Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

Tem a certeza de que sabe quanto dinheiro tem?

Contas-poupança

Escrito por Pedro Andersson

20.05.21

}
4 min de leitura

Sabe mesmo quanto dinheiro tem?

Esta foi uma das coisas que mudou a minha vida financeira. Talvez também possa mudar a sua. Como já vos disse várias vezes, o que faz a diferença na nossa vida financeira é sabermos exatamente quanto ganhamos e quanto gastamos todos os meses. Não há grande ciência para além disso.

Só podemos gerir o que conhecemos. Imagine uma empresa que nunca sabe quanto dinheiro entra e quanto sai. Quantos meses ou anos de vida lhe dá? Mesmo que se vá mantendo de portas abertas, basta haver um imprevisto qualquer para a obrigar a fazer as contas, mas já poderá ser tarde demais.

Não lhe vou falar do orçamento mensal, esteja descansado. Se segue o Contas-poupança, espero que já o faça há muitos anos. Hoje quero falar-lhe de um gráfico Excel que faço todos os meses e que mudou a minha vida financeira. É o gráfico do meu (da minha família) património financeiro.

Qual é o seu Património?

Se eu lhe perguntasse neste momento quanto dinheiro você tem, conseguia responder-me?
Não é “mais ou menos”. É arredondado aos euros. Tenho quase a certeza absoluta de que não sabe de cabeça. E mesmo recorrendo ao seu homebanking, duvido que me consiga dar rapidamente a resposta correta.

Ou seja, o que lhe estou a pedir é que saiba o total de TODAS as suas contas bancárias, poupanças, depósitos a prazo, Certificados de Aforro e do Tesouro, PPR, Fundos de investimento, ações, bitcoin, etc. Tudo o que tiver. Se só tiver duas contas, é o total dessas duas contas que eu quero que você saiba de cabeça todos os meses. Vou explicar-lhe o que faço e como o faço. Este é a minha tabela de Excel.

Todos os meses, a dia 1, vou ver o saldo de todas as minhas contas bancárias (tenham muito ou pouco) e todas as minhas poupanças/investimentos. E atualizo a tabela, como pode ver.

Ter este ficheiro atualizado todos os meses, permite-me saber duas coisas muito importantes: primeiro, se eu precisar de dinheiro numa emergência (ou para uma oportunidade de investimento) sei exatamente quanto tenho a cada momento; em segundo lugar, consigo perceber a evolução global do meu património financeiro.

Com a evolução mensal de cada investimento/poupança sei o que está a correr bem e o que está a correr mal, e tenho a noção real e exata se estou a atingir os meus objetivos dentro dos meus prazos ou não.

Por exemplo, como já vos expliquei, o meu objetivo a médio/longo prazo é juntar dinheiro para amortizar totalmente o meu crédito à habitação. Já tracei o meu plano e espero atingir esse objetivo daqui a 10 anos (em vez de 28 anos). Ao olhar para o valor total que tenho todos os meses, consigo perceber claramente se estou no caminho certo, se estou a “andar” no ritmo certo, se preciso acelerar ou se tenho de adiar o meu objetivo.

Por outro lado, consigo também facilmente fazer um gráfico com a evolução de cada um dos meus investimentos ou poupanças para ver se estou a ganhar ou a perder dinheiro com cada um deles. Com apenas um olhar de relance consigo decidir se devo tirar de um lado e pôr no outro, por exemplo, para ter um maior rendimento com as minhas poupanças.

Seja o general das suas tropas financeiras

É quase como se você fosse um General a comandar as suas tropas: olha para o terreno e cada uma das suas poupanças é um batalhão que coloca no terreno e que avança ou recua de acordo com os seus objetivos. E pode tirar de um lado e colocar no outro, se isso lhe for vantajoso. E, em alguns casos, também vai ser obrigado a decidir desistir de uma para reforçar outra.

Já me aconteceu ter de dar um investimento por perdido, recuperar o que ainda restava e reinvestir noutro que estava a render mais (neste caso estou a falar de uma ação negativa que não atava nem desatava e tinha outras que estavam mesmo a pedir para as reforçar). O que perdi nessa ação recuperei rapidamente no que investi noutra que se revelou mais rentável.

Mas só posso tomar este tipo de decisões na minha vida financeira se souber ao detalhe quanto dinheiro tenho em cada momento, em tempo real.

