As suas lâmpadas têm garantia?

Escrito por Pedro Andersson

16.05.17

}
2 min de leitura

Publicidade

As suas lâmpadas têm garantia?

As minhas têm. Aliás, as suas também. Diria que todas as lâmpadas que compra têm garantia. Nós é que nem nos lembramos disso. Só nos lembramos da garantia dos eletrodomésticos, do carro ou da casa (para reclamar junto do construtor).

Isto para vos mostrar que levo a sério as sugestões que dou aqui no blogue. E, sobretudo, para vos dizer que funcionam. Comprei em Dezembro passado 2 lâmpadas para o exaustor da cozinha.

lâmpadas

Sempre que compro uma lâmpada, anoto a data em que comecei a usá-la (na própria lâmpada ou na caixa) e guardo a fatura.

Lâmpadas

lâmpadas

Este mês uma das duas lâmpadas fundiu-se e lembrei-me que a tinha comprado recentemente. Fui buscar fatura e voltei à loja onde a comprei. A garantia anunciada na caixa é de 2 anos, mas nem 6 meses durou. Expliquei a situação e sem qualquer discussão deram-me um vale para ir buscar uma nova.

A outra lâmpada (são duas no exaustor) ainda funciona. Se fundir antes 2 anos farei a mesma coisa.

Faço isto para todas as lâmpadas lá de casa. Comecei a fazer isto quando me apercebi que estava a gastar uma fortuna em lâmpadas que não duravam nem um terço do que prometiam. É muito “giro” pedirem 10 euros por uma lâmpada que dura 10 anos e depois nem conseguir recuperar o que qastei com ela. Assim, não falha. A dica ontinua a funcionar.

Podem dizer: “Que preciosismo!”. Tudo bem. Estes 6 euros que “poupei” são equivalentes a 13 litros de leite (digo, a brincar, que os litros de leite são a moeda oficial do Contas-poupança). Multipliquem isto por várias lâmpadas ao longo do ano… É dinheiro que fica no meu bolso. Avaliem.

Esta foi das primeiras dicas que dei aqui no blogue.

Compensa mudar para lâmpadas LED

Pela minha experiência não é fácil encontrar lâmpadas LED que sejam uma alternativa ou melhores do que as “clássicas”. Demorei até acertar.

Use a garantia das lâmpadas

Portanto, não se esqueçam. Quando comprarem uma lâmpada escrevam nela quando começou a ser usada e guardem a fatura. Se durarem menos de 2 anos, em princípio não voltam a comprar lâmpadas. Desde que façam valer os vossos direitos enquanto consumidores.

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA”

34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018.

É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Fundo Ambiental já começou a reembolsar beneficiários

Pagamentos deviam ter começado em janeiro Os beneficiários do programa Edifícios mais Sustentáveis de 2023 do Fundo Ambiental vão finalmente ser reembolsados, segundo anunciou o Ministério do Ambiente e Energia numa nota de impresa enviada à Agência Lusa. Os...

Taxa de juro na habitação voltou a baixar em junho

Trata-se da quinta descida consecutiva da taxa de juro A taxa de juro implícita no crédito à habitação tem vindo a cair lentamente depois de ter atingido um pico em janeiro de 2024, atingindo uma média de 4,657%. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #259 – O que já fez para melhorar a sua vida financeira?

Estamos a meio do ano - O que já fez até agora? Chegámos a meio do ano. Normalmente, em dezembro ou janeiro decidimos uma série de coisas e traçamos objetivos que depois desaparecem como que por "magia" à espera do ano seguinte. Porquê, se hoje é um bom dia para...

Se quiser investir é melhor um PPR ou um ETF? (Mês #34 – Junho 24)

PPR vs. ETF: Qual é melhor para investir a longo prazo? Nos últimos anos, com o aumento da literacia financeira (e aqui no Contas-poupança orgulhamo-nos de fazer paret desse percurso), milhares de portugueses descobriram que os PPR podiam servir para ganhar dinheiro e...

FRAUDE | Fisco alerta para e-mails falsos com imagem da AT

Fisco alerta para e-mails fraudulentos com recurso à imagem da Autoridade Tributária A Autoridade Tributária e Aduaneira emitiu um alerta de segurança sobre mensagens de correio eletrónico fraudulentas, pedindo que sejam ignoradas. "A Autoridade Tributária e Aduaneira...

PodTEXT | Quantas vezes posso trocar de Crédito à habitação e de seguro de vida?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas sobem a 3 e 6 meses e descem a 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (22 a 28 de julho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Quais as regiões mais caras e mais baratas para comprar casa?

