VÍDEO – Compensa comprar online no estrangeiro?

Escrito por Pedro Andersson

23.03.17

}
2 min de leitura

Publicidade

Comprar online?

Pode ver ou rever aqui a reportagem desta semana do Contas-poupança.

Falámos com pessoas que compram habitualmente em sites internacionais por ser mais barato que nas lojas físicas e online portuguesas.

Comparar sempre, cá e lá

Como em tudo o segredo é simples: comparar, comparar, comparar antes de comprar.

Em poucos minutos, recebi inúmeras críticas de espectadores que acharam muito mal estar a sugerir fazer compras no estrangeiro porque isso prejudica a economia nacional. Só posso repetir mais uma vez que o critério desta rubrica é comprar mais barato os mesmos produtos ou, de preferência melhores, seja aqui ou na Nova Zelândia. Quanto à qualidade cada um tem de avaliar. Mas que pode comparar pode… e, digo eu, deve.

As pessoas que criticam a reportagem se tiverem um crédito à habitação num banco português e um banco espanhol lhes oferecer um crédito a menos de metade do que pagam não mudam? Não querem saber sequer dessa possibilidade? Dizem-me igualmente para não falar dessa alternativa?

Não percebo porque as pessoas têm tanto medo do conhecimento de outras situações. Saber é fundamental. Se depois fazem ou não é com cada um, certo? Pelo menos penso assim. Conhecer nunca fez mal a ninguém.

Confesso que todas as compras que fiz online (NO ESTRANGEIRO) correram bem. Podiam não ter corrido. Tem de ter alguns cuidados. Falei de alguns mas sem grande detalhe na reportagem porque agora cada um tem de fazer o seu próprio trabalho de casa se achar que pode poupar comprando em sites estrangeiros. E há ainda mais formas de poupar lá fora, mas não houve tempo suficiente para falar de tudo.

Não falei dos sites portugueses por uma razão simples: só posso partir do princípio que quem procura em sites estrangeiros é porque já procurou nos portugueses e que só comprará no estrangeiro se, obviamente, compensar. Isto parece-me tão óbvio que nem vou comentar.

Posto isto, a reportagem desta semana está aqui:

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/contaspoupanca/2017-03-22-As-vantagens-de-comprar-online

Vende-se mesmo de TUDO

Com esta reportagem aprendi que há uma enormidade de coisas (muito mais do que eu pensava) que se pode comprar online, desde que tenha tempo para esperar pela encomenda e perceba que se comprar fora da Europa provavelmente a sua encomenda ficará retida na Alfândega e pagará as respectivas taxas.  Como digo na reportagem, se quiser aventurar-se  neste tipo de compras (que compensam em muitos casos) pergunte primeiro a quem realmente sabe. Eu sou só um jornalista que faz perguntas e tenta perceber como funcionam as coisas. Há fóruns mais que especializados na internet que devem consultar para tirarem todas as vossas dúvidas.

Da minha parte, fica mais uma alternativa de poupança.

Boas compras, cá ou lá fora!

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Junho de 2024)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #44) Junho voltou a bater o recorde de mais-valias na soma dos meus 10 PPR. Até ao momento tenho uma valorização média de 12%. Naturalmente, cada um dos PPR tem um desemprenho diferente. Tenho dois que ainda estão...

Famílias carenciadas vão receber um cartão com dinheiro em vez de cabaz alimentar

Cabaz Alimentar passa a cartão com dinheiro É uma questão de dignidade, diz o Governo. Até agora, as famílias identificadas pela Segurança Social como carenciadas recebiam um cabaz alimentar físico (com mantimentos para um mês) mas nem sempre esses bens eram o que a...

PodTEXT | Vou ter de pagar 20 mil€ de IRS e não estava à espera. O que faço?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (15 a 21 de julho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

TOP 10 | Qual a marca de COMBUSTÍVEIS mais barata esta semana? (8 a 14 de julho)

Quem subiu e quem desceu os preços esta semana A ERSE definiu para esta semana como preço eficiente (que traduzo livremente por preço "justo") uma subida de 1 cêntimo/l no gasóleo simples e de 1,3 cêntimos na gasolina simples. Abaixo tem os preços que as várias marcas...

160 mil idosos podem receber pelo menos 600 € de reforma – Tem direito? (Vídeo)

Reforma mínima de 600 € e medicamentos grátis Mais de 160 mil idosos com reformas baixas podem passar a receber pelo menos 600 euros por mês e a ter medicamentos grátis na farmácia. Na reportagem desta semana do Contas-poupança, explicamos-lhe como funciona o...

PodTEXT | Uma dica para descobrir onde anda a desperdiçar dinheiro

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Inflação caiu para 2,8% em junho

O Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmou esta quarta-feira que a taxa de inflação homóloga foi de 2,8% no passado mês de junho. Trata-se de um abrandamento face ao mês de maio, altura em que os preços dos hotéis dispararam devido aos dois concertos de...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

9 Comentários

  1. Almerindo

    Boa reportagem, só faço compras lá fora também, por cá é para esquecer.