Deixo-lhe a minha sugestão de fazer rapidamente essa tal folha Excel e que a atualize uma vez por mês. Ter consciência da nossa realidade (seja boa, seja má), faz muita diferença.

romance-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

PPR | Mês #8 – Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (junho 2021)

Fazer PPR como investimento? Muitas pessoas, ao longo de décadas, sempre pensaram que os PPR eram apenas para a reforma e que servia para ir buscar entre 300 ou 400 euros ao IRS pela dedução fiscal, ou para baixar o spread do crédito à habitação. Foi só há cerca de 2...

Como comprar 22 bolos e salgados por 3 euros e lutar contra o desperdício

Como lutar contra o desperdício alimentar e poupar ao mesmo tempo Acabo de passar por uma pastelaria perto de minha casa, a poucos minutos dela fechar, para ir buscar uma caixa com pães, bolos e salgados que iriam literalmente para o lixo. Paguei 3 euros através da...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (21 a 27 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

As exceções para entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa durante os fins-de-semana

Quem pode entrar e sair de Lisboa durante o fim-de-semana Como expliquei neste artigo ontem, a partir das 15h desta sexta-feira, dia 18 de junho, e até nova ordem está proibida a circulação de pessoas de e para fora dos concelhos da Grande Lisboa. Acaba de ser...

ÚLTIMA HORA – Proibição da circulação de e para fora na área metropolitana de Lisboa este fim de semana

Proibido circular de e para fora na área metropolitana de Lisboa este fim de semana O Governo acaba de anunciar que a partir das 3 da tarde de amanhã (sexta-feira) não é possível entrar e sair da área metropolitana de Lisboa. A proibição termina às 6 da manhã de...

Os meus fundos de investimento – Balanço da semana #47 (17 de junho)

Fundos de investimento - Balanço semanal Passou mais uma semana. Estou praticamente a voltar a tocar no máximo que já tive até hoje, na média dos 3 fundos. Estou a ganhar uma média de 26% com os 3 fundos que subscrevi em julho do ano passado com o dinheiro que poupei...

JUNHO – Tarifa indexada de eletricidade continua acima do mercado regulado

Este mês é MAU para aderir à tarifa indexada de eletricidade Este mês de junho está a ser o mês mais caro dos últimos 3 anos no mercado OMIE (onde as empresas vão comprar a eletricidade para lhe vender a si). É, portanto, um mau mês para começar um contrato de tarifa...

ELETRICIDADE | Preço da eletricidade sobe 3% em julho para famílias no mercado regulado

Preço da eletricidade sobe a 1 de julho para famílias no mercado regulado As tarifas da eletricidade vão subir a partir de 1 de julho para os clientes domésticos em mercado regulado, refletindo a subida dos preços da energia nos mercados grossistas, anunciou ontem a...

Painel solar fotovoltaico – Balanço de maio e junho de 2021 (mês #53 e #54)

Balanço dos meses de abril e maio de 2021 Olá! Acabo de verificar que não fiz aqui o balanço da produção do meu painel solar em abril. Peço desculpa se estiveram à espera dele. Mas não se perde pela demora. Ficam aqui os dois juntos.  Entrámos nos melhores 4 meses do...

As taxas Euribor continuam muito negativas

Taxas Euribor continuam muito negativas São boas notícias para quem tem crédito à habitação associado às taxas Euribor. Todas as 3 taxas (3, 6 e 12 meses) continuam a rondar os -0,50% (sim, negativos). O que é que isso significa? Significa que o seu banco lhe está a...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

19 Comentários

  1. Luís Mendes

    Boa tarde Pedro
    obrigado por mais um artigo. Sou um seguidor fiel, não perco os teus post, podcast etc… Foi através do seu programa na SIC, numa reportagem em Outubro de 2018 que comecei a ter mais consciência financeira. Segui todos os seus conselhos que se adequavam a mim. O primeiro conselho foi simplesmente baixar a temperatura do esquentador, permitiu poupar imenso gás, mais concretamente poupança na media de uma botija de gás mensalmente.
    Segui as dicas de investimentos (raize, ppr e afins) e em dezembro de 2020, perguntei para mim mesmo, quanto dinheiro tenho?
    Por isso fiz um excel semelhante, onde todos dia 1 de cada mês coloco todos os valores que tenho em todas contas e investimentos.
    E assim sei exatamente o dinheiro que tenho. E assim atingir mais facilmente os meus objetivos.
    Só tenho pena, que apenas aos 40 anos ter começado a ter essa consciência financeira.
    Obrigado pela sua partilha de conhecimento

    Responder
    • Pedro Andersson

      Obrigado! Mais vale tarde do que nunca :). Eu sinto mesmo. Se soubesse aos 25 anos o que sei hoje…

      Responder
  2. Nuno

    Caro Pedro,

    Antes de mais, Parabéns e muito obrigado pela informação e partilha para a nossa literacia financeira.

    Será possível partilhar a folha de Excel em branco, para adaptação no caso em concreto de cada um?

    Votos de Continuação do excelente trabalho.

    Responder
    • Samuel

      Olá!

      Estou com o Nuno. Se fosse possível partilhar a folha Excel seria perfeito.

      Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Vou ver se arranjo um bocadinho para isso :). Sem prometer.

      Responder
      • Luis

        Boa tarde,
        Antes de mais, agradeçer pelas partilhas ao longo deste tempo.
        Aqui fica mais um com interesse na folha de Excel.
        Obrigado e continuação de bom trabalho.

        Responder
      • Filipe Freitas

        Reforço o pedido de partilha da folha. Parabéns pela iniciativa e conteúdos partilhados.

        Responder
  3. João Mesquita

    Mais uma boa dica, mas esta é daquelas que não se aplica a mim. Só tenho conta num banco (CTT). Na verdade neste momento tenho duas, mas porque estou a tratar da trasferência de CH para o ActivoBank, onde mais uma vez vou poder centralizar todo o capital e começar a fazer investimentos (fundos, ETF’s) que neste momento ainda estão em estudo. Continuação de bom trabalho.

    Responder
  4. Patrícia

    Mais um posto fantástico a ajudar a abrir a pestana dos portugueses… também tenho um excel semelhante, no entanto vai calculando quando rendem as aplicações mês e a mês e o grau de independência financeira (ou quanto falta para lá chegar).

    Seria interessante partilhar (sem valores, claro!) o peso de cada conta/ativo na sua carteira/total de contas. Fica a dica!

    Responder
  5. Marco Rodrigues

    Olá Pedro!

    Ao ler estes comentário, considero que também despertei para o assunto um pouco tarde (ou talvez não), mas o que interessa aqui, é que hoje tenho o controlo total de todo o meu patrimonio financeiro. Sei exatamente quanto dinheiro tenho e onde, quanto devo, quanto e quando paguei aqui e ali e quanto terei de pagar até ao fim do ano.
    Sei exatemente quanto poupo, quanto terei ao fim de determinado momento.
    Tudo isto, porque no passado, o CONTAS POUPANÇA, despertou-me a necessidade de ter cuidado com as finanças pessoais. Adotei a aplicação BOONZI (made in Portugal) e nunca mais tive qualquer derrapagem. Semanalmente verifico o orçamento que propus a concretizar, controlo os gastos não previstos e faço ajustes. Custa a crer, mas é verdade……o dinheiro sobre a«no fim do mês se formos disciplinados. Frequentemente discuto este assunto com familiares… Dá me um gozo bestial transferir o remanescente para o meu pé de meia.
    Obrigado Pedro Andersson, pela dedicação ao seu trabalho.

    Responder
  6. Pedro

    Um sincero e singelo muito obrigado pelo trabalho que vem desenvolvendo e partilhando com todos.
    Desejo-lhe muita saúde para poder usufruir ao máximo da sua liberdade financeira.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Obrigado Pedro. É bom saber que o que fazemos é útil. Abraço.

      Responder
  7. Nuno P

    Viva Pedro, já faço o mesmo há alguns anos. A minha folha de Excel inclusivamente tem o histórico de todos os anos, o acumulado mensal e anual, bem como a percentagem em capital de risco e não risco, e de todo o meu dinheiro, quanto tenho imediatamente disponível. Posso partilhar com quem quiser.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Um ficheiro Excel para saber se está a ficar mais rico ou mais pobre - […] de ter escrito este artigo sobre como faço para acompanhar os meus objetivos financeiros e quanto dinheiro é que…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.