Grande Lisboa e Algarve dominam entre regiões mais caras Esta semana, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou dados relativos ao primeiro trimestre de 2024 que revelam que o preço mediano de habitação em Portugal subiu 5%, colocando o valor mediano por...

Publicidade

Artigos relacionados

22 Comentários

  1. HT

    Muito bom. Nunca tinha pensado nisso, é muito bem visto. Vou começar a fazer o mesmo com as minhas lâmpadas.
    Cumprimentos,
    HT

    Responder
    • Pedro Andersson

      Mesmo assim 2000h a 4 horas por dia dá 1 anos 3 meses…

      Responder
  2. Rui Amaral

    E eu que pensava que era o unico que punha data nas lampadas ATÉ do carro….ups…eu disse carro? Ah pois é? 😉

    Responder
    • Pedro Andersson

      Claro! Lâmpada é lâmpada…

      Responder
    • Pedro Andersson

      … se encontrasse a lâmpada do Aladino também escrevia a data… Hahaha

      Responder
  3. António

    O problema quanto a mim tem hoje mais pertinência, dado que as lâmpadas, duram cada vez menos.

    Responder
  4. Maria

    Vejo o contas poupança com alguma assiduidade e, também sou “forreta”
    Já recorri á garantia de uma lampada LED que comprei no final do ano passado e deixou de funcionar este mês. Na loja onde a comprei e ma trocaram, avisaram-me que, a partir do inicio deste ano, as lampadas LED passam a ter garantia de apenas 6 meses. Esta informação é verdadeira?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Não sei. Se estiver escrito na caixa fica assumido como “contrato”

      Responder
    • Marcos Martins

      Prezada senhora Maria, a garantia mínima legal de qualquer bem móvel novo é de 2 anos conforme ordena o Decreto-Lei número 84/2008 de 21 de Maio no seu artigo 5.º. Não há garantias de 6 meses. Essa informação foi verbal ou foi facultada por escrito?

      Responder
  5. Miguel Ferreira

    Atenção à definição de garantia. A das lâmpadas são 2 anos e serão sempre trocadas até prefazerem os 2 anos da primeira lampada. Não há garantias de garantias 😉

    Responder
    • Filipe

      Comprei 2 lâmpadas LED numa loja em 07/2018. Fundiram a duas em 12/2019, 17 meses depois. Fui à loja com o talão da factura e foi-me dito que as lâmpadas LED não tinham 2 anos de garantia, pois não está mencionado na caixa (sim, eu tinha as caixas guardadas) nem na factura. Que na factura o que lá indicava eram troca e devoluções em 15 dias, e que lâmpadas Led só dão garantia desses 15 dias. Vim-me embora sem me trocassem as lâmpadas. É verdadeira esta informação? Que mais poderia ter feito? Obrigado. Filipe

      Responder
      • Pedro Andersson

        Todos os bens têm 2 anos de garantia, mas tem de provar que não foi má utilização. Podia ter pedido o livro de reclamações e pode ainda avançar para um centro de arbitragem se quiser dar-se a esse trabalho.

        Responder
  6. luis

    As Empresas a nível geral desde à +/- 10 anos que se viraram para os lucros mais lucros para isso à que sabotar os produtos e um deles são as lâmpadas, sejam de marca ou linha branca.
    Eu nunca comprei tanta lâmpada, como tenho comprado só num espaço de 2 anos.
    Comprei 3 lâmpadas no pingo doce da marca philips para o w.c e num espaço de 3 meses foram as 3 à vida.
    As 2 primeiras compras acabei por deitar o talão de compra ao lixo, sendo que nunca pensei que a situação de se fundirem continua-se. Na 3.ª compra já guardei o talão e já reportei a situação ao pingo doce à qual vou lá hoje para me fazerem a substituição. Espero que não venham com muito blá blá blá de forma atentarem fugir com o rabo à seringa, caso contrário vão ter troco e do grande.

    Responder
  7. ALCINO BERNARDO SANTOS GOMES

    outra coisa, lampadas para uso industrial ou empresarial tem garantia máxima de 6 meses.

