ELETRICIDADE | QUAL É O PREÇO MÉDIO DO MERCADO INDEXADO ESTE MÊS? (MAIO 1 A 29)

Escrito por Pedro Andersson

28.05.23

}
7 min de leitura

Publicidade

Crédito Habitação Activo Bank

A forma mais simples de baixar a fatura de eletricidade

A média de Maio está praticamente fechada. Faltam apenas dois dias para ter o preço final e o preço do kWh nem chega a meio cêntimo. Será mais um mês de poupança brutal.

Deixo novamente o alerta que isto não vai durar sempre, até porque a ERSE já comunicou que vai baixar o desconto das Tarifas de acesso às redes (atualmente está negativa -9,5 cêntimos). Portanto, é aproveitar mais estes meses até ao Verão para acumular poupanças para o resto do ano. Mesmo depois do Verão, e com menor desconto (como o desconto de tarifas de acesso às redes é igual para todos) a poupança no indexado deverá continuar a ser muito grande em comparação com as outras empresas com tarifários fixos, mas a poupança líquida já não será tão grande. Já não poderão esperar ter eletricidade a custo zero ou negativa. Mesmo assim, deverá andar por valores muito baixos. Se a sua faturação for, por exemplo de 15 a 15 ou  de 20 a 20, o valor que lhe apresento será umas décimas diferente.

Fiz este vídeo a mostrar em tempo real como faço as contas para saber o preço que vai pagar no mês que vem. Assim, pode decidir sair destas empresas ANTES de vir uma fatura demasiado elevada. É como estar atento ao boletim meteorológico e regressar a casa antes de começar a chover.

Todos os domingos, faço um artigo com a média do mês até ao momento para que saiba quando sair e assim aproveitar ao máximo esta poupança. Haverá, obviamente, um dia em que este tarifário deixará de compensar. Se perceber quando deve sair, estará a aproveitar ao máximo todas as poupanças disponíveis. Há pessoas que em poucos meses já pouparam mais de 500 euros. Tem os dados até ao momento de Maio abaixo.

Sei que isto lhe pode fazer muita confusão, mas neste momento (nos primeiros meses de 2023) a maior poupança está nas empresas mais baratas do mercado que têm tarifários indexados.  As poupanças podem chegar aos 70 ou 80%. Pergunte a quem segue esta página e as redes sociais quando estão a pagar depois de terem mudado e se estão arrependidos. Mas atenção, esta poupança é só para quem está atento ao preço da eletricidade no mercado OMIE (no mercado grossista) para sair ANTES de deixar de compensar. Neste momento, compensa e não é pouco.

Para quem não sabe, os tarifários de eletricidade indexados são aqueles em que você paga a eletricidade a “preço de fábrica” (na origem – chama-se OMIE – onde todos os fornecedores a compram para a vender a si) e paga uma pequena margem de lucro fixa a esse fornecedor.

Qual é o risco que corre? É que se a eletricidade subir repentinamente de preço na origem, nesse mês você vai pagar muito; mas se a eletricidade baixar muito você vai também poupar muito. É o que está a acontecer neste momento em que escrevo este artigo. A eletricidade está praticamente de graça. Tem estado a 4 cêntimos, 2, zero ou até negativa. Varia todos os meses. No mercado regulado está a cerca de 16 cêntimos e na EDP a 12 cêntimos, creio. Vê a diferença? Neste momento, está praticamente de graça, como verá.

Como sei que isto é um bicho de 7 cabeças para muitos de vocês, vou dar uma ajuda. Todas as semanas vou fazer as minhas contas e vou publicar aqui (idealmente todos os domingos) o preço médio do kWh que pagariam se estivessem no mercado indexado.

Este detalhe é importante porque sair de uma empresa e entrar noutra ainda pode demorar 15 dias ou mais. Assim, com esta informação que lhe darei semanalmente, não será apanhado desprevenido com uma fatura anormalmente alta porque não se apercebeu deste movimento no mercado da eletricidade. Espero que seja uma informação útil para si.

O limite que traçarei é a média de 200 euros por MegaWatt/hora (o equivalente a 15 cêntimos por kWh, que é o valor do mercado regulado), com um pré-aviso aos 150 euros. Mas note que há empresas a fazer 9 cêntimos nos tarifários fixos (Repsol e a Endesa está a fazer a alguns clientes 6 cêntimos). Neste último caso, o indexado deixa de compensar quando tiver uma média de 30 dias de 150 MWh.

Pode ver ou rever essa reportagem neste link, para perceber como funcionam os tarifários indexados:

VÍDEO | Poupança de 50% na eletricidade com os tarifários indexados

Média do mercado indexado de eletricidade – 1 a 29 de Maio

Como é que pode ir acompanhando o preço da eletricidade? Basta ir www.omie.es e ir vendo de vez em quando se o preço da eletricidade no tal OMIE começa a superar os 200 €/MWh. Se a média mensal chegar a esse valor é só voltar para a sua empresa antiga. Até que isso aconteça, estará a poupar dezenas e dezenas de euros por mês. Como pode ver abaixo, na primeira quinzena de Maio a média é de 75,09 MWh.

