Qual é o valor do mecanismo MIBEL este mês? (Dezembro de 2022)

Escrito por Pedro Andersson

01.01.23

}
4 min de leitura

Publicidade

Valor do ajuste MIBEL em Dezembro de 2022

Quem quer poupar na eletricidade vai ter de se habituar a fazer as contas ao mecanismo de ajuste MIBEL (pelo menos até Maio). Isto não é para todos. Creio que a maior parte não está nem aí para se preocupar com isto e só quer é que não os chateiem e que a fatura não suba muito. Nós somos dos “outros”.

Assim, resolvi queimar pestanas até perceber como se calcula o tal mecanismo de ajuste MIBEL (carinhosamente chamada por alguém aqui como “Taxa Maribel”). Saber este valor todos os meses com alguma antecedência em relação à fatura é importante porque pode significar uma fatura “medonha” ou uma fatura em que realmente poupa um valor relevante.  Atualmente, o problema é que só saberá qual o valor do ajuste MIBEL quando receber a fatura. Ou seja, tarde demais.

Isso vai acontecer todos os meses porque o valor do ajuste MIBEL é a média diária do mês anterior, logo – em teoria – tem de esperar pelo último dia do mês para a ERSE ter o valor exato para depois o comunicar às empresas fornecedoras de eletricidade.

Recordo-lhe que só há duas empresas em Portugal que não cobram o ajuste MIBEL: A SU Eletricidade (regulado) com 16 cêntimos o kWh, e a Goldenergy com 14 cêntimos o kWh. Tem de fazer, obviamente também as contas ao valor diário da potência contratada. Este dois valores são “caros” face à concorrência de outras empresas.

Por exemplo, a EDP Comercial cobra 10 cêntimos/kWh+MIBEL, desde 1 de janeiro de 2023. A Endesa vai cobrar (confirme com o seu caso) 7 cêntimos/kWh+MIBEL. Ou seja, se o ajuste MIBEL for sempre muito baixo vai compensar, se subir acima de 4 cêntimos já pode deixar de compensar em relação à Goldenergy e à SU Eletricidade.

Recordo-lhe que a GALP, a IBERDROLA e outras empresas mais pequenas já estão a aplicar o mecanismo de ajuste MIBEL fazendo com que as faturas de outubro praticamente duplicassem, assustando muitos clientes. Neste momento, o mecanismo já baixou bastante.

Como fazer as contas ao ajuste MIBEL

Só para terem ideia da complexidade das fórmulas deixo-vos um exemplo dos dados que tive de analisar para fazer estas contas. Cada dia tem um valor de ajuste MIBEL e o respectivo benefício para os clientes. Notem que sem este mecanismo a eletricidade seria muito mais cara do que está a ser.

Tem de ter em conta ainda mais um aspecto, o valor que lhe vai ser aplicado não é o mesmo que vai ser aplicado a outro cliente da mesma empresa. Pelo que a ERSE me explicou, os valores que vou partilhar consigo são os valores máximos da média de dia 1 ao último dia de cada mês, mas depois a média que vai ser aplicada a cada cliente depende das datas da sua respectiva faturação: se a fatura for de dia 15 a dia 15, a média do ajuste MIBEL será exatamente do dia 15 a dia 15 e não de 1 a 31.

Para além disso, supostamente cada empresa só vai aplicar o mecanismo MIBEL à percentagem de eletricidade que comprou no mercado spot (no tal que usa gás ao valor de mercado para produzir eletricidade). Portanto, os valores que lhe vou dar aqui são apenas indicativos, mas espero que muito aproximados à realidade.

Para Dezembro, o meu cálculo deu 4 cêntimos/kWh para o ajuste MIBEL, que foi agora já confirmado pela ERSE com o valor oficial de 4,91 cêntimos. Em Novembro foi de apenas 1 cêntimo (confirmado também pela ERSE).

