Quer poupar outra vez no gás?

Escrito por Pedro Andersson

21.04.18

}
4 min de leitura

Publicidade

De 6 em 6 meses poupo (ainda mais) na fatura do gás

Dou esta dica de 6 em 6 meses. E é das dicas de poupança mais básicas e fáceis de aplicar que há.

Hoje foi o dia. Faço isto sempre que chega a Primavera e volto a fazer o contrário quando chega o Outono.

Com a chegada dos dias mais quentes deixa de ser necessário (com todo o conforto) ter a temperatura da água tão quente no esquentador ou na caldeira. Para quê gastar m3 de gás (ou eletricidade) para ter água a ferver se depois tem de misturar água fria?

Baixe a temperatura do esquentador

Como aprendi esta dica? Em 2016, tive de chamar um técnico a casa para fazer uma inspeção à canalização do gás. O homem, muito simpático, chegou ao pé do esquentador e disparou: “Sabe que está a gastar uma brutalidade de gás sem necessidade, não sabe?”.

Podem não ter sido estas as palavras (a parte técnica dispensei-a toda), mas foi o que eu percebi. Afinal, com tanta dica de poupança que partilho, como é que estou a desperdiçar gás todos os dias?

Simples. Nós raramente abrimos a porta do esquentador e olhamos para ele. Ligamos a água quente e esperamos que saia água quente da torneira, certo?

Só vamos verificar o esquentador quando a água sai fria, pelo menos é assim comigo. Ora o meu esquentador, sabe-se lá porquê, estava a debitar água a 54 graus provavelmente desde o início do outono.

A consequência natural de tão alta temperatura é que, no duche ou no banho da família toda, com água demasiado quente é preciso misturar água fria. E para quê?

Na prática, para exemplificar, é como se estivesse a gastar 2 pinheiros para fazer uma fogueira para assar uma sardinha. Estou a gastar todos os dias gás a mais para aquecer a água a 54 graus quando o corpo humano considera confortável a água a 40 graus ou no Verão até (muito) menos. Depende dos gostos de cada um.

Reduza 4 ou 5 graus

Basta baixar a potência do esquentador para 42 ou 43 graus (a água arrefece a caminho do chuveiro) para não ser preciso estar a gastar tanto gás para depois simplesmente a arrefecer juntando água fria. Um desperdício de que não me tinha apercebido. Hoje coloquei a 40 graus. E chega perfeitamente.

Depois deste episódio, li que há uma indicação de que por cada grau que baixarmos o esquentador o consumo de gás pode baixar 7% (há um limite de temperatura em que essa conta deixa de ser proporcional, como é evidente).

Portanto, aprendi a lição. Pelo menos a cada Primavera, ou a cada semestre vou colocar um alerta no telemóvel para verificar se a temperatura a que sai a água do esquentador está em limites razoáveis. E já agora encurte o tempo do duche. Tenho um aparelho que, quando atinge os 35 litros, apita tipo alarme (raramente paro o duche por causa disso, mas acho piada).

Não descansei enquanto não fiz as minhas contas.

Coloquei o meu esquentador no máximo (60º C) e sentei-me em frente ao contador do gás. Em 10 minutos, gastou 0,27 m3 de gás.

Logo a seguir, baixei a temperatura da água para 42ºC e meti os miúdos no banho. Nos mesmos 10 minutos, o contador registou um consumo de apenas 0,15 m3 de gás.

O mesmo banho, metade do custo

Conclusão, para o mesmo banho/duche de 10 minutos com água a correr é possível baixar os custos da fatura do gás para quase metade.

Um banho por dia, com 4 cá em casa, a 60º C gastaria 32,40 m3 de gás. Baixando a temperatura para os tais 42º C o consumo desce para 18 m3.

Com o mesmo conforto e sem mudar em nada os nossos hábitos. Não estava à espera que, no meu caso, a diferença fosse tão grande. Faça o teste e veja se está a desperdiçar gás sem necessidade.

 

Não se esqueçam de fazer “Gosto” no Facebook do Contas-poupança

Subscrevam o canal no YouTube AQUI.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

Têm também um capítulo no livro “Contas-poupança” só com dicas sobre como poupar no gás, para além de dicas sobre como baixar a fatura da eletricidade e da água.

Veja mais dicas no livro “Contas-poupança” que reúne as melhores reportagens  dos primeiros 5 anos do programa.

O livro é um investimento que se paga a ele próprio. Pode encomendá-lo clicando aqui abaixo.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (26 de fevereiro a 03 de março)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de lucro de cerca de 10% para as...

PODCAST | #218 – Vamos a contas | Tenho de declarar os Certificados de Aforro (e outros) no IRS?

Os Certificados de Aforro continuam a suscitar muitas dúvidas. Uma delas é se somos obrigados a declará-los no IRS e como se faz. Essa dúvida é também muito comum quando alguém começa a pensar em investir em produtos relacionados com as bolsas, como Fundos PPR, Fundos...

ÚLTIMO DIA | Prazo para validar faturas para IRS 2023 termina hoje

Já validou TODAS as suas faturas e do seu agregado familiar? Os contribuintes têm até ao final do dia de hoje (quarta-feira, dia 28 de fevereiro) para validar e confirmar as faturas relevantes para o IRS de 2023, após o Ministério das Finanças ter decidido prolongar o...

Arrendamentos | Burlas estão a aumentar. Conheça os sinais e como evitar

Burlas com falsos arrendamentos têm estado a aumentar nos últimos dois anos Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes De acordo com a PSP, as burlas com falsos arrendamentos têm vindo a agravar-se desde 2022, quer nos arrendamentos de casas de férias, quer no...

ÚLTIMA HORA | Prazo para validar faturas de 2023 prolongado até quarta-feira

Faturas pendentes - Prazo prolongado até quarta-feira A Autoridade Tributária (AT) prolongou por dois dias, até quarta-feira, o prazo para a validação de faturas relativas a 2023 no portal e-fatura, depois de constrangimentos no último dia do prazo inicial. Em...

Quer inscrever-se no regime do Residente não Habitual? Pode fazê-lo até 2025

Autoridade Tributária informou que os contribuintes elegíveis podem inscrever-se até 31 de março de 2025 Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Se está interessado em inscrever-se no regime do Residente não Habitual (RNH), que permite aos seus beneficiários...

EURIBOR HOJE | Taxa a três meses mantém-se, mas sobe a seis e 12 meses

Euribor mantém-se a três meses, mas aumenta nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham...

ELETRICIDADE | O indexado em Fevereiro vai baixar bastante – Vale a pena mudar?

O preço da eletricidade no OMIE está quase de graça É impressionante o que está a acontecer nesta última semana. O preço da eletricidade no mercado grossista está praticamente a zero. Os valores a que a eletricidade vai ser vendida e comprada amanhã, pelas empresas...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a três meses e descem a seis e 12 meses

Euribor sobe a três meses, mas desce nos prazos de seis e 12 meses Contas-poupança | Inês de Almeida Fernandes Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um...

PODCAST | #217 – Qual é a forma mais simples de poupar na eletricidade?

A ouvinte Ana nunca mudou de empresa de eletricidade em toda a sua vida. Faz-lhe confusão mudar e acha que dá muito trabalho e sente que as outras empresas não lhe inspiram confiança. Este é um perfil muito típico dos consumidores portugueses. No episódio desta...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

6 Comentários

  1. Rui Silva

    Uma dúvida: nesses 10minutos no máximo, esteve alguém a tomar banho com água temperada com água fria (onde o caudal de 60° foi reduzido a digamos, 80%, e adicionados 20% de água fria), comparando com 100% (ou perto) do caudal a 42°?

    Ou contabilizou aguava correr a escaldantes 60°, com confortáveis 42?

    Porque, entre aquecer mais 20% e gastar menos 20% não me parece tão grande diferença assim, uma vez que pode aquecer mais a água, mas acaba por gastar menos água quente…
    a poupança pode singir-se à eficiência do esquentador, sendo menos eficiente por trabalhar no limite da potência, ou com diferenciais maiores, e ao desperdícios da água a 60° que acaba por ficar nas canalizações quando terminamos, que são uns 5litros a 60° que podiam ser 42°… fora isso, parece-me mal calculado – ainda que eu faça isso, pois só o conforto de não ter de andar a temperar a água já compensa! Sim, porque isso de 10min a água a correr é que não ajuda nem é económico ou sustentável. A água abre pra molhar, fecha, há lugar ao ensaboamento, esfregar bem os cantos todos, e volta a abrir 2 minutos no final para remover a espuma… e vai ver quantos m3 de gás (e de água) vai poupar 😉

    Não esqueçamos que o verão está aí, e a seca voltará! Começaremos já a ser sustentáveis.

    10L por habitante, por dia… imaginem 40L…

    Responder
  2. Luis

    Tive um amigo cá em casa no dia 5 março, que me falou que durante o banho não devia temperar com agua fria, reduzi a temperatura no esquentador, hoje são 23 abril, somos 4 a tomar banho, a botija ainda dura e antes apenas durava um mês…

    Responder
  3. Jorge

    Ainda bem que alguém reconhecido dá esta dica. Há mais de 20 anos que faço precisamente isto e todos me chamam maluco…pode ser que agora consigam aperceber-se que há poupanças que são básicas e ao alcance de qualquer um!
    Bem haja pela informação!

    Responder
  4. João Francisco Mendes Ferreira

    Uma dúvida básica.
    Durante a primavera/verão aconselham a colocar a temperatura do esquentador a 42ª certo?
    E durante o outono/inverno?
    Outra questão, o meu esquentador é daqueles que funciona por “luz verde” e muda dos 40 para os 50 e destes para os 60. Há alguma maneira de saber em que valor intermédio estará?
    Obrigado pelo seu trabalho!

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Nao recomendo nenhuma temperatura :). É o que for confortavel para si. No verão ate reduzo para 39. Mas nao vou estar a tomar banho com desconforto para poupar… É por no minimo e ir aumentando até estar “bom” para todos na família. No inverno a mesma coisa. O ideal é nao ter de misturar agua fria. Tera de ligar para a marca do seu esquentador e perguntar como fazer. 60 graus é um exagero absoluto

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.