Esta semana, como pode ver no gráfico, ainda estamos com valores muito baixos. Muitas grandes empresas compram a estes preços para depois a venderem a si a 10, 14, ou 16 cêntimos o kWh, se tiver um tarifário fixo.É por isso que muitas ganham milhões. Os clientes pagam o que pedem, logo porquê baixar os preços?

Assim, pelos meus cálculos, este valor – aplicando um cálculo APROXIMADO – com os dados até ao momento pagará cerca de 0,3 cêntimo por kWh (0,003 €). Sei que é estranho mas é mesmo assim. Ninguém está a tentar enganar ninguém.

O mecanismo de ajuste MIBEL (que soma a este preço) também está a zero há vários meses. Portanto, o risco dessas subidas neste momento é muito reduzido.

O kilowatt/hora, para quem não sabe, é cada conjunto de 1.000 watts/hora que você consome. Por exemplo, se usar um aspirador que tem uma potência de 1.000 W, se aspirar durante uma hora, vai gastar 1 kWh. Aspira na mesma, mas se for cliente de uma empresa vai pagar 4 ou 5 cêntimos, se for cliente de outra vai pagar – pelo mesmo consumo – mais do dobro ou o triplo. É por isto que é tão importante mexer-se e estar atento aos preços da eletricidade no mercado e mudar sempre que encontrar mais barato. 

A maioria dos portugueses gosta de saber com o que conta e detesta surpresas, por isso normalmente prefere pagar mais mas ter a garantia de saber o que vai acontecer. O importante, nesta fase de inflação altíssima, é não desperdiçar 1 euro que seja. Se pode pagar 10, porque é que prefere pagar 80? Não fica fidelizado. Assim que o preço subir, sai e regressa aos que forem melhores nessa altura.

Se poupar 60 euros por mês durante 10 meses são 600 euros que ficam no seu bolso que o podem ajudar a suportar, por exemplo, o aumento de 100 euros na sua prestação da casa durante meio ano.  

Para encontrar as empresas que têm tarifários indexados use o simulador da ERSE ou pesquise no google “tarifários eletricidade indexado”, contacte as empresas e compare o preço do kWh que está a pagar com os preços que lhe oferecerem. São elas que tratam da passagem da sua empresa atual para a nova. Não tem de fazer nada. Não tenho ligação a nenhuma empresa. Você escolhe a que quiser.

O ponto a fixar é que se quiser poupar, tem de estar atento e ser uma pessoa informada. Como as pessoas que estão atentas ao boletim meteorológico. Vai encontrar aqui essa informação todos os domingos.


mw-970x250-billboard

 

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Governo diminui ISP para baixar preço em 1 e 2 cêntimos

Os combustíveis vão descer 1 ou 2 cêntimos devido à baixa do ISP O Governo vai devolver a receita adicional do IVA através de um desconto no Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), o que se traduzirá numa redução adicional de dois cêntimos por litro no gasóleo e...

PODCAST | #187 – Devo pedir os novos apoios à habitação do governo?

As 3 novas medidas de apoio a quem tem crédito à habitação O Governo aprovou três novas medidas no crédito à habitação para mitigar o impacto da subida das taxas de juros. A taxa de juro não pode ultrapassar 70% do indexante (Euribor a 6 meses) do mês anterior ao do...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (25 de setembro a 1 de outubro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Como vão funcionar os novos apoios ao Crédito à habitação?

Pode ter acesso aos novos apoios ao crédito à habitação? O conselho de Ministros aprovou hoje três medidas no crédito à habitação para mitigar o impacto da subida das taxas de juros. A taxa de juro não pode ultrapassar 70% do indexante (Euribor a 6 meses)  O apoio à...

PPR | Quanto estou a ganhar (ou a perder) com os meus PPR (Agosto de 2023)

Vale a pena fazer um PPR como investimento? (Mês #34) Vamos ao balanço do mês de Agosto. depois de dois meses com um saldo positivo, regressei a um valor negativo. Ainda mantenho 3 PPR negativos. Os restantes 5 PPR continuam positivos, mas este mês ou mantiveram o...

PODCAST | #186 – Qual é a melhor poupança para os meus filhos (e para mim)?

Uma ouvinte perguntou onde pode pôr a render o dinheiro das poupanças das duas filhas pequenas. Já tem um valor razoável, mas a opção tem sido a conta-poupança júnior no banco onde tem a conta. Será a melhor opção, como diz a gestora de conta? Será que tem...

Crédito à habitação | Comparativo taxas Fixa vs Variável vs Amortizações – Qual compensa mais?

Devo fazer taxa fixa, manter ou amortizar? Ora cá está mais um desafio daqueles que eu gosto, para tirar as dúvidas sobre se é melhor a taxa fixa ou a variável. Não crie demasiadas expectativas, porque a conclusão só a vai ter daqui a 2 anos. Mas alguém tem de começar...

Sabe como e quando deve pagar a sua Segurança Social?

