PodTEXT Vamos a Contas | Devo amortizar o meu crédito à habitação agora ou devo esperar?

Escrito por Inês de Almeida Fernandes

18.05.24

}
7 min de leitura

Publicidade


Subscreva a nossa Newsletter, para não perder nenhuma dica

Subscrever

*Ao subscrever, a informação partilhada será usada de acordo com os nossos Termos e Condições e a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies


O podcast de sempre, agora mais inclusivo!

Como a literacia financeira é um aspeto fundamental para a boa gestão das finanças pessoais, os podcasts do Contas-poupança tornam-se agora mais inclusivos e passarão a ser publicados também em texto, nomeadamente para incluir a comunidade surda, pessoas que – não sendo surdas – têm dificuldades auditivas e, claro, todos os que ainda não perceberam como funcionam os podcasts ou que simplesmente preferem ler. Estamos também a trabalhar a possibilidade de traduzir o podcast para Língua Gestual Portuguesa, mas essa vai demorar mais tempo.

É o seu podcast de sempre, mas a partir de agora pode escolher lê-lo ou ouvi-lo. Aguardo as vossas criticas e sugestões.

Devo amortizar o meu crédito à habitação agora ou devo esperar?

[Introdução]

[Pedro Andersson]

Olá. Sou o Pedro Andersson, jornalista especializado em finanças pessoais e este é o Vamos a Contas, um episódio bónus, especial e semanal, do Podcast Contas-poupança. Respondo às vossas perguntas em áudio que enviaram para o número do Whatsapp 92 775 37 37. A sua pergunta é muito importante. Vamos à dúvida desta semana?

[Domingos, ouvinte do podcast]

Olá, Pedro! O meu nome é domingos. Na sua opinião, é mais vantajoso abater o crédito à habitação neste momento em que temos taxas de juro mais altas? Se sim, porquê? Ou devemos esperar por uma altura em que temos taxas de juro mais baixas ou até negativas? Obrigado por todo o trabalho que tem feito para toda a comunidade e um forte abraço.

[Pedro Andersson]

Olá, Domingos. Muito obrigado pela sua pergunta. Então a pergunta é, em resumo, se devemos amortizar a nossa casa quando os juros estão altos ou quando os juros estão baixos? Tem um episódio lá muito mais para trás sobre isso e que analisa essa questão em profundidade. Agora é apenas para responder de uma forma simples e direta.

É óbvio que quando uma coisa é mais cara, quando tem um juro muito alto, é que devemos amortizar. É a mesma coisa quando temos quatro dívidas, cada uma com um juro diferente. Temos, por exemplo, quatro cartões de crédito ou temos um crédito automóvel com 8% de juros, por exemplo, e temos um crédito pessoal com 9%, um cartão de crédito com 15% e temos outro cartão de crédito com 21% de juros. Qual é que vamos amortizar primeiro? Pela lógica, vamos amortizar o cartão de crédito com juros de 21%, porque é aquele que nos rói mais dinheiro, que nos dá dentadas maiores.

Portanto, deve sempre amortizar quando a dentada é maior e os bancos estão a dar agora uma enormíssima dentada no crédito à habitação. Porquê? Porque a Euribor está ainda a níveis muito altos. Já desceram dos 4%, mas continuam ainda próximos dos 4% no momento em que estou a gravar este podcast.

Portanto, somando mais 1% de spread, estamos nos quatro e tal por cento quase 5%. Portanto, os bancos estão a morder o nosso pão com dentadas de 5% e, por isso, nós temos é de lhes dizer que vamos despachar isto mais cedo, enquanto eles dão dentadas maiores. Porque quando eles estão a tirar só dentadinhas, aí podemos ter mais calma e podemos investir noutro lado que nos dê pães maiores.

O critério é a taxa de juro, mas não apenas isso, tem de ser também a TAEG. Isso é que é o mais importante. A TAEG vai incluir tudo. Além do spread e da Euribor, inclui as taxas, as taxinhas, o seguro de vida ou PPR que tem de fazer, mais anuidade dos cartões, mais as comissões de manutenção de conta, mais tudo o que está à volta do crédito. Portanto, não é apenas a taxa de juro do crédito à habitação. Há muito mais além disso, certo? Portanto, se somar tudo, cada vez que amortizo estou a obrigar o Banco a dar uma dentada um bocadinho menor.

Ele continua a comer, mas estamos a diminuir a dentada. Por isso é que é tão importante amortizar sempre em qualquer circunstância. Deve amortizar, é a decisão mais inteligente, mas é mais inteligente ainda quando as taxas de juro forem altas.

Por exemplo, eu podia ter amortizado enquanto a Euribor esteve negativa, mas não o fiz. Porquê? Porque seria um disparate em termos financeiros, porque nessa altura tinha o meu dinheiro a render bastante. Ou seja, fiz o meu dinheiro crescer nessa altura para agora pegar num bolo maior, que é o meu dinheiro que pus a crescer lá atrás mais os juros que ele criou, e peguei nisso para amortizar.

