PODCAST | #207 – Como posso aumentar o reembolso do IRS em 2024?

Escrito por Pedro Andersson

22.01.24

}
2 min de leitura

Publicidade

Atenção ao e-fatura para aumentar o seu reembolso do IRS

Está a aproximar-se mais uma entrega do IRS. Para muitos isso é bicho de 7 cabeças, mas com alguma ajuda tudo se pode tornar mais simples. Há pequenas escolhas que pode fazer para aumentar o seu reembolso do IRS ou pagar menos imposto.

Há pessoas que entregam o IRS sem saber o que estão a fazer ou pensando que estão a fazer bem há anos. Infelizmente, a ignorância de como funcionam os impostos levam-nos a fazer escolhas que acabam por nos prejudicar. Há milhares de contribuintes que pagam imposto a mais sem qualquer necessidade.

Neste episódio, dou-lhe o passo a passo para o que tem de fazer em janeiro e fevereiro. Se fizer tudo o que lhe vou dizer neste e nos próximos episódios pode acontecer verificar que andou a desperdiçar muito dinheiro nos últimos anos e receber muito mais dinheiro (que é seu).

ENVIE A SUA PERGUNTA EM ÁUDIO PELO WHATSAPP 927753737

Ao deixar a sua pergunta está a autorizar que ela seja utilizada publicamente. O objetivo é que a resposta seja útil não apenas para si, mas para todos os outros que nos escutam.

Partilhe este podcast com os seus amigos. Juntos, vamos conseguir vencer mais esta crise.

O que é um podcast?

Aproveite a minha boleia financeira (gravo em áudio uma “conversa” no carro enquanto faço as minhas viagens e faço de conta que você vai ali ao meu lado) e veja como pode aumentar-se a si próprio. São uma espécie de programas de rádio para escutar enquanto faz outras coisas. Subscreva o podcast na plataforma em que estiver a ouvir para ser avisado sempre que houver um episódio novo. Não estranhe ouvir o motor do carro, buzinadelas e o pisca-pisca. Faz parte da viagem.

Aprenda a gerir melhor o seu dinheiro

Boa viagem e boas poupanças!


GANHAR DINHEIRO – O livro que ensina tudo o que a escola não ensina

Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário.

https://bit.ly/GanharDinheiro_ComoCriarRiquezaComUmSalárioNormal


OS OUTROS 4 LIVROS (Já os leu?)

Contas-poupança – Como superar a inflação e ganhar com a crise

Contas-poupança – Vença a crise com inteligência

Contas-poupança – Poupe ainda mais, Invista melhor

Contas-poupança – Viva melhor com o mesmo dinheiro

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

CRIPTOMOEDAS | Estou a ganhar ou a perder dinheiro? (Mês #26 – Fevereiro 2024)

O meu investimento em Criptomoedas - Balanço de Fevereiro de 2024 Cá estou eu para fazer mais um balanço do meu "investimento" em criptomoedas. Tenho algum dinheiro em Ethereum, que comprei através da plataforma Binance. Quero antes de mais relembrar que está em ampla...

Prémio Salarial | Formulário para fazer pedido já está disponível

Jovens têm até 31 de Maio para fazer o pedido de devolução de propinas, mas tempo de espera é elevado Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes No final do ano passado, o Governo anunciou uma medida que previa a devolução de propinas aos jovens que tivessem entrado...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses, mas sobem a seis e 12 meses

Euribor desce a três meses, mas sobe nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (26 de fevereiro a 03 de março)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três e seis meses, mas sobem a 12

Euribor Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um...

Cheque + Digital | A Lista das entidades que têm cursos de formação digital “grátis” (até 750 €)

A lista das entidades certificadas elegíveis para o apoio dos 750 € Antes que comecem a chover as críticas, relembro que coloquei "grátis" entre aspas porque vai ter de pagar primeiro o curso, ou cursos, do seu próprio bolso, mas depois esse dinheiro é devolvido pelo...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Janeiro de 2024 (Mês #86)

Balanço de Janeiro de 2024 Janeiro foi um mês anormalmente baixo. No que diz respeito à produção de eletricidade, os primeiros meses do ano já são de recuperação e de aumento progressivo até atingir novamente o pico no Verão. Enfim, houve apenas uma maior sucessão de...

