Finanças lançam app IRS 2016 para entregar e ver estado

Escrito por Pedro Andersson

09.05.17

}
2 min de leitura

Publicidade

Nova app IRS 2016

O anúncio foi feito em comunicado há minutos. A Autoridade Tributária (AT) acaba de lançar a app IRS 2016 para entregar o IRS automático e ver o estado em que está a sua liquidação e reembolso do seu IRS, mesmo que não seja IRS automático. Tudo ao alcance dos seus dedos no seu smartphone.

Se a app funcionar (eu ainda não entreguei o IRS, por isso não me deixa ver) deixa de ser preciso abrir o computador, abrir o portal das Finanças e andar à procura da informação. É só abrir a app enquanto bebe um café e fica logo a saber se o seu IRS “andou” ou não. Parece-me bem!

Partilho convosco o comunicado do Ministério das Finanças com as funcionalidades que a app tem. Já a instalei e funciona: diz-me que como ainda não entreguei tenho ainda até ao fim do mês para o fazer.

A Autoridade Tributária (AT) acaba de lançar uma nova App do IRS que permite a entrega da declaração automática de rendimentos (IRS automático). Além dos contribuintes que estejam abrangidos pelo regime do IRS Automático, a nova App pode também ser utilizada por todos os que queiram consultar o estado da sua declaração de IRS de 2016. A disponibilização desta nova App é mais um passo no sentido da modernização das formas de interação com os contribuintes, através do desenvolvimento de aplicações móveis que tornem mais fácil, cómodo e intuitivo o cumprimento das obrigações fiscais.

A App, gratuita, é compatível com os sistemas operativos Android e IOS e está disponível em:

App IRS 2016 para IOs

https://itunes.apple.com/pt/app/irs-2016/id1229082064?mt=8

App IRS 2016 para Android

https://play.google.com/store/apps/details?id=pt.gov.portaldasfinancas.irs

Qualquer dia entregamos o IRS por SMS :).

Mas já alertei que o facto das coisas serem cada vez mais automáticas torna também cada vez mais necessário que saibam como confirmar se as contas e as deduções estão bem feitas. Como são máquinas a fazer isto é muito fácil perderem-se deduções por causa de uma cruzinha ou de um anexo que devia estar lá mas que o computador da AT não foi buscar ou não sabe que existe. Muito cuidado.

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

Como compro lombos de salmão mais baratos do que fiambre

Como comprar lombos de salmão com 65% de "desconto" As saudades que eu tinha de escrever um artigo sobre as minhas poupanças diárias… Como sabem, a minha estratégia de poupança é ter sempre o melhor possível pelo preço mais baixo. Nunca é a poupança dos “coitadinhos”....

ATENÇÃO – Já só tem uma semana para entregar o IRS (ou para o corrigir)

Prazo acaba a 30 de junho - Evite as multas O prazo para entrega do IRS termina no dia 30 de junho. Falta uma semana. De acordo com o Portal das Finanças, até este domingo já foram entregues cerca de 5 milhões e 600 mil declarações (5 615 814). Em comparação com o...

Oficial – Parlamento aprovou o fim de portagens nas ex-SCUT

Abolição das portagens nas ex-SCUT a 1 de janeiro de 2025 É oficial. O Parlamento aprovou em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos troços "onde não existam vias alternativas que permitam um uso em qualidade e segurança". O...

PodTEXT Vamos a Contas | Onde devo investir se já estou perto da reforma?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

PodTEXT | O que é o movimento FIRE – É possível refomar-se mais cedo?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (24 a 30 de junho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

Isenção de IMT e Imposto de selo para jovens até aos 35 anos – O que já se sabe?

Lei já foi publicada em Diário da República Foi publicada esta quinta-feira em Diário da República a Lei (está aqui) que autoriza o Governo a avançar com a isenção do IMT e do respetivo Imposto de selo para jovens com idade igual ou inferior a 35 anos, na compra da...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Maiores de 35 anos podem aceder a isenção de IMT se comprarem casa com um jovem

Isenção de impostos também beneficia maiores de 35 anos Há cerca de três semanas, o Governo aprovou em Conselho de Ministros diversas medidas para facilitar a compra de habitação aos jovens até aos 35 anos. Entre elas, além da garantia pública de até 15% do valor do...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. NICOLE RIBEIRO

    Boa tarde Pedro,
    O meu IRS 2017 já será entregue como divorciada com 4 filhos dependentes ( não há guarda partilha). A duvida que tenho é em relação a item ” despesas gerais familiares”: basta 2/3 meses de compras de supermercado chegar ao valor máximo ( 250.00 de 715.00) no meu contribuinte, pelo que vale a pena passar a pedir facturas com o nr. de contribuinte de cada um dos dependentes para atingir o valor máximo em cada um, ou sendo dependentes é completamente irrelevante pois terá outro método de calculo?
    obg

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. Se já atingiu o máximo é irrelevante.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.