Tudo o que deve saber quando começa a passar recibos verdes Todos os anos milhares de jovens (e não só) entram no mercado de trabalho sem conhecerem os seus direitos e deveres perante o Estado. Muitas vezes recebem multas por falta de pagamento de impostos e...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (18 a 24 de setembro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

PODCAST | #185 – De quanto dinheiro preciso para começar a poupar?

Quanto dinheiro preciso ter para começar a poupar e a investir? Esta é uma das perguntas que estão sempre fazer-me. Como se a decisão de começar a pôr a nossa vida em ordem dependesse de um número "mágico" que quando atingido, passamos a ver arco-íris, potes de ouro...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

81 Comentários

  1. Luís

    Fui informado que a Erse vai reduzir o desconto na TAR de -9.5 para -3 cêntimos, além disso a EDP já comunicou que vai baixar consideravelmente o preço para 6 centimos o kWh, convém alertar as pessoas que a partir desse momento a poupança no mercado indexado será reduzida e poderá não compensar o risco duma subida repentina.

    Responder
    • Óscar

      Todos os exemplos que tenho visto de atualizações de tarifários da EDP, e são vários, vão no sentido de uma redução de cerca de 4 cêntimos por kWh no preço, antes de TAR. Tendo em conta uma subida da TAR na ordem dos 7 cêntimos, significa que os seus clientes terão uma subida de cerca de 3 cêntimos por kWh. Na melhor das hipóteses, a EDP deverá cobrar cerca de 19 cêntimos por kWh antes de TAR.
      Por outro lado, na Luzboa, desde o início do ano o preço do kWh antes de TAR teve um valor médio de 11,5 cêntimos por kWh antes de TAR, o que é bastante abaixo da EDP. Mesmo olhando para os futuros até final de 2023 não é de esperar que na Luzboa o preço ultrapasse os 15 cêntimos por kWh antes de TAR. Creio que o alerta deveria ser no sentido contrário.
      Aliás, tudo indica que o preço por kWh na EDP ficará acima do que é praticado no mercado regulado, de 0,1567€/kWh, o qual foi anunciado que não subirá. Se a certa altura alguém quiser sair do indexado para o fixo, esta opção parece mais promissora do que a EDP.

      Responder
      • Luis

        Não estou aqui a defender a EDP nem qualquer outro operador e até acho que quem mudou para o indexado no inicio do ano acertou em cheio mas é preciso fazer as contas corretamente.

        Deixo aqui o email recebido da EDP a anunciar a redução de 8 cêntimos na potência (4,60 kVa), portanto se a TAR subir 6 cêntimos, o preço total por kWh ficará nos 12 cêntimos.
        Por outro lado, na Luzboa o preço total irá ficar por volta de 9 cêntimos o kWh, continua a ser um preço inferior mas cabe a cada um avaliar se compensa o risco duma subida da OMIE.

        “Caro(a) cliente,

        Nova atualização do preço do seu contrato de eletricidade

        A EDP Comercial vai baixar a sua componente de preço denominada “Energia e Estrutura Comercial”.

        Esta redução entra em vigor a 1 de julho e representa, em média, para os clientes residenciais da EDP Comercial, uma descida de 21% na componente de preço definida pela EDP Comercial. Poderá consultar os valores atualizados desta componente na tabela abaixo.

        Com esta alteração, reforçamos o compromisso de continuar a melhorar as condições oferecidas aos nossos clientes, sempre que nos seja possível.

        Sobre esta alteração deverá ainda ser considerado o impacto da atualização extraordinária das Tarifas de Acesso às Redes (TAR), que serão definidas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) durante o mês de junho, com entrada em vigor a partir de 1 de julho, e que poderá consultar posteriormente na página de perguntas frequentes em edp.pt ou nos canais habituais de apoio ao cliente.

        Informamos também que os descontos de que dispõe vão manter-se, tal como previsto nas suas condições contratuais.

        Adicionalmente, cabe-nos informar que, caso pretenda, pode denunciar o seu contrato em qualquer momento e sem encargos, não estando em causa qualquer período de fidelização.

        Conheça a sua nova componente de preço “Energia e Estrutura Comercial”

        Potência 4,60 kVA | Opção Simples

        Energia e Estrutura Comercial
        Valor a aplicar até 30 de junho Valor a aplicar a partir de 1 de julho
        Energia (€/kWh) 0,2474 0,2041
        Potência (€/dia) 0,1486 0,0652

        Nota: os preços apresentados na tabela apenas refletem a componente do preço final definida pela EDP Comercial, denominada “Energia e Estrutura Comercial”. A esta componente acrescem as TAR, a definir pela ERSE durante o mês de junho para entrada em vigor a 1 julho, sobre as quais se poderá informar posteriormente junto dos nossos canais de atendimento.”

        Responder
        • Óscar

          De acordo com o descrito o que se passa é o seguinte.

