PodTEXT Vamos a Contas | Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS?

Escrito por Inês de Almeida Fernandes

15.06.24

}
6 min de leitura

Publicidade

O podcast de sempre, agora mais inclusivo!

Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para incluir a comunidade surda, pessoas que – não sendo surdas – têm dificuldades auditivas e, claro, todos os que ainda não perceberam como funcionam os podcasts ou que simplesmente preferem ler. Estamos também a trabalhar a possibilidade de traduzir o podcast para Língua Gestual Portuguesa, mas essa vai demorar mais tempo.

É o seu podcast de sempre, mas a partir de agora pode escolher lê-lo ou ouvi-lo. Aguardo as vossas criticas e sugestões.

Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS?

[Introdução]

[Pedro Andersson]

Olá! Sou o Pedro Andersson, jornalista especializado em finanças pessoais e este é o Vamos a Contas, um episódio bónus, especial e semanal, do podcast Contas-poupança. Respondo às vossas perguntas em áudio que enviaram para o número do Whatsapp 92 775 37 37. A sua pergunta é muito importante! Vamos à dúvida desta semana?

[João Paulo, ouvinte do podcast]

Boa tarde. O meu nome é João Paulo. Gostaria de saber, em termos de IRS, ou seja, para não pagar IRS, se no final do ano abater cinco, seis ou sete mil euros no valor do crédito à habitação, se compensa em termos de IRS, uma vez que na empresa em que estou faço muitas horas e este ano tive uma redução drástica e não paguei por pouco. Mas para o ano já posso ter de vir a pagar. Se abater o crédito à habitação isso compensa em termos de IRS? Obrigado!

[Pedro Andersson]

Olá, João Paulo! Muito obrigado pela sua pergunta. Tem um pouco a ver com a nossa falta de literacia fiscal, ou seja, não percebemos muito bem como é que funcionam os impostos e achamos que todas as nossas despesas abatem no IRS, mas não é assim, são apenas algumas categorias de despesas.

Caso contrário, todos os outros portugueses estariam a pagar a sua amortização do crédito, estaríamos eventualmente alguns a pagar as piscinas e campos de ténis de outros. Estaríamos a pagar as casas de férias de outros, estaríamos a pagar os carros novos dos outros cidadãos e, portanto, não é assim que funciona.

Basicamente, aquilo que pode descontar nos seus impostos, neste caso especificamente no IRS, são despesas de educação, de saúde, com os seus filhos, e há valores fixos por cada filho, pode descontar, eventualmente se tiver um crédito à habitação anterior a 2012, aí de uma forma que considero injusta, mas quem fez esses créditos mais antigos pode descontar uma parte dos juros, mas quem fez créditos à habitação depois de 31 de dezembro de 2012 já não pode descontar nada.

Por outro lado, quem paga rendas pode descontar até 500 e tal euros por ano, enfim, há aqui várias injustiças, mas lá está, não é pelo facto de amortizar o seu crédito à habitação que vai ter um desconto no IRS. Isso não vai acontecer, não está previsto por lei.

Vejo que está preocupado e este ano, pelo que disse, foi ali resvés entre pagar e não pagar e já deve prever que talvez no próximo ano tenha de pagar e, portanto, não seria mal pensado pôr já de lado 30 euros por mês para o caso de ter de pagar IRS no ano que vem.

Seja como for, aquilo que lhe quero dizer é: além das despesas que estão previstas na lei, pode fazer um PPR, porque isso permite-lhe deduzir entre 300, 350 ou 400 euros por sujeito passivo por ano. E aí, lá está, se a sua preocupação é pagar menos IRS ou ter um reembolso maior, desde que tenha retenção na fonte suficiente para isso, então, em vez de amortizar, por exemplo, seis mil euros no seu crédito pode, por exemplo, reservar dois mil euros para fazer um PPR. E, nesse caso, vai abater 20% desses dois mil euros, se tiver menos de 35 anos e vai aumentar o seu reembolso.

Se ainda tiver retenções na fonte suficientes, e se se tratar de um casal, então são 400 euros vezes dois que vai poder abater, o que significa que no caso de um casal, pode aumentar o seu reembolso em 800 euros, o que é uma diferença, na medida em que é dinheiro que depois fica disponível para a sua reforma ou pode levantá-lo para uma situação de desemprego, de doença grave, para educação ou até para, passados cinco anos, pagar a prestação do crédito ao banco.

Em resumo, João Paulo, respondendo à sua pergunta, não, abater o seu crédito à habitação não lhe traz nenhuma vantagem no IRS. Só o que está previsto na lei e, acrescento, neste caso, o PPR. É muito importante percebermos como funciona o IRS e em contaspoupanca.pt, se escrever dicas e IRS, vai encontrar muitas formas de rentabilizar ao máximo a sua declaração do Imposto Sobre o Rendimento, porque há muitas, muitas dicas.

Depende da sua situação particular, mas há várias dicas em que as pessoas podem aumentar os seus reembolsos do IRS em dezenas, centenas ou até milhares de euros. Investigue bastante para saber como maximizar o seu reembolso do IRS no ano que vem, uma vez que este já está tratado.

Não se esqueça de enviar as suas perguntas em áudio para o número do Whatsapp do Contas-poupança, que é o 92 775 37 37 e também de subscrever este podcast, partilhar com outros, dar as estrelinhas que entender e de assinar a Newsletter em www.contaspoupanca.pt. Lá em cima tem um quadradinho que diz “subscrever newsletter” e assim passa a receber todas as dicas, todas as semanas, sem perder nenhuma. Muito obrigado!

Boas poupanças!


Subscreva a Newsletter “Contas-poupança”, para não perder nenhuma dica

Subscrever

*Ao subscrever, a informação partilhada será usada de acordo com os nossos Termos e Condições e a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies


Ao deixar a sua pergunta está a autorizar que ela seja utilizada publicamente. O objetivo é que a resposta seja útil não apenas para si, mas para todos os outros que nos escutam.

Partilhe este podcast com os seus amigos. Juntos, vamos conseguir vencer mais esta crise.

O que é um podcast?

Aproveite a minha boleia financeira (gravo em áudio uma “conversa” no carro enquanto faço as minhas viagens e faço de conta que você vai ali ao meu lado) e veja como pode aumentar-se a si próprio. São uma espécie de programas de rádio para escutar enquanto faz outras coisas. Subscreva o podcast na plataforma em que estiver a ouvir para ser avisado sempre que houver um episódio novo. Não estranhe ouvir o motor do carro, buzinadelas e o pisca-pisca. Faz parte da viagem.

Aprenda a gerir melhor o seu dinheiro

Boa viagem e boas poupanças!


Um livro com 5 passos simples que vão mudar a sua vida

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário.

   

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #257 – Você tem medo de ganhar dinheiro?

Tem medo de ganhar dinheiro (e não sabe)? Por muito estranho que lhe possa parecer, há pessoas que têm medo de ganhar dinheiro. Talvez faça parte deste grupo, mas nunca se apercebeu disso. Trata-se de um receio muito comum que várias pessoas têm que é: "Não vale a...

PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Junho de 2024)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #44) Junho voltou a bater o recorde de mais-valias na soma dos meus 10 PPR. Até ao momento tenho uma valorização média de 12%. Naturalmente, cada um dos PPR tem um desemprenho diferente. Tenho dois que ainda estão...

Famílias carenciadas vão receber um cartão com dinheiro em vez de cabaz alimentar

Cabaz Alimentar passa a cartão com dinheiro É uma questão de dignidade, diz o Governo. Até agora, as famílias identificadas pela Segurança Social como carenciadas recebiam um cabaz alimentar físico (com mantimentos para um mês) mas nem sempre esses bens eram o que a...

PodTEXT | Vou ter de pagar 20 mil€ de IRS e não estava à espera. O que faço?

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (15 a 21 de julho)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que recolho...

TOP 10 | Qual a marca de COMBUSTÍVEIS mais barata esta semana? (8 a 14 de julho)

Quem subiu e quem desceu os preços esta semana A ERSE definiu para esta semana como preço eficiente (que traduzo livremente por preço "justo") uma subida de 1 cêntimo/l no gasóleo simples e de 1,3 cêntimos na gasolina simples. Abaixo tem os preços que as várias marcas...

160 mil idosos podem receber pelo menos 600 € de reforma – Tem direito? (Vídeo)

Reforma mínima de 600 € e medicamentos grátis Mais de 160 mil idosos com reformas baixas podem passar a receber pelo menos 600 euros por mês e a ter medicamentos grátis na farmácia. Na reportagem desta semana do Contas-poupança, explicamos-lhe como funciona o...

PodTEXT | Uma dica para descobrir onde anda a desperdiçar dinheiro

O podcast de sempre, agora mais inclusivo! Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.