Consumidores podem começar a usar apoio do AUTOvoucher a partir de hoje

Escrito por Pedro Andersson

10.11.21

}
4 min de leitura

Publicidade

Desconto do AUTOvoucher começa hoje

O apoio de 10 cêntimos por litro de combustível até a um máximo mensal de 50 litros pode começar a ser usado a partir de hoje pelos consumidores que já se encontrem registados na plataforma ‘IVAucher’.

Este vai ser o tema da reportagem do Contas-poupança, mais logo no Jornal da Noite, na SIC. Vou explicar com todo o detalhe como é que vai funcionar e como pode rentabilizar ao máximo este apoio. Será que vale a pena o esforço? Será que pode “multiplicar” este apoio? O que tem de fazer para receber o dinheiro? Espero por si mais logo no Jornal da Noite, como é costume todas as quartas-feiras.

O que é o AUTOvoucher

Apelidado de ‘AUTOvoucher’, este apoio vai funcionar por cinco meses, de novembro de 2021 a março de 2022, e traduz-se na transferência para a conta dos consumidores registados na plataforma IVAucher de um valor de cinco euros por mês a partir do primeiro abastecimento de combustível mensal.

O subsídio de cinco euros será creditado na conta do consumidor independentemente do valor de combustível abastecido.

A medida, cujo custo está avaliado em 132,5 milhões de euros, tem uma natureza transitória e foi criada com o objetivo de mitigar o impacto do atual contexto de aumento do preço dos combustíveis.

O decreto-lei que define o ‘AUTOvoucher’, publicado esta terça-feira em Diário da República, determina que “são elegíveis para utilizar o benefício (…) os consumidores aderentes ao programa ‘IVAucher'”, sendo que os consumidores que já estejam registados no ‘IVAucher’ “consideram-se automaticamente elegíveis para utilizar o benefício ‘AUTOvoucher’ (…) sem prejuízo da possibilidade de cancelamento da adesão, de acordo com os termos de adesão ao programa ‘IVAucher'”.

O valor do subsídio não utilizado num determinado mês transita para os meses seguintes. Na prática isto significa que, se num determinado mês o consumidor não fizer qualquer abastecimento de combustível (não criando, por isso, condições para que os 10 cêntimos por litros até ao máximo de 50 litros por mês lhe sejam creditados na sua conta bancária), “esse valor acumula e pode ser utilizado no futuro”.

Apesar da regra dos 10 cêntimos por litro até um máximo mensal de 50 litros, a solução adotada passa por creditar na conta bancária do consumidor a totalidade dos cinco euros de subsídio máximo mensal a partir do primeiro abastecimento do mês.

O valor será creditado no prazo máximo de dois dias úteis como atualmente já acontece com os consumos dos setores de atividades abrangidos pelo ‘IVAucher’ — restauração, alojamento e cultura.

Segundo o diploma publicado esta terça-feira, “participam no programa, apenas para efeitos do benefício ‘AUTOvoucher’, os comerciantes licenciados como postos de abastecimento de combustíveis”.

Para poderem participar, estes comerciantes têm de aderir ao programa, aceitando os termos de adesão perante a entidade operadora do sistema “por forma a permitir a utilização do benefício através de Terminais de Pagamento Automático/Point of Sale (TPA/POS) por si identificados ou ‘software’ de pagamento validado pela entidade operadora do sistema”.

O processo de adesão dos postos de combustível iniciou-se em 1 de novembro, estando previsto que “a entidade operadora do sistema deve divulgar por via eletrónica, com recurso a dados públicos divulgados pela ENSE, E. P. E., ou outra entidade pública legalmente habilitada para o efeito, a localização dos comerciantes licenciados como postos de abastecimento de combustíveis aderentes”.

De acordo com um comunicado do Ministério das Finanças desde 1 de novembro registaram-se cerca de dois terços dos postos de abastecimento de combustíveis do Continente e Regiões Autónomas. A expectativa é que este número continue a crescer nas próximas semanas.

Quando o ‘AUTOvoucher’ foi anunciado, o Governo referiu que o objetivo era de que os cerca de 3.800 postos de abastecimento registados na Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE) adiram à medida.

O valor dos 10 cêntimos por litro de subsídio foi definido tendo em conta o aumento médio do preço de venda ao público entre 2019 e 2021 e os 50 litros de limite mensal tiveram por base o consumo médio das famílias.

Tem ainda mais detalhes sobre este apoio, explicado por quem o criou, logo à noite no Jornal da Noite, na SIC. Conto consigo! (E a sua carteira também).



Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (24 a 30 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #251 – Qual é a diferença entre os PPR normais e os Fundos PPR?

Há PPR "normais" e "não normais"? Os PPR são o tema que mais entusiasma os ouvintes deste podcast. Parece que alguém descobriu uma "pólvora" financeira, mas os PPR existem há mais de 20 anos. Porquê só agora este interesse? Porque são uma excelente ferramenta para...

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

7 Comentários

  1. Teresa

    Este desconto de ivaucher também é para particulares ou é só para comerciantes?

    Responder
  2. Vasco

    Se o valor acumula de um mês para o outro, se não é necessário abastecer os 50 litros para obter o valor máximo, e se qualquer compra num posto é considerado para o Autovoucher, isso significa que o consumidor pode no mês de Março comprar um jornal e ir buscar os 25€?

    Responder
  3. Maria Alexandra Carvalho

    Bom dia, Sr Pedro Andersson. Após tanto e tanto que já li e ouvi, tenho ainda dúvidas de como podemos utilizar este benefício. Tudo quanto leio, leva-me para este benefício ser rebatido até 50% em alojamentos, restaurantes, cafés e afins ou cultura, desde que façam parte de uma lista aderente.
    Não me inscrevi devido a este facto.
    Agora, com o benefício de 20%, estou ainda mais confusa: não é um apoio de vai e volta, por conseguinte, gastamos numa bomba de gasolina e podemos descontar em gasolina também? Será de facto, para ser utilizado apenas em estabelecimentos de restauração e cultura?
    Se puder ajudar-me, agradecia muito. Tenho muitas dúvidas (agora ainda mais) e não vejo nada a ser bem explicado. É que este apoio já nem é um verdadeiro apoio com tantas nuances e timings, mas se for como eu continuo a ler, é só para quem frequenta esses estabelecimentos.
    Os meus cumprimentos

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Esse já acabou em dezembro. Era o ivaucher. Este é o autovaucher. Só para combustível. Leia o meu artigo mais recente e acho que vai perceber tudo.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.