Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

E-FATURA | Em poucos minutos aumentei a dedução do IRS em saúde em 163 euros

Escrito por Pedro Andersson

18.01.21

}
3 min de leitura

Atenção à validação das faturas pendentes

Não me canso de repetir este aviso. Ir ao e-fatura validar as faturas pendentes pode “render-lhe” centenas de euros a mais no reembolso do IRS ou a pagar menos imposto.

Vou dar-lhe o meu exemplo de hoje. Em poucos minutos aumentei as deduções de saúde de um dos meus filhos em 163, 95 €.

Muitos portugueses vão ver o seu e-fatura, mas esquecem-se de ir ver do da mulher e (muito importante) dos filhos menores. Como se eles não fossem uma das principais fontes de deduções no nosso IRS.

Aliás, há muito a tendência de pensar que as despesas de saúde e de educação entram automaticamente no IRS desde que a empresa tenha lá o NIF. A verdade é que sim, entram automaticamente no e-fatura, mas isso não significa que estejam validadas na categoria certa. E se não fizer nada, elas passam automaticamente no fim do prazo para Despesas Gerais Familiares, ou seja, na prática valerão zero.

Quando abri o e-fatura de um dos meus filhos recebi esta mensagem:

Tinha 14 faturas pendentes. Se não fizesse nada, as deduções em saúde desse meu filho seria de apenas 90 euros. Como sabe, o Estado desconta no meu IRS 15% de tudo o que gastar em saúde até ao limite de 1.000 euros.

Imediatamente, fui categorizar essas faturas pendentes como saúde.

Dois minutos depois, reparem como a dedução no IRS subiu só por ter feito isto. Passou de 90 para 254 euros. Dependendo das suas despesas e dos setores envolvidos pode estar a perder centenas de euros de dedução só por não ligar a isto.

Já no ano passado fiz este aviso com outro caso prático e dei resposta a perguntas que surgem todos os anos:


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” – Dezenas de dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2021. Estes 3 livros vão ajudá-lo a vencer qualquer crise financeira na sua vida. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Prestação da casa desce em março para contratos com Euribor a 3 e a 6 meses

Prestação da casa desce em março para contratos com Euribor a 3 e a 6 meses A prestação paga pelos clientes ao banco no crédito à habitação vai descer em março nos contratos indexados à Euribor a três e a seis meses face às últimas revisões, segundo a simulação da...

ELETRICIDADE | Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de hoje

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de hoje As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir de hoje e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a...

(Atualização EXTRA) PPR | Estou a perder dinheiro num dos meus 4 PPR

Tenho um PPR a dar "prejuízo" Como vos tenho vindo a dizer, quando estiver a ganhar dinheiro, digo, quando estiver a perder, também. Estou a fazer este exercício convosco em tempo real para que percebam a vantagens e desvantagens dos Fundos PPR. Têm os Seguros PPR que...

Pensão na Hora já disponível na Segurança Social Direta

Já pode pedir a reforma de velhice e ser aprovada em 24 horas É uma medida esperada há muito. A medida "Pensão na Hora", que permite um deferimento (aprovação) automático da pensão de velhice, já está disponível na Segurança Social Direta. Com a publicação do...

Mais 15 dias de confinamento e plano de desconfinamento a 11 de Março

Os pontos essenciais do confinamento nos próximos 15 dias Resumidamente, fica tudo exatamente como até agora com todo o comércio e restaurantes fechados (com as exceções conhecidas), fronteiras semi-fechadas e livros podem ser vendidos nos hipermercados. O Governo...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (1 a 7 de março)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Os meus fundos de investimento – Balanço da semana #33 (25 de fevereiro)

Fundos de investimento - Balanço semanal Como já tinha avisado, este crescimento fantástico não podia continuar para sempre. Feitas as contas, esta semana "perdi" o que ganhei durante 1 mês. Regressei ao valor que tinha na semana de 2 de fevereiro. Foi uma semana má...