    Responder
  8. Marco Carrilho

    Comprei há um ano 3 lampadas led da marca Philips, num hipermercado continente.
    Precisamente um ano após a compra, uma delas avariu. Dirigi-me ao hipermercado onde a comprei, e a resposta foi que as lampadas não tinham a garantia de dois anos como os restantes produtos, e que teria de resolver o problema directamente com a marca. Como naquele momento não tenha outras informações para contestar o que me estavam a dizer, foi para casa, e enviei um email à Philips.
    Esta foi a resposta da Philips:
    “Estimado Sr. Carrilho,
    Agradecemos o seu contato.
    Sentimos muito em ouvir que sua lâmpada não funcionou tanto quanto esperado. Entretanto, precisamos informar-lhe que lâmpadas não possuem garantia legal. Por isso o distribuidor não pôde ajudá-lo.
    O ciclo de vida das lâmpadas estabelecido na embalagem é baseado em testes feitos pela Philips e se remetem a determinadas condições ideais. A Philips possui uma política de leniência e cada caso é analisado individualmente.
    Há fatores que podem causar alterações no ciclo de vida das lâmpadas, tais quais, voltagem alta e/ou flutuações e instabilidade da voltagem, alta temperatura ambiente, umidade e vibrações ou batidas durante o uso. Sabemos, é claro, que todos os produtos de vidro são frágeis e, apesar de todas as precauções, podem ser submetidos a manuseio brusco durante armazenamento ou transporte, em circunstâncias que, infelizmente, estão além de nosso controle.
    Contudo, por todo o inconveniente que o senhor teve, nós gostaríamos checar a possibilidade de substituir a lâmpada avariada.
    Poderias, por gentileza, nos responder as seguinte perguntas?
    – Para fazer a identificação do produto, poderia nos enviar o número de 12 dígitos que começa com um 9 localizado no próprio bulbo? E também, qual o casquilho? E27?
    – O senhor usa um dimmer (regulador) com a lâmpada?
    – Usa transformador?
    – Era usado algum sensor ou interruptor eletrônico?
    – Aproximadamente quantos ciclos de ligar e desligar por dia?
    – Onde estava instalada?
    – Que tipo de instalação ou luminária era usada? (Por exemplo, estava no teto? Ou em uma luminária? Se em luminária, esta é aberta ou fechada?)
    – Quantas horas por dia, aproximadamente, a lâmpada funcionava?
    Assim que recebermos uma resposta do senhor, prosseguiremos com o caso.
    Cumprimentos,
    Caroline”

    Entretanto dei uma resposta, e vamos ver se eles me enviam uma lampada nova, ou não….

    Responder
    • Pedro Andersson

      … independentemente do resultado fez o que devia 🙂

      Responder
  9. Avelino Pereira

    Boa noite….
    Hoje mesmo comprei, na Agriloja, uma lâmpada da marca PHILIPS incandescente 240V PAR 38 de 100 W destinada ao aquecimento por infravermelhos e que não traz mencionada a garantia….Perguntei à funcionária qual era a garantia da lâmpada e disse-me que não tem garantia e que desconhecia tal facto…..pergunto como fazer quando avariar ou quando deixar de dar luz ..?????

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá, as incandescentes não fazem a publicidade aos anos a fio. Mas aplica-se a lei geral dos 2 anos para qualquer bem móvel.

      Responder
  10. Ricardo Jorge

    Fazendo de advogado do diabo, como comprovamos que a lâmpada avariada é a referente ao recibo que apresentamos?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ou confia em mim, ou não confia :). Não posso obrigar.

      Responder
  11. Cristina Oliveira

    Boa tarde

    Tentei usar do direito (penso eu, um direito) da troca de lâmpada com suposta garantia de 2 anos quando o comerciante
    me indicou que não há garantia para esse artigo.
    Fiz uma busca, encontrei a seguinte informação:
    “Segundo a lei em vigor, o período de garantia é de 24 meses. No entanto, garantimos um período de garantia alargado de 36 meses. O período de garantia aplica-se a todos os produtos de iluminação, exceto lâmpadas, data publicação21/06/2022”
    Apenas se aplica à marca OSRAM por simpatia da marca em obrigação prevista na lei ?
    Obrigada, CO

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Poupe dinheiro com as Garantias dos seus aparelhos, brinquedos, roupa e calçado - […] Como poderá ler neste artigo AQUI, faço isto pelo menos desde 2015. Há 3 anos que não compro lâmpadas.…
  2. Save money with the warranties of your gadgets, toys, clothes and shoes - […] As you can read in this article HERE, I’ve been doing this at least since 2015. I haven’t bought…
  3. Afinal quanto tempo duram as lâmpadas economizadoras? - […] Já expliquei esta dica de poupança neste artigo AQUI. […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.