          Neste momento paga:
          Energia (€/kWh) 0,2474 + TAR = 0,2474 – 0,0958 = 0,1516
          Potência (€/dia) 0,1486 + TAR = 0,1486 + 0,1198 = 0,2684

          A partir de 1 de julho pagará:
          Energia (€/kWh) 0,2041 + TAR
          Potência (€/dia) 0,0652 + TAR
          A TAR provisória para o termo de energia é de -0,0278 €/kWh.
          A TAR para o termo de potência deverá manter-se quase igual, se não igual.
          Logo,
          Energia (€/kWh) 0,2041 + TAR = 0,2041 -0,0278 = 0,1763
          Potência (€/dia) 0,0652 + TAR = 0,0652 + 0,1198 = 0,1850

          Em suma, na energia um aumento de 0,0247€/kWh, na potência uma diminuição 0,0834€/dia.

          Para comparar com a Luzboa, mesmo com esta TAR é esperado que em julho o preço por kWh esteja nos 8 cêntimos por kWh, quase 10 cêntimos menos do que neste exemplo da EDP.
          Quanto ao termo de potência na Luzboa é de 0,1691€/dia, ou seja, cerca cêntimo e meio abaixo da EDP após esta redução.

          Responder
          • JRJordao

            Aliás, a EDP Comercial passará assim a ser mais cara que a tarifa regulada no kWh (0,1763 vs 0,1567), embora mais barata no dia/potência (para 4,60 kVa, 0,1850 vs 0,2197).

          • Óscar

            Pois, na prática gastando a partir de 54kWh por mês, já compensa ir para o regulado.

          • Luis

            Tem toda a razão, por qualquer motivo eu estava a trocar os valores do kWh pela potencia, essa sim terá uma redução de 8 cêntimos. Assim sendo os 4 cêntimos da descida no kWh não chegará para absorver a subida da TAR .

        • JRJordao

          Tanto o kWh como o dia (potência) têm uma TAR, apesar das faturas de alguns comercializadores nem sempre explicitarem ambas.
          A TAR que agora nos preocupa é a aplicada ao kWh, não ao dia (potência).
          Assim, espera-se que a TAR kWh aumente 0,07€ para julho. Como a EDP vai reduzir 0,04€ (0,2474 -> 0,2041), a partir de julho o kWh vai ficar 0,03€ mais caro.
          Já o dia (potência) deverá ficar bem mais barato, pois essa TAR não *costuma* ter grandes alterações.
          Todas as notícias recentes têm sido sobre a TAR do kWh.

          Responder
      • Vítor Barbosa

        ALERTA, ALERTA

        Sou cliente LUZBOA, e recebi hoje um e-mail a informar que um dos parâmetros que compõem o preço da energia neste comercializador vai aumentar…
        É o parâmetro “cobertura de Desvios e SAJ”, que vai passar de 0,004€/kWh para 0,0065€/kWh..
        Mas parece que os aumentos podem não ficar por aqui….
        Nesse e-mail vem um quadro onde o valor do factor de potência para os 4,6kVA, passa de 0,1691€/dia para 0,2398€/dia!!!!…
        Já pedi um esclarecimento á LUZBOA…

        Responder
        • Álvaro

          Recebi idêntico email. Gostava de ver este assunto debatido na prática. Obrigado

          Responder
    • José Carlos Martins

      Está a fazer confusão, pois o que a edp vai reduzir e que está a enviar aos clientes, é uma redução grande mas no preço da potência, pois em relação ao preço do kwh a redução é pouco expressiva;
      Mas é só ir ao simulador da ERSE e confirmar que o mercado indexado neste momento é o mais económico

      Responder
    • Armindo Paulo da Silva Teixeira

      Boa noite,
      recebi agora mesmo a fatura da LUZBOA vou pagar 8.67€
      Nunca mas nunca pensei que a eletricidade estivesse ao preço a que esta, e passei este últimos dois anos a pagar imenso,
      Obrigado Contas Poupança.

      Responder
  2. Luis

    Fui informado que a Erse vai reduzir o desconto na TAR de -9.5 para -3 cêntimos, além disso a EDP já comunicou que vai baixar consideravelmente o preço kWh para 6 cêntimos para absorver o ajuste.
    Convém informar as pessoas que a poupança no mercado indexado será reduzida para valores que poderão não compensar o risco duma subida repentina no OMIE.

    Responder
  3. Rui Barbosa

    Preciso saber qual a empresa, que neste momento está com melhor preço. Faz natural. Obrigada.

    Responder
      • Carlos Santos

        Acabei de receber uma atualização de preços médios pela APP da OMIE :

        Portugal :
        – Janeiro 220€/MWH
        – Fevereiro 189.06€ MHW
        – Março 190.00€ MHW
        – Abril 166.06 MWH

        Isto está bem ???

        O que acham ?
        Comentem sff…

        Responder
        • JRJordao

          Não!

          janeiro: 69,35€/MWh => -0,0023€/kWh na Luzboa
          fevereiro: 134,23€/MWh => 0,0747€/kWh
          março: 89,96€/MWh => 0,0205€/kWh
          abril: 76,96€/MWh => 0,0040€/kWh
          maio: 76,09€/MWh => 0,0027€/kWh

          Responder
          • Carlos Santos

            Jordão.

            Eu tb penso que seja isso, ou tinhamos andado aqui a falar de bugalhos durante semanas.

            Então vá lá ver na app da OMIE e veja as médias deles da atualização de hoje á tarde.

