Já pode reclamar do seu banco no livro de reclamações eletrónico

Um dia bom para os clientes bancários

Reclamar é um direito nosso. Mas conheço tanta gente que tem vergonha de pedir o Livro de Reclamações no banco. É que são as pessoas que nos emprestam dinheiro, que conhecem a nossa vida financeira, não queremos conflitos com quem decide se nos faz um crédito ou não e a que preço. Compreendo. Não devia ser assim, mas compreendo.

Sempre que me contactam com queixas graves de um banco que dá informações erradas sobre as Contas de Serviços mínimos bancários, ou que não respondem a um pedido de informação, ou que prometerem trocar um cartão e não o fizeram, ou que pediram para fechar uma conta e continuam a cobrar comissões e não devolvem o dinheiro, sugiro sempre que vão ao balcão e que escrevam no Livro de Reclamações.

É a forma mais eficaz de apresentar uma reclamação porque eles são obrigados a enviar uma cópia para o Banco de Portugal e assim o supervisor fica a saber as “asneiras” (ou não) que andam a fazer.  Mas há a vergonha, a preguiça e a falta de tempo.

Agora já não tem desculpa

A partir de hoje, 1 de julho de 2019, passa a ser possível utilizar o livro de reclamações eletrónico ( pode ver a reportagem em VÍDEO AQUI), disponível em www.livroreclamacoes.pt, para apresentar ao Banco de Portugal reclamações sobre a atuação de instituições financeiras. (O texto seguinte é do próprio Banco de Portugal)

Se entender que uma instituição ou um intermediário de crédito não agiu corretamente na comercialização de produtos e serviços bancários, pode apresentar uma reclamação ao Banco de Portugal.

A reclamação pode ser apresentada no livro de reclamações, seja em formato físico, disponível nos balcões das instituições, seja em formato eletrónico, disponível em www.livroreclamacoes.pt.

Também pode enviar a reclamação diretamente ao Banco de Portugal, através de e-mail, de carta ou do formulário disponível no Portal do Cliente Bancário, em clientebancario.bportugal.pt.

Qualquer que seja o canal que utilize para apresentar a sua reclamação, insira os seus dados, identifique a entidade em causa e descreva, de forma clara e exata, os factos que justificam a reclamação.

A apresentação de reclamações não tem custos para os clientes.

O Banco de Portugal é responsável por analisar as reclamações relativas à comercialização de produtos e serviços bancários de retalho, incluindo depósitos bancários, crédito à habitação e ao consumo, crédito a empresas, cartões de pagamento, cheques e transferências. Cabe ainda ao Banco de Portugal a análise das reclamações relativas à atividade dos intermediários de crédito no processo de concessão de crédito à habitação ou de crédito aos consumidores.

Pode apresentar ao Banco de Portugal reclamações relativas à atuação de:

Instituições de crédito, sociedades financeiras, instituições de pagamento e instituições de moeda eletrónica, no âmbito da comercialização de produtos e serviços bancários de retalho; Intermediários de crédito relativamente à prestação de serviços no âmbito da concessão de crédito à habitação ou de crédito aos consumidores.

O Banco de Portugal analisa todas as reclamações que lhe sejam remetidas, independentemente de as mesmas terem sido apresentadas no livro de reclamações da instituição visada, no livro de reclamações eletrónico, ou enviadas diretamente ao Banco de Portugal através do Portal do Cliente Bancário.

Caso detete irregularidades, o Banco de Portugal exige às entidades visadas que corrijam a situação e aplica sanções se as faltas forem graves.

Na análise das reclamações, o Banco de Portugal verifica se as entidades cumpriram as normas aplicáveis à comercialização de produtos e serviços bancários. Se detetar irregularidades, o Banco de Portugal exige às entidades visadas que as corrijam e aplica-lhes sanções se as faltas forem graves.

Caso o cliente tenha sofrido danos e entender que lhe é devida uma indemnização, terá de recorrer aos tribunais ou a meios de resolução extrajudicial de litígios. O Banco de Portugal não tem poderes para definir eventuais indemnizações.

Pode consultar o estado da sua reclamação.

Se apresentou uma reclamação ao Banco de Portugal, saiba que pode consultar, a qualquer momento, o estado dessa reclamação no Portal do Cliente Bancário. Neste Portal, pode também adicionar informação a uma reclamação já apresentada.

Se submeteu a sua reclamação através do livro de reclamações eletrónico, saiba que também pode consultar o estado dessa reclamação em www.livroreclamacoes.pt.

O Banco de Portugal transmite sempre aos reclamantes o resultado da análise às reclamações relacionadas com a comercialização de produtos e serviços bancários.

Para saber mais sobre o livro de reclamações eletrónico, consulte a informação de apoio disponível em https://www.livroreclamacoes.pt/apoio-utilizador.

(Fim do texto do Banco de Portugal).

Portanto, perca a vergonha. Sempre que achar que não foi bem tratado ou bem informado no seu banco, RECLAME por aqui. É uma nova ferramenta que pode e deve conhecer e USAR. É a forma que temos enquanto consumidores de fazermos valer os nossos direitos. E de saber se temos ou não razão nas nossas queixas. Muitas vezes somos nós que não temos razão, mas mesmo nessas situações é importante termos a certeza disso. Evitamos mal entendidos na próxima vez.

Olhe que esta informação é mesmo muito importante. Pode não lhe dar jeito hoje, mas um dia destes vai ser muito útil.

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA” 34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2019. É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica. Se quiser conhecer também as dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”. É só clicar AQUI ou nas fotos dos livros.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

Vencedores do Passatempo “Livro Contas-poupança” – Semana 4

E os vencedores da quarta semana (e última) são…

Antes de mais quero dizer-vos que fiquei muito sensibilizado com a quantidade de pessoas interessadas nos meus livros. Foram cerca de 6 mil os inscritos no passatempo para sortear 8 livros “Contas-poupança” (2 por semana durante um mês).

O que posso dizer a quem não os conseguiu desta vez? Que quero mesmo muito que leiam estes dois livros. São muito importantes para quem quer pôr em ordem as suas contas e ajudar os pais ou os filhos ou avós. São os livros que gostava de ter lido quando tinha 20 anos. Faria muitas coisas diferentes. Teria hoje muito mais dinheiro.

Digo em primeiro lugar que, se a questão é o dinheiro podem requisitá-los em qualquer biblioteca pública. NÃO PAGAM NADA. Requisitem os livros. Se a vossa biblioteca pública não os tiver, peçam o formulário para encomendar o livro. Podem fazer isso para qualquer livro que queiram ler mesmo que tenha acabado de sair no mercado, de qualquer autor. Mas leiam-nos!

Se acharem que merecem ser comprados, tem os links para os encomendar no fim deste artigo.  E estão à venda nas livrarias e hipermercados. Pergunte por eles aos funcionários.

Os vencedores da quarta semana

  1. Rui Dantas (Livro Contas-poupança – Edição de 2018)
  2. Isidro Figueiredo (Livro Contas-poupança – Edição de 2016)

Os dois vencedores do Passatempo já foram contactados por e-mail. Fico a aguardar os dados para o envio dos dois livros.

E terminou o passatempo. Muito obrigado a todos. E obrigado pelos elogios de quem já os leu. Sabe bem saber que estamos a ser úteis. Muitas felicidades e boas poupanças!
Contas-Poupança (2018). Clique AQUI para conhecer o conteúdo do livro.
Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança” (2016). É só clicar AQUI abaixo.

Vencedores do Passatempo “Livro Contas-poupança” – Semana 3

E os vencedores da segunda semana são…

 

  1. Rui Guerra (Livro Contas-poupança – Edição de 2018)
  2. António Andrade (Livro Contas-poupança – Edição de 2016)

Os dois vencedores do Passatempo já foram contactados por e-mail. Fico a aguardar os dados para o envio dos dois livros.

Quem já se inscreveu não precisa repetir. Está automaticamente habilitado no próximo e último sorteio. Termina no próximo domingo.

Se ainda não se inscreveu para ter a possibilidade de ganhar 2 livros “Contas-poupança” por semana em Março, pode fazê-lo AQUI.

Contas-Poupança (2018). Clique AQUI para conhecer o conteúdo do livro.
Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança” (2016). É só clicar AQUI abaixo.

Vencedores do Passatempo “Livro Contas-poupança” – Semana 2

E os vencedores da segunda semana são…

 

  1. Tânia Figueiredo (Livro Contas-poupança – Edição de 2018)
  2. Beatriz Guedes (Livro Contas-poupança – Edição de 2016)

Os dois vencedores do Passatempo já foram contactados por e-mail. Fico a aguardar os dados para o envio dos dois livros.

Quem já se inscreveu não precisa repetir. Está automaticamente habilitado nos próximos 3 sorteios.

Se ainda não se inscreveu para ter a possibilidade de ganhar 2 livros “Contas-poupança” por semana em Março, pode fazê-lo AQUI.

Contas-Poupança (2018). Clique AQUI para conhecer o conteúdo do livro.
Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança” (2016). É só clicar AQUI abaixo.

Vencedores do Passatempo “Livro Contas-poupança” – Semana 1

E os vencedores da primeira semana são…

1 – Inês Quelhas

2 – Tiago (não deu o apelido) 🙂

Os dois vencedores do Passatempo já foram contactados por e-mail. Fico a aguardar os dados para o envio dos dois livros.

Quem já se inscreveu não precisa repetir. Está automaticamente habilitado nos próximos 3 sorteios.

Se ainda não se inscreveu para ter a possibilidade de ganhar 2 livros “Contas-poupança” por semana em Março, pode fazê-lo AQUI.

Contas-Poupança (2018). Clique AQUI para conhecer o conteúdo do livro.
Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança” (2016). É só clicar AQUI abaixo.

Quer ganhar 2 livros “Contas-poupança” e pôr as suas contas em ordem?

Passatempo livros “Contas-poupança”

Quer um livro “Contas-poupança” e começar a poupar e a investir como um profissional?
Eu e a Editora Contraponto vamos oferecer 2 livros (um de 2016 e outro de 2018) por semana durante o mês de Março.
 
Estamos a celebrar o sucesso de vendas dos dois livros que reúnem as melhores dicas de poupança e de gestão de finanças pessoais dos últimos 8 anos de investigação jornalística e pessoal. No total dos dois volumes já foram vendidos quase 20 mil exemplares. Isto é absolutamente extraordinário para livros com um tema deste género em Portugal. O que acho mais comovente é receber mensagens de pessoas que me disseram que já não compravam um livro há anos e que voltaram a ler por causa do “Contas-poupança”. E que ficaram a ganhar com isso. Em todos os sentidos.

Dicas para aplicar já! 

São dois livros com dicas de poupança que qualquer um pode aplicar JÁ. São sugestões simples e que funcionam. Testei-as todas antes de as partilhar. Pode, em poucas semanas, aumentar o seu rendimento mensal ou anual em dezenas, centenas ou até milhares de euros. E muitas destas dicas são repetíveis todos os meses ou todos os anos. Pode aumentar-se a si mesmo sem ter de pedir ao patrão.

Basta inscrever-se

passatempo desta vez é extremamente simples. Das outras vezes, pedi-vos dicas de poupança ou frases sobre o programa. Desta vez só têm de se inscrever no passatempo com o vosso e-mail e os vencedores serão sorteados por um programa informático. Ao mesmo tempo ficarão inscritos na Newsletter que envio semanalmente com todas as dicas que dei no blogue www.contaspoupanca.pt essa semana (depois se não quiserem continuar a receber é só dizerem, mas acho que ficam a perder). 
Clique aqui para se inscrever:

Livros que se pagam a eles próprios (e dão lucro)

Como digo desde o princípio, são livros que se pagam a eles próprios só com uma das dicas. E são dezenas em cada livro. Espreite-os quando os encontrar. Vá a uma livraria ou hipermercado e pergunte se os tem e veja se o índice lhe interessa.
 
Também pode espreitar o livro aqui neste vídeo que fiz para si.
 

 
Se não quiser esperar pelo resultado do concurso também pode encomendar o livro (ou livros) aqui. 
 
 
Vai ter direitinho a sua casa. Continuo a acreditar convictamente que todas as famílias deviam ter estes dois livros em casa, para os pais e para os filhos que vão entrar no mercado de trabalho ou que vão casar. São os livros que eu gostaria de ter lido quando tinha 20 anos. E sempre aplicados à realidade portuguesa. Faria tanta coisa diferente e, quem sabe, talvez não precisasse de continuar a trabalhar daqui a poucos anos. Ou, pelo menos, só trabalharia se me desse gozo, como acontece agora.
 
Participe. Não tem nada a perder e muito (mesmo) a ganhar.
 
Os vencedores serão contactados para o e-mail que for selecionado. A cada semana, o primeiro selecionado receberá o livro editado em 2018 e o segundo, o livro editado em 2016.
Caso não respondam ao e-mail no prazo de uma semana, serão sorteados novos e-mails.
 
Obrigado e boas poupanças!

Banco de livros para universitários (uma ideia para replicar no resto do país)

Lisboa vai ter um banco de manuais para universitários no valor de 35 mil euros

Acabo de ler na LUSA que a Câmara de Lisboa e a Universidade de Lisboa assinaram hoje um protocolo destinado à criação de um banco de manuais da cidade, no valor de 35 mil euros. Foi um projeto vencedor de uma edição do Orçamento Participativo da capital.

Se cada livro custar 50 euros (estou a prever que a ideia seja disponibilizar os livros que custarão mais a comprar aos alunos), dá para 1.750 livros. É um bom começo.

Estejam atentos às regras que surgirão para terem acesso a estes livros.

Livros grátis para consulta e empréstimo

O protocolo de cooperação, ao qual a agência Lusa teve acesso, refere que a Universidade de Lisboa oferece 425 cursos direcionados a cerca de 50.000 estudantes. Por isso, a universidade vai ficar responsável por adquirir “livros de apoio ao ensino superior, para todas as áreas científicas, em suporte de papel ou eletrónico”, que ficarão disponíveis “para consulta e empréstimo aos alunos da cidade de Lisboa, podendo os livros que o integram ser requisitados durante o período de um semestre”.

O investimento, de 35 mil euros, é da responsabilidade do município.O vereador da Educação da Câmara de Lisboa, Manuel Grilo, salientou que o município “tem a honra de poder contribuir para o fim das barreiras na educação e garantir o acesso a manuais, livros e artigos para que ninguém fique para trás no acesso ao conhecimento”.

Gostava de ter tido isto no meu tempo

Ora, lembro-me bem dos meus tempos de estudante universitário em que a compra de livros era uma enorme despesa. Muitos dos livros eram caríssimos. Felizmente os meus pais tinham a possibilidade de me comprar muitos desses livros, mas nem todos tinham e têm hoje essa possibilidade. Há também a hipótese das bibliotecas, mas há livros muito específicos que as Bibliotecas não têm.

Parece-me uma boa iniciativa (tal como acontece com muitos bancos de livros para estudantes do preparatório e secundário). Não sei, neste momento se há já outras Câmaras Municipais a fazerem isto. Se sim, partilhem para alertar os estudantes universitários dessas cidades que se calhar até têm essa oportunidade de poupança e não sabem.

Aos que não têm, “chateiem” as vossas Câmaras Municipais, Universidades e Associações de Estudantes para que façam pressão nesse sentido: Bancos de livros de empréstimos de “longa duração” para estudantes universitários, sobretudo dos livros “clássicos” de cada área, que sejam mais caros.

Antes de comprar, pergunte primeiro se pode ter acesso a esses livros gratuitamente em algum lado, na Universidade ou fora.

Acompanhe-nos AQUI

NOVO LIVRO “CONTAS-POUPANÇA”

34 dicas para poupar muito mais e fazer crescer o seu dinheiro em 2018.

É um livro que se paga a ele próprio apenas com uma dica.

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança.

(Todas as dicas da semana num só e-mail).

Se quiser um resumo claro e prático das dicas que demos nos primeiros 5 anos de programa, pode adquirir o livro “Contas-poupança I”.

É só clicar AQUI abaixo.

 

 

Já tem o livro Contas-poupança? (Hoje com 20% e portes GRÁTIS)

Um enorme contributo para a literacia financeira dos portugueses

Sim, eu sei que sou suspeito, mas estou mesmo convencido que é um dos melhores livros já publicados em Portugal para nos abrir os olhos para a forma como gastamos o nosso dinheiro. Tem as dicas que precisa para começar a pôr as suas contas em ordem e para perceber afinal para onde vai o seu dinheiro, quando ele não chega ao fim do mês. E vai conhecer muitas alternativas para finalmente conseguir pôr as suas poupanças a crescer.

É um manual de finanças pessoais prático e simples que o pode salvar de muitos equívocos causados pela inércia ou ignorância. Não vai encontrar noutros livros nada tão simples de entender. Pelo menos, ainda não encontrei. Se conhece as reportagens na televisão sabe que não estou a exagerar. Vale mesmo a pena ter estas informações sempre disponíveis na sua estante, ao alcance da mão.

É só clicar AQUI na foto. Hoje (dia 2 de Outubro) está com 20% de desconto (normalmente está com 10%) e portes grátis. Aproveite, se quiser.

Este livro dá 3.500% de juro

Por brincadeira, fiz a conta: Se comprar este livro e com uma ou várias dicas juntas poupar 100 euros este ano, este investimento vai render-lhe 700% de juro. Se poupar 500 euros, a taxa de juro deste livro será de 3 500%.  E olhe que pode poupar muito mais do que isso. Conhece muitos investimentos com este retorno?

Considere igualmente a possibilidade de oferecer este livro a quem quer ajudar a ter um bom começo financeiro: Um filho, um neto, um jovem que está a começar agora a sua carreira profissional, um casal que vai começar a aventura financeira de uma vida em conjunto e para quem o mundo do dinheiro é ainda uma coisa misteriosa e atemorizante, ou mesmo a um imigrante que está a tentar perceber como funcionam as coisas no nosso país. Não precisam começar mal. Pelo contrário.

Um livro é sempre um bom investimento. Este ainda mais.

Novo livro Contas-poupança!

Quer poupar ainda mais?

Dois anos depois do primeiro livro (sim, passaram num instante), senti necessidade de escrever mais um livro. Neste tempo aprendi tantas coisas novas que não sabia ainda quando escrevi o primeiro… E quero partilhá-las consigo. Aqui está ele. Tem dicas ainda mais relevantes do que o livro de 2016. Mas um livro não substitui o outro. Complementam-se na perfeição. Acaba de ser imprimido.

Porquê outro livro?

Mas porquê escrever um livro se já temos as reportagens na televisão e o blogue e o Facebook? Não está lá tudo?

Não! E mesmo que esteja, eu próprio tenho a experiência de procurar informação que preciso para vos recordar ou responder a uma dúvida de um leitor/espectador e ter dificuldade em encontrar. E encontro pelo meio muito “ruído” para não dizer outras coisas de outras fontes na internet que só confundem.

Tal como no primeiro livro, têm tudo muito bem organizado por temas do nosso dia-a-dia. Basta começarem a ler e a aplicar e já estarão a poupar muito dinheiro. Há casos de espectadores (alguns citados no livro) que com uma dica – apenas uma – pouparam dezenas de milhares de euros. Espero que seja também o seu caso.

Todas as dicas são novas em relação ao primeiro livro. Se comprou o primeiro, não pense que já não vale a pena comprar este porque “já sabe tudo”. Se já me conhece, sabe que não o faria perder tempo e dinheiro assim.

Também não precisa comprar o primeiro para perceber o segundo ou para aplicar estas dicas. São todas, repito, novas e completamente independentes. O meu objetivo é que com estes dois livros tenha uma visão completa e geral das suas finanças pessoais, e direitos enquanto consumidor, contribuinte e cidadão.

Nas livrarias a partir de 7 de Setembro

A partir do dia 7 de Setembro, o livro vai estar disponível em todo o país, recheado de dicas inéditas e adaptadas ao momento presente, para que continuemos a ser consumidores conscientes e para que possamos fazer muito mais com o mesmo dinheiro.

Tal como o anterior, este é um livro que se paga a ele próprio. Basta ao leitor aplicar uma das dicas e já terá poupado de certeza um valor superior ao custo do livro. Garanto.

Excerto do Prefácio:

«Por brincadeira, fiz a conta: se comprou este livro (ou está a folheá-lo) e com uma ou várias dicas juntas poupar 100€ este ano, este investimento vai render-lhe 700% de juro. Se poupar 500€, a taxa de juro deste livro será de 3 500%. Conhece muitos investimentos com este retorno? E acredite que muitos, com as dicas que vai ler, vão poupar/ganhar bastante mais do que isso. Talvez você seja uma dessas pessoas. Espero que sim.»

O novo livro fala de quê?

Quer pagar menos pelo seu crédito à habitação? E ver as suas poupanças renderem mais? Gostaria de aumentar ainda mais o seu reembolso de IRS? Sabe como garantir uma reforma digna? Como conferir em casa se tem todos os descontos feitos na Segurança Social?

Tem dicas para:

  • comprar um carro em segunda mão correndo menos riscos;
  • como fazer reparações no carro poupando centenas de euros;
  • como escolher as melhores opções no seu seguro auto;
  • evitar as comissões das Imobiliárias;
  • conseguir o Certificado Energético mais barato;
  • baixar as mensalidades do seu Cartão de Crédito;
  • escolher o melhor PPR e trocá-lo por um melhor;
  • saber qual vai ser a sua reforma;
  • saber quais os produtos mais rentáveis com capital garantido e sem capital garantido;
  • comprar telemóveis e computadores bons mais baratos;
  • como comprar eletrodomésticos topo de gama ao preço dos “normais”;
  • como comprar bens penhorados;
  • saber se uma promoção é falsa ou verdadeira;
  • como rescindir com as operadoras de telecomunicações sem pagar penalizações;
  • etc.

Um livro que é um bom investimento

Brevemente vou mostrar-vos em detalhe o índice para avaliarem se vos interessa comprar o livro ou não. Eu diria que não só é um bom investimento para as suas finanças pessoais como é uma excelente prenda para quem está a começar agora a trabalhar ou a iniciar uma vida em conjunto. Evitaria, tenho a certeza, dezenas de erros que eu cometi porque ninguém me ensinou aquilo que tenho vindo a descobrir e a partilhar convosco.

O livro vai estar à venda nas livrarias e online a partir de 7 de Setembro mas já está em pré-venda neste momento nas várias livrarias online.

Pode espreitar AQUI (e encomendar, se quiser) o novo livro ou clicando na foto abaixo.

Acompanhe-nos AQUI

Registe-se AQUI para receber a Newsletter do Contas-poupança. Assim não perde nenhuma dica.

YouTube (Subscreva o canal)

Facebook do Contas-poupança

 Pergunte no Grupo “Contas-poupança – As suas dúvidas”

Instagram

Twitter  

As melhores dicas de poupança dos primeiros 5 anos de programa estão no primeiro livro “Contas-poupança”. É só clicar AQUI abaixo.

Já tem o livro Contas-poupança? (Hoje com 20% e portes grátis)

Um enorme contributo para a literacia financeira dos portugueses

Sim, eu sei que sou suspeito, mas estou mesmo convencido que é um dos melhores livros já publicados em Portugal para nos abrir os olhos para a forma como gastamos o nosso dinheiro. Tem as dicas que precisa para começar a pôr as suas contas em ordem e para perceber afinal para onde vai o seu dinheiro, quando ele não chega ao fim do mês.

É um manual de finanças pessoais prático e simples de colocar em prática que o pode salvar de muitos equívocos causados pela inércia ou ignorância. Não vai encontrar noutros livros nada tão simples de entender. Eu, pelo menos, ainda não encontrei. Por isso o escrevi. Se conhece as reportagens na televisão sabe que não estou a exagerar. Vale mesmo a pena ter estas informações sempre disponíveis na sua estante, ao alcance da mão.

É só clicar AQUI na foto. Hoje (dia 28 de Junho) está com 20% e portes grátis.

Leia os testemunhos nessa página de quem já leu o livro :).

Este livro dá 3.500% de juro

Por brincadeira, fiz a conta: Se comprar este livro e com uma ou várias dicas juntas poupar 100 euros este ano, este investimento vai render-lhe 700% de juro. Se poupar 500 euros, a taxa de juro deste livro será de 3 500%.  Conhece muitos investimentos com este retorno?

Considere igualmente a possibilidade de oferecer este livro a quem quer ajudar a ter um bom começo financeiro: Um filho, um neto, um jovem que está a começar agora a sua carreira profissional, um casal que vai começar a aventura financeira de uma vida em conjunto e para quem o mundo do dinheiro é ainda uma coisa misteriosa e atemorizante, ou mesmo a um imigrante que está a tentar perceber como funcionam as coisas no nosso país. Não precisam começar mal. Pelo contrário.