A CGD volta a subir as comissões em Maio

Escrito por Pedro Andersson

14.03.19

}
5 min de leitura

Publicidade

CGD – Comissões sobem outra vez

Ainda não passaram 2 meses desde o último aumento de comissões e a CGD volta a fazer alterações ao preçário (para cima, claro).
Enquanto cliente bancário estou a ficar deveras preocupado com esta onda de aumentos das comissões. É que é tão fácil aumentar comissões de produtos dos quais não podemos abdicar… O meu sentimento é de (quase) completa impotência como consumidor. Ainda estou a conseguir dar a volta para não pagar, não sei é até quando.

As comissões que aumentam


Vão subir a partir de 15 de Maio de 2019 as comissões da “conta pacote” mais barata (a Conta S), das contas de universitários (e professores) e levantamentos ao balcão com caderneta.
Recordo que em Janeiro o preço das transferências online da CGD subiram 60%.
Quem tiver a Conta Caixa S (a “conta pacote” mais barata da Caixa Geral de Depósitos) vai ver a comissão mensal subir para 2,80 €. São 33,60 € por ano. Mais 4% de imposto de selo, ou seja 2,91 €. Sobe cerca de 12%.
A subida de custo só vai afetar os clientes que tenham domiciliação de rendimento ou um património financeiro igual ou superior a cinco mil euros, e que por isso têm bonificação na mensalidade. As contas M e L ficam iguais.
10 ou 20 cêntimos não parecem muito, mas multiplicados por 1 milhão de portugueses é muito dinheiro. E o cerco aperta-se cada vez mais.
Recordo que tudo isto é legal e todos os bancos podem aumentar as comissões como e quanto quiserem, desde que avisem antes. É o que está na lei.

Universitários perdem isenção

Os estudantes com mais de 26 anos, professores e funcionários de universidades perdem a isenção de comissões neste preçário. A Caixa Geral de Depósitos vai passar a cobrar a partir de 15 de Maio uma comissão mensal de dois euros (mais Imposto de Selo), ou seja 24 € por ano.
Os professores e funcionários passam a pagar 33,60 € por ano (mais Imposto de selo). Os que tiverem cartão Caixa Classic sem “Programa de lealdade” passam a pagar uma comissão de manutenção de 48 € (mais Imposto de Selo – 4%) por ano.
Os estudantes universitários com menos de 26 anos de idade vão manter a isenção da manutenção de conta.

Levantar dinheiro com caderneta ao balcão custa o triplo

A partir de 15 de maio, fazer levantamentos ao balcão com a caderneta vai passar a custar 2,86 €.
Mas há excepções. A comissão não é aplicável quando se verifique:
– ausência e/ou avaria do multibanco;
– manifesta incapacidade do Cliente para a utilização de dispositivos automáticos (ex: clientes invisuais, analfabetos);
– levantamento de numerário em conta à ordem cujo somatório dos rendimentos domiciliados (1) seja de valor inferior a uma vez e meia o salário mínimo nacional (1,5 x SMN), em que o 1º titular tenha idade igual ou superior a 65 anos, o cliente que efetua o levantamento tenha cartão de débito e desde que um dos titulares tenha Património Financeiro (2) com saldo médio igual ou inferior a 20 mil €.
A isenção é aplicada até 2 levantamentos de numerário por mês/conta;
– levantamento de numerário em Conta Base Caderneta (até 3 levantamentos de numerário por mês); – levantamento de numerário em Conta SMB (Serviços Mínimos Bancários) com suporte caderneta.
Há mais alguns detalhes e excepções mas não vos vou maçar com isso. Podem ler o preçário completo aqui neste link (só tem 2 páginas, não se assuste):
Comunicacao-Alteracao-Precario-Comissoes-Despesas_15Maio2019.
Podem (aliás, devem) lê-lo com todo o detalhe se forem clientes. O importante é que não sejam surpreendidos em Maio com débitos “estranhos” na vossa conta. Se descontarem dinheiro, ou mais dinheiro do que o habitual, é por esta razão.
Já vos expliquei AQUI neste artigo como faço para continuar a não pagar nenhuma comissão de manutenção na Caixa Geral de Depósitos. Ainda mantenho a isenção por fazer isto. Nos outros bancos assim que me cobrarem UMA comissão, fecho logo a conta.
Explico neste vídeo como faço para não pagar nenhuma comissão de manutenção de conta. Veja se alguma desta dica se aplica ao seu caso.