            Foi erro deles ou estou a ver mal estes valores?
            Já enviei para o Óscar também.

          • Carlos Santos

            Já descobri.

            A APP está a apresentar os valores máximos em cada mês , como se fossem valores médios e está a trespassar para o gráfico anual.

            Meu Deus….

          • JRJordao

            Não uso a app (e pelos vistos faço bem) 🙂

      • Salomao

        Será que sou eu que estou a ver mal? De acordo com a minha app OMI o preço médio em Maio foi de cerca de 148 €, quase o dobro do mês passado!!

        Responder
  4. Marco Nunes

    Boa noite, tenho Endesa e na factura vem descrito “22 kWh
    x 0,065923 €” ou seja eu pago 0.065 por kwh? Eu dou contagem com vazia e fora vazio e tenho 6.9kva.
    Tendo em conta a tabela apresentada pelo Sr. Pedro faz sentido a troca para indexada ou não e eu estou a ver o meu valor completamente errado?
    Obrigado pela ajuda

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. Tem um preço muito bom para fixo. Avalie se vale a pena mudar.

      Responder
      • Alfredo Duarte

        Sr. Pedro Anderson
        Hoje (3175) recebi este e-mail da Luzboa…

        Assunto: Contrato de Fornecimento de Energia Eléctrica.

        Exmo(a) Senhor(a),

        Devido ao aumento de alguns custos do Sistema Eléctrico Nacional (Banda de Reserva de regulação, Cobertura de Desvios e Serviços de Operador de Sistema) que são imputados aos comercializadores, a LUZBOA vê-se na necessidade de actualizar algumas das componentes dos preços ao consumidor e vem por este meio informar sobre as novas condições a vigorar para o seu contrato de fornecimento de electricidade.
        Assim, e ao abrigo da cláusula 4ª, nº 4.3 das condições gerais de fornecimento de energia eléctrica, comunicar as novas condições de preço a vigorarem a partir do próximo dia 01/07/2023.

        TARIFA LUZBOA SPOT | INDEXADO OMIE

        A cobertura de Desvios e SAJ passará para 0,0065€/kWh

        O Custo de Gestão (CG) manter-se-á conforme contratualizado.

        Os valores apresentados na tabela acima contemplam as tarifas de acesso às redes em vigor desde 1 de Janeiro de 2023, no entanto a ERSE já anunciou uma revisão de tarifas que deverá ter efeito a partir de 1 de Julho de 2023. Estas alterações serão refletidas posteriormente nos valores agora apresentados (Assim que estejam em vigor). Caso seja beneficiário de tarifa social, o desconto será refletido nos valores acima referidos.

        Os preços agora comunicados produzem efeitos e serão aplicados a partir da data indicada e serão válidos até ao final do corrente ano.
        Poderá consultar mais detalhes em http://www.luzboa.pt

        De notar que, não estando que acordo com a alteração de condições, poderá mudar de comercializador sem qualquer penalização por parte da LUZBOA.
        Reiterando os nossos agradecimentos pela sua preferência e pela aposta na continuidade dos nossos serviços, ficamos inteiramente à sua disposição através dos meios de comunicação normais (apoiocliente@luzboa.pt ) e 232 099 652)
        Sem outro assunto de momento, subscrevemo-nos com os melhores cumprimentos

        LUZBOA – Comercialização de Energia Lda | 31 de Maio de 2023

        Será que vai sofrer um aumento muito significativo?

        Obrigado

        Responder
        • Paulo Silva

          Boa tarde.

          Partindo do valor maio: 76,09€/MWh => 0,0027€/kWh
          Com esta alteração passaria para 0,0057€/kWh, ou seja, um acréscimo de 0,003€/kWh.

          Responder
        • Luís Oliveira

          Também aumenta a taxa de potência.

          Responder
        • Diane

          Acabei de receber o mesmo e-mail da Luzboa.
          Uma coisa em que reparei, mas que eles não parecem discutir, é que a taxa de Potência subiu MUITO. Em 4.6 era de 0,169, em Julho será de 0,2398??

          Responder
          • Vítor Barbosa

            É um e-mail muito velhaco, porque não fala num aumento da taxa de potência… só apresenta um quadro no corpo do e-mail, e ainda da por cima desfocado….se calhar não é inocente….

        • Nuno Mendes

          Também recebi o mesmo email, onde alertam para a atualização da cobertura dos desvios, afirmam que o Custo de Gestão mantém-se igual, e ainda alerta para uma revisão das tarifas pela ERSE em Julho, tal como o Sr. Pedro tinha referido na consideração inicial.
          Eu mudei no dia do video da Endesa para a LuzBoa e vamos ver o quanto vou poupar nos próximos meses.
          Obrigado por nos ajudar a poupar numa altura em que tanta falta nos faz!

          Responder
        • JRJordao

          – O dia vai aumentar entre 0,0507 e 0,0707 para as potências mais comuns
          – O kWh vai aumentar 0,0025
          Atualização das TAR de julho não contemplada.

          Responder
        • Pedro Andersson

          Ola, com esta alteração, se a média mensal do omie for de 100 euros MWH, o kwh passa de 3,2 centimos para 3,5 cêntimos.

