Poupe centenas de euros com o seu seguro de Assistência em viagem





Mas afinal, a assistência em viagem não é só aquilo do reboque para o carro?

Não. É uma cobertura que pode ser a sua salvação caso tenha uma doença ou acidente nas suas próximas férias no estrangeiro ou de um familiar seu.

Este é um daqueles temas surpreendentes para quem não percebe nada de seguros. Obviamente os profissionais da área sabem isto de cor e salteado e até poderão dizer “Parece que descobriu a pólvora”. Não me importo com isso. O meu critério para fazer as reportagens é perguntar a quem passa por mim se sabia disto. Quando mais de metade não fazia ideia é porque a reportagem é importante.

Neste caso, nenhum dos meus colegas sabia deste detalhe. Sempre que estiver de férias no estrangeiro pode ter todas as suas despesas de saúde, de transporte e de alojamento pagas pelo seguro do carro mesmo que não tenha ido de carro (pode ter ido de avião, autocarro e comboio). E há muitos outros detalhes importantíssimos que podem fazer uma diferença gigantesca quando tiver um problema e estiver longe de casa ou um filho seu.

Não perca mais logo a reportagem do “Contas-poupança” no Jornal da Noite na SIC. Dou casos reais e explico como funcionam estas coberturas.

Conto consigo. Até logo.

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Se quiser as dicas financeiras essenciais que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI abaixo.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

 


8 comentários em “Poupe centenas de euros com o seu seguro de Assistência em viagem

  1. Marco Lopes Reply

    Eu vivi uma situação dramática na primeira pessoa (que contei ao Pedro via email) onde a minha mãe, após acidente no estrangeiro (Alemanha), acabou por falecer… a partir daqui o ESTADO PORTUGUÊS ou o estado da U.E. onde estamos (mesmo com o CARTÃO de SEGURO de DOENÇA da SS) ABANDONA-NOS CATEGORICAMENTE!!!!! É um ultraje não existir um acordo entre os países da U.E. pelo menos… e na verdade, falei com o meu mediador de seguros na altura, pois tenho diversos seguros em carteira, e NEM O MEDIADOR se lembrou da ASSISTÊNCIA EM VIAGEM!!!

    – Descobri meses mais tarde, após uma revisão e leitura pormenorizada de diversas apólices que tentei acionar na hora do acidente da minha mãe, que, ao contrário do que me foi dito pelo meu mediador de seguros, afinal TINHA e tenho uma apólice que COBRE os ACIDENTES DE VIAGEM do tomador do seguro e familiares directos (desde que coabitem debaixo do mesmo tecto), e que teria pago todas as despesas médicas (com limite aplicável) e toda a burocracia e despesas de REPATRIAMENTO (sem qualquer limite!). Mais… é uma apólice / cobertura que grande parte das pessoas tem… e por vezes nem os mediadores nem as seguradoras se apercebem desse facto: trata-se da cobertura de ACIDENTES de VIAGEM da APÓLICE AUTOMÓVEL!!! A cobertura de ACIDENTES de viagem tem duas vertentes: o automóvel e o segurado e/ou familiares do segurado (INDEPENDENTEMENTE do meio de transporte utilizado para efectuar a viagem!). Trata-se portanto de uma cobertura excepcional, por vezes superior a um SEGURO de ACIDENTES feito propositadamente para a viagem, que grande parte de nós assume erradamente ser indissociável do automóvel seguro. Pude confirmar junto de 3 companhias de seguros (incluindo a minha – que teve de esclarecer internamente a questão e me ligou posteriormente a confirmar que é exactamente assim, tão claro como está nas condições da apólice). Vejam-se, por exemplo as condições da GENERALI AUTO (em quase tudo idênticas a outras apólices)
    CLÁUSULA 2.ªDefinições
    Para efeitos das presentes Modalidades de Assistência em Viagem entende-se por:
    • BENEFICIÁRIOS DA GARANTIA OU PESSOAS SEGURAS
    I. O Tomador do Seguro, o seu cônjuge ou pessoa que com ele viva em união de facto, ascendentes e descendentes até ao segundo grau que com ele vivam ou coabitem ou simplesmente estejam a seu cargo.
    II. As garantias de Assistência às Pessoas atrás referidas são sempre asseguradas, ainda que viajem separadamente e em qualquer meio de transporte.

    De notar que uma funerária (SANGUE-SUGAS, que eu não suporto de forma alguma!) tentam EXTORQUIR mais de 5000 euros pelo repatriamento de um ser humano (isto, dentro da U.E.!)

    Recomendo vivamente a que toda a gente tenha um SEGURO de ACIDENTES (e não os façam através das companhias de aviação!!!!! cuidado com os LIMITES de percurso, actividades, e IDADE!!!!), caso contrário, terão de encontrar uma solução como eu encontrei: CREMAR a minha mãe na Alemanha, para depois a trazer, naturalmente e sem qualquer impedimento, debaixo do braço, numa urna de cinzas, num vulgar voo comercial…

    DÁ que pensar…

  2. Duarte Reply

    Eu que estou a par de quase tudo, desconhecia totalmente. Muito obrigado Sr. Pedro.

  3. Miguel Machado Reply

    Olá Pedro,
    Eu que sou um pouco como o Pedro em termos de literacia financeira familiar; esta não sabia mesmo!
    Muito mas mesmo muito obrigado, pois já tive essa necessidade fora de PT e não acionei o seguro.
    Cumpts
    MM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *