passa, sou divorciado, tenho 2 filhos em guarda conjunta com residência não alternada, a morada deles é a habitação do outro progenitor. O meu rendimento é praticamente igual ao do ano anterior, a situação dos meus filhos também já era esta, as despesas foram superiores ao ano transato, nunca tive de pagar irs ( no ano passado tive reembolso de cerca de 600€) este ano dá a pagar mais de 400€?? O que notei é que nas deduções à coleta deste ano, só tenho lá o valor relativo a mim, dos meus filhos tenho ZERO… Isto é justo? pago metade das despesas deles durante todo o ano e não tenho direito a absolutamente nada de dedução? Ou estará alguma coisa mal com a declaração?

    Responder
  64. José Amorim

    São aceites pelas finanças despesas dos dependentes no item despesas gerais e familiares até 750 euros para deduzir os 250 euros? Obrigado

    Responder
  65. Natividade Silva

    Olá Pedro! Boa tarde…venho por este meio solicitar a sua ajuda caso me possa ajudar…Já fiz várias tentativas de entrega do IRS, mas até agora ainda não entreguei porque alguma coisa não deve estar bem…pelo IRS automático diz-me que não estou contemplada pelo mesmo…Quando tento com a entrega com a declaração pre-preenchida, na simulação da-me cálculo sem imposto…Eu e o meu marido somos ambos reformados e não temos outros rendimentos…Também verifiquei as despesas do E-factura e estão correctas. Não estou a querer entregar a declaração sem verificar a simulação…do ano anterior para este não tivemos qualquer alteração, nem no agregado familiar nem nos valores…O ano passado fiz a entrega pelo automático e não tive qualquer problema…se me poder dar alguma ajuda, agradeço desde já a sua disponibilidade…Com os meus melhores cumprimentos… Natividade Silva

    Responder
  66. Manuel Ribeiro

    Bom dia.
    Gostaria de saber se posso meter o englobamento no irs automático ou tenho que preencher nova declaração ?
    Eu tenho um certificado de aforro e no anexo E no quadro A não aparece sitío para colocar o imposto retido , não será preciso mencionar?

    Fiquei a saber do englobamento ,porque vi uma dica do contas poupança ,
    obrigado pela atenção.
    Manuel Ribeiro

    Responder
  67. Jorge Alexandre

    Boa noite,
    Nas diversas simulações que fiz dá sempre o mesmo valor a receber com ANEXO H ou sem inserir ANEXO H. Será erro do simulador ou este ano já não é necessário inserir o anexo? (tenho 500 euros despesas de saúde, 650 juros de casa e 13000 euros despesas gerais)
    Obrigado

    Responder
  68. Maria Monteiro

    Boa tarde,

    Tenho seguido os conselhos do Pedro e este ano ainda não entreguei o meu IRS. Tenho feito várias simulações e conferências, e não estou a perceber porque é que vou receber a menos perto de 800€. Não tive variações da declaração do ano passado, por isso não percebo onde está a diferença… Será mesmo assim, ou existe alguma falha que eu não estou a detetar?! Obrigada.

    Responder
    • António Guedes

      Boa tarde,

      Passo pelo mesmo, mas existe um alerta no simulador, que pode justificar esse desfasamento.

      ”   ALERTA
      A liquidação das Declarações Modelo 3 de IRS é efetuada por um programa específico; a simulação que efetuou não contempla todas as situações declarativas, pelo que os resultados obtidos podem apresentar diferenças, relativamente à liquidação a emitir pelo sistema de liquidação central.”