          Responder
          • Vítor Barbosa

            Pedro Anderson:

            Certo.
            Mas se a taxa de potência aumentar conforme o e-mail parece ameaçar de forma velhaca (uma vez que não é referido no e-mail), a factura aumenta cerca de 3€…

          • João Cunha

            Simulei o impacto que estes aumentos Desvios+SAJ+T.Potência teriam na minha última factura, e ainda que o valor absoluto do aumento não tenha uma expressão preocupante, percentualmente significaria um aumento de 33.8% no total da factura (sem as taxas de audiovisual), o que já considero uma enormidade…

  5. Óscar

    Pois, a questão é que no mercado não existe tarifa tão baixa quanto essa para novos clientes. No indexado até se poderia poupar alguma coisa por agora mas querendo voltar para tarifa fixa provavelmente seria para pior do que 0,066€/kWh. Não é um caso de escolha óbvia.

    Responder
  6. Pedro

    Olá, Pedro Anderson, desde já agradeço os seus conteúdos para ajudar a poupar.

    Ao seguir os seus conselhos, poupo cerca de 90 euros mensais. ( Alteração de crédito e alteração para o mercado indexado de electricidade).

    O meu muito obrigada pelas suas dicas e continue o bom trabalho.

    Responder
  7. J Cunha

    Por outro lado, se eu tivesse uma tarifa dessas não fazia nada pelo menos até se perceber o que as diversas comercializadoras vão fazer, a partir de 1 de Julho, com a revisão da TAR (energia)…
    O indexado vai piorar substancialmente, mas se continua a compensar, e quanto, vai depender muito da reacção das comercializadoras de tarifários fixos…

    Responder
  8. Sara

    Sou fã das suas dicas. Seguindo uma delas, contratei Luzboa SPOT (indexada) com a tarifa social. Fiquei muito surpreendida, quando recebi, em vez da 1ª Fatura, uma Nota de Crédito no valor de 20,36€.

    Conseguiria me explicar como isso é possível?

    Responder
    • Pedro Andersson

      Olá. A explicação está no video do artigo que está a comentar :).

      Responder
  9. Marisa

    Boa tarde,

    Fiz mudança para a luzboa, mas até ao momento continuo a não ter acesso à área de cliente nem recebo as faturas. Já liguie, mas não atendem, nem obtive resposta ao email.

    Responder
    • José Carlos Martins

      Marisa tem que ver no spam! Se não estiver no spam e já passaram alguns dias alguma coisa correu mal, pois já aconteceu a amigos meus terem que efectuar uma segunda vez a submissão de adesão, pois à primeira algo correu mal e não deu…
      Mas primeiro veja no spam, se não, repita a adesão.

      Responder
    • Nuno Mendes

      Corroboro a informação de ver no SPAM. Quando aderi tudo correu bem, mas os dados do Balcão Digital foram parar ao SPAM. Depois coloquei “confiar nesse endereço” e desde então já recebi outros emails sem problema, tal como o de hoje a referir algumas alterações.
      De destacar que o processo de mudança foi muito rápido. Julgo que não terá demorado sequer 2 dias úteis.

      Responder
  10. Luísa Álvares

    Olá Pedro, gostei muito do seu vídeo com a explicação de como fazer as contas. Ainda não tinha percebido muito bem como o deveria fazer e assim já fico autónoma.
    Fico é na dúvida como devo fazer o cálculo no caso de tarifa bi-horária. Deixo a sugestão para um próximo vídeo!
    Bem haja, continue o seu bom trabalho, tão importante para melhorarmos a gestão das nossas finanças!

    Responder
  11. Luís Araújo e Gama

    Boa Tarde Obrigado email muito importante e útil

    Responder
  12. José Carlos Martins

    Caro Pedro Andersson,

    Agradecer-lhe mais uma vez por este seu compromisso do contas-poupança, que para mim é um verdadeiro serviço público e que leio sempre;

    Tenho uma dúvida que gostaria de ver respondida:

    Eu neste momento sou cliente da Luzboa desde Janeiro e a minha média de facturas neste momento são de € 10,00 por mês, quando nos mesmos períodos eram de € 60; tive que migrar para a Luzboa com tarifa bi-horária, pois era a que tinha e como deve saber é obrigatório estar na mesma tarifa durante um ano;

    Ora, a minha dúvida é a seguinte: se o preço do mercado indexado é à hora e os gráficos do OMIE indicam que os períodos mais económicos se situam ente as 11 e as 18 horas, o que me compensa é colocar as máquinas de lavar louça e roupa e de secar neste período e não no tal horário bi-horário que tenho, certo? Estarei a pensar bem ou não?

    Obrigado e um muito obrigado pelas suas primorosas dicas!

    Responder
    • JRJordao

      A Luzboa não utiliza os preços horários da eletricidade, mas sim a média (neste caso médias, para cheio e vazio) dos dias faturados.
      Ou seja, aplica um mesmo preço a todos os kWh consumidos em vazio, e um outro mesmo preço aos consumidos em cheio.
      Não há assim qualquer vantagem em privilegiar o consumo às horas em que o preço horário é mais baixo.

      Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. No xaso da luzboa, é a media mensal dos bi-horario. Não é relevante a hora especifica. Confirne com eles. Mas nao conseguem atender… Sao milhares a mudar…

      Responder
    • Carlos Santos

      É mesmo obrigatório estar na mesma tarifa durante 1 ano ?
      Desconheço isso por completo!
      Mais alguém confirma o que o José Martins relata ?

      Responder
      • JRJordao

        “De acordo com o disposto no ponto 2 do artigo 52º do Regulamento das Relações Comerciais do sector de energia e gás da ERSE, a mudança de ciclo de contagem (que inclui opção de ciclo e tarifa horária) obriga à permanência nessa opção durante um ano, para clientes em Baixa Tensão.”
        fonte: https://www.edp.pt/particulares/apoio-cliente/perguntas-frequentes/pt/contratos/novo-contrato/o-que-e-a-opcao-horaria-e-qual-a-melhor-para-mim/faq-4823/

        Responder
        • Caelos Santos

          Desconhecia esse decreto por completo.Vou ver isso…

          Responder
        • Carlos Santos

          Espero que após isto a seguir, se altere isso da ” fidelização obrigatória de se manter na mesma tarifa e ciclo durante 1 ano”.

          Mas isso dos 12 meses é por contrato ou por empresa?

          Ou seja, se um cliente estiver 6 meses na SU em Bi-horário e outros 6 meses em Bi- horário na Endesa, e depois mudar para a Luzboa, já pode mudar para simples.

          Uma consulta pública recentemente submetida

          https://aipor.pt/3708

          Responder
  13. Augusto Josefa

    Boa Tarde . Se optar mudar de fornecedor de energia (EDP actualmente) terei que me preocupar com a leitura mensal do meu consumo? Em Março paguei 86 € e agora em Junho terei de pagar mais 70€. Para duas pessoas apenas e mesmo com tudo electrico acho muito o que mensalmente pago.

    Responder
    • Carlos Santos

      Ou efetivamente paga o que está realmente gasta.
      Ou tem um valor de kwh acima da média.
      Ou não costuma dar contagems e está muitas vezes sujeito a…estimativas!
      Ou tem eletrodomesticos fora do padrão de etiquetas de consumo mais económicas.

      São 4 padrões a verificar.

      É ver detalhadamente estes 4 tópicos

      Responder
    • JRJordao

      Deve comunicar a leitura no dia em que confirmar a adesão à nova empresa, para evitar estimativas.

      Responder
      • Nuno Mendes

        Foi a primeira coisa que fiz quando tive acesso ao balcão digital na luzboa. Enviar a contagem.

        Responder
        • JRJordao

          Isso já é tarde. O importante é a empresa anterior ter a leitura do último (ou quase) dia.
          Quando há comunicação automática de leituras, não é preciso ter este cuidado.

          Responder
  14. Luís Oliveira

    Luzboa comunica alteração das condições a partir de 1/7 : A cobertura de Desvios e SAJ passará para 0,0065€/kWh

    Responder
  15. Jose Emanuel da Silva Santos

    Acabei de receber esta info daa Luzboa:

    Exmo(a) Senhor(a),

    Devido ao aumento de alguns custos do Sistema Eléctrico Nacional (Banda de Reserva de regulação, Cobertura de Desvios e Serviços de Operador de Sistema) que são imputados aos comercializadores, a LUZBOA vê-se na necessidade de actualizar algumas das componentes dos preços ao consumidor e vem por este meio informar sobre as novas condições a vigorar para o seu contrato de fornecimento de electricidade.
    Assim, e ao abrigo da cláusula 4ª, nº 4.3 das condições gerais de fornecimento de energia eléctrica, comunicar as novas condições de preço a vigorarem a partir do próximo dia 01/07/2023.

    A cobertura de Desvios e SAJ passará para 0,0065€/kWh

    Responder
  16. Carlos Santos

    Caro Pedro,

    Também recebi um email com indicação da alteração contratual a partir de 1 de julho.

    No entanto, apesar do destaque ir apenas para a cobertura de Desvios e SAJ, que passará de 0,004/kWh para 0,0065€/kWh, vejo que existem alterações significativas nos valores apresentados na tabela, referentes à Potência Contratada. Por exemplo, para uma Potência de 4.60, o valor apresentado na tabela é de 0,2398€/dia, ao passo que o valor do contrato e que se mantém no site (https://luzboa.pt/wp-content/uploads/2023/01/LUZBOA-SPOT-BTN_2023_APRESENTACAO-PRODUTO_2023.pdf) é de 0,1691€/dia.

    O que lhe parece esta alteração?

    Responder
    • Nuno

      Creio que nesse link a potência está desatualizada. Veja diretamente no início da página deles:

      Responder
    • Santos

      Boas Carlos Santos

      Vou salvaguardar a situação de andar-mos aqui a postar com o mesmo nome = Carlos Santos.

      Ou seja, andamos a colocar o mesmo nome, e somos pessoas diferentes, com postagens diferentes. Logo não queremos andar aqui a poder criar alguma confusão.