PODCAST | #216 – Vamos a contas | Quase não fiz descontos para a Segurança Social, qual vai ser a minha reforma?

Esta ouvinte do podcast (que quer ficar anónima) tem apenas 29 anos de descontos para a Segurança Social. Trabalha muito e recebe o seu salário, mas os "patrões" recusam-se a fazer descontos para a Segurança Social. Ela tem 64 anos e está muito preocupada com a...

Arrendamento | Rendas acessíveis alargadas a quem tem rendimentos mais altos

Limite de rendimentos máximos anuais para aceder a apoios ao arrendamento foi alargado para abranger mais cidadãos O valor máximo de rendimento anual para aceder ao Programa de Apoio ao Arrendamento foi aumentado, de acordo com uma portaria publicada em Diário da...

EURIBOR | Taxas sobem a três e 12 meses, mas baixam a seis

Euribor subiram hoje a três e 12 meses, mas recuaram no prazo de seis meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

8 Comentários

  1. Paulo Vieira

    Boa tarde Pedro (se me permite),
    desde já obrigado pelo seu trabalho. É bem vindo, tendo em conta a pouca (penso eu) literacia popular que existe sobre o assunto. Infelizmente a que existe é, por vezes, canalizada para outros fins… Mas este meu comentário serve apenas para o alertar que a app “Agregado familiar” da Autoridade Tributária, que refere neste seu Poscast, não se encontra disponivel para versões mais recentes do sistema Android. Eventualmente poderá acontecer o mesmo em IOS. Peço desculpa por este meu reparo. Mais uma vez obrigado pelo seu trabalho/contributo. Um abraço.

    Responder
  2. Sofia G.

    Boa tarde Pedro,
    Tenho incapacidade de 60% desde 2021 e não sei como usufruir do benefício relativamente ao prémio do seguro de vida associado ao crédito à habitação (dedução à colecta de 15%). Este valor fica sempre no e-factura em “outras despesas” e posteriormente quando preenchemos a declaração não sabemos onde assinalar.
    No ano de 2023 não fiz descontos para o IRS. Ainda assim como devo fazer? Obrigada pelo excelente trabalho e que faz toda a diferença.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá Sofia, se não tem descontos, não tem nenhuma dedução. Zero. Mesmo que tivesse 30 mil euros de despesas. Lamento, mas é assim que funciona.

      Responder
      • Sofia G

        Obrigada Pedro. PS. O livro que lançou recentemente é excelente!

        Responder
  3. Ricardo Mourão

    Bom dia, gosto muito do seu trabalho – Parabéns!
    Relativamente ao seguro de vida do credito habitação, o meu banco disse-me logo que subiria o spread se passasse o seguro para outra companhia. É legal esta atitude?
    Já fiz simulações e conseguiria por metade do valor noutro lado.

    Responder
  4. samuel

    Boa tarde 🙂

    Dá para obter a dedução da compra da armação dos ocúlos graduados em 15%, tal como acontece com o valor das lentes? se sim, como faço?

    obrigado,

    Responder
  5. Elaine

    Olá Pedro, antes de mais, muito obrigada pelo excelente trabalho.
    Na hora de fazer a minha declaração tenho sempre muitas dúvidas em relação ao englobamento, nunca percebi bem o que seria, tenho rendimentos diferentes (por conta de outrem, rendas, investimentos na Europa, depósitos em Portugal) geralmente tento fazer algumas simulações, mas o software das Finanças não permite fazer a tudo e acabo sempre por englobar todos os rendimentos, mas não sei se faço bem. Queria perceber melhor a mecânica disto, numa linguagem mais simples que as informações que obtenho no portal das finanças.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.