 

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI abaixo.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (26 de fevereiro a 03 de março)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

PODCAST | #218 – Vamos a contas | Tenho de declarar os Certificados de Aforro (e outros) no IRS?

Os Certificados de Aforro continuam a suscitar muitas dúvidas. Uma delas é se somos obrigados a declará-los no IRS e como se faz. Essa dúvida é também muito comum quando alguém começa a pensar em investir em produtos relacionados com as bolsas, como Fundos PPR, Fundos...

ÚLTIMO DIA | Prazo para validar faturas para IRS 2023 termina hoje

Já validou TODAS as suas faturas e do seu agregado familiar? Os contribuintes têm até ao final do dia de hoje (quarta-feira, dia 28 de fevereiro) para validar e confirmar as faturas relevantes para o IRS de 2023, após o Ministério das Finanças ter decidido prolongar o...

Arrendamentos | Burlas estão a aumentar. Conheça os sinais e como evitar

Burlas com falsos arrendamentos têm estado a aumentar nos últimos dois anos Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes De acordo com a PSP, as burlas com falsos arrendamentos têm vindo a agravar-se desde 2022, quer nos arrendamentos de casas de férias, quer no...

ÚLTIMA HORA | Prazo para validar faturas de 2023 prolongado até quarta-feira

Faturas pendentes - Prazo prolongado até quarta-feira A Autoridade Tributária (AT) prolongou por dois dias, até quarta-feira, o prazo para a validação de faturas relativas a 2023 no portal e-fatura, depois de constrangimentos no último dia do prazo inicial. Em...

Quer inscrever-se no regime do Residente não Habitual? Pode fazê-lo até 2025

Autoridade Tributária informou que os contribuintes elegíveis podem inscrever-se até 31 de março de 2025 Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Se está interessado em inscrever-se no regime do Residente não Habitual (RNH), que permite aos seus beneficiários...

EURIBOR HOJE | Taxa a três meses mantém-se, mas sobe a seis e 12 meses

Euribor mantém-se a três meses, mas aumenta nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham...

ELETRICIDADE | O indexado em Fevereiro vai baixar bastante – Vale a pena mudar?

O preço da eletricidade no OMIE está quase de graça É impressionante o que está a acontecer nesta última semana. O preço da eletricidade no mercado grossista está praticamente a zero. Os valores a que a eletricidade vai ser vendida e comprada amanhã, pelas empresas...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a três meses e descem a seis e 12 meses

Euribor sobe a três meses, mas desce nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

PODCAST | #217 – Qual é a forma mais simples de poupar na eletricidade?

A ouvinte Ana nunca mudou de empresa de eletricidade em toda a sua vida. Faz-lhe confusão mudar e acha que dá muito trabalho e sente que as outras empresas não lhe inspiram confiança. Este é um perfil muito típico dos consumidores portugueses. No episódio desta...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

6 Comentários

  1. Cristina

    Olá bom dia este mês já fui surpreendida com um débito de 5,15€ por manutenção de conta da caixa geral de depósitos… até à data ainda não tinha pago nada porque tenho gastos trimestrais do cartão de crédito e pago manutenção por obrigações! Está apertar mesmo! E nem sequer recebi recebi informação das alterações das condições! E não acedo aos documentos online! já questionei ao gestor mas resposta nem vê-la! Investigue porque é muito grave debitam e nem informam! Cris

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olhe que tenho a certeza que informaram. Eu até dei notícia disso aqui no blogue. Pode não ter lido o extrato…

      Responder
  2. celso

    Eles (bancos) andam a arranjar lenha para se queimarem. Depois admiram-se que o pessoal prefere Revoluts e afins… Atualmente, só preciso do banco por causa do empréstimo e do ordenado e mesmo este último, conseguia arranjar maneira de o receber sem ser por via bancária nacional. Ou eles mudam de atitude ou vão começar a perder relevância a longo prazo.

    Responder
  3. Sílvia Pinto Duarte

    Aqui vai mais um caso. Tenho 200 acções do BES que actualmente têm um valor de 0,02 €. Como é sabido não podem ser transaccionadas. São as únicas acções que tenho. A CGD debitou-me uma comissão trimestral de 2 € mais imposto de selo. Informei a CGD que lhas dava – que não queria estas acções para nada – ao que me informaram que nada podiam fazer e que eu tenho de pagar a comissão a menos que arranje alguém que as queira.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Questione o banco de Portugal. Acho que têm uma solução.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.