O que vai mudar afinal nos passes dos transportes públicos

Escrito por Pedro Andersson

27.03.19

}
3 min de leitura

Publicidade

Compensa comprar os novos passes mensais?

A partir da próxima segunda-feira há uma verdadeira revolução nos passes mensais e sociais em Lisboa, Porto e em alguns outros municípios do país. As poupanças podem representar um aumento salarial de 10% ou mais.
Mas pelo que fomos percebendo nas ruas há ainda muitas dúvidas sobre o que vai mudar ou não e para quem.

Sei que já viram e leram várias reportagens sobre as mudanças nos passes mensais e sociais, mas decidi insistir no tema e ir ao detalhe das alterações que aí vêm.
Não vou pela polémica do se é uma medida eleitoralista ou não. É uma medida. É boa ou má para os utentes? E para quem não anda de transportes públicos? Vai passar a valer a pena deixar o carro na garagem e experimentar ir para o trabalho de transportes públicos? Quanto posso poupar realmente?
O que vai mudar em Lisboa? E no Porto? E no resto do país? E como posso saber o que muda no meu caso específico. E no caso das crianças e dos idosos, dos estudantes e dos reformados e aposentados? e dos mais carenciados? Onde posso encontrar mais respostas?
Não perca mais logo a reportagem alargada do Contas-poupança sobre os passes mensais e o que vai mudar dentro de dias.

E o que precisa fazer para ter acesso a estes descontos? Há documentos que deve apresentar já antes de Abril? E onde os deve entregar? E tenho de ir a algum lado para mudar o meu cartão antes de segunda-feira ou não é preciso?
Se este assunto lhe interessa, não perca o Contas-poupança mais logo no Jornal da Noite, na SIC. Mais uma reportagem útil.
E faça contas a quanto gasta agora para ir trabalhar. Mas ao cêntimo.
Pegue numa folha de papel e escreva quanto gasta em:
Combustível
Portagens
Parquímetro
Arrumadores
Lavagens do carro
(Seguros)
(Avarias)
(Acidentes)
(Pneus)
(Travões)
(Óleo)
(Etc.)
E depois compare com o que vai ver.
Estou à sua espera no Jornal da Noite. Se não puder ver em direto, puxe a box para trás. Agradeço :).

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI abaixo.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Maiores de 35 anos podem aceder a isenção de IMT se comprarem casa com um jovem

Isenção de impostos também beneficia maiores de 35 anos Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

7 Comentários

  1. Vanda Santos

    Olá Pedro,
    Desde já dou-lhe os parabéns pela informação que nos presta, e pela ajuda inerente à mesma considero-a de EXTREMA utilidade.
    Em relação ao assunto em questão, não se esqueça de “contabilizar” o tempo que pode demorar a mais ou a menos (no meu caso pessoal) na deslocação diária.Sempre fui adepta de transportes públicos, mas quando mudei recentemente de local de trabalho para mais perto de casa passei a perder menos 1/2 hora de manhã e 1/2h há tarde, e 1h/por dia no trânsito para quem têm pequenos por vezes compensa o valor gasto a mais nos serviços que menciona vs mais tempo para a familia.
    Portanto como se costuma dizer “Time is money” :-)!
    Obrigada,

    Responder
  2. isabel maria perdigao

    Boa tarde.
    Eu já tentei ir de transportes públicos mas tive de desistir porque não existem transportes cedo para o meu local de trabalho. No Campo grande sai o primeiro ás 6.15,se eu tenho de entrar ao serviço ás 6h não me dá aos fins de semana também não existem transportes suficientes por isso desisti comprei um carro a GPL e acabei por economizar é evidente que com esta nova modalidade era interessante voltar a andar de transportes públicos mas se não vão colocar mais transportes a funcionar vou continuar a ir de carro.
    Obrigada.

    Responder
  3. Tiago Machado

    Boa tarde, Pedro! Costumo usar a Fertagus e quando vi a informação, assinatura mensal 40€ , achei bom de mais…..
    Por exemplo, a assinatura Lisboa Setúbal ( Fertagus ) anda perto dos 140 €, vai passar para os 40€.
    A minha curiosidade é quanto tempo vai durar e quem vai pagar o que falta…?
    Para quem usa é muito bom, mas a que custo?

    Responder
  4. Nelson Branquinho

    Boa noite Sr. Pedro!
    Há muito que acompanho o seu trabalho (especialmente por aqui) e não podia deixar de dar o parabéns pelo seu trabalho.
    Será que me consegue tirar uma duvida? Tirando Porto e Lisboa, as restantes zonas Terão os benefícios mediante a decisão dos municípios, aqui a questão é e quem atravessa vários? Por exemplo eu faço todos os dias Aveiro Porto, como é que consigo usufruir destes descontos?
    Desde já o meu obrigado.

    Responder
  5. Jorge Soares

    Boa tarde
    Parabéns pela informação, mas tem um senão. Não informa concretamente quanto custa, na Área Metropolitana de Lisboa, o passe para os utentes com mais de 65 anos. Menciona uma percentagem, que pode levantar alguma confusão, quando o valor é de vinte euros certos. Lembro que esta redução do passe incide sobre centenas de milhares de pessoas que podem ter a oportunidade de trocar o sofá e a televisão por uma vida mais saudável passeando na AML, para além do impacto que pode ter na economia dos diversos municípios
    Os meus cumprimentos

    Responder
  6. Vitor Madeira

    Não me quero meter em políticas, mas a verdade é que neste caso em particular, os partidos do poder ao tentarem criar “melhores condições financeiras para os portugueses” acabam por criar uma AINDA maior diferença entre quem vivem perto de grandes centros urbanos e quem não vive.
    Vivo na “província” do Algarve, e, embora nós por cá sejamos vistos como “ricos” (estamos sempre de férias, não é?), a verdade é que pertencer à classe média por aqui é uma luta constante. Nada que se compare ao que os cidadãos de Lisboa e Porto dispõem para obter o mesmo nível de vida ou, vá lá, as mesmas possibilidades sociais para o efeito.
    A meu ver, esta medida é boa para quem dela irá beneficiar (e nesse aspeto, estou feliz por esses cidadãos) mas para o resto do país, é mais do mesmo. “Lisboa (e Porto, pronto) é Portugal e o resto é paisagem.”

    Responder
  7. Júlio Matos

    Sobre isto, o que é anedótico é que se passa em Torres Vedras. Existe um autocarro que faz Torres Vedras – Lisboa passando por todas as terriolas e existe outro que faz Torres Vedras – Lisboa direta via autoestrada. Ambos da mesma empresa passando ambos primeiro por concelhos do Oeste e depois por concelhos da área metropolitana até chegar a Lisboa. Ora escusado será dizer que num a viagem é de 2 horas, no outro são 40 minutos.
    Ora neste regime novo, comprando dois passes por 40 euros cada um (Passe Oeste + Passe Área Metropolitana) só está incluído o percurso fora da autoestrada. Para ter direito ao outro – de 40 minutos via A8 tenho de pagar 98€ e não tenho direito aos transportes do concelho nem da AML como quem paga 80 euros tem. Ora isto lembra a alguém????

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.