      Responder
  69. Bruno Daniel

    Boa tarde,
    Atualização de posts anteriores.
    Entreguei o IRS como me indicaram na AT – dependente guarda conjunta, residencia alternada – nao. Apesar de estar errado, disseram que tinha que ser assim e depois apresentar reclamação graciosa.
    O que acontece é que agora recebi o IRS “de volta” com erro de validação central a dizer para alterar a declaração para residencia alternada – sim. Volto a tentar fazer o mesmo e o sistema não me permite faze-lo.
    Ou seja, estou num loop, se entrego “nao”, os serviços centrais não validam, se entrego “sim” nem sequer consigo submeter a declaração.
    Desdobrei-me em telefonemas e mails e da AT já tive sugestões como:
    – tente fazer tudo outra vez (não resulta)
    – apague o dependente e declare o IRS sem dependentes e reclame depois (não me faz sentido nenhum porque eu tenho dependentes e nem sei o não vai dar erro de validação central também)
    – quem tem que tratar disso é a sua área de residencia (já lá fui 2 vezes e dizem que não podem fazer nada)
    – tem que pedir uma declaração de anulação (já fui pedir dizem que não fazem).
    E há data continuo sem conseguir entregar o IRS porque ninguém parece saber como é que se resolve este problema causado por uma especificação de requisitos informáticos completamente desajustados à realidade , que não contemplam situações onde podem haver erros que precisem ser corrigidos, então bloqueiam os campos e fica tudo assim.
    Entretanto já perdi 2 manhãs de trabalho, horas de telefonemas e e-mails, mais a quantidade de funcionarios publicos com os quais já tive que falar que não me resolvem o problema. Pergunto-me, isto multiplicado por não sei quantos contribuintes com problemas semelhantes quanto custará ao Estado !?!? E às pessoas?!?!?

    Responder
  70. Natália

    Boa tarde
    Estou a preencher o IRS e como este ano é uma situação nova estou com dúvidas.
    Recebo salário mínimo é tenho casa minha alugada. ao preencher o anexo F se optar pela tributação pago se for pelo englobamento não.
    Pode me esclarecer esta situação?
    Obrigada

    Responder
  71. Natália

    Boa tarde
    Estou com dúvidas ao preencher este ano IRS.
    Recebo o salário mínimo e recebo renda de uma casa minha alugada.
    Ao preencher anexo f se optar pela tributação pago se optar pelo englobamento não. Pode me esclarecer?
    Obrigada

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola Natália. Qual é a sua dúvida? Se optar pela tributação normal paga, se englobar não :).

      Responder
  72. Raquel

    Boa tarde,
    No meu caso vou receber menos de metade de reembolso em relação aos outros anos. Fiz os cálculos “à mão” e percebi que a diferença está no método simplificado da taxa de IRS. No meu caso em que ataxa de IRS é de 28.5%, no método simplificado dá um valor de 992.74€. Caso as contas fossem feitas de forma progressiva em cada um dos escalões dava um valor de 2792€. É devido a esta diferença que vou receber menos de metade de reembolso de IRS. O método simplificado é obrigatório?

    Responder
  73. Ines Almeida

    Boas,
    Obrigado pelo vosso trabalho.
    Tenho um dúvida que já tentei esclarecer junto das finanças, mas ninguém me dá mais que um nim!
    Tenho a mesma morada fiscal com a minha mãe. Esta tem 55 anos e tem um rendimento de 1 500 euros no ano de 2017. Depois de fazer simulação percebi que se a colocar como minha ascendente tenho vantagens (em vez de pagar, recebo). No código apenas refere os ascendentes de acordo com os rendimentos…não refere idade ou condição!
    Acha que posso colocá-la como ascendente?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Lamento, nao sei. Já ligou para o 217 206 707

      Responder
  74. Soraia Filipe

    Boa tarde Pedro, no IRS automático nas despesas de exigência de fatura (passes, restauração, etc) só me surge o valor do IVA é mesmo assim? E as rendas surgem nas despesas gerais ou tem de ser na entrega manual? Obrigada, Soraia Filipe

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Sim, a dedução é só 15% do IVA correspondente às despesas. As rendas deverão aparecer automaticamente no IRS.

      Responder
  75. Patricia

    Boa tarde fenho uma duvida.
    Eu partilho casa com o meu namorado, ele faz i Irs dele eu faço o meu, a renda da casa está em meu nome e o final do mês para pagar somos os dois.
    Eu peço fudo com contribuinte ele nunca pede nada e eu ganho melhor ou seja desconto maiz certo? Ele ganha o salário mínimo.
    Normalmente no IRS eu recebo sempre e ele não, ele diz que tenho que lhe dar metade porque as despesas são dos dois. Mas o que eu queria saber estando o contrato da casa tambem em nome dele também entra para o IRS dele certo? Ele nao recebe porque não apresenta facturas no IRS e porque não desconta como eu? Eu não tenho que dar nada. Porque eu desconto muito comparado com ele.. o que eu recebo tem a ver com um ano de rendas?! Mais precisamente eu de despesas de renda de casa quanto entr para o IRS? Peço desculpa porque não percebo nada disto . Obrigado

    Responder
    • Tânia

      Olá Patrícia. Se dizes que ele ganha o ordenado mínimo então provavelmente não atinge o escalão e não tem descontos de IRS no ordenado, apenas da SS (segurança social). Neste caso ele até podia ter 1000€ em deduções de facturas que nunca ia receber, mas também nunca paga. Caso o contrato da casa estivesse ao nome dos dois metade das deduções da renda era perdida. Ora tu pelo que dizes recebes mais de ordenado, atinges o escalão e por isso descontas IRS todos os meses, pelo que conforme os teus descontos e as tuas deduções tanto podes pagar como receber. No teu caso tens a receber. O teu namorado mesmo que tivesse pedido todas as facturas com o contribuinte dele nunca ia receber, pelas razões que expliquei antes, pelo que seria inteligente da vossa parte que ele pedisse faturas com o teu contribuinte, de modo a que o teu reembolso fosse maior. O que não me parece que vá acontecer, visto que o vosso problema é somente um, não se entendem financeiramente como casal, o que é essencial. Se de facto vivem juntos e pagam despesas juntos não percebo a ideia do meu e teu dinheiro, visto que num casal deveria ser o nosso dinheiro, mas também não percebo a ideia do dar metade do reembolso. Tudo o que pediste factura foi comprado apenas com o teu ordenado? A renda pelo menos não, então dizeres que esse dinheiro é só teu é injusto. Usem o dinheiro para os dois, para a casa, despesas, poupanças etc. E tenham uma conversa séria acerca das finanças enquanto casal.

      Responder
  76. Ines Almeida

    Sim já liguei. Já tive duas versões. 1º telefonema : “Sim pode a lei é omissa pode colocar a sua mãe”; 2º telefonema: “olhe nem sei, arrisque na pior das hipóteses devolve o que recebeu e paga multa para colocar IRS de substituição.” A mim o que me leva a ter receios: estar a cometer uma ilegalidade; esta questão só me ser colocada daqui a uns três anos e nessa altura não ter a mesma situação que agora…
    Estou neste dilema!

    Responder
  77. monica anastacio

    Bom Dia, entreguei o irs de forma normal, verifiquei tudo e ate preenchi o codigo do imovel. Fiz simulação e o valor a receber era 807€. Entretanto , verifiquei q o valor da liquidação era inferior, e percebi na nota de liquidação q não estão a ter em conta as Dedução encargos com imóveis nas Deduções à colecta, apesar de na simulação estão o valor correcto. Entretanto falei para as finanças e disseram para entregar uma de substituição. A liquidação entretanto já aconteceu e já recebi. Hoje verifiquei que a declaração de substituição entretue dia 20 hoje o seu estado era Declaração Substituida . Verifiquei o significado desse estado:
    Significa que esse documento não será analisado porque existe uma declaração mais recente para processar (ou já processada) . Voltei a enviar nova declaração de substituição. Que me aconselha?

    Responder
  78. Carlos

    Ola boa tarde Sr. Pedro
    Este ano estou a receber menos 300€do que o ano passado, será normal?
    De facto comecei a trabalhar desde Outubro de 2017 ,em part time e recebo cerca de 200€, será por causa disso?

    Responder
  79. Elio Louro

    Boa tarde tenho uma duvida no preenchimento do irs numa situação tenho dois filhos um a estudar menor e o outro com 20 anos actualmente a trabalhar, durante 2017 os primeiros 4 meses ele não trabalhou mas no 5º mês e até a data está a trabalhar devo preencher o irs em conjunto com o filho mais velho ou em separado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Depende de quanto ele ganhou em 2017. Contacte as Finanças 217 206 707 para confirmar o valor mínimo, por favor.

      Responder
  80. Rui Nunes

    Boa tarde Caro Pedro!
    Este ano aconteceu-me algo sui generis. Fiz a escritura da minha nova casa em Dezembro de 2017, mas estive numa casa arrendada durante todo o ano de 2017. Paguei as rendas, mas quando faço a simulação, é indiferente fazer o Anexo H com ou sem as rendas porque recebo sempre o mesmo. Será porque a minha morada fiscal mudou? Como posso obviar este problema? O que é certo é que estive 1 ano a pagar rendas e assim não recebo qualquer retorno! Penso que deva acontecer com muito boa gente, que se calhar até preenche o Anexo H, e não se apercebe do facto.
    Obrigado
    Continue com as excelentes dicas

    Responder
  81. Dinis Nóbrega

    Boa tarde,
    Um casal com uma filha vive em união de facto.
    Foi entregue a declaração de IRS em separado.
    Não foi confirmado o agregado familiar…e a morada de um não foi alterado no portal das finanças.
    Depois de ter sido entregue em separado, foi entregue uma declaração de substituição de IRS, passando de separado para em conjunto, só que o sistema informa que a “declaração com anomalias”
    Há possibilidade de corrigir esta situação…se sim, como?

    Responder
  82. Dinis Nóbrega

    Eu e a minha mulher vivemos em união de facto e temos uma filha.
    Foi entregue a declaração de IRS em separado.
    Não foi confirmado o agregado familiar…e a morada de um não foi alterado no portal das finanças.
    Depois de ter sido entregue em separado, foi entregue uma declaração de substituição de IRS, passando de separado para em conjunto, só que o sistema informa que a “declaração com anomalias”
    Há possibilidade de corrigir esta situação…se sim, como?

    Responder
  83. Hernâni Castro

    Bom dia, a minha situação é a seguinte:
    Quando meti o meu IRS, simulei no portal das Finanças quanto seria o meu reembolso.
    A simulação deu um valor de cerca de 950 euros.
    Fui reembolso ontem e apenas recebi 739 euros…
    Então a simulação efectuada pelo portal das Finanças não é certa?
    O porque desta diferença de mais de 200 euros?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Não. Não é garantido que seja igual. Há sempre um aviso a dizer isso.

      Responder
  84. Joao

    Boa tarde.Este ano descontei mais do que em 2016 e irei receber menos,segundo a simulação…O que devo fazer?,uma vez que já o “entreguei”. Obrigado e cumprimentos

    Responder
  85. Mariette

    Boa tarde,

    Eu preciso de ajuda para o preenchimento do meu IRS. 🙂

    No ano passado, o meu avô faleceu, em Outubro.

    A declaração de herdeiros foi feita em Novembro de 2017. Os herdeiros foram o meu tio, a minha tia, eu e a minha irmã (representando a parte do meu pai, já falecido).

    A herança consistia numa casa, duas viaturas e algum dinheiro (três contas bancárias).

    A casa e uma das viaturas não foram vendidas. A outra viatura foi doada à minha tia. E, o dinheiro foi divido em três partes.

    Em Novembro, recebemos uma parte do dinheiro (da primeira conta). Os restantes valores apenas foram transferidos em 2018 (os outros dois bancos demoraram algum tempo para fazer a partilha).

    Esta situação tem de ser declarada no IRS?

    Eu penso que a casa e as viaturas, apenas têm de declaradas, quando forem vendidas, certo?

    E, o dinheiro recebido tem de ser declarado no IRS?

    Obrigada,

    Mariette.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá Mariette. Deve contactar as Finanças 217 206 707. Pode haver situações específicas.

      Responder
  86. João

    Atenção que quem paga sobretaxa em 2017 está a ser penalizado pelo simulador do portal das finanças. A fórmula do simulador não tem em conta o valor pago em retenções de sobretaxa ao longo do ano de 2017, penalizando fortemente os contribuintes sujeitos ao pagamento de sobretaxa em 2017. Vergonha!

    Responder
  87. Paulo Ferreira

    O ano passado e os anos anteriores, uma pensionista que tem recebido sensivelmente os mesmos valores e apresentado também valores de despesas (despesas gerais e de saúde, não tendo outras) semelhantes, por norma recebia entre 80€ e 50€. Este ano mantendo no mesmo escalão, e tendo tido um aumento anual de cerca de 85€ no valor da pensão, e com despesas em tudo similares a dedução à colecta diminui cerca de 150€. Logo o que era normal receber este ano vai pagar, cerca de 80€. Ou seja com valores declarados (receitas e despesas) muito semelhantes, o agregado familiar não tendo sofrido alterações, (viúva) mesmo assim o fisco conseguiu arranjar uma fórmula mágica de ir buscar na integra o valor do aumento anual da pensão e mais qualquer coisa, pois entre os 50€ e ou 80€ que normalmente recebia acresce o que este ano vai ter de pagar, resumindo estamos a falar de uma aumento de cerca de 150€. E eu que tinha ouvisto dizerem que não aumentariam os impostos dos escalões mais baixos (refiro que este caso tem uma reforma abrangida pela taxa 14,5%). Se isto não é aumento de impostos, o que será?

    Responder
  88. ana

    Boa tarde
    Gostaria de saber uma informaçao.

    É normal uma pensionista (viuva) com 13mil e poucos euros de rendimentos anuais ir pagar 1300€ no irs ??

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola Ana. Em princípio não é normal. Sugiro que contacte um contabilista.

      Responder
  89. Maria Silva

    Bom noite,
    Tenho rendimentos anuais sujeitos a retenção no valor de 9140,86 e não sujeitos de 1034,08, sendo que o imposto retido foi de 42 euros. O meu marido não tem qualquer rendimento e vamos pagar cerca de 137 euros de IRS.
    No ano passado pagámos por volta de 150 euros.
    Peço-lhe que me ajude a perceber como é que um rendimento deste valor que é para duas pessoas pode estar sujeito a pagar IRS.
    Já pedi nas finanças para me ajudarem a perceber esta situação, mas disseram-me que se os cálculos dão estes valores não há nada a explicar.

    Agradeço desde já a atenção,

    Maria Silva

    Responder
  90. Vânia

    Olá, boa noite.
    Pedi à contabilista do meu patrão para fazer me o IRS, e
    só que agora ela foi dizer a ele que tenho de pagar uma multa de 500 euros (o que deu quando fez a simulação), por não ter despesas lá apresentadas.
    Estou a recibos verdes, foi a pior mer*** que eu fiz na minha vida.
    Este é o segundo ano que “faço” o IRS, mas no 1 ano fiquei isente.
    Eu não percebo nada disto.
    p.s: é a primeira vez que trabalho mesmo a “serio”.

    Isto é normal ou estou a ser enganada?
    Eu vou falar de qualquer jeito com o meu patrão, porque continuar de recibos verdes não dá mais.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. A descrição da situação revela que a Vânia está a confundir varios conceitos. Sugiro que contacte um contabilista ou fale com a cobtabilista do seu patrao até perceber como deve fazer este ano. Pagar IRS é uma situação perfeitamente normal se nao se preocupou em pedir faturas em 2017 com o seu número de contribuinte. Será essa a razão?

      Responder
  91. Raquel Silva

    Boa Tarde,
    Somando os recibos de vencimento o valor dos rendimentos dá 23,411,50€ de salarios, isenção de horario e comissões
    Outra rubrica são as ajudas de custo que totalizam 1890,00€
    Na declaração de remunerações que a empresa faz e nos valores pre-preenchidos que aparecem na pagina da AT na minha declaração de IRS o rendimento anual não aparece os 23,411,50€, mas sim o total de 25301,50€, ou seja adicionado das ajudas de custo.
    A empresa de contabilidade já não trabalha com a empresa, outros colaboradores queixaram-se de erros e eles só dizem para aceitar o que está lá pre-preenchido na declaração que está bem

    Mas li que as ajudas de custo não eram tributadas com IRS. Será que os valores comunicados pela entidade patronal à AT estão corretos. Não deveriam ser apenas 23,411,50€ de rendimentos?