Só no fim de janeiro saberei qual o valor do Mibel de Janeiro. Não dá para saber por antecipação. Esse é o “drama” dos tarifários variáveis com MIBEL. O que vos posso dizer é que pela informações que tenho é que o MIBEL estará ainda em janeiro em valores relativamente baixos, mas tudo pode mudar de um momento para o outro. A situação está muito instável. Se quiser jogar pelo seguro, como lhe disse, tem a SU Eletricidade e a Goldenergy; se quiser arriscar poupar, tem a EDP Comercial e a Endesa.

Para além disso, não se esqueça de que os tarifários indexados já começam a ser uma opção novamente. São tarifários que variam todos os meses porque paga exatamente o que as empresas pagam pela eletricidade “ao produtor” mais uma pequena margem de lucro. Numa altura de preços baixos pode ser uma poupança extraordinária. Na prática, é ter na eletricidade o mesmo que tem no crédito à habitação: taxa fixa paga mais mas sabe sempre o que paga; taxa variável poupa muito com a Euribor baixa, mas paga muito se a Euribor subir. A vantagem no mercado da eletricidade é que não está fidelizado (a menos que queira) e portanto pode sair para outra empresa mais barata sempre que quiser, sem ter de pedir autorização a ninguém.

Espero que esta informação do ajuste MIBEL seja interessante para si para tomar decisões (mais) conscientes e inteligentes financeiramente.


Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes 

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (6 a 12 de fevereiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Qual é o valor do mecanismo MIBEL este mês? (Janeiro de 2023)

Valor do ajuste MIBEL em Janeiro de 2023 Quem quer poupar na eletricidade vai ter de se habituar a fazer as contas ao mecanismo de ajuste MIBEL (pelo menos até Maio). Isto não é para todos. Creio que a maior parte não está para se preocupar com isto e só quer é que...

PODCAST | #151 – Como posso poupar nas comissões bancárias?

Como posso poupar nas comissões bancárias? Se tem uma conta bancária (ou várias) quase de certeza que paga comissões bancárias. Em muitos casos, isso significa que está a pagar cerca de 100 euros por ano só para ter e movimentar a sua conta bancária. Se tem várias...

Painel solar fotovoltaico – Balanço Novembro e Dezembro de 2022 (Mês #72 e #73)

Balanço de Novembro e Dezembro de 2022 Estes são os piores meses do ano, no que diz respeito à produção de eletricidade dos meus painéis solares. Para os que só chegarem agora a esta página quero recordar que instalei o meu primeiro painel solar em dezembro de 2016....

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (30 de janeiro a 5 de fevereiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

VÍDEO | COMO POUPAR DEZENAS DE EUROS NAS COMPRAS DE SUPERMERCADO

Uma app que o ajuda a poupar nas compras Com o aumento dos preços, é um desafio poupar nas compras em super e hipermercados.  Um grupo de portugueses juntou-se para criar uma aplicação que compara em tempo real o preço do mesmo produto nos vários hipermercados para...

VÍDEO | Como reduzir os gastos com alimentação (e comer melhor)?

Como reduzir os gastos com alimentação (e comer melhor)? Com a subida da inflação para os valores mais altos dos últimos 30 anos, as despesas com a alimentação passaram a ser uma preocupação para muitas famílias. Na reportagem do Contas-poupança, fomos saber como...

PODCAST | #150 – Devo subscrever Certificados de Aforro agora?

Devo colocar as minhas poupanças em Certificados de Aforro? Com a subida da Euribor, as prestações do crédito à habitação aumentaram mas, por outro lado, fez aumentar o rendimento dos Certificados de Aforro. Pode ganhar dinheiro com o seu dinheiro, aproveitando a...

APOIOS DO ESTADO | Prestação Social para a Inclusão aumenta para 298 € por mês

Prestação Social para a Inclusão aumentada para 298 € A Prestação Social para a Inclusão, para pessoas com deficiência, tem, a partir de hoje, a componente base aumentada para 298 euros, enquanto o valor do complemento, para situações de pobreza, sobe 50 euros....

