Podcast #13 – Quanto custa o seu carro e como pode financiar o próximo?




Quanto lhe custou o seu carro até agora e como financiar o próximo?

NOVO EPISÓDIO NO PODCAST “Pedro Andersson Contas-poupança”

Aproveite a minha boleia financeira (gravo no carro enquanto faço as minhas viagens e faço de conta que você vai ali ao meu lado) e veja como pode aumentar-se a si próprio. Para ouvir, basta clicar nos links mais abaixo. São uma espécie de programas de rádio para escutar enquanto faz outras coisas. Subscreva o podcast na plataforma em que estiver a ouvir para ser avisado sempre que houver um episódio novo.

Não estranhe ouvir o motor do carro, buzinadelas e o pisca-pisca. Faz parte da viagem.

Comente e dê a sua opinião.

Compro sempre os meus carros a pronto. Serei rico?

Era bom se a resposta fosse essa. Mas não é. É a minha estratégia para poupar na compra de carro. Partilhe nos comentários como faz sempre que precisa comprar um novo carro (mesmo que seja em segunda mão). O que acha da forma que encontrei para me financiar a mim próprio e evitar pagar juros ao banco? É só clicar num destes links.

Boa viagem e boas poupanças!

Subscreva o Podcast e partilhe-o com os seus amigos ou familiares que se queixam de ter pouco dinheiro e muitas despesas.



Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

10 comentários em “Podcast #13 – Quanto custa o seu carro e como pode financiar o próximo?

  1. Avatar
    alberto figueiredo Reply

    Comparação impírica e sem Variaveis de Suporte, normalmente necessárias. Para povo ouvir??
    Não é dum Individuo que se diz Jornalista de Poupanças mas… cada Um que considere!!

  2. Avatar
    Joao Pimentel Ferreira Reply

    De facto o português médio trabalha quase metade do ano (320€ por mês, em 800€ que é o salário médio líquido) para pagar as despesas totais do seu carro. Elas são o seguro, o combustível, as revisões, reparações, possível crédito automóvel, desvalorização do veículo, lavagens, eventuais multas, IUC, portagens e parqueamento. Esse custo total ultrapassa muitas vezes os 500€ por mês, mas as pessoas não fazem essa contabilidade porque as contas que se pagam aparecem distribuídas pelo ano em diferentes parcelas. Faça você mesmo as suas contas em autocustos.info e poderá ficar surpreso com o resultado final! Pense depois quanto ganha por mês e quantos meses tem de trabalhar para suster o seu carro!

  3. Avatar
    Nuno Marques Reply

    Olá, gostei bastante do podcast e como gosto de controlar bem as despesas com os carros, uso uma aplicação chamada Drivvo onde registo todas as despesas que tenho com o carro (combustível, lavagens, manutenções, IUC, seguros…tudo). Inicialmente a minha ideia era controlar as datas das manutenções/revisões, mas como passei a registar todas as despesas com o carro agora sei quanto é que me custa usar o meu carro por dia e por km através dos relatórios e gráficos que a aplicação produz.
    Como o carro é uma despesa que não posso prescindir e tem um peso grande no orçamento, este tipo de aplicação ajuda muito a compreender quanto é que implica tê-lo.

  4. Avatar
    Marta Cristina Santos Perpétuo Reply

    Muito agradeço a sua partilha, a qual acho bastante interessante.
    Estou a precisar de comprar um carro, visto que o meu “constipou-se” seriamente e não compensa o arranjo
    Quais os produtos de médio risco que me recomenda para aplicar e rentabilizar o valor que tenho disponível?
    Obrigada

  5. Avatar
    Clara Mendes Reply

    Boa noite. Antes de mais obrigada pelo excelente trabalho. Mesmo sem contar com as despesas de seguro, manutenção, iuc e etc, e preciso ter sempre em conta que um carro novo não têm despesas que um já com alguns anos tem como bateria, filtro de partículas ( se tiver), Correia de distribuição e bomba de água, amortecedores e suspensão, tratamento de pintura por ferrugem ou simples desgaste, coluna de direção, caixa de velocidades, embraiagem entre outras substituições que a partir de uma determinada idade aparecem naturalmente. Para não falar de problemas por falta de cuidado do proprietário anterior. Não estou a dizer que não seja mais vantajoso comprar um carro usado, apenas estou a dizer e que tem custos acrescidos em relação a novos logo esses 55€ que refere são um bocado mais. Cumprimentos

  6. Avatar
    Maria Santos Reply

    Boa tarde, acabei de o ouvir e como nos comentários anteriores também gostaria de saber se me pode sugerir algum produto(s) financeiro para começar a poupar, obrigada.

  7. Avatar
    Sandra Valentim Reply

    Tenho a mesma questão que a Teresa… Aplicações de risco para poupar. Pode aconselhar/sugerir algumas? Obrigada

  8. Avatar
    Teresa Reply

    Bom dia,
    Após ouvir o podcast surge-me uma dúvida. Menciona que uns anos antes de trocar de carro, começa a juntar dinheiro e ao longo dos anos que junta esse dinheiro, investe-o em aplicações com algum risco.
    Preciso de trocar de carro e gostaria de fazer o mesmo, mas queria uma ajuda nesse sentido. Em que aplicações faz esse investimento? Quais as melhores e piores? Era um tema que gostaria de ver discutido, porque há muito pouca gente a perceber desse assunto.
    Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *