Covid-19: Adiamento do prazo para inspeção não abrange veículos já reprovados




Adiamento do prazo para inspeção não abrange veículos já reprovados

O adiamento do prazo para inspeção automóvel por 5 meses não abrange os veículos anteriormente reprovados, por ser considerado serviço essencial obrigatório que deve ser realizado por marcação, informou hoje o IMT, citado pela LUSA.

De acordo a portaria do Governo, a inspeção de veículos é considerada serviço essencial relativamente a alguns tipos de veículos de transporte de mercadorias e de passageiros e vai haver centros de inspeção abertos para o prestar.

Hoje, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) informou, através de um comunicado, que o regime de exceção, que permite que veículos a motor e seus reboques, ligeiros ou pesados, que devessem ser apresentados à inspeção periódica no período entre 13 de março e 30 de junho de 2020, vejam o seu prazo prorrogado por cinco meses contados da data da matrícula, não abrange veículos anteriormente reprovados.

Têm também de ir à inspeção nas datas previstas (sem direito a adiamento) as inspeções para atribuição de nova matrícula de importados usados e as inspeções extraordinárias para reaver documentos, esclarece o IMT.

Nestes casos, considerados serviços essenciais obrigatórios, as inspeções devem ser realizadas por marcação.

Inspeções só por marcação

No âmbito das medidas de concretização do decreto que regulamenta o estado de emergência e em resposta à epidemia de covid-19, foi determinado o encerramento dos centros de inspeção automóvel, mantendo-se apenas o atendimento, por marcação, para a prestação dos serviços essenciais.

Estas viaturas TÊM de ir à inspeção nas datas corretas

O diploma indica 9 situações e categorias de veículos em relação aos quais os serviços de inspeção são considerados serviços essenciais e que não são adiados e em que se incluem:

1) automóveis pesados de passageiros (M2 e M3)
2) automóveis pesados de mercadorias (N2 e N3)
3) reboques e semirreboques com peso bruto igual ou superior 3.500 quilogramas (O3 e O4), com exceção dos reboques agrícolas
4) automóveis ligeiros licenciados para o transporte público de passageiros e ambulâncias
5) reinspeções a veículos anteriormente reprovados
6) inspeções para atribuição de nova matrícula de importados usados
7) inspeções extraordinárias para reaver documentos
8) automóveis ligeiros de passageiros (M1), utilizados para transporte internacional, para deslocação autorizada
9) automóveis utilizados no transporte escolar

Para os restantes veículos cuja inspeção tivesse de ser feita neste período foi prolongado o prazo para a sua realização por 5 meses.

Num comunicado divulgado na terça-feira, o Ministério das Infraestruturas precisou que os veículos a motor e seus reboques, ligeiros ou pesados, que devessem ser apresentados à inspeção periódica no período entre 13 de março e 30 de junho de 2020, “vêem o seu prazo prorrogado por cinco meses contados da data da matrícula.”

Veja a data da inspeção da sua matrícula e aja em conformidade. Coloque alertas no telemóvel com os novos prazos de inspeção para depois não falhar.


atividades-billboard


Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

7 comentários em “Covid-19: Adiamento do prazo para inspeção não abrange veículos já reprovados

  1. Avatar
    Alexandra Carvalho Reply

    Em relação ao IUC o prazo também será alargado? Uma vez que teria que o pagar até final de Abril.
    Muito obrigada

  2. Avatar
    Ana Reply

    Pena que as oficinas das marcas não estejam também a adiar as revisões dos carros. A minha marca não me deixa adiar, pois tira-me a garantia. Já estou ansiosa só de pensar no número de pessoas que vai tocar no meu carro loool

  3. Avatar
    José Barroso Reply

    E em relação a alguns milhares de automóveis que não conseguiram fazer a inspeção antes do 13 de março porque estes estavam imobilizados, em reparação ou outras situações. Teria toda a
    lógica que o IMT contemplasse essas situações. Aguardo resolução do problema.

  4. Avatar
    Ana Freire Reply

    E em relaçao ao pagamento do IUC? Também será alargado o prazo, visto que teria que se pagar na mesma altura? Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *