VÍDEO – Ganhe dinheiro a alugar o que tem em casa parado 

Contas-poupança
Escrito por Pedro Andersson

13.05.21

}
7 min de leitura

Publicidade

Ganhe dinheiro a alugar o que tem em casa… e poupe dinheiro a alugar em vez de comprar

Em primeiro lugar obrigado por ter visto ontem o Contas-poupança, no Jornal da Noite na SIC. Foi o programa mais visto em Portugal nos minutos em que foi emitido. Quase um milhão e meio de espectadores viram como podem usar uma plataforma nacional em que qualquer pessoa pode alugar o que tem e ganhar dinheiro, ou alugar o que precisa a outra pessoa e assim poupar muito dinheiro porque não tem de comprar para usar durante o tempo que pretende. Um em cada 4 portugueses que estava a ver televisão viu a reportagem. 

Como funciona a Rnters

Em primeiro lugar, é mesmo assim que se escreve (não tem o primeiro “e”). Foi opção dos criadores da plataforma.  Como funciona a Rnters?

Imagine que precisa de um equipamento apenas por uma horas ou durante um fim de semana, ou que tem em casa ou na garagem várias coisas paradas a ganhar pó. Na reportagem desta semana do Contas-poupança explicámos-lhe como pode começar a ganhar dinheiro com o que já não usa ou a poupar, por alugar em vez de comprar. 

Quase de certeza que tem coisas em casa que não usa todos os dias. E quase de certeza que já deu por si também a pensar que gostava de experimentar uma bicicleta, uma prancha de surf, uma consola de jogos, um drone ou uma máquina fotográfica profissional, ou outra coisa qualquer, mas não tem dinheiro para as comprar. Ainda por cima sem saber se vai realmente gostar ou se tem jeito.

A Rnters é uma plataforma portuguesa em que pode alugar tudo, como proprietário, ou alugar tudo, como utilizador. Particular a particular.  

Com a exceção de casas e veículos motorizados, aqui pode encontrar de tudo: Fotografia, vídeo, material de campismo como tendas, colchões insufláveis e fogareiros, monitores, televisões, computadores portáteis (se tiver uma emergência e precisar de um ainda hoje ou amanhã), consolas de jogos, pranchas de surf, bicicletas e telemóveis. E também coisas muito estranhas, como uma roupa verdadeira de samurai ou bóias de piscina com a forma de flamingo a 1 euro por dia, por exemplo.

Como surgiu a ideia

Guilherme Guerra teve a ideia de criar a plataforma Rnters quando estava em viagem de férias pelo sudeste asiático. Quis fazer surf em Bali, tentou alugar uma prancha por uns dias mas não conseguiu. Acabou por comprar uma mas não valia a pena trazê-la para Portugal por causa dos custos. Acabou por oferecê-la a um miúdo de lá. Bastava que lá tivesse conseguido contactar alguém que tivesse uma prancha.

Chegou cá e construiu a plataforma. A comunidade Rnters já tem cerca de 20 mil pessoas e todos saem a ganhar. 

Por exemplo, Ricardo Machado tem vários equipamentos de áudio e vídeo que aluga a quem o contactar. Na plataforma, é cliente e proprietário ao mesmo tempo. Há 3 anos viu uma publicidade na internet, achou engraçado e agora já só compra coisas novas depois de alugar para experimentar e ter a certeza de que é mesmo aquilo que quer.

Com o dinheiro que ganha a alugar a GoPro, compensa a diferença para comprar sempre o novo modelo quando chega ao mercado. Vende a antiga e junta o que ganhou para comprar a nova. Assim tem sempre o modelo mais recente a “custo zero”.

Outro utilizador, Gil Peraboa, usa a plataforma para alugar material de vídeo quando precisa trabalhar. Inclui o preço do aluguer no orçamento e assim tem sempre equipamentos topo de gama para trabalhar, sem ter de fazer investimentos de centenas ou milhares de euros.

E se me partirem o equipamento?

Vamos agora às questões práticas. Imaginemos que alugo um equipamento meu e o estragam ou desaparecem com ele? Até 1.500 euros, a reparação ou substituição está garantida pela Rnters. Leia as condições na página deles.

Portanto, de acordo com a Rnters, o proprietário pode ficar descansado. A plataforma garante a reparação dos danos. Mas o que tem de ficar claro também é que quem aluga como cliente é responsável pelos equipamentos: Se estragar é ele quem paga o arranjo ou a substituição. Basicamente, quem estraga paga. Se isso não acontecer, a plataforma adianta o dinheiro mas depois é o cliente que tem de reembolsar o dinheiro.

É por isso que todos têm de estar muito bem identificados com cartão de cidadão e fotos e as transações são feitas por cartão de crédito com uma franquia pré-aprovada para o caso de haver um acidente com os equipamentos. 

A entrega dos artigos é feita presencialmente num local que ambos combinem e há um sistema de códigos que garante que tudo correu bem e que o pagamento pode ser feito.

Achei uma forma muito interessante de rentabilizar o que temos em casa quando os equipamentos estão parados.

Para ver o que há para alugar ou para fazer dinheiro com as suas coisas, vai a www.rnters.pt (sem o primeiro e), regista-se e depois é só seguir as instruções. Avalie se é do seu interesse.

A questão ambiental também é importante, porque os produtos são usados o maior número de vezes possível em vez de serem comprados novos, mas a plataforma acaba também por ser a solução para quem fica sem os aparelhos porque avariaram e estão a arranjar. É o caso dos telemóveis. Foi uma surpresa o número de telemóveis que alugam por uns dias para “safar” quem ficou de repente sem ele.

As comissões

Há também algumas empresas que decidiram entrar na plataforma e alugam os equipamentos como forma de promover os produtos. Experimenta, e se gostar, compra. É outra forma de negócio.

A Rnters cobra uma comissão de 20% ao proprietário. O cliente que aluga só paga o preço pedido pelo dono do equipamento. Todos ganham.

Por exemplo, o meu miúdo anda há algum tempo a pedir-me uma consola específica. O meu receio é que aconteça o que aconteceu quando lhe comprei a Wii. Foi muito bom nos primeiros tempos e agora está parada. Não queria que acontecesse o mesmo. 

Assim, já reservei uma das consolas que ele quer na plataforma durante um fim de semana e vou tentar perceber se é mesmo aquilo que ele (e eu) quer. Pode até acontecer que ele perceba que os jogos são praticamente os mesmos que os que já tem e desista de a querer ter. 

Se isso acontecer, gasto 20 euros e poupo 300. Se ele (e eu) perceber que é mesmo boa, então já tenho mais uma informação útil para decidir se a compro ou não numa boa oportunidade que surja.

Outro exemplo. Por várias vezes quis alugar uma bicicleta quando vou à terra da minha sogra e nunca encontro (não consigo levar duas bicicletas no carro). As bicicletas elétricas da Câmara Municipal estão suspensas por causa da pandemia e só funcionam durante certas horas. Eu queria durante um fim de semana inteiro. Se houvesse alguém particular em Tondela que alugasse duas bicicletas, eu seria cliente várias vezes por ano. A Ecopista do Dão é um belo passeio. Só não o faço porque – lá está – não há oferta disponível a nível particular (nem de empresas). Talvez agora apareça.

Tem aqui o link para ver a reportagem na página da SIC Notícias:

https://sicnoticias.pt/programas/contaspoupanca/2021-05-12-Poupe-dinheiro-a-alugar-em-vez-de-comprar-67a9e5f6

oportunidades-970x250-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Autoridade Tributária volta a alertar para e-mails fraudulentos

Contribuintes recebem e-mails falsos sobre "divergências" no IRS A Autoridade Tributária (AT) voltou a alertar os contribuintes para a circulação de um e-mail falso que indica "divergências" na declaração de IRS. Outras mensagens fraudulentas que parecem ter sido...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #234 – Vamos a contas | Devo investir o meu Fundo de Emergência?

Um ouvinte do podcast começou a pôr as suas contas em ordem e já tem completo o seu fundo de emergência. Mas custa-lhe ver o dinheiro parado sem render nada. A pergunta dele é se não seria inteligente pegar nesse dinheiro e investi-lo. Esta é uma pergunta muito comum....

TOP 10 dos COMBUSTÍVEIS | Quem subiu e quem desceu (semana 22 a 28 abril)

Qual a marca de combustíveis mais barata esta semana? Enquanto consumidor, um dos meus maiores desafios é encontrar uma fórmula eficaz para poupar nos combustíveis. É difícil porque os preços mudam todas as semanas (ou várias vezes por semana), cada posto faz os seus...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (22 a 28 de abril)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

COMBUSTÍVEIS | Qual a marca mais barata esta semana?

Qual a marca de combustíveis mais barata esta semana? Há anos que ando para fazer este comparativo. Hoje foi o dia. Enquanto consumidor, um dos meus maiores desafios é encontrar uma fórmula eficaz para poupar nos combustíveis. É difícil porque os preços mudam todas as...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a três meses e sobem a seis e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #233 – Quanto é que vou poupar com os novos escalões do IRS?

Conheça a nova tabela dos escalões do IRS O Conselho de Ministros da passada sexta-feira decidiu reduzir as taxas de todos os escalões de rendimento até ao 8.º escalão. Só o 9.º escalão (quem ganha mais de 81 mil euros por ano) fica de fora. Quanto é que isso vai...

Acrescente uma linha no IRS e receba mais 10% de dedução em educação (Interior e ilhas)

SABIA QUE se vive no interior do país (ou ilhas) tem mais 10% de dedução nas suas despesas de Educação? Isto é muito importante para TODAS as famílias com filhos na escola, nos distritos do interior e nos Açores e na Madeira. Eu não sabia disto. Quando menos...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. sergio manuel rodrigues fernandes dantas

    Bom dia:)
    Se vier para a ecopista de Monção eu empresto-lhe até 2 bicicletas e não lhe levo nada…

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.