    Responder
  2. Daniela

    Sou uma adepta de compras online. Diria mesmo que 85% das compras cá para casa são feitas online mesmo que tenha oportunidade de ir à respectiva loja física. Compro muito lá fora, pois infelizmente acontece-me muitas vezes ficar bastante mais barato do que comprar em Portugal. Cada vez mais os meus amigos me procuram para saber se eu não encontro online determinado produto mais barato. E não é que a maior parte das vezes encontro?? Em alguns casos com a segurança de compra da Paypal (que já me valeu de muito), vantagens de comprar com cartão de crédito (cashback), possibilidade de devolução gratuita, etc, o consumidor só tem a ganhar. O mundo virtual para muitos utilizadores está ainda muito verde, e no que implica gastar em algo que não vêem ao vivo retrai mas creio que a tendência é que as compras online aumentem, e isso vê-se também com o aumento do aparecimento das lojas que só existem mesmo online e por isso conseguem oferecer melhores preços. Continuem o bom trabalho. Obrigada.

    Responder
  3. Lurdes Lopes

    Continue o bom trabalho, Sr. Jornalista. O conhecimento é imprescindível!!

    Responder
  4. joao luis abreu

    Olá bom dia.Antes de mais agradecer pelas constantes dicas de poupança. Gostava de colocar uma questao mas nao sei para qual email enviar. O meu email esta ai.Agradecia a sua resposta

    Responder
  5. dv

    Determinado produto no Aliexpress custava 1,35€ contactei o vendedor primeiro e perguntei se podia fazer um desconto, fez me o preço final de 0,89 ao avançar com a compra vi que iria ser cobrado 1,50€ de portes, perguntei se podia remover, disse prontamente que sim…sem qualquer problema
    Já para falar que este produto vi também à venda por 5€ noutros sites

    Responder
  6. Patrick

    Alerta : Nem tudo é assim bom e fácil

    Falo por experiência própria, por vezes compensa comprar em Portugal. Ex: um telemóvel custa 100€ em PT e 80 € lá fora, 20% mais barato mas, imagine que o telemóvel avaria, por cá leva à loja onde comprou e em 30 dias está pronto ou devolvem o valor, lá fora são 15 dias para enviar, 15 para receber e falta o tempo de arranjo, e estou a ser bondoso com o tempo de envio, se correr bem o diálogo entre vendedor/comprador. Eu, em valores acima de 50€ compro em lojas nacionais.

    Foi dito para associarem o cartão de crédito à conta paypal, NÃO o façam, criam um mbnet de 12 meses, e associam esse mbnet à conta paypal, ou como eu fiz, comprei um cartão recarregável, pré-pago, (Do Montepio ou da CGD são os melhores) e associei ao paypal. Sempre que quero efetuar uma compra, exemplo de uma compra de 19€ faço um carregamento de 20 € no meu cartão (1€ a mais para qualquer alteração de preço que haja, assim controlo todos os gastos, sem andar com receio que me roubem os dados do cartão, pois nunca tem lá valores altos. e crio mb net para esse mesmo cartão para cada compra.
    Qualquer compra pode ficar retida na alfandega e nem chegarem a saber. O paypal tem um política de devolução de dinheiro, contudo, vai ser preciso algum trabalho.
    Por fim, coisas baratas vêm sem tracking, e frequentemente vai parar a casa do vizinho, graças ao bom serviço dos CTT que temos.
    Relembro que ao comprar em Portugal, estamos a ajudar a alguém a ter emprego, um dia podemos ser nós esse trabalhador, direta ou indiretamente, e compras sempre com fatura.
    Boas compras e bons negócios

    Responder
  7. Telmo Gabriel

    Apenas relembro que comprar fora é enviar o dinheiro do salário ganho em Portugal para os bolsos dos países estrangeiros. É mais barato? Pode ser. (Pensem primeiro quais as razoes que levam a ser mais barato).
    Lembro também que o dinheiro que ganhou foi de uma empresa portuguesa e que necessita que o dinheiro continue cá para poder garantir a continuidade de funcionamento e respectivamente a continuidade do pagamento de salários.
    A pensar assim, muitas empresas / lojas fecham a médio prazo dando lugar a desemprego e correspondente falta de dinheiro….ou seja…o que estamos a fazer é pensar nos nossos bolsos, achando que poupamos no imediato…
    Pensaremos de forma diferente quando os nossos filhos necessitarem de trabalho e descobrir-mos que fizemos fechar aquilo que faz circular o dinheiro em Portugal…..o comercio.
    Mas é so uma opinião….de quem vive isso todos os dias.
    Relembrando quem tinha razão…..”Não pensem naquilo que o pais pode fazer por vocês….Pensem antes no que vocês podem fazer pelo pais”.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Contas-poupança - Mais uma vez obrigado por verem! - Contas Poupança - […] Se não chegou a ver a reportagem na TV pode vê-la agora AQUI. […]
  2. Lista de sites internacionais onde pode fazer compras online - Contas Poupança - […] Foi o tema da reportagem do Contas-poupança na semana que passou. Pode revê-la AQUI. […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.