      Abraço
      Carlos Santos ( Santos )

      Assim, eu passarei a denominar-me
      “Santos”

      Responder
  17. João Cunha

    Também recebi esse email e parece que a Luzboa ou não ganhava dinheiro, o que duvido, ou não gostou de ser inundada de clientes novos. Aumenta a parcela de Desvios + SAJ (+62.5%) e aproveita ainda para subir o termo de potência (aumentos de 20% a 64%)…
    Como a estes valores ainda vamos ter o aumenta da TAR, em Julho, ou até antes, vê-se o que as outras comercializadoras vão fazer e se deixar de ser a mais barata… adeus Luzboa.

    Responder
  18. Nuno

    Bom dia a todos,

    Recebi um e-mail da Luzboa a atualizar os preços a partir de 1 de julho. Ligeiro aumento na potência, nos 3,45 são mais 5cent por dia. Atualizaram tb a cobertura e saj de 4 para 6.5. estive a fazer contas por alto e no meu caso devem ser mais uns 2 euros por mês. Cada caso é um caso. Obrigado

    Responder
    • João Cunha

      Podem ser só 5cent, mas olhe que isso é um aumento de 36%…

      Responder
      • JRJordao

        Importa comparar com as alternativas, quando se conhecerem.
        O preço da potência é relevante nos perfis de consumo reduzido. Nos restantes, faz pouca “mossa”.

        Responder
        • João Cunha

          Em termos objectivos, sim, importa perceber se a partir de Julho a Luzboa ainda é a comercializadora mais barata. Contudo, o meu ponto é o que leva uma empresa a subir em mais de 30% o valor dos seus serviços, sem que aparentemente nada o justifique (talvez apenas puro oportunismo). Lembro-me de quando as operadoras de telecomunicações fizeram aumentos de valor igual ao da inflação e por isso foram bastante criticadas pela população em geral (e não só) e não estavam em causa aumentos de desta magnitude.

          Responder
  19. Filipe

    A Luzboa também aumentou no termo fixo da potência dos 6.90?

    Responder
    • JRJordao

      Sim, aumentou (vai aumentar em julho) para todas as potências.
      No caso dos 6.90, passa de 0.2290 para 0.2997.

      Responder
      • Filipe

        Obrigado. Mesmo assim penso que será a mais barata do mercado no termo fixo dos 6.90. Mas não há como fugir aos aumentos que se situará entre os 2€ a 3€. De qualquer forma teremos de aguardar por Julho pela redução do apoio da TAR que segundo li e não estarei enganado passará dos -0,0958€ para -0,03…€ qualquer coisa. Vamos aguardar e ver depois qual a empresa de electricidade contratar.

        Responder
  20. Nuno

    Em relação às atualização da potência na Luzboa que referi anteriormente, peço a algum cliente da EDP que divulgue aqui as atualizações a partir de 1 julho. Já não sou da EDP comercial e no site deles é difícil perceber os valores. Por exemplo, dizem que vão baixar a energia para 21 cent, mas não dizem diretamente que o cliente vai pagar mais pois o apoio do estado diminui bastante. No fundo os clientes EDP vão pagar mais por kW. Mas a minha curiosidade é para a potência de 3,45 na EDP a partir de julho, valor final já com o desconto ou não do estado. Obrigado

    Responder
    • Carlos Santos

      De acordo com o email enviado há dias pela EDP:
      Potência 3.45kVa: passa de 0,1270€/dia para 0,0649€/dia;
      Potência 1.15kVa: passa de 0,0948€/dia para 0,0709€/dia.

      Responder
      • Nuno

        Bom dia Carlos, agradeço a sua resposta.
        Mas fui cliente EDP até 27 de abril e na minha fatura diz: 0.2168€ (3,45 kVA) e não 0,1270.
        Obrigado

        Responder
        • Carlos Santos

          Exatamente, conforme colocou o Nuno, este valor não inclui a TAR.
          Potência 3.45kVa: passa de 0,1270€/dia para 0,0649€/dia;

          O que vem na fatura é:
          Total: 0,2168 €
          TAR: 0,0898 €
          Componente EDP: 0,1270 €

          Responder
          • Carlos Santos

            Os preços enviados ontem pela LuzBoa também não incluem a TAR atualizada:
            https://ibb.co/XyhmWvf
            “Os valores apresentados na tabela acima contemplam as tarifas de acesso às redes em vigor desde 1 de Janeiro de 2023, no entanto a ERSE já anunciou uma revisão de tarifas que deverá ter efeito a partir de 1 de Julho de 2023. Estas alterações serão refletidas posteriormente nos valores agora apresentados (Assim que estejam em vigor).”

          • João Cunha

            Não podem incluir as TAR em vigor a partir de Julho porque ainda não são conhecidas, mas incluem as que estão em vigor até ao final de Junho. Como já foi referido noutros post’s, não parece ser expectável que a TAR relativa à potência venha a sofrer alteração, ou pleo menos, alteração significativa, mas já não digo nada…

          • Nuno

            Então a EDP baixa 6 cent na potência!
            E a TAR terá alterações??
            Obrigado

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.