    Obrigada

    Responder
  92. Ricardo Duarte

    Ola. O meu nome é Ricardo. O meu rendimento o ano passado foi de 10000 euros e agora veio uma carta para pagar 535euros. Gostava de saber se isso e possível já que é a primeira vez que pago IRS. Sempre recebi 40 ou 50. Sera que tem a ver porque trabalhei para 5 entidades ou essas entidades nao descontaram? Obrigado

    Responder
  93. Marcio Sousa

    Boa noite,
    Efetuei a simulação no portal e deu o resultado de receber 1090€. Menos uns 50 euros que ano passado. Resolvi entregar a mesma e qual não é o meu espanto que na hora de pagar efetuaram um pagamento de 675€.
    Após verificar ao pormenor verifiquei que em vez de contabilizar 2 ascendentes e 1 descendente, apenas está presente 1 ascendente e 1 descendente.
    Efetuei uma reclamação graciosa mas não só não respondem como não existe uma área no site que liste as reclamações. Contudo fiz um printscreen e tenho o número da reclamação. Como devo proceder agora? Já aconteceu o mesmo a mais alguém? Sei de 2 casos que estão a contabilizar apenas 1 ascendente quando existem 2.
    Obrigado

    Responder
  94. Marcio Sousa

    Ainda não. Vou efetuar o telefonema para ver como procedem.

    Responder
  95. Anabela Duran

    Boa tarde, entreguei o Irs de 2017 de forma automática e só foi reembolsado o valor da retenção na fonte, que vem na folha anual de rendimentos da entidade empregadora. Relativamente ao Irs de 2018, entreguei manualmente, e aconteceu o mesmo, embora estivesse mencionado nos formulários e anexos inerentes, as despesas de saúde e do total anual do pagamento da renda de casa…Penso que não recebi o que tinha direito na totalidade, mas realmente não sei o que falhou, porque não foi reembolsado nenhum valor relativo aos dois últimos encargos. Não confirmei o agregado familiar nem a morada antecipadamente ….Será que foi por isso? Muito obrigado.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Pode ser, pode não ser. Tem de ligar 217 206 707 para analisarem o seu caso.

      Responder
  96. maria bras

    Boa tarde no meu irs do ano passado recebi 1000euros este ano s]o aparece 580…o que aconteceu , onde posso me informar.Muito obrigado

    Responder
  97. José Ribeiro

    José Ribeiro . Sou incapacitado 61% em 2015 recebi das Finanças perto de 4200 Euros daí para cá tem sido há volta de 3700 Euros são menos 500 Euros porque SERÁ ???.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Entregou cópia do atestado nas finanças nos anos seguintes, todos os anos?

      Responder
  98. Jorge Feio

    Boa tarde, Pedro

    tenho a seguinte dúvida:
    Pode o trabalhador pedir á entidade patronal, que desconte mais irs no vencimento?
    Ao descontar mais, poderá fazer a diferença entre pagar ou receber.
    Cumprimentos
    jorge feio

    Responder
  99. Miguel

    Caro Pedro,
    Antes de mais o meu agradecimento pelo seu trabalho, programa e esclarecimentos ao longo dos anos.
    Não tendo directamente a ver com o “Post” mas caso me consiga ajudar a entender duas situações:
    Rendimentos de categoriaB referentes a contribuinte trabalhador independente: Em relação ao ano transacto, o rendimento colectável é praticamente igual, logo, as retenções na fonte são iguais também. Tendo em conta que solicita factura c nif em tudo (literalmente) tudo e a devido tempo no site do e-factura fez o que tinha a fazer, como é que o ano passado tem um reembolso de cento e poucos euros e este ano vai pagar mais de mil (!?!?)

    Rendimentos de pensionista viuvo em que tendo o cuidado igual de fazer o que lhe compete em relação às facturas, todos os anos paga (imenso!) … o que está a fazer mal ou não está a fazer ? (tendo em conta que recebendo pensões não pode reter na fonte e que esse será o motivo de estar a pagar segundo nos disse uma contabilista)

    Desde já grato pela atenção e esclarecimentos,

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.