Podia tê-lo feito no passado, sim, mas agora compensa mais. Portanto, compare sempre as taxas de juro, veja qual é a TAEG que está a pagar ao Banco pelo crédito à habitação ou por qualquer outro crédito pessoal, automóvel para educação, seja lá o que for, sempre ver a TAEG, porque as contas são muito mais do que só o spread. Depois, compare com o que está a render a sua poupança ou os seus investimentos.

Se for uma pessoa tremendamente conservadora e tiver, por exemplo, o seu dinheiro em certificados de aforro que rendem 2,5% – e não se esqueça que esses 2,5% levam uma talhada de 28% para o Estado quando resgata –, tem de ver o valor líquido das suas poupanças e investimentos e comparar com o juro que está a pagar, porque quando amortiza é um ganho líquido.

Não é limpo de impostos, mas é uma poupança direta na sua prestação do banco e isto é muito importante para fazer essa comparação. Se tiver rendimentos que rendem mais rendimentos, investimentos ou poupanças, o que for, que rendam mais do que o valor de juros que está a pagar ao banco, então aí a opção é simples: não amortiza e continua a fazer o seu dinheiro crescer. Se for o contrário, amortize sempre que puder, mesmo que sejam valores pequenos do tipo 500 euros, mil euros ou dois mil euros. A partir desses valores vale sempre a pena amortizar.

Muito obrigado por me ter acompanhado em mais uma boleia financeira. Juntos vamos aprendendo a gerir melhor o nosso dinheiro e as nossas finanças pessoais. Domingos, muito obrigado pela sua pergunta! Não se esqueçam que amortizar créditos e acabar com dívidas é a melhor coisa que podem fazer para melhorar a vossa vida financeira a médio e longo prazo.

Não se esqueça de enviar as suas perguntas para o Whatsapp do Contas-poupança, que é o 92 775 37 37, e subscreva este podcast, partilhe, acione o sininho e dê as estrelinhas que entender na classificação. Até à próxima viagem, muito obrigado!

Boas poupanças.

O que é um podcast?

Aproveite a minha boleia financeira (gravo em áudio uma “conversa” no carro enquanto faço as minhas viagens e faço de conta que você vai ali ao meu lado) e veja como pode aumentar-se a si próprio. São uma espécie de programas de rádio para escutar enquanto faz outras coisas. Subscreva o podcast na plataforma em que estiver a ouvir para ser avisado sempre que houver um episódio novo. Não estranhe ouvir o motor do carro, buzinadelas e o pisca-pisca. Faz parte da viagem.

Aprenda a gerir melhor o seu dinheiro

Boa viagem e boas poupanças!


Um livro com 5 passos simples que vão mudar a sua vida

Finalmente, um livro que ensina tudo o que a Escola, o Estado e as famílias não ensinam sobre Dinheiro. Em apenas 5 passos, tem o caminho com a estratégia mais eficaz para criar riqueza com o seu salário.

   

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

Apanhei um Uber… e o motorista “ganhou” 4.797 euros

Uma viagem que deu lucro... Apresento-vos o José Silva. É condutor de Uber. O meu carro (um GOLF IV que tem 22 anos e está aí para as curvas) foi pintado todo de uma ponta à outra e ficou pronto hoje. Chamei um Uber para o ir buscar à oficina. Assim que entro no Uber,...

EURIBOR HOJE | Taxas descem em todos os prazos

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PODCAST | #248 – Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? (A pergunta do João Paulo)

Amortizar o Crédito à habitação faz baixar o IRS? O João Paulo este ano quase que pagou IRS em vez de receber reembolso. Ele está preocupado com o ano que vem, porque tem feito muitas horas extraordinárias. Uma das possíveis estratégias dele é amortizar o crédito à...

COMBUSTÍVEIS | Qual é o preço justo esta semana? (10 a 16 de junho)

Qual deveria ser o preço justo? A ERSE faz semanalmente as contas para o consumidor saber qual é o preço "justo" dos combustíveis face ao preço das matérias-primas e transportes de combustível. Esse preço "justo" já inclui uma margem de retalho de cerca de 10% para as...

Nova versão do Cartão de Cidadão já está disponível

Cartão de Cidadão é agora mais tecnológico e seguro A nova versão do Cartão de Cidadão, anunciada em março ainda pelo anterior governo, está oficialmente disponível a partir desta terça-feira. As alterações estão em linha com a mais recente legislação europeia e com...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Maio de 2024)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #43) Maio foi o melhor mês de sempre na soma dos meus 10 PPR. Até ao momento tenho uma valorização de quase 11%. Não consigo neste momento fazer uma conta exata ao juro anualizado ao longo destes 3 anos porque subscrevi...

EURIBOR HOJE | Taxas descem a 3 meses e sobem a 6 e 12

Euribor Diariamente, divulgamos aqui na página "Contas-poupança", o valor das taxas Euribor a três, seis e 12 meses. Embora as alterações diárias não tenham um impacto direto na sua prestação do crédito à habitação, são um indicador precioso para perceber a tendência...

GÁS | A lista das 10 empresas mais baratas (Junho de 2024)

GÁS | As 10 empresas mais baratas este mês Em Junho, o preço do gás natural no mercado regulado continua a ser o mais barato em Portugal. Chega a ser quase metade em relação às marcas mais caras. Está a aproveitar esta poupança? As grandes empresas este mês baixaram...

Publicidade

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.