Viu o Contas-poupança sobre o IRS… “ganhou” 2.850 €… e mais 2 casos

Escrito por Pedro Andersson

12.05.17

}
2 min de leitura

Publicidade

3 espectadores que aumentaram o reembolso do IRS porque viram a reportagem

Fico sempre extraordinariamente contente quando recebo estas mensagens que provam que as reportagens do Contas-poupança são úteis. Neste caso foi sobre o IRS.

É verdade que alguns espectadores também comentam que já sabiam e que não é novidade e que “já fazem há muito tempo”. Certo. Excelente!

Mas já percebi, ao longo desdes 6 anos que a rubrica tem, que há milhares (muitos milhares mesmo) que não têm acesso à informação que lhes é essencial ou mesmo tendo acesso às vezes é difícil entendê-la.

Faça o seu trabalho de casa

É o caso dos impostos e, especificamente do IRS. Continuo convencido que há milhões de euros VOSSOS que são entregues de “mão beijada” ao Estado só por inércia dos contribuintes ou por ignorância dos seus direitos.

Posto isto, estes são apenas 3 exemplos de dezenas de mensagens que tenho recebido a agradecer a informação que demos esta quarta-feira. Podem rever a informação sobre os Unidos de facto AQUI e dicas mais genéricas AQUI.

Caso 1:

Fiz agora mesmo a simulação e no meu caso a diferença é de 2.850€ para o IRS de 2015!
Vou já amanhã às finanças ver como devo proceder!
Se no fim de contas conseguir ir buscar este meu direito que desconhecia, quero que implementem neste site um botão “DONATE” pois é este tipo de informação que faz falta e se deve dar valor.

Caso 2:

No ano passado, por falha minha, entreguei o IRS dos meus pais em separado, o que resultou no pagamento de quase 400 euros. Verifiquei que se entregasse em conjunto eles receberiam cerca de 300 euros. Obrigada.

Caso 3:

Estive a retificar o IRS do meu namorado de 2015 e ele entregou o irs sozinho e pagamos 66€!! Eu nao paguei nem recebi agora fazendo tudo novamente mas em conjunto teriamos a receber 217€!!!
No IRS deste ano, graças a si, o meu namorado tinha a receber 300 e poucos euros e em conjunto temos a receber + 600!!!
MUITO OBRIGADO.

Façam também as vossas contas!

(E vejam o Contas-poupança. Façam “gosto” no Facebook. E registem o vosso e-mail aqui na página para receberem a newsletter quando estiver operacional e não perderem nenhuma dica)

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PODCAST | #251 – Qual é a diferença entre os PPR normais e os Fundos PPR?

Há PPR "normais" e "não normais"? Os PPR são o tema que mais entusiasma os ouvintes deste podcast. Parece que alguém descobriu uma "pólvora" financeira, mas os PPR existem há mais de 20 anos. Porquê só agora este interesse? Porque são uma excelente ferramenta para...

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Publicidade

Artigos relacionados

13 Comentários

  1. Cidália Almeida

    Muito obrigada pelo seu esforço e por prestar este serviço público aos portugueses!! Já que as autoridades não o fazem… bem haja! Cumprimentos, Cidália

    Responder
    • Pedro Andersson

      Obrigado

      Responder
  2. sofia simões

    Com as declarações entregues e reembolsos recebidos, fiz a simulação para o IRS em conjunto de 2016 e também para 2015. A diferença fica acima dos 1500€ do que ambos recebemos.
    O processo é simples e numa semana reunimos os documentos e fomos à Junta de Freguesia assinar a declaração de honra.
    Obrigada pelo vosso trabalho de informar o cidadão.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Que bom! Alguém colocou algum entrave ou alguma dúvida ou no seu caso foi simples nas Finanças e na junta de freguesia?

      Responder
      • Ana Simoes

        No meu(nosso) caso não me levantaram qualquer problema e só perguntaram para que fim se destinava a Declaração de Compromisso de Honra. Respondi que era para entregar o IRS em conjunto. E ficou feito 🙂

        Responder
  3. Pedro Nunes

    Viva Pedro,
    Muito obrigado por nos abrir os olhos neste pequenos detalhes.
    Estive a fazer uma simulação e este ano em vez de pagar cerca de 1800€ ainda recebo 2000€. No ano passado a diferença é ainda maior, entre o que paguei a mais, estimo que tenha a receber uns 5000-6000€.
    Vou ver se consigo fazer a subsituição das declarações uma vez que este ano também entreguei as declarações em separado.
    Obrigado!

    Responder
  4. Nuno Querido

    Boa Tarde

    No meu caso fiz a entrega do IRS 2015 em separado com a minha namorada visto não sermos casados mas já vivíamos a 4 anos em juntos. Após ver a reportagem fui fazer simulações a a diferença era de cerca de 500 euros pelo que decidi submeter a alguns meses atrás uma declaração de substituição. À cerca de 3 semanas fomos notificados que a declaração estava incorrecta, hoje dirigi me as finanças que me informaram não ser possível alterar nada visto que entrega-mos a declaração dentro do prazo e foi a nossa opção , e que alem do mais não poderíamos mudar o nosso estado civil de solteiros para unidos de facto para o ano de 2015. Fiquei um pouco confuso com as explicações das finanças até porque duas pessoas com quem falamos disseram coisas diferentes .

    No ano de 2016 acabei por já entregar em conjunto visto ter casado durante esse ano.

    Não sei se seria possível dar uma ajuda neste caso, era necessário termos mudado o estado civil para unidos de facto em 2015 nas finanças para podermos entregar a declaração de substituição?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Só pode mudar de separado para em conjunto mas se entregou como unidos de facto. Se solteiro para unidos de facto não dá.

      Responder
  5. Emilio Caldeira Faria

    Bom dia. Eu trabalho na Holanda mas tenho residencia em Portugal, faço os meus descontos na Holanda incluso IRS.Entreguei o meu IRS em separado com a minha mulher visto ter de preencher o anexo J. Como a minha mulher tonha de pagar um pouco mais de €700 e eu a sobretaxa de quase €300 decidi fazer uma dclaração IRS de substituição, qual foi o meu espanto que o resultado é ter de pagar mais de €2000. Fui ao balcão das fimanças para saber se podia fazer outra declaração de substituição para voltar a validar as declarações separadas ,e imformarm-me de que Não era possivel visto já passar do prazo. Então sugeriram que fizesse uma reclamação graciosa, foi o que fiz. Qual a sua opinião Pedro. Obrigado e bem haja.

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Deve seguir as instruções das Finanças. Mesmo que não resulte pode valer a pena pagar multa e voltar a entregar em separado. Mas desculpe perguntar, não simulou primeiro o resultado de entregar em conjunto?

      Responder
      • Emilio Caldeira Faria

        O site das finanças Não permitia. Mas é possiivel voltar a fazer a declaração em separado?

        Responder
        • Pedro Andersson

          Olá. Terá de perguntar nas finanças como fazer exatamente. 217 206 707

          Responder
      • Emilio Faria

        Não aceitava simulaçóes no site das finanças. Ainda é possivel voltar a entregar em separado?

        Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.