Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

VÍDEO – Dicas para começar a fazer uma horta em casa e poupar

Escrito por Pedro Andersson

11.06.21

}
4 min de leitura

Como fazer uma horta em casa e poupar na carteira e no ambiente

Há cada vez mais portugueses que querem regressar às coisas simples da natureza. Gostavam de ter uma horta ou de ter a certeza de que o que comem está livre de produtos químicos. Na reportagem desta semana do Contas-poupança, no Jornal da Noite, na SIC, explicamos-lhe como é cada vez mais simples ter uma horta num apartamento ou até na janela da cozinha.

Para ver como é possível ter uma horta num espaço muito pequeno visitámos a casa de Bruno Alves. Ele vive num apartamento no centro de Lisboa. Na varanda tem couves, alho francês, cenouras, hortelã, chuchu, tomateiros, morangueiros e muito mais. Tudo numa caixa de madeira que ele próprio construiu.

Mais do que uma moda

Cada vez mais portugueses aproveitam o espeço de uma varanda ou até a janela da cozinha para cultivar alguns dos alimentos que consomem. Alguns experimentam apenas algumas ervas aromáticas, como salsa, coentros, hortelã ou manjericão, mas outros querem ir mais longe.

Foi o caso de André Maciel. Nasceu em Setúbal, mas ganhou o gosto pela terra quando ia ao Norte visitar os familiares que viviam numa quinta. Agora adulto, percebeu que se a cidade não vai à natureza, tem de vir a Natureza à cidade.

O projeto profisisonal de André Maciel, que se chama Hortas_LX, consiste em ajudar particulares e empresas a cultivar horas em casa ou nos edifícios. Mas qualquer pessoa pode fazer isso de uma forma simples. Basta um local onde bata o sol e o resto arranja-se facilmente.

Pode começar por comprar um saco de terra em qualquer loja de jardinagem ou hipermercado ou simplesmente pedir a alguém que tenha um pouco de terreno para trazer um ou dois dois sacos de terra.

Depois pode comprar um pé de alface em lojas de rua por 5, 6 ou 7 cêntimos cada um, ou um pacote de sementes em qualquer hipermercado ou mercearia. Pelo preço de uma alface num hipermercado pode cultivar em casa dezenas ou até centenas de alfaces em casa. Depois delas espigarem (secarem) tira as sementes e planta novas alfaces. E assim sucessivamente. Tornam-se “eternas”.

Como plantar a sua primeira alface

Basta um pacote de leite vazio, faz uns furos em baixo para a água sair, enche com terra, coloca uma semente em cada buraquinho, tapa e borrifa com água. Uma ou duas vezes por dia até a semente germinar. Depois rega com mais intensidade, mas sem nunca exagerar. E já está. Dentro de algumas semanas tem uma alface pronta a comer.

André explica que a fórmula “secreta” é misturar duas porções de terra com uma porção de fertilizante natural (também à venda em muitos sítios). Disse-me ele que o ideal é humus de minhoca. Procure por esse nome ou então use um outro qualquer ferilizante que pode até ser caseiro. Tem muitas “receitas” na internet (casca de ovo triturada, cascas de banana, etc).

Uma dica importante é nunca regar demais. Faz apodrecer a planta.

A prova de que realmente funciona está em vários vídeos e fotografias que espectadores do Contas-poupança partilharam na página de facebook. O limite é a imaginação. Desde garrafas vazias até a caixas de esferovite, tudo pode servir para iniciar uma horta em casa. Por exemplo um garrafão de 5 litros cortado em cima, cheio de terra, e furado por baixo é o suficiente para cultivar um tomateiro. Deve plantá-lo em fevereiro ou março e dá frutos no verão.

A alface cresce todo o ano, tal como o rabanete e a cenoura.

Quanto custa fazer uma mini horta

Investir numa horta em casa tanto pode custar-lhe centenas de euros, com sistemas de regas automatizados e gota a gota, ou pode custar-lhe zero usando materiais reciclados. Mas avance. Vai ver que o difícil depois vai ser parar.

Até os meus filhos comem legumes com outra vontade quando sabem que foram eles que os cultivaram.

Qualquer dúvida que tenha sobre hortas em casa tem vídeos no Youtube que ensinam tudo e mais alguma coisa. Basta pesquisar um pouco.

Veja ou reveja a reportagem em vídeo aqui na página da SIC Noticias.

https://sicnoticias.pt/programas/contaspoupanca/2021-06-09-Dicas-para-comecar-uma-horta-em-casa-c96dd909

 


autores-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Como comprar 22 bolos e salgados por 3 euros e lutar contra o desperdício

Como lutar contra o desperdício alimentar e poupar ao mesmo tempo Acabo de passar por uma pastelaria perto de minha casa, a poucos minutos dela fechar, para ir buscar uma caixa com pães, bolos e salgados que iriam literalmente para o lixo. Paguei 3 euros através da...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (21 a 27 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

As exceções para entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa durante os fins-de-semana

Quem pode entrar e sair de Lisboa durante o fim-de-semana Como expliquei neste artigo ontem, a partir das 15h desta sexta-feira, dia 18 de junho, e até nova ordem está proibida a circulação de pessoas de e para fora dos concelhos da Grande Lisboa. Acaba de ser...