FRAUDE – Cuidado com e-mails com multas de trânsito da Autoridade Rodoviária

E-mails fraudulentos em nome da Autoridade Rodoviária A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) tem vindo a identificar, desde final do ano passado, a existência de vários emails fraudulentos enviados em nome deles, que notificam os cidadãos de um suposto...

O seu preço da eletricidade subiu e você não deu por nada? (VÍDEO)

Tem a certeza de que está a poupar na eletricidade? Eu diria - pela minha experiência - que milhares de vocês acham que estão a poupar na eletricidade por terem mudado uma vez para uma empresa mais barata, ou pensam que estão a poupar por se manterem na EDP "antiga",...

PODCAST | #44 – Exemplos reais (os meus) da importância de ter um fundo de emergência

Se não tivesse um Fundo de emergência agora estaria aflito Já lhe falei em vários episódios da importância de ter, antes de tudo o mais, um fundo de emergência. É a sua primeira rede financeira para o caso de lhe surgir um imprevisto na vida. No meu caso este mês...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

10 Comentários

  1. Romeu Sousa

    Não deixei de reparar que se esqueceu de pedir faturas em nome/contribuinte do seu filho pelo que, em vez de deduzir a totalidade de 250,00 Eur nas despesas gerais familiares só deduziu 37,98€. Está a perder 212,02 Eur nesta rubrica no meu ponto de vista. Algumas das despesas de supermercado, alimentação, entre outras deveriam ter sido pedidas em nome do filho para conseguir deduzir a totalidade dos 250,00 possíveis.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Luto com esse mito há vários anos :). É 250 por sujeito passivo. 500 por casal.nos filhos são dependentes não acrescentam mais 250. Em todo o caso contribuem para os 250 dos pais. Mas não aquece nem arrefece porque eu e a minha mulher atingimos esses 500 euros no segundo mês do ano…

      Responder
  2. Cláudio

    Pedi diversas faturas no mês de Dezembro, até ao dia de hoje, ainda não tenho uma única fatura no e-fatura, sendo que há mais de um mês que a minha dedução continua sem alterações. Isto é normal? O site poderá estar em manutenção?

    Responder
  3. Eduardo Cabral

    Eu uso a app que é bem mais prática e dá por exemplo fazer enquanto se toma um café 🙂
    De qualquer modo ainda não tinha feito as da minha filha.
    Obrigado pela lembrança

    Responder
  4. Joao Silva

    Pedindo antecipadamente desculpa por estar certo de ser esta uma dúvida que terá já sido respondida anteriormente (mas confesso que não encontrei a resposta…), relativamente ao prémios dos seguros de saúde – que são, evidentemente, “despesas de saúde” – é sabido que, muitas vezes, no E-Fatura não se consegue inserir na categoria das Despesas de Saúde (porque o CAE das seguradoras não o permitirá). Sei que deveremos esperar por fevereiro para fazer a verificação de que esses prémios dos seguros são corretamente identificados. A minha dúvida é se, entretanto, não conseguindo classificá-los na categoria de Despesas de Saúde, teremos que classificá-los como Despesas Gerais e, depois em Fevereiro, confirmar que estão inseridas corretamente. Muito obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Sim. São despesas gerais até fevereiro. Só altera diretamente no modelo 3 e não no efatura.

      Responder
  5. Rui Paranhos

    Boa tarde,
    Aquele código que viria nas facturas de cafés etc…. Que daria para picar o código e registar essa mesma factura no portal e-factura, sempre vai para a frente ou não?

    Responder
  6. Rui

    Bom dia, desde já agradeço as ajudas que nos tem dado. Mas eu tenho uma questão, fui ver no e-fatura e tenho lá as faturas que o Seguro de Saúde enviou agora, mas elas aparecem-me todas na categoria “Outros”, devo alterar para a categoria “Saúde” ou deixo ficar como está ?
    Neste caso o seguro em questão é mesmo só de saúde e neste caso até dá para alterar.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.