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (23 a 29 de janeiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

21 Comentários

  1. Emanuel Azevedo

    Boa noite e obrigado pela dica.
    No meu caso sou Endesa, família numerosa com tarifa social. Ouvi dizer que a SU energia ia ter preço bem em conta para que tivesse tarifa social, a minha dúvida será que vale a pena sair da Endesa e ficar na SU? Será que a tarifa social da Su é mais em conta que na Endesa? A potência contratada quentinho neste momento é 3.5kw. A carta que que recebi da Endesa os preços não são esses 7 cêntimos mas sim fora do vazio 0,169€ vazio 0,045€ (preços da energia) fora do vazio 0.30€ vazio 0.21€ ( energia Preço base sem tarifa de acesso às redes) potência 0.1439€ e 0.0535€ ( potência Preço base sem tarifa de acesso às redes)

    Responder
    • joão carlos

      os descontos da tarifa social são iguais em todas as operadoras, sejam elas do mercado liberalizado seja do mercado regulado.

      a diferença esta nos preços que cada uma pratica.
      a resposta à sua pergunta se vale a pena esta ou aquela empresa a resposta só o senhor a pode dar porque é como dizia o outro é só fazer as contas, e cada um tem de fazer as suas porque existem dezenas de tarifários, varias potencias , vários descontos e para não falar em consumos que são completamente diferentes.

      Responder
  2. Maria Cândida Azevedo

    Boa noite,

    Pf na EDP Comercial qual o melhor meio para se saber mensalmente o valor do MIBEL.
    – Será o nº de telefone da EDP Comercial? – E dp qual a tecla do telem a usar?

    Responder
  3. António Baptista

    Boa tarde,
    A minha duvida com a “taxa” “Maria Isabel”, para os amigos Mibel, vem descrita na factura como?
    Tenho Endesa e na factura não vejo nada como Mibel.
    Vejo sim “Imposto Especial Consumo (Real)” que tem o valor de 0,001000 € (preço.

    Obrigado

    Responder
      • António Baptista

        Olá Pedro,
        Obrigado pelo esclarecimento.
        Aguardemos então.
        Obrigado

        Responder
  4. José Cardoso

    Parabéns pelo esclarecimento. Sff mensalmente informava os valores da Taxa Mibel e se o valor for elevado no mês seguinte altera-se para a SU

    Responder
  5. Paulo

    É dito neste artigo que só no final mês de Jan é que se saberia o valor Mibel, mas hoje liguei para a GALP e eles já me conseguiram indicar qual era o valor, e disseram que é de 0,03….

    Responder
      • Armando Gonçalves

        Olá Pedro, mas se o valor Mibel de Dezembro para a Galp é de 0,03 €, como é que o Pedro (por informação da ERSE) refere os 0,0491 € ? O Mibel não tem de ser igual para todos os comercializadores? Nas minhas contas e possivelmente nas suas o valor seria para o mês de Dezembro de 0,039615 €. Não compreendo este quase 1 cêntimo de diferença.
        Cumprimentos.
        Armando

        Responder
        • Pedro Andersson

          Olá. O que a erse me exicou é que o valor divulgado é o máximo absoluto caso a empresa comprassex100% da eletricidade feita sempre com recurso a gás. Agora cada empresa aica a percentagem do que comprou no mercado spot à taxa mibel. Se o maximo for 4 centimos, e a empresa A comprou 50% da eletricidade nesse mês em spot, cobraria aos clientes 2 centimos de mibel. Espero ter explicado de forma entendível:)

          Responder
          • Armando

            Bom dia Pedro, tanto quanto eu percebi, a taxa Mibel pode variar de comercializador para comercializador em função das compras das variáveis mercado spot/recurso a gás, assim sendo os 0,0491 € será o máximo a ser aplicável, certo? De qualquer forma esse valor não é a média aritmética do valor de ajuste médio durante o mês de Dezembro, que nas minhas contas foram 0,039615 €, ou seja, seguir o site da dgeg com os valores diários do preço do ajuste durante um período, dividir a totalidade dos valores pelo período de 30 dias ( neste caso concreto), não nos conduz a um valor correto, mas provavelmente aproximado. Peço desculpa da minha insistência, mas creio que será uma dúvida que muitos de nós teremos.
            Cumprimentos,
            Armando