ÚLTIMA HORA – Proibição da circulação de e para fora na área metropolitana de Lisboa este fim de semana

Proibido circular de e para fora na área metropolitana de Lisboa este fim de semana O Governo acaba de anunciar que a partir das 3 da tarde de amanhã (sexta-feira) não é possível entrar e sair da área metropolitana de Lisboa. A proibição termina às 6 da manhã de...

Os meus fundos de investimento – Balanço da semana #47 (17 de junho)

Fundos de investimento - Balanço semanal Passou mais uma semana. Estou praticamente a voltar a tocar no máximo que já tive até hoje, na média dos 3 fundos. Estou a ganhar uma média de 26% com os 3 fundos que subscrevi em julho do ano passado com o dinheiro que poupei...

JUNHO – Tarifa indexada de eletricidade continua acima do mercado regulado

Este mês é MAU para aderir à tarifa indexada de eletricidade Este mês de junho está a ser o mês mais caro dos últimos 3 anos no mercado OMIE (onde as empresas vão comprar a eletricidade para lhe vender a si). É, portanto, um mau mês para começar um contrato de tarifa...

ELETRICIDADE | Preço da eletricidade sobe 3% em julho para famílias no mercado regulado

Preço da eletricidade sobe a 1 de julho para famílias no mercado regulado As tarifas da eletricidade vão subir a partir de 1 de julho para os clientes domésticos em mercado regulado, refletindo a subida dos preços da energia nos mercados grossistas, anunciou ontem a...

Painel solar fotovoltaico – Balanço de maio e junho de 2021 (mês #53 e #54)

Balanço dos meses de abril e maio de 2021 Olá! Acabo de verificar que não fiz aqui o balanço da produção do meu painel solar em abril. Peço desculpa se estiveram à espera dele. Mas não se perde pela demora. Ficam aqui os dois juntos.  Entrámos nos melhores 4 meses do...

As taxas Euribor continuam muito negativas

Taxas Euribor continuam muito negativas São boas notícias para quem tem crédito à habitação associado às taxas Euribor. Todas as 3 taxas (3, 6 e 12 meses) continuam a rondar os -0,50% (sim, negativos). O que é que isso significa? Significa que o seu banco lhe está a...

Os meus fundos de investimento – Balanço da semana #46 (10 de junho)

Fundos de investimento - Balanço semanal A recuperação continua em relação aos máximos de abril. Como já percebeu, subscrever fundos de investimento implica ver com toda a normalidade o valor do seu investimento subir e descer. O único "segredo" é não fazer nada...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Publicidade

Artigos relacionados

6 Comentários

  1. Georgete

    Aparentemente devo ter percebido mal, porque segundo as minhas contas fica mais caro plantar (tempo, custo de oportunidade) e regar (água e tempo gasto com a rega) do que ir ao supermercado comprar, neste ultimo caso até a deslocação é a mesma para comprar outros produtos.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. As minhas contas: sementes grátis porque estou a usar as da alface anterior que expigou. Uma alface dá dezenas de sementes. Água (água que sobrou dos copos das refeicoes) no caso de ter 3 alfaces na janela da cozinha. Tempo: 30 segundos por dia. Prazer com que o faço: sem preço 🙂

      Responder
  2. Maria Cecilia Ramos Elias

    Bom Dia Pedro
    É com imenso gosto que leio e acompanho as suas publicações, desde já os meus parabéns pelas abordagens que faz a inúmeros aspetos da nossa vida em que se estivermos atentos e quisermos, podemos sempre poupar algum dinheiro.
    Foi com muito agrado que vi o programa e li o artigo sobre hortas urbanas; sou uma fã em produzir parte daquilo que consumo, também porque posso ( tenho terreno que o permite) e tenho algum tempo disponível. Mas o que dá mais prazer é ir colher na altura em que preciso, os legumes ou ervas aromáticas para confecionar as minhas refeições. Poderia simplesmente comprar….mas não é a mesma coisa!
    Durante o período de convalescença de uma doença oncológica à 14 anos, comecei a procurar consumir legumes, frutas e compotas com maior segurança de que estavam isentas de pesticidas e aditivos( caso das compotas). Como nem sempre tinha essa segurança e alguns eram extramente caros, passei a cultivar a maioria dos produtos que consumo. Por isso tudo, recomendo vivamente que quem possa, dedique algum tempo a esta prática pois só tem a ganhar em qualidade na alimentação ainda que por vezes não exista um lucro significativo. O tempo que se dedica vai depender muito da quantidade de produtos que tem. Recomendo vivamente a quem gostar que o façam e se possível envolvam os vossos filhos ou netos nestas pequenas tarefas, é qualidade de tempo e de relação familiar também.
    Continuação de ótimos programas e muito sucesso1

    Responder
    • Pedro Andersson

      Muito obrigado, Cecília. Confirmo tudo o que diz :).

      Responder
  3. Hugo

    Caro Pedro uma correcção: na frase “O projeto profisisonal de André Maciel, que se chama Hortas_LX, consiste em ajudar particulares e empresas a cultivar horas”, creio que queria dizer cultivar “hortas” e não horas. Resta-me dizer para continuar o bom trabalho! Cá em casa temos hortelã e manjericão!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.