      • Rui Madeira

        Bom dia. Após ler o seu artigo verifiquei que a Galp em setembro me cobrou 0,20 c por kWh de taxa mibel e 0,13 c em outubro. Ora isso não bate com os valores apresentados no artigo.
        Existe alguma explicação para isto ou estou apenas a ser enganado?
        Obrigado

        Responder
        • Pedro Andersson

          Olá. Os valores que apresento sao para novos clientes e com base no simulador da erse. Clientes atuais e antigos podem ter tarifarios e descontos diferentes.

          Responder
          • Rui Madeira

            Caro Pedro:
            Eu não estou a falar de tarifas mas sim do valor que me foi cobrada taxa mibel. 20 cêntimos em setembro e não 10 centimos por cada kWh e 13 cêntimos em outubro e não 3 cêntimos como refere na tabela do artigo. Assim esses preços não são o máximo cobrado em taxa mibel pela Galp. Let’ s figure why!!!!

  6. Luis Correia

    Boa tarde Caro Pedro
    A minha questão é a seguinte: Como o estado “injectou” muitos milhões para apoiar as familias o que fez baixar as tarifas no M. livre, questiono se esse apoio é só para o M. livre ? Não vai acontecer a mesma coisa com a SU Electricidade ? Eu mudei da EDP Comercial para a SU, com receio da “Mibel” que neste momento não tem valores exagerados, num entanto tudo muda de um dia para o outro, como aliás se tem visto nos últimos meses, o que parece uma boa decisão hoje, pode já não o ser amanhã. Obrigado

    Responder
    • Pedro Andersson

      Ola. A redução no acesso as redes é igual no regulado.

      Responder
  7. José

    Boa noite, Pedro.
    pode por favor dizer-me onde encontro ” A Endesa vai cobrar (confirme com o seu caso) 7 cêntimos”? A consulta no site deles o valor é o dobro, no tarifário Tarifa e-luz & gás. Com o termo fixo a 0,29€. Aliás, é um preçário muito parecido com a goldenergy.
    Obrigado.

    Responder
    • Armando Gonçalves

      José, esse tarifário parece só estar disponível para os clientes antigos e mesmo para esses não é para todos.
      Cumprimentos,
      Armando

      Responder
    • Pedro Andersson

      Ola José. Aleraram os preços depois do ajuste do acesso as redes. Mas nao infirmaram ninguém dos novos preços. Deixaram de compensar como era suposto. Ja estou a investigar…

      Responder
  8. Célio Carneiro

    Boa tarde,
    Não sei se este é o melhor sitio para esclarecer esta minha dúvida, mas cá vai:

    Sou cliente Iberdrola em que o contrato renova dia 22 deste mês, ou seja, ainda estou sem a taxa MIBEL, visto que esta só poderia ser aplicada pelo que percebi a contratos celebrados/renovados depois de abril de 2022, contudo na fatura relativa ao período de faturação de 25/11 a 25/12 vem nos detalhes da fatura:

    Ajuste Op. Mercado – Regularização(14/06/2022-25/11/2022) 781 kWh x 0,005813 € /kWh 4,54€
    Ajuste Op. Mercado – Consumo real(25/11/2022-21/12/2022) 195 kWh x 0,004634 € /kWh 0,90€

    Liguei para o apoio ao cliente onde me informaram que este ajuste estava relacionado com o ajuste MIBEL.

    Como é isto possível se supostamente ainda não deveria pagar este ajuste visto que o meu contrato ainda é dos antigos por assim dizer?

    Poderão eles ainda cobrar-se de retractivos? Neste ajuste apresentam períodos de junho de 2022 em diante.

    Obrigado desde já a quem me conseguir ilucidar.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Partilhe o Artigo!

Partilhe este artigo com os seus amigos.